1. Spirit Fanfics >
  2. Kawahima (Boruto) >
  3. O início da chuva

História Kawahima (Boruto) - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Meus caros, lhes digo que eu escrevi mais da metade deste capítulo no dia 11 de junho. Ainda assim, o clarão foi tão grande que minha mente ficou em branco. Então vós digo... o último dia do mês parece ser meu auge pra escrever 😃😂😢, gome🍃

Capítulo 15 - O início da chuva


Fanfic / Fanfiction Kawahima (Boruto) - Capítulo 15 - O início da chuva

Já se passaram algumas semanas desde a última vez que Inojin e Kawaki trocaram palavras

Boruto não entendeu as indiretas de Inojin, Shinkadai decidiu que seria melhor assim, Kawaki e Himawari não tocaram no assunto. Então tudo seguiu normal... quase normal

.... Casa dos Yamanaka

Hr 16:52

Inojin estava na sala de estar com Himawari, a Uzumaki concentrava sua atenção no desenho que fazia tentando por às dicas do Yamanaka no papel

Desde a visita a casa dos Uzumakis, Inojin desejou poder ver mais a irmã caçula de Boruto.

Sua mente dizia que era afim de saber sobre o problema que Kawaki podia ser, ou também descobrir se ele tentou algo sem o consentimento dela

Como desculpa para suas perguntas, Inojin teve a brilhante idéia de pedir para Himawari lhe ensinar mais sobre a profundidade dos desenhos e em troca ele lhe ensinaria técnicas também.

Os dois jovens estavam sentados no chão um de frente para o outro, apenas uma mesinha os separava. Inojin tinha seus olhos inquietos em Himawari

Ela parecia totalmente normal, suas ações e jeitos continuavam os mesmo

" Se ele a fizesse mal ela estaria assim?"

Inojin:__ Como vai Kawaki?- deu um sorriso leve que combinava com seu tom de voz

Ao ouvir a voz Himawari parou de pintar e levantou seu rosto para ver Inojin

Ate pouco estava um silêncio, mas o garoto cortou isso com uma pergunta sobre Kawaki?

Himawari:__ Ele está bem - sua voz tinha vigor

Após dar um sorriso cheio de ternura para Inoji, Hima voltou ao seu desenho

O loiro entortou os lábios, não esperava uma resposta tão simplista assim. Por que Himawari tinha que ser tão inocente?

Inojin:__ Você estar indo bem, seus traços estão melhores do que a última vez...

sem tirar os olhos do papel o pequeno girassol deu um sorriu orgulhoso

Himawari era o tipo de pessoa que sentia orgulho dos seus trabalhos e melhoras. Sejam em culinária, arte ou qualquer coisa

Himawari:__ Obrigada Inojin chan, você é um bom professor

A pequena levantou sua postura para agradecê-lo. Inojin conseguia ver muito bem que ela estava grata e cheia de ânimo

Aqueles olhos azuis estavam brilhando pra ele...

Notando que perdeu tempo de mais olhando para Himawari, Inojin deu duas torcidas forçadas

O loiro se esticou para frente em direção a Uzumaki, tocando com o dedo endicador alguns traços que Himawari fez no papel

Inojin:__ Estar bom, mas você pode melhorar isso

O Yamanaka viu a curiosidade estampada na pequena. Saber que ela estava disposta a aprender lhe trouxe uma certa tranquilidade

Inojin sem aviso agarrou a mão pequena que segurava um lápis preto. Ele pode sentir um tremor muito sutil vindo da mão de Himawari e um murmúrio dela

Mas aquilo não se tratou de um sinal de rejeição, pois a Uzumaki não separou o contato deles

Dando-lhe uma breve olhada, Inojin concluiu que estava tudo bem. Então um sorriso leve brotou naqueles lábios que adoravam ser sarcásticos, mas desta vez o sorriso de Inojin demonstrava confiança

Inojin:__ É assim que se faz...

....17:05...

Inojin e Himawari estavam sentados a mesa de jantar. A esta hora a mãe do loiro chegara em casa e como adorava a filha de Hinata, Ino não poderia deixa-la ir sem levar alguma lembrança

Inojin:__ Mãe a senhora tá demorando... não quero ter que deixar Himawari quando o sol nascer de novo

Sua reclamação tinha uma voz mimada como uma criança rabugenta

A Uzumaki apenas sorriu sem graça para Ino

Ino:__ Entendi entendi... Himawari é uma menina muito especial... linda educada, linda e muito muito fofa - com euforia na voz e nas expressões

A mais velha colocou um preparo de comida em um recipiente junto a alguns doces, o fechou e corbriu com um gardanapo rosa

Assim Ino foi até a pequena Himawari

Ino:__ Eu adoraria que você se casasse com alguém como Himawari chan

A loira estava com suas bochechas vermelhas, já Himawari sorriu levando sua mão atrás da cabeça

Inojin:__ Eu não acredito nisso mãe - suspirou derrotado naquela vergonha

......

