1. Spirit Fanfics >
  2. KiriBaku It's Real >
  3. Treino Intensivo

História KiriBaku It's Real - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Eai pessoal?

Tem um monte de one shots que eu preciso trazer pra vocês aqui do Spirit, mas fiquem com essa que eu acabei de escrever hehehee

Boa leitura <3

Recomendo que escutem a música do link nas notas finais para entenderem a vibe do texto ok?

Capítulo 4 - Treino Intensivo


Não era incomum que o grupo, denominado carinhosamente como Bakusquad, se juntasse em treinos na academia da U.A. para aproveitar a companhia enquanto aprimoravam seus próprios físicos e habilidades. Mina costumava ensinar algumas posições de alongamento para Sero e Kaminari enquanto Bakugou corria na esteira e Kirishima ficava à postos na frente do saco de pancadas.

Geralmente eles conversavam sobre diversos assuntos enquanto se prestavam aos exercícios diversos, sempre trocando dicas e compartilhando de seus conhecimentos, mas uma coisa era notável e realmente intrigante para todos do grupo. Kirishima participava das conversas até certo ponto, pois em dado momento, ele colocava seus fones de ouvido e avisava que estaria fora do ar por algum tempo. Ele imbuia uma expressão séria e fechada, com os fones sem fio posicionados em suas orelhas enquanto ele distribuía socos e chutes de forma rítmica, elevando sua força em certos momentos como se algo o incentivasse a tal.

Bakugou ficava vermelho quando era pego pelos amigos encarando o ruivo em meio a sua corrida, felizmente a esteira ficava logo em frente ao local onde Eijirou trabalhava com seu treino e isso rendia ao loiro uma visão privilegiada das dorsais largas de Kirishima se retraindo e alongando a cada movimento. Quando o amigo tirava a camisa ele sentia que poderia tropeçar com os pés na lona e diminuía consideravelmente seu ritmo de corrida para ver o ruivo treinar.

- Ei cara, o que será que ele ta ouvindo pra treinar assim? – Kaminari questiona Sero enquanto tenta alcançar as pontas dos pés com as mãos enquanto estende suas pernas no chão. O moreno olha para o amigo e da de ombros sem conseguir chegar a uma conclusão.

- Não sei, mas ele fica bem mais focado, a gente podia perguntar – Hanta completa sua constatação enquanto grunhe pelo empurrão de Mina em suas costas para forçar seu alongamento ao limite.

- Ah, eu já sei. Vamos conectar o celular dele nos alto falantes junto com os fones, assim a gente vê a performance dele – A rosada comenta sorrindo com as mãos na cintura enquanto caminha discretamente até o banco onde o celular de Kirishima está. O ruivo percebe sua aproximação e aperta um dos fones para pausar a música que escutava.

- Aconteceu alguma coisa? – O ruivo pergunta ofegante, olhando para trás enquanto se apoia brevemente no saco de pancadas para tomar um fôlego. Bakugou coloca os pés ao lado da lona que continua rodando na esteira, fingindo se alongar enquanto observa com mais ênfase o corpo definido de Eijirou. Seu short de academia deveria ser um crime, por marcar tão bem sua bunda e agora o seu pau que com certeza ficaria marcado mesmo que houvessem dezenas de camadas de tecido por ali. Seu abdômen trincado fazia Katsuki duvidar muito da sua sexualidade. Na verdade ele sabia que era gay no momento em que olhou para o ruivo, mas agora pensava que na verdade era Kirisexual e não apenas um contexto geral de atração por homens.

- Nem, Kiri. Eu só queria usar seu celular pra fazer uma pesquisa, posso? – Ashido questiona com um sorriso meigo, não querendo revelar ao ruivo o que ela faria por saber que ele provavelmente ficaria tímido se soubesse que estava sendo assistido descaradamente.

O rapaz sorri com aqueles dentes afiados brilhantes e seus olhos se fecham um pouco pelo movimento de suas bochechas com o sorriso, fazendo Katsuki suspirar discretamente. Porra, por que tão lindo?

- Tudo bem, pode usar. Aproveita e coloca a próxima música pra mim por favor. – Kirishima diz completamente alheio ao plano dos amigos e volta a posicionar os fones, arrumando rapidamente as luvas pretas que envolviam seus dedos até a metade das juntas, com uma faixa firme em torno dos pulsos.

Mina faz a conexão com a caixa de som da academia e deixa o celular de volta no banco, dando início à próxima música da playlist que ela percebeu estar intitulada como “Treino pesado”.

A rosada volta para o local onde Sero e Kaminari estão sentados enquanto uma batida animada de eletrônica começa a soar nos alto falantes da academia, fazendo todos eles se entreolharem como se tivessem descoberto o enigma tão simples.

Bakugou desliga a esteira, inclinando-se sobre o painel com a garrafa de água em suas mãos enquanto observa o ruivo mover os ombros no ritmo da música enquanto posiciona seus braços na frente do corpo com os punhos cerrados no rosto. Seus pés saem do chão em pequenos pulos de um lado a outro, aumentando gradativamente junto com a batida frenética da música. Uma voz remixada repete várias vezes as mesmas frases e Eijirou parece estar se preparando.

