1. Spirit Fanfics >
  2. Kiss and make up - Namgi >
  3. Touch me like you touch nobody

História Kiss and make up - Namgi - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa one shot é inspirada na música "Kiss and make up" da Dua Lipa com o Blackpink.
Espero que gostem e...
Boa leitura!

Capítulo 1 - Touch me like you touch nobody


Fanfic / Fanfiction Kiss and make up - Namgi - Capítulo 1 - Touch me like you touch nobody

YOONGI POV


- E foi isso que aconteceu Jin hyung - termino a história apoiando meu rosto entre as mãos.

JN- Tenso...

Vocês não devem estar entendendo nada do que está acontecendo, então vou explicar à vocês. Namjoon e eu estamos ou estávamos namorando há um ano, tudo lindo e maravilhoso até que ele cismou que o Hoseok - um cara do meu trabalho - estava dando em cima de mim, só que isso não tem nada a ver com o que aconteceu, ele apenas estava me ajudando e esse simples mal entendido gerou muitas brigas até que ele não aguentou e disse que queria dar um tempo na nossa relação. Só que esse tempo já faz três semanas e não sei mais o que pensar, pois quando nos vemos em algum lugar ele me ignora, não responde minhas mensagens nem minhas ligações. Tenho medo que depois desse tempo Namjoom termine de vez comigo e eu não quero que isso aconteça, o amo muito não quero perdê-lo por algo tão bobo. Vim aqui na casa do Jin, meu melhor amigo, para ver se eu me distraía um pouco, assim não fico tão mal e sozinho no meu apartamento.

- Tenho medo que o Namjoon termine comigo por isso, sabe?! - uma lágrima solitária escapa marcando a minha bochecha, mas logo trato de limpá-la.

JN- Ei! - senta ao meu lado - Não quero te ver mal por causa disso, ouviu?! - aceno com a cabeça - Então... eu e o Tae vamos à uma festa hoje à noite, é la naquela nova casa noturna, o que acha de ir com a gente?

- Não sei... Acho que não é uma boa idéia.

JN- Você vai! Vem! Vamos nos arrumar - Jin me puxa pelo braço até o seu quarto para nos arrumarmos.


( ... )


Demoramos um pouco para terminarmos de nos arrumar, Taehyung ficou meio bravo por isso, mas o importante é que agora estamos indo para a tal festa. Só que... agora que realmente estamos indo, fiquei meio desanimado, não estou com mais vontade de ir, Namjoon e eu demos um tempo acho que não seria certo eu sair por aí, mas acho que se eu dizer para o Jin que quero ir embora é capaz dele me bater.

Chegamos no lugar e fico impressionado com o quão cheio ele está, o lugar tem várias luzes coloridas, mas o roxo predomina o lugar, em um lugar alto o DJ tocava algo, do outro lado tinha o bar com algumas cadeirinhas na frente e na pista muitas pesskas dançavam e se pegavam. Taehyung me deu uma pulseirinha vip, assim vou poder beber e fazer tudo o que quiser nessa coisa.

TH- E aí Yoongi?! Está gostando daqui? - pergunta gritando por conta do barulho.

- Estou! Muito melhor do que ficar em casa chorando.

JN- Assim que se fala. Nós vamos dançar, tá bom?! - nesse momento vejo Namjoon surgir com mais dois amigos e aquela loira oxigenada.

- C-claro Jin! Eu vou... No bar beber um pouco - saío dali rapidamente indo direto para o bar.

Eu não acredito! Passei essas duas me sentindo mal por causa do "tempo" que ele pediu no nossa relacionamento, chorei, me senti uma bosta por dias e é isso que ele tem feito nesse "tempo"? Isso é ridículo. Quer saber... Vou me acabar em bebida e foda-se. E o que mais me impressiona é que eu não posso continuar trabalhando lá na cafeteria por causa do Jung, mas ele pode continuar andando com essa loira oxigenada do caralho que está tudo bem. Hipocrisia pura.

Me sento em um dos banquinhos da frente do bar e logo peço uma dose de algo bem forte para o barman, que realmente dá o que pedi, desceu minha garganta queimando, mas tudo bem, foi o que tinha pedido. Depois de mais algumas doses eu nem vou mais sentir, espero que não.


( ... )


Realmente... Não estou sentindo mais nada, foram tantas doses que nem sei dizer o número exato, minha cabeça roda um pouco e meu corpo está mole, mas acho que isso é normal, não é?! Olho para a pista de dança e lá no fundo vejo aquela piranga bípede dando em cima do Namjoon e ele não fez nada! Peço ao barman mais uma e a minha última dose, eu a bebo em um gole só e logo largo o copo no balcão novamente. Me levanto meio cambaleante pronto para ir embora desse lugar, não faz mais sentido ficar aqui, não sei onde o Jin e o Taehyung estam, chega de bebida para mim e estou sozinho para completar, é melhor ir para casa.

Eu ando meio que tropeçando em mim mesmo até a rua, meu plano é chamar um uber para ir para casa, só que esse plano foi interrompido por alguém que me puxa fortemente pelo braço e me prensa na parede mais próxima. Fecho meus olhos fortemente por conta do impacto e quando abro.... O Hoseok estava na minha frente.

