História Kayralor - Uma história Star Wars - Capítulo 95


Escrita por:

Postado
Categorias Star Wars
Personagens Anakin Skywalker (Darth Vader), Capitã Phasma, Finn, Han Solo, Kylo Ren, Leia Organa, Luke Skywalker, Obi-Wan Kenobi, Padmé Amidala, Personagens Originais, Poe Dameron, Rey
Tags Anakin Skywalker, Ben Solo, Darth Vader, Ezra Bridger, Finn, Força, Han Solo, Hux, Jedi, Kylo Ren, Leia Organa, Luke Skywalker, Obi Wan Kenobi, Padmé Amidala, Phasma, Poe Dameron, Rey, Sabine Wren, Sith, Star Wars, Yoda
Visualizações 22
Palavras 1.582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 95 - Finalizer


Fanfic / Fanfiction Kayralor - Uma história Star Wars - Capítulo 95 - Finalizer

“Precisamos entrar rápido”, disse ele.

- BB9 e R2 podem cortar a energia daquela porta rapidamente, principalmente você BB9e! – Disse ela – Conheçe os códigos da Primeira Ordem, faça isso rápido... Quanto mais evitarmos, mais irão morrer

                Dentro do fluxo Ben concordou, a moça pegou o controle da nave os dois outros presentes ali auxiliaram dando cobertura à manobra, atiravam contra os TIEs que vinham além do esquadrão negro de Poe. Kay mirou no hangar e deveriam entrar rápido ou colidiriam com os escudos, tomaram distância enquanto os droids conversavam loucamente agora, Ben vinha acima dela e a moça o tinha em sua visão. Eram como uma só nave, faziam os mesmíssimos movimentos e aquilo de certa forma assustava os ties inimigos, Ben sentia falta de sua nave esperava que ninguém a danificasse dentro da Finalizer.

                Foram se aproximando cada vez mais e mais, tentaram impedi-los de entrar utilizando os canhões dos vários caças que estavam voando ao redor dos mesmos, mas Ben desviou todos os blasters, usava a Força. O código de acesso para aquela situação havia mudado e ambos iriam colidir com o escudo, Kay gritou para BB9e e R2 que se desesperaram, estavam bem próximos daquela parede agora e iriam morrer. Sentiram as naves ultrapassarem o mínimo do escudo quando elas chacoalharam bastante em si, e depois continuaram em grande velocidade até dentro, tentaram desacelerar e foi sem sucesso, as naves bateram na parede bem atrás com violência.

                Ela ficou tonta por alguns minutos, sentiu sua cabeça girar e apagar por um momento, não havia percebido o quanto estava cansada, mas então a mão enluvada em negro a retirou de lá de dentro. A nave de Ben bateu com alguma distância dela, mas ele saiu de onde estava com alguma dificuldade indo logo para ela, abriu o cockpit da XWing de Kay que fumaçava e com bastante problemas a tirou de dentro. Ben olhava para ela com preocupação e cuidado esperando recobrar os sentidos, sentia um ferimento que a moça tinha e doía bastante, aquilo com certeza a traria sequelas e se culpou por isso.

                BB9e havia perdido uma tampa e algumas peças e não estava tão mal assim, R2 vinha saindo da nave de Ben sem muitos problemas, mas alguma coisa havia acontecido com a perna de Kay, ela se apoiava no pescoço do homem para que ele pudesse usar o outro braço e então viu a frente da nave totalmente detonada. A perna direita de Kay tinha um ferimento horrível de queimadura e tinha perdido alguma parte da canela até a coxa, andava com dificuldade agora e se apoiava em Ben com bastante força, era fato que Ben podia ler todas as mentes presentes e a moça o sentia rondando ferozmente na finalizer.

“Consegue andar?”, ele questionou.

- Posso tentar – Ela pôs se de pé imediatamente

“Eles estão vindo”.

                As tropas chegaram até onde estavam rapidamente, havia canhões e escudos, blasters de todos os tipos e muita tensão, Kay deveria o deixar livre para lutar então se colocou de lado rapidamente segurando em R2. Ben ligou seu sabre de luz vermelho, e observou a todos, havia muito medo de todos os homens sobre quem ele era, Kylo Ren ainda existia e isso era um fato aceito por ele mesmo. A primeira fileira de soldados havia voado enquanto ele se aproximava mais dos outros soldados presentes, as blasters dispararam e então voltavam para onde havia vindo, com o braço direito Ben destruiu um canhão e vários outros escudos posicionados.

                Como se ele ainda tivesse o braço esquerdo a Força fluía por ele com muita precisão, outros soldados foram jogados para longe e assim ele ia abrindo o caminho rapidamente até o corredor mais próximo. Outros foram suspensos no ar enquanto sufocavam-se com alguma coisa que não poderia ser vista, Kay o seguia com dificuldade, aquela perna realmente havia perdido sua função. Kayralor não era boa com mentes como ele, mas ela aprendeu uma técnica de luta no diário de Luke, para Ben ela passava foco e para os outros disseminava medo implementando a técnica que Ben o havia ensinado, fazendo-os verem coisas inexistentes.