Já era fim de tarde, o céu azul estava banhado de nuvens rosas que ganhavam mais beleza com os últimos raios de sol

Os dois jovens já estavam a caminho da casa dos Uzumakis. Andavam sem pressa um do lado do outro

Himawari segurava na duas mãos o bento que Ino lhe deu... Inojin olhou para o que Hima carregava

Inojin:__ Pelo menos você tem uma desculpa para voltar pra minha casa

O loiro pronunciou as palavras que não deveriam ter saído de seus pensamentos

No mesmo estante Hima encontrou os olhos de Inojin, que até então só estavam sobre o bento

Himawari:__ Hum? - sua boca semiaberta mostrava dúvida

Ao ouvir o som da voz da pequena Inojin enfim olhou para o rosto da Uzumaki

Himawari:__ Que papo é esse? Inojin chan se você ainda quiser eu posso lhe ensinar sobre arte. Aliais foi divertido pra mim passar um tempo com você

Ela dizia tudo em um tom calmo, mas com alegria...

Inojin se perguntava como ela podia não parar de olha-lo com atenção? Mais ainda, porque ela sempre sorria até em momentos constrangedores?

Himawari deu um último sorriso com os lábios antes de virar seu rosto para frente

Himawari:__ Não precisamos de desculpas, se você quiser fazer outras coisas além de desenhar eu ficarei muito contente também. Basta me falar - sua expressão era tão leve quanto sua voz

Inojin estava surpreso, ela deveria ser apenas uma simples criança. No entanto Himawari Uzumaki era diferente, anormal ao ponto de Inojin deixar seus pensamentos fluírem pela boca só de pensar nela

Engolindo a seco e desviando os olhos de Himawari. Era assim que ele pode reagir

Inojin:__ Tudo bem, Himawari chan- fechou os olhos e sorriu

Apesar de se sentir estanho e de querer pensar sobre isso, Inojin se deu uma trégua e se permitiu aproveitar o fim da caminhada com um sentimento agradável e um sorriso tranquilo.

Por fim voltando a olhar a garota ao seu lado, Inojin suspirou feliz e agradeceu secretamente Himawari pelo dia...

....

Inojin parou em frente a porta da casa dos Izumakis. O loiro estava ao lado da irmã mais nova de Boruto

Olhando para ela, ele sabia que aquele momento junto com Himawari seria o ultimo deste dia, e pensar nisso lhe trouxe nos lábios um bico de desagrado

O Yamanaka suspirou, olhou para frente e bateu na porta algumas vezes

Os dois ficaram em silêncio esperando alguém vim atende-los. A Uzumaki poderia ter entrado sem ter que esperar um de seus familiares abrir a porta, porém a pequena preferiu optar pela espera.

Sem terem notado o tempo, Himawari e Inojin tomaram sua atenção para a maçaneta da porta que, acabara de emitir um barulho

Ao ver quem lhes atendeu, Himawari esbanjou um pequno sorriso sem dentes. Já inojin deu um sorriso torto e sem graça para a pessoa

Era Kawaki, o garoto de boa aparência, mas com uma personalidade um tanto desanimadora

O moreno de início olhou sem muito ânimo para a caçula, mas depois que direcionou sua visão para o acompanhante dela se tornou notável ver a presença de sentimentos naquele garoto

O olhar que Kawaki dava a Inojin apesar de ser frio, mostrava dúvida 

"O que ele faz aqui? "

Depois dos dois se encarem, Kawaki cortou o contato se virando e saindo da visão deles, deixando a porta aberta

O loiro respirou aliviado, pelo menos eles não se atacaram verbalmente ou até fisicamente. Não que um campo de paz fosse o que Inojin desejasse, mas por hoje os olhares estavam de bom tamanho

Inojin:__ Cuide-se, Himawari chan- acenou com um sorriso

Assim que Inojin saiu pelo portão e desapareceu para os olhos azuis do pequeno girassol. Hima parou de dar tchaul com uma de suas mãos e se virou entrando em sua casa

A garota andou... podia ouvir o barulho que sua mãe fazia na cozinha

Assim que encontrou Hinata, Hima se sentou a mesa e conversou sobre seu dia...

Seus olhos de vez enquanto rondaram o cômodo em busca de alguém

Após a conversa Hinata mandou sua filha tomar um banho. A pequena andou... passou pela sala e ouviu os sorrisos vindo da televisão

Seus olhos mostravam uma casa tranquila e com sons familiares, a qual Himawari era acostumada. No entanto, por algum motivo, Hima sentia-se desconfortável

Não enxergando Kawaki e não recebendo nem um "olá" daquele garoto. Talvez essa diferente situação lhe trouxe um sentimento estranho

Himawari subiu para tomar banho, a cada passo ela desejou encontrar Kawaki. Desejou não apenas sorrir pra ele, mas também conversar. Porém Hima não o viu, pois provavelmente estava trancado em seu quarto

Himawari não sabia, mas aquele sentimento singular de querer estar com ele misturado ao desapontamento, lhe seguiria por um longo tempo...


Notas Finais


Estamos entrando em um novo contexto nesta história. Apesar das rosas serem lindas, muitas possuem espinhos.

Cuidem-se, não quero ninguém doente 👺👺👺 fiquem saudáveis para aproveitarem o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...