História Kimetsu no Yaba-- IMAGINES E ONE SHOT'S - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba
Personagens Giyuu Tomioka, Inosuke Hashibira, Kanao Tsuyuri, Kyoujurou Rengoku, Mitsuri Kanroji, Nezuko Kamado, Personagens Originais, Sabito, Shinobu Kochou, Tanjirou Kamado, Zenitsu Agatsuma
Tags Hot, Imagine, Oneshot, Romance
Visualizações 117
Palavras 763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Huehuehuehue....olaaaaaaa....
Como já sabem, uma merda mais da pra ler....

Capítulo 8 - IMAGINE -Shinazugawa Sanemi Part.2


Fanfic / Fanfiction Kimetsu no Yaba-- IMAGINES E ONE SHOT'S - Capítulo 8 - IMAGINE -Shinazugawa Sanemi Part.2

Um mês. Fazia um maldito mês que (S/n) o evitava, toda vez que ele tentava começar uma conversa ou se explicar para a mesma ela corria ou dizia que não queria falar com ele. Por vezes os dois se viram na mansão de Oyakata-Sama, porém ela não dava chance. Ele se encontrava perdido, não tinha vontade de fazer nada, sentia muita falta dela, sentia falta do sorriso dela. Ele faria qualquer coisa para que ela voltasse a falar com ele.  


Na visão de Oyakata-Sama os dois pareciam crianças brigadas, então moveu os pauzinhos. Disse a Sanemi para vir conversar com ele em sua casa e deu o mesmo recado a (S/n). No dia e horário marcado os dois apareceram, (S/n) nem o olhou já Sanemi não conseguia tirar os olhos dela, seu coração pulava desesperado no peito.

As filhas mais jovens de Oyakata apareceram minutos depois chamando os dois para dentro, estranharam obviamente, mas obedeceram, foram guiados até uma sala sem janelas e quando entraram o homem mais velho já estava lá, a espera de vocês, automaticamente se curvaram. 

-Minhas crianças. 

-Oyakata-Sama -os dois disseram juntos de cabeça baixa. 

-Vocês sabiam que mais necessário que um corpo saudável em uma luta é uma mente e coração saudável? -perguntou o outro deixando vocês confusos - E para se ter isso temos que estar de bem com nós mesmos e com quem nós gostamos... Mas é claro que vocês sabem disso, afinal você Sanemi é um espadachim experiente e (S/n) acompanhou os pilares por tempo o suficiente para saber de tal fato. Mas mesmo que não seja em uma luta é necessário ter um coração e a mente sãos não é mesmo?

-Perdão Oyakata-Sama, mas onde quer chegar? -o homem doente suspirou

-A semanas reparei que vocês estão estranhos um com o outro, isso não me agrada nem um pouco ter dois de meus amados filhos brigados, por isso decidi fazer algo. 

Você enrijideceu o corpo, estava tensa, o que será que ia acontecer? 

Sem aviso o de cabelos pretos se levantou com ajuda das gêmeas e andou em direção da porta, vocês olharam para ele com óbvia confusão. 

-Sairam desse cômodo apenas quando estiver tudo bem entre vocês. - e a porta foi fechada e trancada deixando você e Sanemi sem reação.

Como é? Mas.... Não não não

Não podia ficar presa com Sanemi ali, sem chance, rapidamente foi até a porta e tentou girar a maçaneta o que te deu certeza de que a mesma estava trancada.

-Oyakata-Sama! Por favor.... -gritou, mas não teve resposta

-(S/n)... 

Andou pelo cômodo procurando algo para ajudar a abrir a maldita porta.

-(S/n).

Olhou por todos os lados, chegou a checar a parede mas ela era bem mais sólida do que você esperava.

-(S/n)! -o grisalho lhe puxou o braço e lhe prendeu contra a parede que você segundos atrás analisava -Me escuta! 

-Me solta Sanemi! Não tenho nada para conversar com você! 

-Mas que droga! Não é o que você pensa caralho! Eu não te troquei para ficar com ela!

-Ah tá. Conta outra garoto! 

Você estava se fazendo de durona por que por dentro você já queria chorar, mas não faria aquilo, não na frente dele, ou era o que você achava.

-Eu tô te falando a verdade! Eu precisava de alguém 'pra conversar!

-E não podia comigo né?! Eu já entendi, vai procurar aquela rosada de merda e poupa meu tempo! -você tentou sair dos braços dele mas o mesmo te prensou na parede com mais força

-Eu não podia te contar! -foi aí que você sentiu que desabaria

-Por que Sanemi? Por que não podia contar 'pra quem sempre esteve ao seu lado? POR QUE?! - você deixou a primeira lágrima cair que consequentemente abriu espaço para as outras.

-COMO EU IA PEDIR AJUDA 'PRA ME DECLARAR SE O ALVO DA DECLARAÇÃO É VOCÊ SUA IMBECIL! -o garoto gritou com todo o ar que tinha nos pulmões 

O silêncio caiu instantaneamente, você estava em choque, boquiaberta e corada. Sanemi? Bem ele estava a ponto de atravessar as paredes grossas de cimento no chute e se jogar do primeiro penhasco que aparecesse, ele tinha a mesma coloração das pontas do cabelo de Rengoku naquele momento.

-Q-quer di-dizer.... -Ele tentava achar uma forma de concertar o que tinha dito, mas não tinha como, era exatamente aquilo que ele tinha dito. -Ela é a Pilar do Amor merda, a quem mais eu pediria ajuda?  -Ele falou isso corando mais ainda

Você sentiu seu corpo formigar, a sua boca secou e num rompante de coragem agarrou Sanemi pela gola do kimono e lhe tascou um beijo.


Notas Finais


Os.: Vai ter part.3 :')
Desculpa os erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...