1. Spirit Fanfics >
  2. Kim Seok Jin: "New Chance" Um amor negociável. >
  3. Eu sou errado,meu bem...

História Kim Seok Jin: "New Chance" Um amor negociável. - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem pelo o capítulo não tão bom assim...
Meus horários estão apertados e não estou acostumada com a escrita de meu novo celular. Prometo que o próximo virá melhor e em um curto período.
Aproveitem!

Capítulo 23 - Eu sou errado,meu bem...


Fanfic / Fanfiction Kim Seok Jin: "New Chance" Um amor negociável. - Capítulo 23 - Eu sou errado,meu bem...

[...] 

   Sr Kwang: ㅡ Onde enfiei este celular?  ㅡ Entrei lentamente,dando de cara com o mais velho rodeado de malas abertas a sua volta,fazendo uma enorme bagunça no meio de sua sala. Não percebendo ainda que eu estava ali,fechei a porta delicadamente e me aproximei dele.

 ___: ㅡ Senhor Kwang? ㅡ Ele virou-se e sorriu.

 Sr Kwang: ㅡ Oh! Minha querida,que bom que chegou! ㅡ Olhou ao redor. ㅡ Desculpe a bagunça,estou meio "caduco",não sei onde ponho minhas próprias coisas. ㅡ Apenas dei um pequeno sorriso. ㅡ E onde está a senhora Kim? ㅡ Sentei ao seu lado. 

 ___: ㅡ Já saiu.

 Sr Kwang: ㅡ Ah,que pena! Queria repassar algo a ela,mas tudo bem. Como foram os dias sem minha presença?

 ___: ㅡ O senhor sabe o que aconteceu.

 Sr Kwang: ㅡ Não me referi a isso. Mas já não foi resolvido? ㅡ Concordo. ㅡ Então não há motivos para relembrar,não é mesmo?

 ___: ㅡ Isso quase me traumatizou.

  Sr Kwang: ㅡ Agora é passado. Se quiser,podemos até fazer uma festa para celebrar sua conquista.

  ___: ㅡ Perdoe-me mas...minha conquista?

  Sr Kwang: ㅡ Foi graças a você que conseguimos nos livrar daquele problema,não foi?

 ___: ㅡ Mas eu tive ajuda. Jin me ajudou,ele também teve influência nesse ponto. ㅡ Ele desvia olhar,mostrando seu incômodo. 

 Sr Kwang: ㅡ Jin,com certeza estará muito ocupado.

 ___: ㅡ Posso saber porquê está tão irritado com Kim Seok Jin?

 Sr Kwang: ㅡ Ele apenas não é alguém confiável.

 ___: ㅡ Como não? Ele trabalhou duro mesmo sabendo que não ia receber nada em troca.

 Sr Kwang: ㅡ ...Posso ser franco? ㅡ Afirmei. ㅡ Ele não é quem você acha que é. Romântico,sério,galante. Tudo isso é uma farsa. Manipula garotas até sua cama e depois,dispensa as mulheres como se fosse um objeto.

 ___: ㅡ Foi apenas por isso que proibiu de me encontrar com ele?

 Sr Kwang: ㅡ Como "só isso"?

 ___: ㅡ Tudo isso eu já sabia. Para ser sincera,me sinto ofendida pelo senhor achar que sou meramente frágil e inocente para não reparar isso vindo dele. 

 Sr Kwang: ㅡ Como ficou sabendo?

 ___: ㅡ Minha amiga já havia me alertado.

 Sr Kwang: ㅡ Então me entende?

 ___: ㅡ Seu pensamento de pai me orgulha,mas já sou dona de mim mesma,senhor Kwang. ㅡ  Ele se decepciona.

 Senhor Kim ㅡ

 Srª Kim: ㅡ Que bom que está aqui. ㅡ Ela entra ansiosa.

 Kim: ㅡ Quando cheguei,Jin estava subindo quase derrubando a casa. O que houve aqui,e de onde você está vindo?

Srª Kim: ㅡ Acabei de deixar ___ na casa do Kwang. Precisamos conversar com o Jin.

 Kim: ㅡ O que está acontecendo? ㅡ Minha esposa arremessa sua bolsa no sofá onde eu sentava e sobe os degraus rapidamente.

Srª Kim: ㅡ Irei descobrir agora mesmo.

Srª Kim  ㅡ

 SrªKim: ㅡ Jin? ㅡ Tento abrir a porta,mas está trancada. ㅡ Jin? Podemos conversar,filho?

 Jin: ㅡ Outro momento,minha mãe,prometo! ㅡ Escuto seus soluços abafados. Ele realmente estava mais triste que o normal.

 SrªKim: ㅡ Precisamos conversar agora,você precisa,filho. ㅡ Ouço a porta ser destrancada. Abro e vejo ele voltar para sua cama. Ele se joga nela e aprofunda seu rosto contra o travesseiro. Vendo que ele estava realmente aflito,sentei ao seu lado e acariciei seu ombro. ㅡ Pode me contar o que está havendo com você,querido?

