1. Spirit Fanfics >
  2. KDA: Awaken the PopStars >
  3. Prólogo- Muito mais que um simples grupo

História KDA: Awaken the PopStars - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii gente, td bem com vcs??
Essa é a minha primeira Fic, que eu passei mt tempo criando coragem pra postar kkkk! A história ainda não tá 100% pronta mas eu vou me esforçar pra atualizar regularmente. Antes de começar, eu preciso esclarecer algumas coisas:

- Como eu disse na sinopse, alguns grupos de kpop não existem nesse universo, apenas suas músicas que vão pertencer aos grupos da hístoria.( EX: Kill this love do BP passa a pertencer as K/DA, e por aí vai)

- Como é a minha primeira fic, eu não tenho experiencia NENHUMA com cenas de hentai, eu coloquei esse gênero mas não garanto que ele vai aparecer nesse começo (eu vou me esforçar pra q apareça) se algum de vcs quiser me ajudar com isso, saiba que toda ajuda é bem vinda.

Por enquanto é só isso :D

Boa leitura<333

Capítulo 1 - Prólogo- Muito mais que um simples grupo


Fanfic / Fanfiction KDA: Awaken the PopStars - Capítulo 1 - Prólogo- Muito mais que um simples grupo

 

Prólogo: Muito mais que um simples grupo

13:40 Sabado- Mansão K/DA

 

A noite na mansão era marcada pelo barulho de malas arrastando no chão e muita bagunça. As garotas acabavam de voltar de uma turnê mundial divulgando seu single de maior sucesso Pop/Stars, depois de dois meses viajando pelo mundo não viam a hora de relaxar e curtir a fama.

As cantoras estavam tão entretidas em suas malas e seus pertences espalhados pela sala que nem notaram quando Kaisa abriu a porta da frente e entrou carregando algumas sacolas de Restaurantes. A dançarina havia chegado em um outro voo antes das outras meninas, então decidiu arrumar um pouco a casa e sair para comprar comida antes que as feras famintas voltassem do aeroporto.

 Como o clima estava bem ameno na Coreia do Sul, Kaisa usava um cropped preto tomara que caia, uma saia longa que ia até suas canelas, uma jaqueta jeans e um tênis branco, ela adorava montar looks casuais e sair sem ser percebida. Mesmo sendo uma superestrela, a dançarina das K/DA era uma pessoa bem reservada e discreta, deixando seu lado energético e chamativo apenas para os palcos.

Evelynn estava terminando de tirar algumas roupas de sua mala quando viu a dançarina para perto da porta.

- FINALMENTE! Achei que eu seria obrigada a comer a comida da gumiho de novo!- A diva disse enquanto abraçava Kai que quase caiu com o gesto repentino. Por um momento Ahri parou de dobrar suas roupas e lançou um olhar ameaçador para a diva que retribuiu com seu olhar intenso. – Nada contra seus dotes culinários paixão, mas eu realmente preciso de um hambúrguer.

- Você tem muita sorte que eu te conheço bem Eve. – Kaisa disse enquanto levantava uma sacola de um dos restaurantes americanos favoritos de Evelynn, o lugar tinha todo tipo de variedades da culinária estadunidense e era responsável pelos melhores hambúrgueres artesanais de Seul. – Quem diria que uma das maiores divas do mundo fosse obcecada por fast food.

-Todas as divas têm seus segredos paixão!- Eve disse com sua voz manhosa. A diva usava uma um short cinza e uma blusa de alça preta, seus cabelos se encontravam em um rabo de cavalo baixo e nos pés usava pantufas.

-Okaeri kai-Chan! O que você tem pra gente??- Akali perguntou animada depois de colocar suas roupas sujas em uma cesta.

- Bom, como passamos um bom tempo na Europa e você passou alguns meses sem comer comida asiática, eu imaginei que você estivesse com saudade de comer Ramen  então passei no único restaurante japonês que você gosta aqui em Seul.- Os olhos da rapper brilharam e ela foi correndo em direção a sacola de papel na mão de Kaisa, tirou a tigela de Ramen de dentro sacola e sentou na mesa da sala de jantar  já com seus hashis em mãos. Akali usava uma blusa de moletom que ia até suas coxas e um short por baixo, seus cabelos estavam presos em seu típico rabo de cavalo e estava com os pés descalços.

- Itadakimasu!- Disse empolgada antes de atacar a tigela.

- Pra gumiho eu trouxe uma porção de tteokbokki (Sopa feita com bolinhos de arroz, anchova, pimenta, ovos cozidos e cebolinha), imaginei que você ia gostar de comer alguma coisa mais tradicional. - Ahri abriu um sorriso gentil e se pegou a sacola.

- Gamsahamnida Kai, você é a melhor! – A raposa deu um abraço leve na dançarina e se dirigiu a outra sala onde as demais cantoras estavam. Ahri usava um vestido solto de mangas curtas e meias de gatinho nos pés.

