1. Spirit Fanfics >
  2. King Of Multiverse >
  3. Restaurante Yukihira

História King Of Multiverse - Capítulo 16


Escrita por: Miyamura-Hyung e GokaiReddo

Notas do Autor


Sim, eu voltei, desculpem a demora, eu tenho meus motivos, mas estou com preguiça de explicar, e por que meu Cell está descarregando, se quiserem uma explicação perguntem ao meu Brother @GokaiReddo e aproveitem e passem nas fics dele

Capítulo 16 - Restaurante Yukihira


Dia Seguinte

Tatsuya: Urhg... Por que bebi tanto na noite passada? A é, eu achava que meus poderes iriam suprimir o efeito da bebida, que inteligência.

Tatsuya estranhou a ausência de Saori na sala, andando um pouco ele chegou na cozinha onde viu um bilhete de Saori dizendo que ela foi retirar seu diploma, também deixou o café de Tatsuya pronto.

Tatsuya: Que atencioso, que horas são?

Tatsuya olhou seu relógio e viu que eram 11:30, suspirando por ter perdido suas aulas, Tatsuya subiu ao quarto onde deixou Asia descansando.

Tatsuya: Ainda dormindo? Acho que vou acordar ela depois de preparar o café.

Tatsuya comeu seu lanche e começou a preparar o almoço, mas ouviu um baque que tirou sua atenção do preparo.

Tatsuya: Asia-Chan?

Asia: Urgh... Isso dói...

Tatsuya viu Asia caída próxima a escada e presumiu que ela tenha caído.

Tatsuya: Parece que ainda está um pouco fraca, você está bem?

Asia: Hã? Tatsuya-Kun? P-Porque está aqui? Eu não... Lembro de nada...

Tatsuya: Acho que isso é normal, venha, acho que você ficará melhor depois de comer um pouco.

Asia: H-Hai

Asia ainda estava com medo, não de Tatsuya, mas sim dos resquícios não tão bons de suas memórias, mas resolveu seguir Tatsuya

Tatsuya: Pode se sentar, a comida já está quase pronta.

Tatsuya terminou de cozinhar os pratos e os colocou na mesa, Asia ainda estava um pouco tímida, claro, ela estava comendo na casa de alguém com quem mal trocou 10 palavras, mas Tatsuya tratou de conforta-la o que fez com que ela conseguisse se acalmar.

Tatsuya: Então Asia-Chan, você se lembra de alguma coisa?

Asia: Quase nada, só lembro deles dizerem que estava “cumprindo ordens” de alguém, eles disseram que o objetivo principal deles não era minha Sacred Gear e sim atrair alguém me usando como isca, roubar minha Sacred Gear era só uma distração...

Tatsuya: Entendi... Muito obrigado pela ajuda Asia-Chan, pode comer agora.

Asia: N-Não precisa se desculpar Tatsuya-Kun, é o mínimo que posso fazer por você já que está me ajudando tanto.

Tatsuya: Ok então... Eu estou de saída, se quiser comer de novo é só ir na cozinha.

Asia: H-Hai.

Tatsuya saiu para buscar Raven, não que ela não pudesse vir sozinha, mas Tatsuya precisava resolver o mais novo problema que era os súbitos ataques direcionados indiretamente a ele, se ele não cuidasse disso rapidamente poderia vir a se tornar um problema maior.

Tatsuya: Acho que tenho mais problemas do que namoradas... Que vida...

Tatsuya chegou a escola e foi em direção a sala de aula de Raven, chegando lá ele bateu na porta e foi atendido por Beatrice, essa que estava meio sem jeito e não olhou diretamente pra Tatsuya.

Tatsuya: Tudo bem Beatrice-Chan?

Beatrice: S-Sim é que... P-Porque você faltou às aulas de hoje?!

Tatsuya: E-Eu meio que perdi a hora e...

Beatrice: Não importa! Amanhã você ficará depois do horário comigo!

Beatrice estava tentando manter sua autoridade como professora, mas o rubor evidente em suas bochechas a entregavam, por isso Tatsuya não levou a declaração dela muito a sério e sorriu.

