1. Spirit Fanfics >
  2. Kinapping >
  3. Capitulo 1

História Kinapping - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capitulo 1


Fanfic / Fanfiction Kinapping - Capítulo 1 - Capitulo 1

        "Essa é sua casa agora"

 

  Abro os olhos calmamente, percorro meu olhar ao longo do aposento que me encontrava, um local totalmente desconhecido, ainda estava um pouco atordoado, minha cabeça doía, e minha visão estava falha mas nada como algumas piscadas não resolvesse, tentei me levantar mas falhei, olhei de canto para as minhas mão que estavam amarradas por uma corda um pouco fina

    Não sabia ao certo o que sentir, claro que estava com medo, mas era um lugar tão confortável e calmo..

     - Tem alguém ai?  - gritava sem pestanejar, enquanto esperava que alguém aparecesse - Por favor!!  Me tire daqui - rondava meu olhar por todo o cômodo procurando algo que podesse me ajudar, apesar de minhas ações serem limitadas

    - vejo que meu príncipe acordou.. - ergo a cabeça em direção a porta, e vejo a figura de um homem um tanto alto, que usava um sobre tudo preto, com luvas escuras e uma.. Máscara de coelho - já estava ficando preocupado, não é normal alguém dormi por tanto tempo!..  - uma risada nasal era se notável, o maior começa a caminhar em minha direção e logo o mascarado se sentou ao meu lado na cama

   - Quem é você? Por que eu estou aqui?? - o encarava esperando sua resposta, mas o que ganhei foi apenas silêncio - Qual seu nome? - o mesmo junta as mãos a cima de sua coxa e respira fundo

   - Pode me chamar de ko.. Bunny- arco uma de minhas sobrancelhas ao mesmo tempo em que tombava a cabeça para o lado, ele ergue suas mãos  até umas das pontas das cabeceiras da cama e desfaz o nó que me prendia ao móvel - bom.. Preciso lhe explicar algumas coisas está bem? - era um tanto idiota essas pergunta, não era como se eu podesse dizer não a ele, ou apenas sair do quarto e deixasse ele falando sozinho, então assenti sem muita enrolação - okay... Am.. Bom acho melhor você saber que já não estamos mais em seul - meu peito se esvazia, meu semblante assustado era esboçado aos poucos, apertava meu pulso que ardia por conta do atrito da corda

  - Onde estamos? - as palavras que saiam dentre meus lábios revelavam minha futura crise de choro

  - isso não é relevante agora - bunny se levanta da cama e vai até a janela do quarto que era coberta por cortinas em tom claro, que deixavam dentre elas uma brecha com um fino rastro de luz se espalhando pelo cômodo, e com as mãos o maior afasta as cortinas deixando a luz iluminasse todo o quarto - bom não tem telefone aqui, nem área, a cidade mais perto leva seis horas de viajem, então acho melhor não tentar fugir - ele se vira para mim a o mesmo tempo em que se encostava na parede ao lado da janela - não irei te deixar passar fome, essa é sua casa agora, mas se caso me irritar ou tentar algo idiota, não irei hesitar em te punir.

      Prestava total atenção em cada palavra que saia de sua boca, e cada vez mais aquela voz me parecia familiar

- caso precise de algo eu irei até a cidade comprar para você, só... - ele faz uma pausa entre as palavras para soltar um suspiro pesado - não tenta nada okay? - o mesmo se manteve calmo desde que chegou ao quarto, sua voz era rouca e suave o que era relaxante.

      O que me deixou confuso era o fato de ele me tratar tão bem, pois maioria das vezes, e bem ao contrário, as pessoas que são sequestrada são mantidas em cativeiro, e o seu "agressor" e bem.. Como diz a palrava agressivo, mas bunny não, ele é calmo e digamos que até... Carinhoso

  - bom, era só isso, como disse, a casa é sua faça bom proveito - o maior se desloca até a porta e some do meu campo de visão

    Fecho os olhos por um tempo e tento consumir todas essas informações, meu coração batia rápido, minhas mãos estavam trêmulas, mas mesmo assim estava me sentido.. Seguro ou confortável, literalmente não sabia o que estava sentindo... 


         



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...