- Oi Jung! Nem tinha te visto lá dentro - falo mascarando o meu nervosismo.

HS- Pois é, eu também não tinha te visto - sorri de um jeito cafajeste, que está me assustando - Agora que nós encontramos podemos fazer coisas bem interessantes, não acha?! - se aproxima de mim, porém eu consigo desviar.

- Eu não quero, obrigado. Eu ainda estou namorando e preciso ir embora - tento sair, mas o outro segura o meu braço mais forte e me joga na parede novamente.

HS- Então quer dizer que você e o sem sal do Namjoon não terminaram?! Mas que bosta - ri anasalado - Porém isso não vai mais me impedir de tentar algo com você.

Ele sorri mais malicioso ainda me deixando mais apavorado e nervoso, o Jung segurava os meus dois braços bem apertado e aproximava seu rosto do meu até que...



NAMJOON POV


- Eu não aguento mais esse tempo - falo com a cabeça apoiada na mesa - Quanto tempo esse tempo vai durar?

JM- Namjoon hyung, você sabe muito bem do que eu acho desse tempo que você deu no seu namoro com o Yoongi, estão cala a boca - fala irritado. Até entendo ele, Jimin não me aguenta mais eu aqui na casa dele e do Jungkook reclamando de um tempo que foi eu que pedi.

JK- Olha hyung... O Jimin está certo. Ah! E eu falei com o Tae, ele disse que o Yoongi está mal - depois dessa frase fico com peso na consciência.

Poderia apenas voltar para o Yoongi, dizer o quanto o amo e o quanto senti sua falta, mas... Não me sinto pronto para isso. Queria resolver tudo o que estou sentindo dentro de mim para depois voltar com o Yoongi, mesmo que esteja doendo, vou esperar mais um pouco. No fim Jungkook e Jimin me arrastaram para uma festa para dar uma relaxada e no caminha acabamos encontrando a Jessica, uma amiga nossa, porém acabo lembrando quebo Yoongi não confia muito dela - ele a chama de piranha bípede - Então resolvo manter distância dela para evitar qualquer tipo de mal entendido.

O tempo foi passando nós bebíamos enquanto conversávamos em um canto do lugar, Jimin e Jungkook se pegando como sempre, Jessica e eu apenas conversando, nada demais. Acho que o Yoongi tinha razão, ela nunca quis só amizade comigo, Jessica ficou o tempo todo se insinuando, mesmo eu deixando claro que não quero ela continua fazendo e isso me deixa enojado. Bem que o Yoon tinha me falado sobre isso, e eu nem o escutei.

JK- Hyung?! - me chama - Aquele lá não é o Yoongi? - olho para onde ele apontava e realmente era o Yoongi lá.

- É sim... - fico meio sem reação.

Ele está tão bonito. Com aquela roupa reveladora e sexy, que com certeza é do Jin e não dele, porém Yoongi parece triste, cabisbaixo, Taehyung falou a verdade sobre ele estar mal e também já perdi a conta do quanta bebida o Min já bebeu, ele só faz isso quando quer esquecer algo.

Estou tão tentado em ir até ele, pedir desculpas e leva-lo para casa, pois sei o quão insuportável Yoongi fica quando está de ressaca, porém na situação atual eu cuidaria dele de ressaca todos os dias apenas para voltar duas semanas atrás e não ter pedido esse tempo idiota.


( ... )


Já é duas horas da manhã, mas pelo incrível que pareça ainda tem muita gente aqui na festa, inclusive o Yoongi, que ainda está aqui e bebeu por umas cinco pessoas. Óbvio que fiquei cuidando dele o tempo todo, para que nenhum cara pervertido se aproxime ou tente se aproveitar dele. 

Depois de mais algumas doses Yoongi se levantou, com um pouco de dificuldade e foi embora. Eu até teria ficado tranquilo, porém eu vi o Jung ir atrás dele, então não fiquei parado, me despedi dos meus amigos, peguei minhas coisas e logo fui atrás deles. Não confio naquele cara, nunca confiei, mas o plano é apenas observar, não quero que o Yoongi me perceba aqui.

Nem preciso dizer que o plano não deu certo. O Jung logo de cara já puxou o MEU Yoongi para uma parede e começou a falar umas coisas bem sem noção, o Min disse claramente que não queria nada porque tinha um namorado, porém esse babaca ignorou isso e avançou. Então... obviamente eu avancei nele. Taquei ele no chão e nesse instante comecei a distribuir diversos socos na cara do Jung, o mesmo até tentava revidar e tentar sair por cima, mas não conseguia, pois sou bem mais forte. Se Yoongi não tivesse gritado para mim parar com aquilo, com certeza só teria parado quando aquele idiota estivesse desfigurado.

YG- O que está fazendo aqui? Hein? - fala com raiva - Veio jogar na minha cara que estava certo sobre o Jung ou veio terminar comigo de vez pra ficar com aquela piranha oxigenada?

- Não vim fazer nada disse - respondo calmo - Vim aqui pra te levar pra casa.

