1. Spirit Fanfics >
  2. Kirishima, o ômega lendário >
  3. Os príncipes

História Kirishima, o ômega lendário - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Bom...demorei
DEMOREI MUITO!!!
MOTIVO: VOLTA AO INFERNO!(tradução: escola)
Espero que gostem!

Capítulo 6 - Os príncipes


Era noite, horário certo onde Bakugou, Kirishima e os outros pegariam os príncipes e começariam sua jornada até o Reino Mongol...  Todos em guarda, espadas em mãos, olhos atentos, quase ameaça poderia ser destrutiva, tanto para eles como para os príncipes, e todo o reino pagaria.

A carruagem já estava posta, com os 5 soldados na guarda, apenas esperando o imperador e os príncipes, que de acordo com Bakugou, já estavam a caminho.

- Não acha que eles estão demorando um pouco demais?- Kirishima já estava um pouco preocupado.

- Não se preocupe, Katsuo. Eles estão chegando… olhe!- Bakugou apontou para a saída dos fundos do castelo, onde 4 silhuetas se moldavam na luz de uma tocha.

- São eles!- Kirishima avisou aos outros , com um sorriso no rosto.

As silhuetas deram lugar a corpos, o imperador e os príncipes viam silenciosamente, se escondendo a sombra da noite.

Eles desceram as escadas que levavam até a sua carruagem, mas antes de subirem, o imperador se despediu.

- Meus filhos, eu sinto muito pelo que terão de fazer, mas… eu quero que vocês me prometam que irão fazer seu dever, independente de sentimentos?

- Claro, não iremos o decepcionar, querido pai.- os príncipes, com leques tampando parte 
seus rostos, responderam.

E se virando, passaram por Bakugou e Kirishima, e se curvando os cumprimentaram.

- boa noite, comandante Bakugou e Red Riot.- eles se referiam a Kirishima, já que todos o chamavam assim.

- boa noite vossas altezas.- Kirishima se curvou de uma forma bem exagerada, que arrancou risos dos príncipes.

- Boa noite; Kaminari, Aoyama e Deku.- Bakugou falou, dando um sorriso irônico aos príncipes, porém, esta "educação" despertou a fúria de Red Riot, que ficou boquiaberto com tamanha arrogância

- Comandante Bakugou! Perdão, porém não posso deixar de falar o quão isso foi arrogante. Precisa ter mais respeito com os príncipes.- Kirishima fez um bico muito fofo

- Ora herói Red Riot, não se preocupe, Bakugou é assim mesmo.- o imperador falou rindo.- e antes que eu me esqueça, o meu conselheiro irá com vocês.

- O conselheiro Monoma?- os soldados perguntaram perplexos.

- sim. Irá apenas como guia e observador. Pode vir Neito Monoma.

Monoma apareceu com seu pergaminho, mas, em vez de seu semblante superior, estava com uma cara cabisbaixa.

- ok… era só isso? Podemos ir agora?- Kirishima estava meio desconfortável.

- Não! Eu achei só vocês um número pouco, então tomei a liberdade de contratar outros dois soldados, e encontrei dois que disseram já trabalhar com você Katsuo.- ao mesmo tempo que o imperador falava, Kirishima ficou confuso, ele nunca trabalhou de verdade no exército, quem podia ser?

- obrigada por nos apresentar, imperador all migth.- uma voz feminina, porém conhecida por Kirishima se fez presente, o arrepiando até os ossos.

Então duas pessoas se apresentaram, porém seus rostos estavam tampados pelo véu da noite, impossibilitando a vista dos soldados. Mas, dando alguns passos, o breu se dispensou, dando lugar a dois rostos, que por incrível que pareça, foram reconhecidos por Kirishima.

- Mina? Tetsu? O que estão fazendo aqui?- sua expressão era confusa, assustada e perplexa.

- OIÊ! Meu amorzinho! Quem diria, você virou herói da China, isso é tão legal! Né Katsuo,ou melhor, Red Riot?- Mina fez uma cara assustadora, além de piscar o olho esquerdo

- Éhhh! Claro!- Kirishima riu de nervoso, logo em seguida, foi até Tetsutetsu, apertou sua mão e sussurrou em seu ouvido.

- até que você fica bonito sem ser um grilo Tetsutetsu.- riu do rosto corado de Tetsu.