As duas foram até a mesa se juntaram a Akali e evelynn que comiam as comidas típicas de seus países.

- Oque você trouxe pra você Kai? – Akali perguntou enquanto tirava por um momento sua atenção da tigela de ramen.

- Trouxe algumas esfirras, é bem difícil achar comida árabe de qualidade aqui na Coreia, como eu estava com preguiça de fazer alguma coisa mais elaborada acabei comprando isso mesmo.- Kaisa sorriu gentilmente e se sentou para comer.

O fim da noite seguiu calmo para as meninas da K/DA . Depois de jantarem, as quatro se recolheram para dormir e recarregar as energias depois de uma longa viagem de volta.

......

Na manha seguinte  o clima já era completamente diferente na mansão. A agitação e energia haviam retornado e as cantoras já estavam espalhadas pela casa enquanto voltavam as suas atividades rotineiras.

A mansão K/DA era enorme, ela  possuía quatro andares sendo que um era subterrâneo . O andar do subsolo era onde ficava o porão e a garagem de carros da Eve, a diva era completamente apaixonada  pela sua coleção e não deixava ninguém tocar em seus bebês. No térreo havia duas salas de estar, uma para visitas e uma para as meninas, uma sala de jantar, uma cozinha espaçosa, uma lavanderia e dois banheiros, além do jardim. No segundo andar havia um estúdio de musica, uma sala de dança, o escritório da Eve, uma sala que Akali usava para criar suas artes com grafite, dois banheiros e uma academia. Na varanda ficava a belíssima piscina cuja uma das paredes era transparente e dava visão para o primeiro andar. No terceiro andar havia as suítes de cada uma das meninas, três suítes de hospedes e o terraço.

Evelynn estava sentada em sua espreguiçadeira enquanto lixava as suas unhas, usava um biquíni preto e estava com fones de ouvido ouvindo “Poker face” da Lady Gaga. Embora não admitisse, Eve era muito fã de algumas cantoras americanas e chegou até mesmo a conhece-las e frenquentar festas com diversas celebridades como Beyonce, Madonna e Rihanna com quem tinha uma grande amizade.

Akali se encontrava em seu quarto enrolada em um lençol grosso e peludo enquanto  desfrutava de seu sono pesado. Acordar a rapper era uma tarefa quase suicida e por isso as meninas decidiram não interromper seu sono da beleza.

Kaisa estava na cozinha preparando um de seus bolos especiais. A dançarina adorava cozinhar no seu tempo livre e era apaixonada por confeitaria. Desde que entrou para o grupo kaisa começou a estudar a culinária típica dos países de cada uma das meninas e em pouco tempo já dominava varias receitas coreanas, japonesas e americanas além de conhecer bastante a cozinha latina, brasileira, árabe e europeia graças ao tempo que passou em cada um desses lugares. No geral se Kaisa não fosse dançarina profissional com certeza seria uma chef de cozinha famosa.

Enquanto isso Ahri estava na Sala de estar assistindo a abertura de uma premiação musical que era feita por Park Bom, uma de suas cantoras favoritas na qual a raposa se inspirava muito. De um certo modo, se identificava com as dificuldades que Bom sofreu em sua carreira e como conseguiu se levantar e voltar a cantar depois de tudo. Mesmo não tendo que lidar com tantas criticas ou com um disband complicado como a cantora, Ahri sofreu  nas mãos de uma empresa cruel, que exigia jornadas de trabalho suicidas e cobrava resultados instantâneos sem ao menos se preocupar com a saúde de uma adolescente.

De vez em quando a Gumiho se pegava pensando em como sua vida seria se não tivesse formado as K/DA, se Evelynn com suas habilidades como empresária não tivesse a resgatado das garras de sua antiga empresa e se não tivesse todo o apoio que teve quando decidiu reinventar sua carreira longe de todos os padrões cansativos que o Kpop exigia.

Como seria sua vida sem as ideias malucas e criativas de Akali e seus surtos de fofura que contagiavam qualquer um, sem a calma e a gentileza de Kaisa que sempre fazia de tudo para ver suas companheiras felizes, e sem o cuidado e a proteção que Eve tinha com cada uma das meninas.

Ahri se sentida completamente grata às suas companheiras e sabia que juntas elas seriam capazes de revolucionar a indústria musical e fazer com que o mundo todo podesse escutar a sua voz.

A raposa soltou um suspiro sereno enquanto encarava o primeiro premio que as meninas ganharam com Pop/Stars e sorriu agradecida.

- Vamos até o fim, juntas!

 

“Ain’t nobody bringing us Down Down Down Down.”


Notas Finais


Esse foi o primeiro cap!! Espero que tenham gostado<3

Deixem suas opiniões ou dicas para que eu possa melhorar a Fic<3

Nos vemos no próximo!! Sayōnara!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...