História Kiribaku Uma noite - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Eijirou Kirishima, Katsuki Bakugou
Tags Bakugou, Eijirou, Gay, Katsuki, Kiribaku, Kirishima, Lgbt, Yaoi
Visualizações 35
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, vamo que vamo neh

Capítulo 2 - 2 - Conselhos de uma roqueira apaixonada


Jirou me acompanhou até os nossos dormitórios.

— Cara, quer desabafar? Você parece estar muito mal…

— É só que… — Minha respiração e meus batimentos cardíacos ficaram frenéticos. — Eu to apaixonado. — A frase saiu quase que num sussurro.

— QUE? — Jirou virou seu corpo bruscamente. — Calma, vamos pro seu quarto conversar melhor.

 

Narrador

 

E assim os dois caminharam lentamente e silenciosamente até o quarto do Sr. Biribinha.

 

— Ok, pode falar agora.

Kyoka estava desconfiada, aquilo era uma brincadeira do loiro? Se bem que não é algo do estilo do mesmo, mas pensar que Bakugou havia se apaixonado por alguém… Talvez o fim do mundo estivesse próximo. Mas, o que ela poderia julgar? A de cabelos roxo também estava apaixonada.

 

O loiro sentou na própria cama, coçando a nuca e escolhendo as palavras adequadas para dizer o que se passara.

— Bem… Eu e o Kirishima… — Fora interrompido.

— Calma, você é gay? O Kirishima eu já sabia, mas você? Gente que novidade. — Pôs as mãos sobre a boca, demonstrando surpresa.

— Cala a boca e me escuta que vem merda pela frente. — Bakugou soltou um longo suspiro. — Eu e ele… nós meio… que transamos… ontem… — Kyoka ficou de boca aberta, estava perplexa. — E eu gosto dele, mas não sei como falar…

— Mas vocês transaram. Tem declaração maior que essa? — As mãos que estavam na boca da garota agora estavam na cintura da mesma.

— A gente só transou porque a Mina tinha me drogado.

— Seja mais específico, por favor.

— Tsc. A Mina me deu um copo de água misturado com anis. — Riu sem graça.

Kyoka riu.

— Só avisando que… to rindo porque eu não faço a mínima ideia do que seja "anis".

— É uma planta que pode ser usada como estímulo sexual. Resumindo. — O loiro fixou o olhar para a janela de seu quarto.

— Então tipo, você ficou duro? Do nada?

— Exato… Eu só queria saber da onde ela arranjou tanta daquela porcaria.

— A Mina queria juntar vocês faz um bom tempo, tá ligado? Tipo, ela dizia que vocês eram como ketchup e mostarda.

— Que ridículo.

— Né, mas você gosta dele.

 

Os dois ficaram num total silêncio.

 

— E o que eu faço? — Os olhos cor de rubi se direcionaram para Kyoka.

— Conversa com ele. O Kirishima é um cara top, ele vai entender, sabe? Se ele transou com você… — A garota desviou o olhar, envergonhada.

— É… Talvez.

 

O silêncio voltou.

 

— Cara, é sério?

— O que?

— Que tu’ tá’ apaixonado, ué. — Falou como se fosse óbvio.

 

— É… Nem eu acredito…

 

Kyoka começou a rir.

— EU NÃO ACREDITO!!! PFFFFFT!! — Ria desesperada.

— CALA A BOCA! EU SEI QUE É ESTRANHO PORRA! — Começou a formar explosões de suas mãos. — MORRA! — Direcionava as explosões à Jirou, sem reais intenção de machucá-la.

 

Por mais estranho que parecesse, Bakugou entendia o quão estranho era tal situação. Estava apaixonado, e o único sentimento que teve que chegou perto de tal, foi quando teve uma quedinha pelo maldito Deku, mas talvez fosse inveja, ele não via diferença e nem fazia questão de se importar.

 

— Gente, to’ acreditando não! — E voltou a gargalhar alto e nada bonito.

— Para de me zoar, você deve ter gostado ou tá’ gostando de alguém também, num’ é? — Ele conhecia muito bem a garota, e sabia que ela ficava vermelha quando um certo alguém desprezível chegava perto dela.

— QUE?! NÃO! T-talvez? QUE? — A garota sentiu o rosto ferver e pôs as mãos sobre a face corada.

— Eu disse! To’ certo! .... Acho que to assistindo muito Naruto-

— Credo… Que desesperador…

— Por que?

— 1° Bakugou apaixonado. 2° EU to apaixonada. 3° Bakugou se importando comigo(?). 4° EU TO APAIXONADA! — Falava desesperada.

 

— Ei, se acalma aí, tive a mesma sensação quando acordei na cama do Kirishima. — Zombou.

 

— Olokinho meu… — Jirou ficou vermelha e Bakugou riu fraco.

 

— É ruim eu querer transar com ele de novo?

 

— Cara, conversa com ele, beija ele, transa com ele. Vai na fé.

— Melhor plano impossível. — Disse num tom sarcástico.

— Óbvio. Tá’ falando com a segunda melhor estrategista do Bakusquad! — Colocou a mão no peitoral, tal como se estivesse se glorificando.

— E quem é o primeiro? — Falou como se já soubesse a resposta.

 

— … A Mina! — Katsuki ficou surpreso com a resposta. — Cara, ela comprou anes ou sei lá o que só para fazer você é o Kirishima transarem! Quem pensaria nisso? — Ela riu.

 

— 1° É “anis”. — A Roxeada deu de ombros. — E segundo, foi tudo esquematizado, sacou? — Kyoka sorriu, zombando Bakugou internamente. — Eu que montei todo esse plano pra eu conseguir transar com o Kirishima, estou aqui falando contigo só pra parecer menos planejado.

 

Kyoka não se aguentou e caiu na risada, ou melhor, na cama de Katsuki.

— Você é um gênio! Parabéns biribinha! — Sua barriga doía de tanto rir.

— E você tem alguma dúvida? — Agora os dois riam juntos.

 

Kyoka Jirou e Katsuki Bakugou ficaram o resto da tarde conversando e se zoando. Aquilo fazia tão bem para Bakugou quanto para Jirou.

Para Katsuki porque isso o distraia de Kirishima, e para Kyoka que se distraia de Momo...


Notas Finais


Que a amizade de Jirouzin e Bakugay seja preservada para sempre, amém


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...