- e mesmo que você esteja nessa vibe de alfa, sua bunda continua sendo bem empinada. Não é? Kirishima Eijiro.- sussurrou de volta 

Kirishima ficou totalmente da cor do próprio cabelo, e deu um tapa enorme na cara de Tetsu, que transformou o rosto em puro aço. 

- SEU IDIOTA!!- Kirishima virou a cara, emburrado.

- o que tá acontecendo, que eu ainda não entendi?- Sero estava confuso, porém seus olhos se mantinham no príncipe loiros de mechas negras.

- Não é nada! Vamos altezas, se acomodem na carruagem, a viagem será bem longa.- falou dando um belo sorriso, algo que incrivelmente, acalmou os príncipes, que estavam meio receosos em viajar.

- certo, Katsuo Kirishima. Vão primeiro meus irmãos, preciso conversar com Katsuo primeiro.- o príncipe Aoyama com um belo sorriso, pediu espaço aos irmãos. Que aceitaram.

Enquanto Midoriya e Kaminari caminhavam até a carruagem, passaram pelos soldado, que deram uma pequena reverência, até que quando se levantaram, houve uma troca de olhares, Todoroki e Sero, ficaram maravilhados com tanta beleza, era realmente amor a primeira vista, Midoriya, ficou hipnotizado pelo olhos heterocromáticos de Todoroki, e Kaminari, pelo sorriso de Sero. Um suspiro apaixonado saiu de suas bocas. E quando Todoroki e Sero pegaram suas mãos para ajudá-los a subir na carruagem, seus rosto ficaram quentes e seus corações bateram freneticamente.

- obrigada. Éh…- Midoriya queria saber o nome do dono daqueles cabelos bicolores

- Shouto Todoroki. Ao seu dispor!- Todoroki se  abaixou novamente, se despedindo e indo embora, corado de uma forma que nunca havia ficado antes.

- E quem seria você?- Kaminari perguntou ao dono daquele lindo sorriso.

- Meu nome é Hanta Sero, muito prazer!- também se despediu, indo embora com um de seus maiores sorrisos.

Com Kirishima, Bakugou e Aoyama…

- o que gostaria de conversar conosco, vossa alteza?- Kirishima ficou meio preocupado.

- só gostaria de ter certeza de que eu e meus irmãos estamos seguros com vocês, não me perdoaria se acontecesse algo aos meus queridos irmãos, sou o irmão mais velho deles, e mesmo sendo um ômega, meu dever é protegê-los.- Aoyama abaixou os olhos, estava mesmo preocupado.

- muito nobre de sua parte, príncipe Aoyama. Não se preocupe, tanto você quanto seus irmãos estarão seguros conosco.- Kirishima bateu os as duas mãos uma na outra, mostrando confiança. 

Tanto Aoyama e Bakugou deram um sorriso, porém, por motivos diferentes, estava óbvio que Aoyama estava feliz de estar com alguém confiável, porém, com Bakugou era diferente, seu, raro, sorriso, era tanto de orgulho, como de algo mais, que o próprio não sabia explicar.

- Bom, Aoyama, tá bom o papo, mas temos que colocar a carruagem na estrada, vamos lá. LIDA! AJUDA O AOYAMA A SUBIR NA CARRUAGEM!- Bakugou gritou.

- EH PRÍNCIPE AOYAMA!!! MOSTRE RESPEITO BAKUGOU!!!- Kirishima não tinha mais tanto medo de gritar com seu superior.

Aoyama apenas riu e seguiu até a carruagem, onde pegou a mão de Lida, que mal olhou para o seu rosto, porém na subida, seu sapato caiu, e o mesmo deu um passo para trás para pegá-lo, porém Lida foi mais rápido, pegando o sapato e dando para o príncipe, finalmente, olhando em seus olhos. E tantos os olhos roxos de Aoyama, quantos os azuis de Lida, se encontraram, fazendo o tão clichê, Amor a primeira vista.

- que clichê!- Bakugou reclamou

- Calado!- disse Kirishima um pouco irritado

E com isso, todos embarcaram em seus cavalos e seguiram a viagem, mal sabendo que estavam sendo observados por grandes olhos vermelhos e um sorriso ameaçador

E assim nossa aventura continua… o que será que espera os nossos heróis? Descubra no próximo capítulo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
E como a segunda parte não vai ser 100% inspirado em Mulan, podem dar opiniões
Tá!
Valeu, fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...