Tatsuya: Como quiser Beatrice-S-E-N-S-E-I...

Tatsuya Sussurrou rente ao pescoço de Beatrice, que se arrepiou e corou profusamente antes de se afastar e ajeitar sua postura.

Beatrice: O-Ok, que bom que entendeu, mas o que veio fazer aqui?

Tatsuya: Vim buscar a Raven-Chan, ela eata na sala?

Beatrice: Não, ela saiu faz pouco tempo, se correr acho que conseguira alcança-la.

Tatsuya: Ok então, Boa tarde a todos!

Meninas: Boa tarde Tatsuya-Kun!

Meninos: Blá Blá Blá Blá! Vai embora logo!

Tatsuya: Hahaha! Fracassados!

Tatsuya zombou dos seus “Haters” antes de sair em busca de Raven, não demorou muito a acha-la voltando pra casa

Tatsuya: Raven-Chan!

Raven: T-Tatsuya-Kun? O que faz aqui?

Tatsuya: Eu vim te buscar, mas a Beatrice-Chan disse que você já tinha saído.

Raven: Ah, desculpe

Tatsuya: Tudo bem, vamos?

Raven: Hai!

Tatsuya e Raven chegaram em casa e viram Asia: Tentando ligar a TV.

Tatsuya: Algum problema Asia-Chan?

Asia: Acho que o controle está com defeito... Ele não funciona.

Tatsuya viu Asia com o controle virada pra ela mesma e deixou uewcapar uma gargalhada.

Tatsuya: Hahaha! Você é engraçada Asia-Chan, o controle está virado pra você.

Asia ficou confusa e olhou para o controle que estava mesmo virado pra ela, Asia corou de vergonha.

Asia: É-É mesmo...

Tatsuya: Tente agora.

Asia apertou novamente o botão de ligar e viu a televisão ligar sem mais problemas, então corou mais ainda.

Asia: D-Desculpe...

Tatsuya: Tudo bem! Acontece com todo mundo!

Raven: Acontece?

Tatsuya: Hahan! Vamos comer Raven-Chan?

Raven: Sim, estou morrendo de fome.

Asia: Sobre isso... Bem... Eu meio que comi tudo

Asia confessou ao mesmo tempo em que Tatsuya chegava a cozinha e via as panelas vazias.

Tatsuya: Acho que é de se esperar de alguém que dormiu por 2 dias seguidos... Não tem problema, eu e a Raven-Chan podemos comer na rua não é mesmo?

Raven: Claro, sem problemas.

Asia: Mais uma vez desculpe pelo incomodo, prometo que vou cozinhar da próxima!

Tatsuya: Está tudo bem mesmo mas já que insiste não vejo por que recusar.

Tatsuya trocou sua roupa e saiu com Raven a procura de um restaurante.

Raven: Aqui está dizendo que tem um não muito longe de onde estamos.

Tatsuya: Ótimo, qual o nome?

Raven: É o Restaurante... Yukihira.

Tatsuya: Yukihira?

Raven: Sim, já ouviu falar?

Tatsuya: Lembro vagamente... (Onde eu já tinha escutado esse nome antes?... Tanto faz, chegando lá provavelmente lembrarei.)

Eles demoraram cerca de 5 minutos até o restaurante, chegando lá O ruivo e a Albina sentaram numa mess e esperaram o garçom.

???: Bom tarde! O cardápio!

Tatsuya viu chegando uma garçonete de cabelos vermelhos, esses que estavam amarrados em um rabo de cavalo simples com uma fita branca.

Tatsuya: (É... Ah! Soma Yukihira! Por isso o nome familiar!)

Tatsuya: Boa tarde Garçonete-San, você é bem bonita! Não seria melhor virar uma modelo?

Garçonete: Obrigada, mas prefiro cozinhar, afinal é o que eu amo!

Tatsuya: (Como esperado da contraparte do Soma... Mas estou com muita fome pra flertar com ela... Talvez pegue o número dela depois.)

Raven: Que legal... A é! O cardápio, o que você recomenda Garçonete-San?