 Jin: ㅡ Cansaço.

 SrªKim: ㅡ Sei que não é isso Jin. Por que está tão triste e ao mesmo tempo...bravo? O que Kwang lhe disse para você cancelar seu jantar com __? Você não estava ansioso para esse encontro?

 Jin: ㅡ Ele me proibiu de ver ___. ㅡ Ele diz direto e em bom som.

 SrªKim: ㅡ Mas por quê?

 Jin: ㅡ A senhora conhece o seu filho,"senhora kim". ㅡ Ele senta. ㅡ Um patife sem modos algum para merecer ser amado por alguém novamente.        

SrªKim: ㅡ Você ainda insiste em se julgar assim,Jin? Aish… O que houve dessa vez? Preciso entender tudo do começo. 

___. ㅡ

  ___: ㅡ O senhor não pode falar assim dele. Não era você que admirava tanto o trabalho dele?!

 Sr Kwang: ㅡ Isso foi antes de eu saber o que ele havia se tornado. 

 ___: ㅡ Mas ele mudou novamente,me escute! Senhor Kwang,olh...

 Sr Kwang: ㅡ Apesar de tudo continuo sendo seu pai! ㅡ Suspiro.

 ___: ㅡ Senhor Kwang,não estou reclamando disso,apenas quero que me entenda. Jin não é uma má pes…

 Sr Kwang: ㅡ Eu proibi ele de ver você e isso não mudará senhorita ____. Não enquanto eu não ver que ele realmente mudou para melhor. ㅡ O mais velho sobe sem me dar ouvidos.

___: ㅡ Aish…que confusão. ㅡ Penso respirando fundo enquanto retiro meus sapatos. Mas sinto meu celular vibrar. Duas mensagens de Jin.


 Jin: ㅡ Me encontre no jardim da casa. 

 Jin: ㅡ Eu já estou indo lhe ver. ㅡ 17:55.


 ___: ㅡ Am? ㅡ Lhe respondi confusa e ele mandou um exato lugar para eu seguir. Não entendi,mas concordei curiosa. 

 Jin. ㅡ

Momentos antes...

 Jin: ㅡ E foi assim que ele chegou a essa conclusão.

 SrªKim: ㅡ Onde está essa garota? ㅡ Levantei os ombros indicando meu desconhecimento. ㅡ Você errou feio nessa parte… Mas não é motivo para ele fazer tal coisa. O que ___ acha sobre isso?

 Jin: ㅡ Ela não sabe ainda. 

 SrªKim: ㅡ Okay… ㅡ Minha mãe respirou fundo e falou firme: ㅡ Vá encontrar ___. ㅡ Olhei para ela.

 Jin: ㅡ Como irei fazer isso? Vou quebrar a regra do meu superior?

 SrªKim: ㅡ Você já quebrou regras piores que essa,por que está aflito? ㅡ Dei um pequeno sorriso e ela enxugou uma lágrima minha. ㅡ Se fosse por outra pessoa eu não concordaria com minha ideia. Mas estamos falando de ___,e sei que você está sentido algo forte por ela. 

 Jin: ㅡ Estou! ㅡ Ela se surpreende com minha confissão. ㅡ Estou perdidamente alucinado por aquela garota. A vontade que tenho é de pedi-la em casamento agora mesmo.

 SrªKim: ㅡ Então...o que está fazendo ainda aqui? ㅡ Sorri entusiasmado. ㅡ Anda,corra! Vá se encontrar com ela!

 ___. ㅡ

???: ㅡ Onde a senhorita vai?

 ___: ㅡ É...apenas irei dar uma volta pelo o jardim.

 ???: ㅡ A senhorita quer minha companhia? ㅡ Olho mais uma mensagem de Jin perguntando se eu já havia chegado no local.

  ___: ㅡ Am…?

 ???: ㅡ Perguntei se queria minha companhia,já que está escurecendo.

 ___: ㅡ Ah sim… Agradeço,mas prefiro ir sozinha. ㅡ Ele acenou e eu segui caminho até uma parte distante da casa,a parte escura e perto da outra saída. Olhei ao redor e não havia ninguém,então penso que poderia ser apenas uma brincadeira dele,mas escuto um gemido de dor e logo depois vejo alguém caindo a minha frente. 

 Jin: ㅡ Cheguei! ㅡ Me afasto assustada.

  ___: ㅡ Jin?! Como… ㅡ Ele sorriu e então olho para seus pés descalços e suas mãos avermelhadas,e olho de onde ele surgiu. ㅡ Você pulou o muro? ㅡ Ele olhou para cima e sorriu novamente. ㅡ Perdeu o juízo Jin?

 Jin: ㅡ Não foi nada. Relaxe! 

 ___: ㅡ Como nada? Suas mãos estão vermelhas.

 Jin: ㅡ Apenas foi por fazer força. ㅡ Ele segura minhas mãos puxando-me até seu corpo. Olho para o tamanho do muro e percebo que existe uma cerca elétrica.