                Snoke não estava mais entre eles e podiam ver muitos homens fugindo de seus postos, alguns passavam por eles sem nem pensar em ataca-los, muitos que Kay percebia estarem em seu próprio medo e desespero. Ben abriu a porta mais à frente e voltou para ajudar Kayralor, ela se segurou em seu pescoço enquanto ele vinha trazendo a mesma, ele era bem mais alto que ela e isso a dava algumas dificuldades. Chegaram até o corredor e viram poucos stormtroopers que ainda seguiam suas ordens, Ben não precisou usar seu sabre uma vez que ele estava total focado na Força, apenas apontava sua mão e apertava-a esmagando a todos.

                A Finalizer parecia um caos total, muitas pessoas corriam de um lado para outro e as sirenes tocavam ali dentro, era estranho para Kayralor ver sua antiga casa desta maneira, afinal ela havia estado com com Ben o tempo todo. As blasters de soldados que aguardavam no corredor atiravam contra eles, Kay os mandava de volta assim como Ben jogava os homens contra as paredes, depois de um tempo pararam de aparecer. Nada poderia para-los e Hux parecia não se importar com isso, ele queria acabar de uma vez com a escória que eram e em seus planos esperava que se matassem, mas isso não havia acontecido.

A dedicação dele de chegar até Hux era pura e forte, ela poderia sentir que isso tinha relação tanto com ela como quanto para ele, ele odiava Hux do fundo de sua alma, avançavam pelos corredores até a ponte de comando.

- Ben, o que seremos quando isso acabar? Quero dizer... Não somos iguais a resistência

Pela primeira vez ela havia pensado nisso, Kayralor sabia que eles não eram iguais, a resistência tinha um ideal de liberdade que ela também tinha, porém havia algo também violento na maneira com qual a guerra se desenvolvia. Havia uma luta para saber quem era o mais correto e ninguém parecia estar correto em nada, havia famílias dos dois lados, e havia mortes e havia a dor. Não sabia dizer o que seriam agora, não poderiam dar um lado ao vencendor, a balança estaria desiquilibrada novamente e a Força não queria isso, sentia a fúria em Ben e a calma que o mesmo tinha ao seu lado.

“Não somos iguais à resistência... Somos melhores. Estamos dos dois lados, você está dos dois lados, Kayralor”, ele replicou.

                Chegaram até a grande porta da ponte de comando e Ben olhou para ela como sempre fazia, um olhar intenso, cuidadoso e emergencial ao mesmo tempo, ele a admirava e a amava por quem ela era e por quem ela o havia tornado. Ali ao seu lado Ben sentia que poderia fazer qualquer coisa, não pelo poder que ela tinha, mas pela coragem e determinação que ela o dava, era corajosa e lutava por seus ideiais. Pela primeira vez em muito tempo poderia dizer que se sentia completo, Ben não se sentia confuso agora, sentia que havia errado em duvidar até o último minuto, mas agora ele estava verdadeiramente livre.

- Eu amo você – Ela disse

“Eu sei”, rapidamente respondeu.

                A porta se abriu e todos pareciam extremamente nervosos ali dentro, haviam os homens que comandavam o navicomputador da nau e havia Hux no comando, que parecia aguardar ansiosamente por eles. Ben deixou cuidadosamente a moça encostada na parede atrás de si e ela segurou-se em qualquer coisa, sua perna realmente sangrava e sentia-se cada vez mais fraca, Kayralor sabia que havia perdido aquele membro. Hux tinha seu peito estufado e mesmo diante da guerra que acontecia, ele teve tempo para colocar uma capa negra sobre seus ombros com o enorme símbolo da Primeira Ordem, era extremamente vaidoso.

                Hux sorriu ao ver Ben parado com uma pedra sempre, parecia extremamente satisfeito com o rumo que as coisas haviam tomado, mas também nem tanto pois Kayralor agora estava sujando o chão negro com seu sangue imundo. O homem havia matado pessoas para estar naquele local de poder e isso incluía seu pai, não havia remoroso e desde que Ren havia feito isso com Han Solo viu que ele não poderia tomar seu lugar de direito como Supremo Líder. Desde que havia entrado na Primeira Ordem e conhecido Ren, Hux cultivava esse desprezo pelo homem e o mesmo poderia ser notado em Ben, depois que Kay chegou as coisas haviam tomado uma proporção de maneira insustentável. Riu.

                Hux agora era o Supremo Líder da Primeira Ordem, mas tinha seus cabelos desajustados e suor em seu rosto por todo o estresse que estava experimentando agora e esse desajuste o deixava inteiramente desgostoso.

- Parece que também teve o que merecia, traidor! – Referia ao braço esquerdo de Ben – O que vai fazer agora? Me matar? A Primeira Ordem não morrerá tão facilmente

                Se pudesse dizer alguma coisa, Ben diria que o homem tinha razão e não teirmaria com ele, mas ficou apenas a mira-lo, Hux esperou algum tempo e nada veio da boca dele, apenas estava parado e respirava fundo com a certeza que o mataria.

- O que? Kylo Ren perdeu sua voz? – Riu

- Ele está indo para mata-lo, Hux – Disse Kay sem muita emoção – Espero que sofra

                A moça cuspiu no chão enquanto Ben avançava contra ele, Hux retirou de seu sinto um pequeno bastão que ele utilizava para bater em seus subordinados e então a luta teve início.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...