Yuna: Pode deixar comigo! Vou surpreender vocês! A propósito, podem me chamar de Yuki, Yuki Yukihira!

Tatsuya: Nome legal Yuki-Chan.

Yuki corou, mas manteve a postura e saiu pra preparar o pedido.

Raven: Tomara que não demore muito, estou morrendo de fome...

Tatsuya: Acho que não é a primeira vez que você diz isso...

Eles esperaram pouco mais de 20 minutos até Yuki voltar com 2 pratos tampados.

Tatsuya: O cheiro parece bom...

Yuki: Obrig- como você conseguiu sentir o cheiro?

Tatsuya: Eu tenho os sentidos apurados.

Yuki: Ok...

Yuki: Retirou a bandeja de cima do prato com empolgação, assim que retirou a tampa, Um aroma viciante adentrou as narinas de Tatsuya, Raven estava babando sem perceber e Yuki tinha um sorriso satisfeito

Tatsuya: Acho que conseguiu nos surpreender Yuki-Chan, isso parece delicioso!

O prato em si consistia em, um arroz ao estilo japonês acompanhado de uma carne banhada em um molho claro, porém avermelhado, os legumes perfeitamente alinhados serviam para embelezar ainda mais o prato.

Yuki: Bom apetite!

Yuki: Saiu apressada já que tinha alguns pedidos pendentes, Tatsuya pegou os Hachis e Raven se recuperou de seu estupor e Pegou os Hachis.

Tatsuya/Raven: Itadakimasu!

Eles acabaram o prato nem um pouco mesquinho em menos de 10 minutos, tamanho apetite eles tinham.

Raven: O que acha de vir comer aqui todo dia Tatsuya-Kun?

Tatsuya: Não é uma má ideia... Mas acho que tenho uma melhor, mas isso terá que esperar, espero que nenhum problema aparec-

Tatsuya não pode terminar pois seu telefone tocou.

Tatsuya: Desconhecido? Alô?

???: Olá Tatsuya-Kun

Tatsuya: Hyori? Como conseguiu meu número?

Hyori: Isso terá que esperar, eu preciso de sua ajuda

Tatsuya: O que aconteceu?! Aqueles caras voltaram?!

Hyori: Se acalme Tatsuya-Kun, sim, eles voltaram, e invadiram minha casa, atualmente estou escondida, minha pistola está com somente 3 balas, e eles estão em 15.

Tatsuya: Ok, fique onde está, me manda a localização de sua casa.

Hyori: Sim, venha rápido... Por favor.

Hyori tinha a voz falha, indicando que estava prestes a chorar, o que só serviu para preocupar ainda mais Tatsuya, claro, em que mundo o/a Ayanokoji choraria? Nenhum, somente esse.

Tatsuya: Desculpe Raven-Chan, não poderei voltar com você.

Raven: Aconteceu alguma coisa? Precisa de ajuda?

Tatsuya: Não, mas obrigado, talvez eu não volte pra casa hoje.

Raven: Hai, cuidado.

Tatsuya deu um beijo de despedida em Raven antes de sair do restaurante

Tatsuya: Por que fui abrir minha boca? Mais um problema, mas a segurança da Hyori-Chan é mais importante no momento.

Com Hyori

Hyori estava indo em direção ao seu porão onde presumiu ser o lugar mais seguro da casa, mas para infelicidade dela, ela esbarrou na bancada e derrubou um abajur, o que chamou atenção dos invasores.

???: O que foi isso?! Todos desçam!

Hyori: Droga!

Hyori virou rapidamente e atirou em um homem que subiu mais rapidamente que os outros, partiu em disparada a sua janela e quando ia pular sentiu seu ombro ser puxado enquanto ela caia no chão, sentindo um objeto gelado sendo pressionado em sua testa.

???: Não se mexa, ou é bye bye prós seus miolos.

Hyori: (Droga! Venha logo Tatsuya-Kun...)



Notas Finais


Para aqueles que esperaram a volta da Hyori ( Vulgo @OtakuFalido) ela aparecerá no próximo, esse capítulo pode ter sido paradão, mas o próximo promete bastante...

(Se eu não estragar ele...)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...