1. Spirit Fanfics >
  2. Kate x Keith - Passado, presente e futuro >
  3. Um castigo um pouco revelador

História Kate x Keith - Passado, presente e futuro - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Desfrutem do capítulo!
Pokémon não me pertence.

Capítulo 18 - Um castigo um pouco revelador


Kate POV

O perigo ainda irá acontecer Kate... Mas por enquanto ainda consigo contactar contigo, o Shadow Crystal ainda está em segurança... Keith teve uma reação da escuridão dentro dele ao pé de Robert... Ele acabou por pegar no volante do carro e acelerá-lo, fazendo assim ele bater contra uma árvore, quase matando Robert no processo... Keith não se lembra de nada, peço que por enquanto não o contes nada... A escuridão fica mais ativa em cada surto que Keith tem... 

Kate: Entendido darkrai...

Se for capturado, não conseguirei manter o poder e escuridão do Shadow Crystal por muito tempo... Se isso acontecer, a escuridão ficará ainda mais ativa em Keith... Eu sei uma das maneiras de acalmar, ou até mesmo remover a escuridão do Shadow Crystal... Mas não tenho muito tempo, terei de me concentrar agora na proteção do Cristal... Comunicarei quando tiver poder suficiente para isso... Adeus por enquanto Kate...

Acordei com Keith ao meu lado... Mais um sonho com darkrai... Porque é que ele comunica comigo?... Darkrai, o Pokémon mítico da escuridão e pesadelos... Está a comunicar comigo pelos sonhos... Olhei para Keith... Sentia pena pelo o que ele estava a passar e queria tanto o dizer e tentar ajudar... Mas ao mesmo tempo estava feliz... A última noite tinha realmente acontecido... Keith estava aqui! Ele tinha voltado!! Eu encostei-me a ele.

Keith: Bom dia Katie.

Kate: Bom dia Keith.

Keith: Tu não me resistes pois não? Até dormes comigo.

Kate: Idiota... Estás melhor? Ontem quando te vi lá fora estavas cansado, triste... O que aconteceu?

Keith: Eu e Robert discutimos no carro... Eu fiquei muito irritado, mas não depois a minha visão ficou escura... Quando voltou ao normal eu estava cá na escola por algum motivo com... Medo...

Darkrai tinha razão... A escuridão estava a começar a agir nos surtos de Keith. Mas não o posso dizer nada...

Kate: Ainda bem que estás aqui...

Levantei-me e comecei a tirar o meu pijama, mas... Não reparei que Keith estava lá.

Keith: KATE!!!

Kate: DESCULPA!!

Bem, eu não tinha tirado grande coisa, mas... Estava quase a ficar de sutiã à frente dele...

Keith: Eu mudo-me no balneário.

Keith POV

Saí do dormitório onde eu e Kate tínhamos dormido, neste caso o femenino, e fui ao balneário, onde vi Kellyn e Pachirisu. Kellyn olhou para mim e simplesmente paralisou.

Kellyn: K-keith...

Keith: É... Estou de volta... Sobrevivi!

Kellyn: Keith!!!

Kellyn aproximou-se e abraçou-me.

Kellyn: É bom ter-te de volta amigo... Estávamos preocupados contigo... Ainda bem que Robert não te fez nada.

Keith: É...

Na verdade... Eu nem sabia o que tinha acontecido a Robert...

Keith: Vejo que estás a divertir te com o teu Pachirisu.

Kellyn: Surpreendentemente ele até que gosta de mim, só estarei uma semana com ele... Kate também estará só uma semana com Munchlax.

Keith: Eu sei... Só espero Robert não voltar.

Kellyn: Precisas de um parceiro Keith.

Keith: Preciso de arranjar um.

Vesti-me e fui ter com Kate.

Keith: Então... Vamos dar uma volta?

Kate: Vamos lá.

Saímos da zona de intervalo, Kate levava o seu Munchlax com ela, mas... apareceu a pior pessoa que podia ter aparecido naquele momento... 

Kincaid: Dazzle?!?!?

Keith: Kincaid...

Kincaid: Eu Acho que devo um pedido de desculpas...

Keith: Primeiro o senhor culpa-me por roubo de stylers à alguns meses e agora mandou me ir com o meu irmão. O senhor tem algo contra mim???? Eu podia ter morrido Kincaid! Você já tinha visto e ouvido a voz do meu irmão, como não reconheceu???

