História Keeping up with the Firetersons - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Personagens Bafo e Arroto, Banguela, Batatão, Dente-de-Anzol, Personagens Originais, Soluço
Tags Banguela, Família, Soluço
Visualizações 5
Palavras 993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, só passei aqui pra postar mesmo.

Capítulo 7 - Inimigas


Anteriormente neste circo chamado família Fireterson...

— Então estão contando histórias diferentes, porque encontrei uma dragoa ali que me acabou de falar que Becky tava grávida e já abortou e não sei o quê! — Astrid

— Tá brincando? Ah não, me deem licença tenho umas coisas para resolver. — Darwin

— Vai aonde? — Soluço

— Resolver essa história, vô juntar os Sangues Bravo tudo par ter uma conversa e botar fim nisso. Porque a história tá indo longe demais.

 

 

— Impossível, ele disse que eu era o amor da vida dele. — Becky

— Talvez ele estivesse esquecendo Raven e aí encontrou você e resolveu tentar a sorte, mas quando voltou lembranças vieram a tona. Quem concorda levanta a mão. — Bruno

— Sabe quem devia estar aqui? O Tobias. Eu vou falar com ele para vir aqui e com ele conseguimos resolver esta baderna toda.

 

Pov. Justin

Me ligaram e disseram que tava tendo barraco, o que eu faço? Vou não me envolver e incentiva-los a resolver com dialogo, pois metade das famílias destruídas são aquelas que não tem uma boa relação de conversa?

— Onde é o barraco? É cervejada? Me dê a câmera Roberta.

Não né minha gente. Somos Firetersons nascemos assim

Pov. Darwin

Já faz um tempo que eu consegui acalmar as meninas, Raven e Becky pediram desculpas, mas eu acho que é tudo falsidade. Tô começando a achar que eu estou num episódio de Girls in the house por causa de tanto barraco e palavrão, daí vem meu irmão falando de cervejada sendo que nem cerveja a gente tem só skol beats.

— Você vem comigo, temos que falar com Tobias pra ele resolver esta questão e que ele também é evolvido nessa porra. (sim eu tirei os asteriscos)

— Ai quero briga!

— Também, mas não com elas e além do mais querer não é poder.

Que foi? Só porque eu sou educado não significa que eu não curto uma treta, pois bem volta pro assunto agora, fomos na casa do Tobias e eu entrei educadamente.

— Ei seu otário! Levanta essa bunda daí e vamos conversar, você deixou minhas amigas magoadas e agora vai ter que se explicar na frente delas.

É talvez eu devesse rever meus conceitos de educadamente.

— Mas eu...

— Mas nada, vamos logo antes que eu mesmo te pegue pelas perna e te arraste neste asfalto.

Em minha defesa insisto em dizer que sou educado.

— O que quer que eu faça exatamente? Deixei uma mensagem pra Becky dizendo sinto muito.

— Mensagem? Fala sério, ou melhor, fala na cara, é isso que cê tem que fazer. Ir na casa dela e falar diretamente. — Darwin

— Concordo com o Darwin.

E o Justin finalmente fala algo, percebi agora que falo muitas palavras com mente.

— Você vai vir conosco pra pedir desculpa a Becky e ver se reatamos este noivado. — Darwin

— Eu vou me desculpar. — Tobias

— Bom.

— Mas não vou voltar coma Becky. 

E O QUÊ?!

POV Justin

Minha juliana interior está desmaiada. Nunca imaginei que ele ia simplesmente parar com o casamento agora neste ponto. Ela comprou o vestido, cara pra caralho!

— Cara, não faça isso. Ela vai te estrangular, vai te torturar, tacar mandinga. — Darwin

— Eu não a amo mais, entende? Sei lá, perdi o que sentia pela Becky quando vi a Raven de novo.

— Ora pois, trate de encontrar. — Justin

— Entendo que ninguém deve ser obrigado a amar, mas é a Becky cara, ela é mimada pra caralho e se tu terminar ela reta com o mundo é capaz de botar fogo na sua casa.

— Que ensinem boas maneiras, educação sei lá o quê pra ela. Não vou voltar com a Becky estou disposto a reconquistar a Raven.

Vocês vão ver ele via chegar lá, vai falar isso Becky vai cair em cima.

Na casa dos Firetersons...

— Seu canalha! Miserável, te odeio!

Num disse?

— Alguém segura ela, por favor? — o Tobias estava escondido atrás de Drago e eu estava assistindo tudo ao lado de Darwin e Raven que olhava pra baixo, acho que ela se sentia um pouco culpada, mas bem, eu ganhei o que eu queria. BARRACO!

— Chega, vou embora, marquei um encontro com a Marina. Liguem-me quando a palhaçada terminar.

— Tchau. — Raven

POV. Darwin

Saí de lá porque pra mim não dava mais, essa série vai virar casos de família daqui a pouco. Quando me falam que teríamos nosso programa de tv não imaginei que ia virar esta loucura de treta toda. Achei que seria algo educativo, se bem que com minha família...

— Oi linda.

— Bom tarde Darwin.

Isso mesmo, tarde, chego de manhã sai de lá a tarde, pra você ver como é vida de dragão importante, chorem invejosas.

— Então que tal um sorvete e eu te conto da loucura que foi hoje.

— Pode ser. Briga de família foi?

— É.

Fomos direto pra sorveteria do primeiro andar do shopping e quando eu acho que meu dia ia ficar bom me aparece o ser que sabe quando seu santo num bate? Pois bem, lá estavam Maria das Graças que de graça não te nada e sua amiga que por 24 horas do meu dia fica dando em cima de mim. Sabendo que eu tenho namorada.

— Ah ninguém merece. Gracinha quanto tempo.

— Oi Darwin, soube das fofocas. Becky pobrezinha não sei porque ainda tenta ser feliz.

Será que a lei Maria da penha serve pras mulheres insuportáveis que merecem um soco na cara?

— Sabe seu nome devia ser Maria das Desgraças, porque você com certeza deve ser o capeta incorporado em corpo de mulher.

— Ai credo! Não sei como a Camila gosta de você.

— Eu tô do seu lado sabia? — Camila

— Eta, falando em praga.

— Ai bem que isso?

— Não te dei essa intimidade toda pra chamar de bem.

— Que tá acontecendo? — Louis

— Oi Louis. — Gracinha

Outro detalhe, Gracinha gosta de Louis, e ele tem namorada, a Anne.

— Ei sua vaca! Nada de dar em cima do meu namorado.

Naquele momento eu tive a sensação de que algo ia dar muito ruim. Ia dar muita merda.

E deu...


Notas Finais


Tchau, beijo amo vocês, perdoem os erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...