História KILLER BUNNY - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Jeon Jungkook, Killer Bunny, Romance, Tortura
Visualizações 292
Palavras 1.382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - O baile


Fanfic / Fanfiction KILLER BUNNY - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 11 - O baile

~Na manhã seguinte~

08:03 A.M.

 

Acabei por acordar cedo para uma manhã de sábado, mas foi por um bom – ou não – motivo, eu vou procurar o vestido que eu irei usar hoje no baile, sim, o baile será aqueles bailes de valsa. Por conta disso eu terei que ir atrás de um vestido, pois eu não tenho um para esta ocasião, mas sim, eu sei dançar valsa, não me pergunte como.

 

Peguei meu celular e decidi ligar para a Lilian, contar que o Jungkook me convidou para ir ao baile. Na noite passada eu fiquei tão surpresa que eu até esqueci-me de falar a ela.

 

~ligação on~

 

Lilian – Alô?

 

S/n – Oi Lilian, é a S/n. Tudo bem?

 

Lilian – Bom dia amiga, sim e com você?

 

S/n – Sim e com você?

 

Lilian – Bem também.

 

S/n – Você já tem um par para ir ao baile?

 

Lilian – Um amigo meu me chamou... Mas não sei se aceito, ainda tenho expectativas de que o Jungkook me chame. E você? Já tem?

 

S/n – Então... Ele me chamou.

 

Lilian – Ah, entendo... Já tem vestido?

 

S/n – Não kkk, e você?

 

Lilian – Também não, vamos ao shopping então?

 

S/n – Vamos sim, só irei me arrumar e nos encontramos naquela loja de vestidos de lá ok?

 

Lilian – Ok... Ah, ainda sim, eu ainda não desistirei dele, eu realmente gosto dele.

 

S/n – Eu entendo, eu também não irei desistir dele, eu gosto dele.

 

Lilian – Ok... Até daqui apouco.

 

S/n – Até.

 

Após ficar um pouco sentada em minha cama, eu resolvo fazer minhas higienes e pegar um táxi para it até o shopping a procura do vestido, a fixa que eu irei dançar com Jeon Jungkook caiu somente agora, e bom, eu estou nervosa pelo fato de que eu irei dançar com o cara que eu gosto, sim, o cara que eu gosto, admito totalmente meus sentimentos por ele agora, afinal, não há nenhum problema não é mesmo?

 

Ele é uma boa pessoa, gentil, personalidade forte e educado.

 

Não há nada a temer contra ele.

 

Quando eu cheguei ao shopping fui direto para as lojas de vestidos, foi realmente difícil escolher um, havia tantos vestidos, um mais lindo que os outros, porém, após muito pensar acabo por escolher um que eu achei perfeito, o vestido era preto longo, justo da cintura para cima e a saia levemente rodada, com pequenas pedras pretas e pratas.

 

Lilian escolheu um vestido nude com pedras na parte da saia, ela ia até o chão, realmente muito lindo, além de deixa-la, parecendo realmente uma princesa, linda. Quando eu peguei o meu celular para certificar o horário vejo que já eram 12:13, passamos muito tempo escolhendo os vestidos e os calçados, optamos por almoçar no shopping e depois cada uma seguir para a sua casa.

 

A tarde passou rápida, pois eu estava ocupada pensando em como eu faria a minha maquiagem, eu não queria algo muito chamativo, mas também não tão básico, por conta disso demorei bastante para planejar uma maquiagem que ficasse de acordo com o modo em que eu queria.

 

Quando eu percebi, faltava somente duas horas para o Jeon viesse me buscar, tomei um banho e comecei a me arrumar, ansiosa para o que fosse acontecer no baile.

 

Quando eu tinha acabado de me arrumar a campainha de minha casa toca, no mesmo instante fui até a porta e a abrindo logo em seguida, encontrando um Jungkook simplesmente magnífico, uma camisa social preta abaixo do terno preto com detalhes pequenos na mesma cor, uma gravata “laço”, um tênis social preto e para finalizar, o cabelo escuro arrumado de forma que destacasse mais ainda a sua beleza, se possível.

 

Perfeito.

 

Jungkook – Olá S/n.

 

S/n – O-Olá Jeon. – Jungkook sorri.

 

Jungkook – Vamos?

 

S/n – Sim. Ele me levou até o seu carro preto abrindo a porta do passageiro ao lado do motorista para que eu pudesse entrar. – Obrigada.

 

Jungkook deu a volta ao carro entrando logo em seguida, seguimos em direção ao local em que seria o baile, fomos em silêncio. Quando chegamos lá, eu realmente fiquei impressionada com a grandeza e beleza do local. Quando entramos, eu fiquei chocada com a decoração, se por fora estava maravilhoso imagina por dentro!

 

Eu e Jungkook entramos de mãos dadas, algo que ele mesmo fez questão.