Kincaid: Eu compreendo a sua irritação Keith, mas não me recordava do seu irmão e  quando Kate e Kellyn contaram me tudo, eu... Fiquei realmente arrependido... Eu podia realmente ter sido o motivo da sua morte... Peço desculpa pelo meu grande erro... Como professor, posso ser rígido, mas também admito os meus erros às vezes... Desculpa Dazzle...

Kincaid não estava a agir como normalmente era... Eu até fiquei... Surpreendido...

Keith: Não faz mal Senhor, talvez também fui muito rígido mas palavras...

Kate olhou para mim e levantou uma sobrancelha.

Kincaid: Não, você agiu com razão, era uma situação de vida ou de morte... Eu já tentei contactar as autoridades para esta situação, mas todos dizem que Robert foi visto morto... Não sei como ajudar Keith...

Keith: Não faz mal, será tudo resolvido no futuro...

Kincaid: Espero que sim...

Porque estava a agir daquela maneira???? Kincaid estava diferente, onde é que estava o professor "não corram nos corredores". Esta versão era simpática e compreensível...

Kincaid: Hitomi... O que está a fazer um Pokémon no estabelecimento escolar onde não é permitido pokémons.

Kate: Eu falei com Ms. April, ela disse que em tempo de férias era permitido, depois vamos libertar os pokémons quando a escola começar.

Kincaid: Mas Ms. April não está aqui, portanto sou eu que oriento a escola em tempo de férias, esse Pokémon não é permitido cá dentro da escola.

Bem... Kincaid tinha voltado a agir normalmente.

Kate: Mas...

Kincaid: Não quero ouvir mais nenhuma palavra Hitomi, o Munchlax ficará no dormitório até ao tempo de férias acabar, já que os portões para o exterior estão trancados, depois será libertado. E a senhora será castigada por isso durante dois dias.

Keith: Isso é injusto!!! Kate está a fazer o que lhe foi permitida fazer.

Kincaid: O senhor Dazzle também será.

Keith: Mas eu-

Kincaid: Você mesmo sabendo as regras da escola, deixou que Hitomi trouxesse o Pokémon para cá. 

Keith: Porque Ms. April nos permitiu.

Kincaid: Dazzle... Fique quieto... Você já fez o suficiente...

Kincaid olhou para mim... Desta vez era um olhar diferente... Sem emoção, vazio, sem cor... Um olhar misturado com tantos sentimentos... De um comportamento confiante e bom, passou para o normal e agora... Aquilo... Um cinzento puro...

Kincaid: Quero vocês na minha sala... Agora. Passarão o resto da tarde lá comigo.

Kincaid andou lentamente em direção à sua sala.

Kate: Vemo-nos depois Munchlax... Vai para o dormitório...

Keith: Tu viste aquilo?

Kate: Hum?

Keith: Aquele olhar de Kincaid... Era como uma casca sem emoção tinha olhado para mim... De um comportamento simpático e confiante, passou para aquilo...

Kate: Talvez se sinta arrependido e ao ver que também te estaria a castigar, o arrependeu ainda mais, deixando-o mais... Triste?

Keith: Talvez... Kincaid Sempre transmitiu uma aura estranha... Mas esta era mais... Intensa.

Kate: Vamos ver como é estar aquele tempo todo sozinhos com Kincaid na sala, pelo o que Luana disse, será... Estranho...

Keith: Vamos lá... Só espero é que ao menos nos alimentem, não vou ficar um dia inteiro sem comer... Certo?...

(Segundos depois de entrar)

Kincaid: Vocês vão ficar aqui até às 19:00

Kate e Keith: O quê???

Kate: São 10:00, ainda não comemos nada!!!

Kincaid: Vocês como castigo não irão almoçar!

Keith: Anda lá Kinc... Pelo menos comer uma coisinha de nada, é necessário passar fome por 9 horas? 

Kincaid: As alcunhas não irão funcionar Dazzle, mas por um lado tens razão, têm ali no armário da sala algumas bolachas para os alunos que não recebem o lanche da escola, irei permitir desta vez.

Kate: Melhor que nada não é?...

Keith: É...

Ficamos sentados em mesas separadas... Enquanto víamos Kincaid a Olhar para nós... Eu tinha que lhe perguntar algo.

Keith: Kincaid?

Kincaid: Não quero nenhum barulho Dazzle, mas vou permitir desta vez.

Kate: Também posso perguntar algo?

Kincaid: Está bem... Hitomi, tu primeiro.

Kate: O que você faz na cave? Vejo sempre Isaac a ir lá para baixo consigo. O que há lá embaixo.