 ___: ㅡ C-como passou pela…

 Jin: ㅡ A cerca elétrica? Bom,não foi fácil. ㅡ Ele me abraça apertado,fazendo um breve carinho em meus cabelos. ㅡ Mas valeu a pena o esforço. ㅡ Olhei para os seus olhos.

 ___: ㅡ Fez tudo isso para me ver? ㅡ Ele beija minha testa.

 Jin: ㅡ Pelo o que mais seria?

 ___: ㅡ Você podia ter se machucado,Jin.

 Jin: ㅡ Eu sei,eu sei,mas eu tinha que tirar a minha raiva com algo,e você é a única existente que consegue me acalmar. ㅡ Ele dá um selar demorado em meus lábios e depois olhamos,de longe,a luz do quarto de Kwang sendo acesa.

 ___: ㅡ Está bravo com o Kwang?

 Jin: ㅡ Não. Eu entendo ele,é apenas preocupação.

 ___: ㅡ Pensei da mesma forma. ㅡ Ele me olha. ㅡ Eu respeito muito ele,quero que ele me trate como uma adulta responsável,mas também quero que ele tenha confiança de que sou uma mulher confiável.

 Jin: ㅡ Mas acabou de quebrar uma regra dele. ㅡ Ele sorriu malicioso,então olhei para ele. 

 ___: ㅡ Essa regra foi dita para você,não à mim.

 Jin: ㅡ Dá no mesmo.ㅡ Dei de ombros. ㅡ Já que não posso ver a senhorita… ㅡ Segura a ponta do meu dedo indicador e me gira até ele novamente me prender aos seus braços. ㅡ Como conseguirei depositar meu amor em minha dama? ㅡ Sussurra em meu ouvido e depois morde a ponta da mesma,fazendo-me rir.

 ___: ㅡ Ah! ㅡ Caímos deitados no gramado e assim rimos alto. ㅡ SHH!! Eles podem nos escutar! ㅡ Ele continuou rindo,então beijei seus lábios para calá-lo,mas ele revirou os olhos,fingindo estar morto. ㅡ Jin!

 Jin: ㅡ Poderia me matar mais vezes assim,minha bela dama? ㅡ Sorri mais uma vez,e quando o mesmo tentou se sentar para falar,sentiu algo. Uma dor.

 ___: ㅡ O que foi?

 Jin: ㅡ Não é nada. ㅡ Percebo que a dor veio de seu braço. Me levanto tentando ver o que era. ㅡ O que vai fazer? Ei! ㅡ Afasto sua blusa e vejo uma queimadura feia.

 ___: ㅡ Isso foi do cercado,não foi?

 Jin: ㅡ Foi apenas de leve.

___: ㅡ Imagine se tivesse sido sério.

 Jin: ㅡ Fica calma __,isso não foi nada!

___: ㅡ Não dá certo isso,não pode fazer isso novamente.

 Jin: ㅡ Então não vou poder te ver?

 ___: ㅡ Existe diversos luga…

 Jin: ㅡ Ele vai estar de olho em você,e principalmente em mim,acha mesmo que daria certo?

 ___: ㅡ … 

 Jin: ㅡ A única forma de te ver é assim.

 ___: ㅡ Você vai se machucar por minha culpa.

 Jin: ㅡ Dane-se! Eu quero ficar com você,o que uma queimadura pode interferir nisso? ㅡ Olhei pensativa para o seu machucado. ㅡ Hey,olhe nos meus olhos. 

 ___: ㅡ Isso não é certo…

 Jin: ㅡ Eu não sou certo,meu bem. ㅡ Olhei para os seu olhos e tento trocar de assunto.

 ___: ㅡ Seus olhos estão muito inchados,estava chorando? ㅡ Ele beija meus lábios,fazendo-me esquecer até as palavras que eu usaria para reprimi-lo. ㅡ Tem certeza que quer me encontrar nesse mesmo lugar?

Jin: ㅡ Não… ㅡ Ele pensa por um curto momento. ㅡ Mas existe um lugar que ele não sabe… ㅡ Ele sorri alegre com sua tal ideia e se levanta. ㅡ Eu preciso ir. Amanhã irei te buscar às 20:00 horas. 

 ___: ㅡ Para onde Jin? Esqueceu que não podemos…

 Jin: ㅡ Às 20:00 horas,não esqueça! ㅡ Ele se esforça para subir o muro novamente e assim,pula para o outro lado rapidamente.

 ___: ㅡ Esse Jin… ㅡ Sorri pondo minhas mãos no peito respirando aliviada por não ter acontecido nada grave.


 Sr Kwang. ㅡ

 Sr Kwang: ㅡ Admiro sua insistência pela minha filha,Kim Seok Jin. Mas pelo o bem dela,eu não deixarei. ㅡ Olho o mesmo pular o muro alto enquanto __ lhe olha. ㅡ Não irei mesmo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...