 

Jungkook – Fique sempre ao meu lado S/n, pode haver gente que não conhecemos aqui. – olhei para dele de forma interrogativa. – Esse é um baile muito grande, pode haver pessoas perigosas, bandidos e essas coisas.

 

Sorri concordando, ele estava preocupado comigo, e isso realmente aqueceu meu coração. Olhei para o lado e vi a Lilian com o seu parceiro, a mesma me olhava com uma expressão triste, e eu sei o porquê, mas eu não posso simplesmente abrir mão dos meus sentimentos por Jeon, eu sinto que esses sentimentos são importantes e eu preciso defendê-los, por mais que eu não saiba se irá rolar algo entre nós dois.

 

Fomos até Lilian e seu parceiro para cumprimenta-los.

 

S/n – Olá Lilian.

 

Lilian – Oi S/n, Oi Jungkook, este é o meu amigo Robert, Robert esses são os meus amigos que eu estava te falando mais cedo.

 

Robert – Olá, prazer em conhecê-los.

 

Eu e Jungkook o cumprimentamos e resolvemos ir pegar um pouco de bebida.

 

Jungkook – Está tudo bem com você? Parece triste.

 

S/n – Está sim, apenas estou um pouco preocupada com a Lilian. – Falei pegando a garrafa de vinho e despejando certa quantia em duas taças, logo entregando uma para Jungkook.

 

Jungkook – Vocês brigaram? – Perguntou enquanto caminhávamos em direção a uma sacada.

 

S/n – Não, ou sim e eu não sei, é meio complicado... Meio que nós duas gostamos do mesmo cara.

 

Jungkook – Entendo... Então vocês meio que estão querendo o mesmo cara, mas não querem estragar a amizade de vocês? – falou encostando falou encostando-se à parede.

 

S/n – Exatamente isso. – falei ficando na frente dele, mas com uma distância considerável, bebendo um pouco do vinho.

 

Jungkook – Mas não fique triste por isso, se a amizade de vocês é mesmo forte, independente de quem ficar com esse cara, vocês continuarão sendo amigas.

 

S/n – Tem razão, obrigada. – falei me sentindo um pouco mais leve.

 

Jungkook – Mas então... Eu conheço esse cara disputado? – falou sorrindo malicioso fazendo com que eu risse de sua cara.

 

S/n – Sim, conhece, e nem adianta perguntar quem é. – ri me aproximando do parapeito da sacada e olhando o céu já iluminado pelas estrelas. Logo Jungkook fica ao meu lado observando o céu também.

 

Jungkook – É linda.

 

S/n – Sim, elas são realmente belas.

 

Jungkook – Você.

 

S/n – O que? – Perguntei olhando para ele agora.

 

Jungkook – Você é linda.

 

S/n – O-Obrigada... – acabei corando. – Você também. – murmurei baixo para que ele não me ouvisse.

 

Jungkook – O que disse?

 

S/n – N-Nada. – olhei para dentro do salão e vejo que as pessoas já estavam se preparando para começarem a dançar.

 

Jungkook – Quer dançar comigo? – perguntou estendendo a mão, a qual eu peguei timidamente.

 

S/n – Sim.

 

Adentramos no salão e Jungkook aproximou nossos corpos, nós dançávamos em uma sintonia perfeita, como se os nossos corpos fossem feitos um para o outro, a musica era lenta, mas meu coração estava em disparada. Encostei minha cabeça no peito de Jeon e acabei escutando as batidas de seu coração, ele estava nervoso, igualmente a mim.

 

Uma mão minha repousava em seu ombro e a dele em minha cintura, apertando levemente, como se eu fosse quebrar com qualquer movimento brusco que fizesse, nossas mãos “livres” encontravam-se com os dedos entrelaçados, fazendo com que uma corrente de emoções passasse dela até a ponta de meus cabelos.

 

Dançar com Jungkook é realmente reconfortante. Depois da dança decidimos tomar algo, e como eu estava com vergonha acabei por não parar de beber, perdi a conta da quantidade que eu bebi.

 

Jungkook – S/n, acho melhor você parar de beber, pode assar mal.

 

S/n – C-Claro que não Kook. – falei me sentindo tonta. – Nem bebi tanto assim. – falei ponto mais bebida em minha boca, porém antes que eu pudesse continuar a beber, Jungkook pega o copo de minha mão e a coloca em cima de uma mesinha. – Por que Jungkook? Eu quero bebeeeeer.

 

Jungkook – Acho melhor eu te levar para a sua casa. – falou me pegando no colo. – Ou melhor, para a minha, nessas condições você pode acabar se machucando. Pelo visto você é bem fraca em relação à bebidas... Vamos embora, vou cuidar de você.


Notas Finais


S/n bêbada???
Risadas ou problemas virão?

Obrigada por estarem lendo a minha fanfic S2, amo vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...