Kincaid: Não é nada que vos interesse.

Kate: Ok?...

Kincaid: Dazzle.

Keith: O que se passa hoje com o professor? Primeiro estava todo simpático e agora está... Assim! Até me lançou um olhar mortífero.

Kincaid olhou para mim de maneira chateada, Kate simplesmente sussurrou: Fodeu...

Mas o inesperado acontece...

Kincaid: Peço desculpa pelo meu comportamento.

...O QUÊ?!?! O que se passa com Kincaid????

Kincaid: Agora peço por favor silêncio.

Kate estava especada... Olhou para mim e simplesmente disse com os lábios: Ele está bem?

Ao qual eu respondi: Não sei...

Ficamos ali sentados no silêncio profundo da sala... Luana tinha razão, isto estava a ser um inferno!!!

Kate: Posso me sentar ao pé de Keith?

Kincaid: Isto é um castigo, não uma sessão de conversa.

Aquilo estava a ser doloroso!!! Só se ouvia Kincaid a escrever em documentos, o barulho da caneta estava a ser infernal naquele silêncio profundo... E nem uma hora tinha passado...

(11:00)

Olhei para o relógio... Uma hora tinha passado. Só tinha passado uma hora... Eu vou adormecer na mesa...

Kincaid: Postura direita Dazzle, isto é um castigo, não uma hora da sesta.

ELE PODE-SE SIMPLESMENTE CALAR???? Isto foi injusto!!! Ms. April deixou termos os pokémons em tempo de férias! Porque é que Kate foi castigada??? E porque é que eu fui castigado???

Eu apertei os punhos, Kate olhou para mim com preocupação, não resisti ver aquele olhar e parei. O que se passa comigo ultimamente?... Eu escapei a Robert eu estou vivo! 

Kincaid: Belas notas que vocês têm aqui... 

Kate: O Senhor está a ver os nossos documentos?

Kincaid: Sim, como professor sou permitido avaliar o vosso progresso e vejo que estão realmente a saírem-se bem.

Kincaid pegou numa caneta e começou a apontar em ambos os documentos alguma coisa.

Keith: O que o senhor está a fazer???

Kincaid: A deixar anotações. 

(12:00)

Eu não sei se vou aguentar mais 7 horas sentado nesta cadeira... Um telemóvel começa a tocar, era de Kincaid.

Kincaid: Só um segundo.

Kincaid atendeu o telefone.

Kincaid: Fala Professor Kincaid da escola ranger, em que posso ser útil.

Kincaid ouviu a voz a responder e lentamente sai da sala. Finalmente estávamos sozinhos...

Sentei me ao pé de Kate e abracei-a.

Keith: Estamos livres Katie...

Kate: Por enquanto... Mas sim, nós estamos.

Keith: E estamos totalmente sozinhos.

Keith: E que tal... Contarmos segredos um ao outro?

Kate: Tudo bem 

Keith: Mas têm de ser íntimos e não podem ser o mesmo do outro.

Kate: Entendo.

Keith: O meu primeiro beijo foi contigo.

Kate: O quê????

Keith: Passei a minha vida num orfanato Katie e eu era meio tímido. E pela tua reação, o teu também foi comigo.

Kate: Bem... Acho que ninguém gostava de mim...

Keith: ei, Katie, impossível, tu és divertida.

Kate: Tou a falar de antes de vir para a escola Keith... Eu tinha um problema...

Keith: Queres contar?

Kate: Bem... A história pode ser o meu segredo, certo? Só não te rias...

Keith: Posso ser o palhaço da turma Katie, mas sei respeitar assuntos sérios, especialmente dos meus amigos.

Kate: Está bem...

Kate sentou se no chão e pediu para eu me sentar ao lado dela.

Kate: Eu tinha um problema de acne Muito grande, tipo... A minha cara era totalmente vermelha!!! Eu era muito gozada, tipo, era chamada se ouriço por causa das espinhas. 

Keith: Eu compreendo... Também tive o mesmo problema de acne, mas acabou por me passar, receitaram-me uma medicação forte.

Kate: A mim foi diferente... Eu fui a vários dermatologistas e todos receitavam-me cremes e mais cremes. Até que os meus pais... Bem, os pais de Kellyn, sendo enfermeiros e vendo que nada estava a funcionar...

Kate fez uma pausa... Qualquer coisa que vinha aí, a deixaria bastante desconfortável...

Kate: Comecei a tomar anticoncepcionais... 

