1. Spirit Fanfics >
  2. Kingdom Come >
  3. Lie to me

História Kingdom Come - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Lie to me


Jaemin precisou balançar Chenle para que ele saisse de seus devaneios e enfrentar a situação. Tentou dar o melhor sorriso possível (e falhou) para convencer a todos que ele não estava tão surpreso quando eles. Considerou por poucos segundos se aquilo não era uma brincadeira de mal gosto ou um sonho, mesmo que estava mais para pesadelo na opinião do Zhong.

A alegria dos convidados se espalhou rápido pela mesa, as pessoas desejavam tudo de bom para ele e para Jeno, que parecia estranhamente feliz com o anúncio. Chenle não pensou muito sobre isso, alguém podia dar um chute na cara de Jeno e ele continuaria a sorrir, era naquilo que ele era bom, dar sorrisos calorosos para todos.

Estava com seus pais na entrada daquele imenso portão mais uma vez naquela noite, mas daquela vez, felizmente era apenas para dar tchau aos convidados. Não fazia tanto tempo que tinha estado lá, porém parecia uma realidade completamente diferente. Jeno e sua família se juntaram aos Zhong's, para facilitar a parabenização das pessoas devido a notícia do casamento, e eles agradeciam dá melhor forma que conseguiam. Os últimos convidados que sobraram foram, obviamente, Os Lee's. Seus pais e os de Jeno pareciam contentes, como todo mundo realmente estava, menos Chenle.

- Bom, acho que todos acataram bem a notícia. O reino de Loin e de Cornélia carregam boa parte da fama do país, as coisas vão melhorar muito depois desta união e, de bônus, vocês fazem um casal lindo. - Disse a rainha de Loin sorrindo para Jeno e Chenle.

Chenle se segurou para não rir. De qualquer forma, seria uma gargalhada de desespero. Jeno o encarou, com aquele sorriso fraco que Chenle detestava, esperando sua resposta. Não lhe sobrou opção a não ser dar um sorriso amarelo e fingir simpatia.

- De fato, somos um casal maravilhoso.

Mesmo que o comentário da Rainha tenha sido para os dois, depois da resposta de Chenle, Jeno não falou nada, apenas sorriu... de novo. O Zhong já estava começando a pensar que aquilo era realmente a única coisa que ele sabia fazer. Jeno parecia estar levando a situação inteira como algo bom, não que não fosse, Chenle sabia que seria ótimo para os dois reinos. Jeno não era o herdeiro do trono de seu reino, tinha um irmão mais velho que seria o próximo rei de Loin, Lee Taeyong. O que em resumo significava que Jeno passaria a ser também, um cidadão de Cornélia, ou melhor, o rei daquela nação. Este fato era uma das poucas coisas pela qual Chenle agradecia por ser o herdeiro, amava seu reino e não o deixaria por nada. Sentiu pena de Jeno, imaginando se ele amava Loin tanto quanto Zhong amava Cornélia. Cornélia era um lugar fácil de se amar, na opinião de Chenle, era o lugar mais bonito de todo os país. O Zhong pensou que, talvez, isso facilitasse para Jeno abandonar Loin.

- Bom, acho que já vamos indo, está tarde. - Disse o pai de Jeno.

- Semana que vem você pode passar alguns dias aqui, Jeno? Sabe, para você e Chenle se conhecerem melhor e tudo mais. No futuro, vocês terão que passar muito tempo na presença um do outro e decidir o futuro de um reino juntos. É melhor que vocês já comecem desenvolvendo certa intimidade, não acham?

Nada na terra conseguiria tirar a vontade de Chenle de gritar com seus pais pelas próximas horas que estavam por vir. A única coisa que ele conseguiu pensar era como sua mãe estava sendo hipócrita. Se quisesse que Chenle conhecesse Jeno melhor, não era mais fácil ter o avisado alguns meses antes de que ele seria seu futuro noivo? Era tudo tão injusto que o Zhong pensou que nunca seria capaz de perdoar seus pais.

- Claro, é uma ótima idéia. - Jeno sorriu para o mais novo, que retribuiu mais por obrigação do que por qualquer outra coisa. - Vou contar os minutos por esse dia.

Essa foi a última frase que Jeno disse, e primeira que ele disse apenas para Chenle, que o observou se afastar de si, reparando em como seu traje vermelho sangue caía bem nos seus longos ombros, seus cabelos pretos para trás davam um toque refinado em si, o deixando tão belo quanto já era. Se perguntava o que Lee Jeno estava pensando sobre o casamento, se tinha odiado tudo aquilo mais do que e estava apenas escondendo suas emoções em meio a sorrisos perfeitos que cegavam a todos. Naquele momento afastou essas perguntas de seus pensandos, não gostava de Jeno e não era a sua quase pena que faria começar a gostar agora. Não sabia se um dia chegaria a conhecer Jeno de verdade, além de não conseguir imaginar um futuro com o Lee, achava que ele era do tipo distante. Chenle não conseguia ver uma única forma de como aquilo poderia dar certo, de como ele e Jeno poderia dar certo. Além de o chinês odiar o Lee, os dois eram completos estranhos um para outro. Suas personalidades eram extremamente distintas e todos podiam ver aquilo. Aquele casamento já tinha nascido fadado ao fracasso, como seus pais não viam aquilo? Chenle se sentiu traído, seus pais o conheciam, sabiam que odiava quando o envolviam em algo e não o contavam. O básico de confiança deles era isso, entretanto seus pais o casaram com alguém que nem ao menos gostava, e não deram a mínima para sua opinião antes de pensarem nisso. Eles poderiam ter o perguntando pelo menos, sem dizer o real motivo, mas nem isso eles se deram o trabalho de fazer. Estava bravo com a situação e também, chatiado. Entendia que o reino vinha primeiro em qualquer decisão feita pelos seus pais, só não pensou que ele se enquadrava a isso também.

Ainda conseguia ver os Lee's entrando em sua carruagem e o colcheiro chicoteando o cavalo para que pudessem finalmente deixar o reino de Cornélia. Yanli e Quian estavam tensos, conhecendo o filho deles do jeito que conheciam, sabiam que um agradecimento e palavras bonitas não estavam por vir. Chenle reuniu toda raiva que sentia dos seus pais naquele momento, preparado para questionar a eles como puderam ser tão cruéis consigo.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...