Quando a música atinge o primeiro ponto alto, ele posiciona seus pés firmes no chão e começa a sequência de socos junto com as batidas da música. Direita, esquerda, direita e direita. Ele começa a distribuir seu punho pelo saco de pancadas cada vez mais forte pela batida animada e todos observam aquilo impressionados. Ele realmente toma consciência de cada aspecto da música, levando um chute alto que faz um barulho mais alto que a própria melodia frenética.

Essa repetição dura algum tempo até que a batida muda um pouco levando-o a socar ainda mais rápido, fazendo intervalos para trocar a base dos seus pés e elevar a eficácia do seu ângulo. Quando a música retorna ao trecho do início, ele novamente fica pulando de um pé ao outro, agora rodeando o saco de pancadas, fazendo com que Bakugou tenha uma visão melhor ainda do seu corpo na lateral. Seus cabelos estão sem o gel característico, então alguns fios grudam em sua testa pelo suor enquanto ele se concentra no saco de pancadas com um olhar intenso, como se ao menos piscasse para não perder de vista o seu “inimigo”. Algumas gotas de suor escorrem pelo seu peitoral e Katsuki nem se importa mais caso alguém veja sua observação descarada, afinal, a forma como os músculos dele tencionam e se definem cada vez mais a cada explosão de sua movimentação faz o loiro imaginar diversos cenários de como aquele monte de massa muscular pode se contrair em outros contextos.

Eijirou aperta ainda mais os punhos e se prepara socando repetidamente o saco de pancadas durante o trecho da música que tem batidas um tanto abstratas. Em alguns momentos da mixagem ele larga chutes e joelhadas no couro, fazendo o barulho estalado soar mais alto que a música.

A batida toma forma novamente com a letra e quando chega no ápice com o cantor gritando um “fuck you”, Kirishima grunhe alto com os dentes cerrados antes de voltar para a sequência de socos do começo com muito mais ênfase, rosnando realmente enraivecido como se expurgasse todo e qualquer estresse naquela sequência avassaladora. Seus olhos permanecem vidrados no alvo e sua força ainda maior se mostra na forma como o saco de pancadas pula com os golpes intensos. Sua expressão concentrada parece ter ainda mais raiva do que Bakugou é capaz de exprimir quando luta e aquilo hipnotiza por completo o loiro. É muito errado se sentir quente com o semblante agressivo no rosto de Eijirou enquanto ele rosna raivoso pelos golpes fodidamente fortes que despeja sobre o couro?

Aos poucos a música começa a regredir gradativamente e o mesmo acontece com a movimentação de Eijirou, quando ele deixa de socar e move seu corpo em esquivas imaginárias até se acalmar por completo. Quando a música acaba ele toca no fone de ouvido para pausar a próxima música e se afasta tranquilamente do saco de pancadas para poder pegar sua garrafa de água. Agora longe de sua concentração total, Kirishima percebe que todos os outros haviam parado seus exercícios e olhavam para eles boquiabertos, com exceção de Bakugou que o encarava mordendo o lábio inferior, enquanto um canto de seus lábios se curvava em um sorriso pra lá de indecente.

- Ué, o que foi? – Ele questiona tirando um dos fones de sua orelha e o grupo rapidamente procura disfarçar, buscando uma desculpa favorável para não revelarem que estavam vidrados na forma selvagem que Kirishima usa para treinar e se sentir mais motivado a bater a merda fora daquele saco de pancadas.

- A gente tava vendo seu treino pra aprender alguma coisa, sabe... – Sero comenta desviando o olhar, corado por ter sido pego em flagrante assim como os outros. Mina e Kaminari concordam, sentindo-se ofegantes como se eles mesmos estivessem fazendo aquela série de treino de Kirishima.

O único que não se vê abalado ou constrangido é Bakugou, que apenas resolve tocar no assunto como se ele já não soubesse o que está por trás de tanta motivação no treino do amigo.

- Porra, o que você escuta pra sair socando o negócio desse jeito? – Ele questiona apoiando a cabeça na mão enquanto bebe mais alguns goles de água. Eijirou fica corado pela pergunta e coça a nuca meio sem jeito, dando risada do questionamento repentino.

- Eu gosto muito de eletrônica, me deixa animado – Ele responde dando de ombros e Bakugou sorri faceiro, descendo da esteira enquanto tira a camisa para joga-la sobre o ombro, preparado para sair e ir tomar um banho. Ele caminha vagarosamente até o ruivo e os outros colegas ficam em silêncio apenas fingindo treinar enquanto observam essa interação acontecendo.

Katsuki para ao lado de Kirishima e pousa uma mão sobre a cintura dele antes de aproximar o rosto do ouvido dele onde não havia mais o fone, sussurrando com malícia e sorrindo ao notar o rubor ainda mais intenso nas bochechas do ruivo.

- Quero ver você socando outra coisa ao som disso, qualquer dia desses...


Notas Finais


https://www.youtube.com/watch?v=eOofWzI3flA

Amo demais essa música e direto eu treino com ela, realmente dá um ânimo da porraaaa.

Até mais <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...