Keith: Eu lembro Kellyn ter falado algo a respeito disso e tu o impedires...

Kate: Comecei a tomar um mês antes de vir para cá, ainda tomo, vou tomar até o meu problema diminuir.

Keith: Mas a tua cara já não tem espinhas Katie.

Kate: Mas ainda assim os meus pais pediram para eu tomar durante algum tempo.

Keith: Mas... Então porque Kellyn diz que tens tpm?

Kate: O anticoncepcional controla o tpm, não o previne de aparecer, tu e Kellyn às vezes são burros, a Rhythmi é a única que compreende.

Kate deitou a língua para fora.

Keith: Eu estou a tentar entender Katie. Mas não te preocupes, se isso te incomoda eu guardo esse segredo. Mas isso do anticoncepcional... Também te impede de engravidar.

Kate: É...

Kincaid entrou na sala.

Kincaid: ... Dazzle, vai para o seu lugar...

Levantei-me e fui para o meu lugar. Kincaid sentou-se na sua mesa de trabalho e suspirou, o que quer que aconteceu, não tinha sido bom. Ele tapava parte da sua cara, especialmente os olhos, com a mão a segurar a sua cabeça.

Kincaid: Vocês os dois... São mesmo próximos não são?...

Kate e Keith: Sim.

Kincaid: Eu compreendo...

Keith: O que aconteceu naquele telefonema?

Kincaid: Foi um amigo! Um amigo simplesmente. 

Keith: Então porque o senhor está assim?

Kincaid sorriu, mas foi um sorriso diferente...

Kincaid: Nada senhor Dazzle... Eu sinto-me... Incrível...

Kincaid Não parava de tapar os olhos e Simplesmente disse.

Kincaid: Podem sair mais cedo, amanhã cumprirão o tempo todo de castigo, mas hoje serão perdoados...

Keith: O Senhor está bem?

Kincaid: Estou, por favor, vão.

Eu saí da sala com Kate, ela estava Simplesmente confusa e assustada... O que se passava com Kincaid?

Kincaid POV

A escuridão... Está a aumentar... Eu cada vez sinto me melhor... Já nem me lembro quem eu era... Este sou eu... Kincaid...

Nada me irá parar... 

Isso Kincaid... Deixa isso te preencher... 

Kate POV

(Algumas horas depois)

Estávamos todos

Kellyn: Ainda bem que eu e o meu Pachirisu não fomos apanhados! 

Kate: É essa a tua reação ao ver que estaremos mais um dia de castigo????

Keith: Ao menos é bom ver-te melhor, parece que Pachirisu está a melhorar o teu humor.

Kellyn: Mas as noites ainda são complicadas... É como se algo impedisse eu dormir...

Kate: Estás preocupado com algo?

Kellyn: Sim, com os meus pais e Cindy, mas não é isso... 

Kate: Tenta hoje descansar, toma a medicação, bebê um chá, põe Pachirisu ao teu lado.

Kellyn: Está bem... Boa noite pessoal.

Kate: Boa noite.

Keith: Boa noite.

Munchlax dormia no chão, só espero que ele no futuro não seja assim um preguiçoso.

Deitei-me numa das camas do dormitório masculino, mas... Porque estava a dormir sozinha? Sentia algo em falta... Algo que sem essa pessoa ao meu lado... Me faz sentir solitária... 






























-continua-























Notas Finais


Antes demais, talvez deva explicar o que é a escuridão do Shadow Crystal em si.

A escuridão do Shadow Crystal só afeta as pessoas que estão perto de um fragmento ou do cristal e que tenham as suas emoções em baixa guarda, neste caso, tristeza ou outros sentimentos negativos, mas também afeta pessoas que são marcadas e assombradas por acontecimentos ou pensamentos do passado.

A escuridão não controla as pessoas, mas intensifica o "lado maligno" das pessoas.

O lado maligno da pessoa é um lado principalmente constituído pelos sentimentos de raiva e vingança de uma pessoa, repetindo, a escuridão não controla a pessoa, mas sim intensifica esses sentimentos.

A escuridão vai alimentando esses sentimentos e o lado maligno da pessoa vai tomando o corpo dela em três fases.

1- Aparições em surtos.
2- Manipulação e luta sobre controlo ao lado bom.
3- Controlo total

A escuridão é manifestada quando está a agir pela mudança de cor dos olhos da pessoa, ficando com uma cor cinzenta e vermelha.

Depois desta explicação super confusa, podem tirar algumas dúvidas nos comentários.

Obrigado e abraço.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...