História Kill or love? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Mafioso Você
Visualizações 6
Palavras 644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, está é minha primeira fic espero que gostem.

Capítulo 1 - Sejam bem-vindos ao meu mundo


Fanfic / Fanfiction Kill or love? - Capítulo 1 - Sejam bem-vindos ao meu mundo

Olá, meu nome é S/n tenho 24 anos, sou casada com Park Jimin o maior mafioso do mundo. Mas não pense que me casei com ele já sabendo que era mafioso, porque infelizmente me casei com um "anjo" mal sabendo que por traz existia um monstro.

Estou nesse inferno à 4 anos, quando eu o conheci ele era carinhoso, fofo e sempre que o via estava sorrindo. Hoje, carinhoso e fofo ele é com suas armas e sobre seu sorriso só pro dinheiro.

Sua máscara caiu após nos casamos, eu descobrir através de uma bendita ligação dizendo : "A entrega de drogas e munições está confirmada". Meu mundo caiu ao escutar isso, e o pior Jimin estava atrás de mim e tinha escutado tudo, e assim nossa "lua de mel" foi por água abaixo. Para minha sorte era nosso segundo dia de lua de mel e minha virgindade tinha sido tirada no dia anterior, porque o que ele fez comigo não pode nem ser comparado com sadomasoquismo, e sim a espancamento durante a relação sexual.  

Então essa é minha rotina, ser espancada quase todos os dias, eu disse quase com exceção dos dias que ele chaga normal ou bêbado. Nos dias que ele chaga estressado desconta tudo em mim, como se a culpa fosse minha por ele ser um mafioso, e sua vida está sempre em perigo.

Vocês devem está se perguntando por que eu não me separo dele? Aí que vem a pior parte, meu pai também é um mafioso, eu apenas servir como união das máfias. Mas isso só me fez mais infeliz, porque eu fui criada com todo o luxo do mundo e não sabia de onde vinha, meus estudos, minha roupas, jóias caras, os jantares em restaurantes que pra outras pessoas dá pra pagar todas suas contas, para ele era só um jantar, tudo era pago pelo dinheiro do meu pai.

____☆____☆____☆____☆____

E mais um dia se inicia, me levanto e vejo que Park ainda está dormindo, que bom. Vou até minha suíte, faço minha higiene matinal, vou tomar um banho, lavo meus cabelos, ensabou meu corpo...

Depois de 15 minutos termino meu banho, seco meu cabelo e o penteo, seco meu corpo passo creme de pele, coloco a toalha saiu do banheiro e vou até o closet. Coloco minha lingerie, um short jeans preto, uma regata branca e como vou ficar em casa calço umas pantufas.

Saiu do closet e dou de cara com Jimin apenas de toalha na cintura, e outra secando os cabelos. Passo por ele mais ao conseguir abrir a porta duas mãos se colocam na minha cintura fazendo meu corpo bater no seu, nós tira do silêncio: 

Jimin - Bom dia! - sussurra no meu ouvido e depois morde o lóbulo da minha orelha. 

S/n - Só se for pra você. 

Jimin - Ora, deixe de ser mal criada, você pode se arrepender com as consequências.

Meu corpo se arrepia ao escutar tal frase, então ele me solta e vai para o closet. Saio do quarto desso as escadas e vou até a  sala de jantar tomar meu café da manhã.

Chegando lá encontro a mesa farta de guloseimas como todos os dias, então começo a me alimenta, mais como tudo que é bom dura pouco, Jimin aparece e senta-se a minha frente e começa a comer, fico o observando. 

Jimin - O que foi que está só me observando? 

S/n - Que você é tão bonito, pena que escolheu logo ser mafioso. 

Jimin - Do mesmo jeito que você é filha de um mafioso. 

S/n - No entanto, eu não escolhe ser filha de um mafioso nem sabia, já você sabia perfeitamente, escolheu ser mafioso. 

Park dá uma risada irônica, olha pra mim e diz: 

Jimin - Você deveria tomar mais cuidado com suas palavras - levanta sai da mesa mais antes fala - Te vejo a noite.

S/n - Até - sussurro. 

●●●




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...