YG- Hahaha - ri sem humor - Meu cu, Kim Namjoon! Me levar pra casa é o caralho! Eu sei ir sozinho - e se vira para ir embora.

Antes que Yoongi pudesse se afastar demais o seguro pelo braço e o coloco em minhas costas o levando para o meu carro, ele se debatia e gritava para tentar ir embora, mas eu não deixava. O coloco no banco do passageiro junto com o cinto de segurança e depois começo a dirigir para o seu apartamento. O caminho todo foi silencioso preencido apenas pela música que tocava no rádio e as fungadas baixinhas que Yoongi tentava disfarçar, eu sabia que ele estava chorando do meu lado e me doeu tanto aquilo, pois parte daquele choro era provavalmente a minha culpa. Quando chegamos na frente do prédio Yoongi saiu rapidamente do carro, porém eu saí logo atrás dele.

YG- O quer Namjoon? Já me trouxe pra casa, muito obrigado, agora pode ir embora - fala com um tom de voz magoado.

- Eu sou seu namorado, por que iria embora? - ele se virou novamente para a porta a abriu e seguimos o caminho até o apartamento novamente em silêncio.

- Vai tomar um banho e quando voltar nós vamos conversar.

O baixinho não disse nada apenas se virou e seguiu até o banheiro. Enquanto ele estava lá aproveitei para dar uma boa olhada na casa e para a minha surpresa tudo estava no exato lugar em que eu deixei quando saí, Yoongi deixou tudo organizado no lugar em que sempre colococamos as coisas. No nosso quarto a mesma coisa, tudo do jeitinho que sempre esteve, nesse momento me bate uma emoção... Fico tão arrependido de tê-lo deixado aqui sozinho, mesmo que tenha sido por apenas duas semanas, imagino o quão ruim deve ter sido para o Yoon ter ficado em um lugar onde tudo lembrava nós dois.

Sento no colchão admirando todo o quarto e também pensando no que falaria para o Yoongi, pois uma simples desculpa não basta, dessa vez é para valer, vou parar de ser tão inseguro! Não quero que essa insegurança e desconfiança acabem com o meu relacionamento, eu amo esse meu baixinho irritado e quero ficar com ele por toda a minha vida. Depois de mais alguns minutinhos Yoongi aparece no quarto com o cabelo molhado e com um roupão de banho branco que cobria até metade de suas coxas - tão lindo, ele se senta ao meu lado com a cabeça abaixa, evitando olhar para mim.

- Yoongi?! - o chamo. Ele estava com a carinha inchada de choro - Queria te pedir desculpas pela briga por causa do Jung, não deveria ter ficado bravo por algo que nem tinha acontecido.

YG- Me desculpa também. Eu disse coisas não tão legais naquela hora, mas foi tudo da boca pra fora. E também... eu deveria ter percebido e acreditado em você que ele não queria só amizade.

- Não tem que se desculpar por isso - o trago para o meu colo - Eu te amo tanto. Senti sua falta.

YG- Eu também senti sua falta Namjoonie.

Não sei quando foi que o clima ficou tão quente como agora, só sei que estou gostando. Nós nos beijávamos loucamente como se não tivéssemos feito à séculos, Yoongi já iniciava movimentos lentos com o quadril em meu membro que já começava a acordar. Troco brutalmente de posição ficando em cima dele, os meus beijos desceram para o pescoço e clavícula arrancando gemidos manhosos e arfares pesados do menor. Tiro o seu roupão devagar e jogando bem longe no quarto, logo percebo que ele não usava mais nada, me fazendo sorrir malicioso com aquela bela visão que tinha.

Me pegando de surpresa Yoongi pula em cima de mim voltando com o ósculo cheio de amor e tesão de alguns minutos atrás, ele tira a minha blusa e logo depois minha calça e cueca deixando meu membro ereto totalmente liberto. Apenas para me provocar Min lambe apenas toda a extensão do pênis e chupa a cabecinha, perdendo a paciência agarro seus cabelos e empurro sua cabeças um pouco para baixo, entendendo o recado, Yoongi passa a chupar todo o meu pau com a habilidade que apenas aquela linguinha tinha. O branquinho ia para cima e para baixo tentando me dar o máximo de prazer possível, se engasgava algumas vezes, porém continuava o que fazia e eu apenas sabia gemer rouco e alto. Esse garoto vai me levar a loucura.

Depois de mais algumas chupadas e muitos gemidos gozei na boca do meu Yoonie, sem deixar tento nenhum para ele recuperar o fôlego já o deito na cama novamente, lhe dou um beijo casto e vou descendo até chegar em seu buraquinho pulsante. Inicialmente dou apenas uma lambida, para provocar como ele fez comigo antes, mas no minuto seguinte passei a chupar e lamber aquele buraquinho com gula, o maltratando com a minha boca e também com os meus dedos. Yoongi odiava incomodar os vizinhos, por isso abafava oa gemidos com a mão, mas eu queria tanto ouvi-los...

 Por isso, sem aviso nenhum o penetrei de uma vez só logo ouvindo o seu gemido alto que mais se assemelhou à um grito. As estocadas já começaram fortes e fundas acertando logo de primeira a próstata do pequeno, nossos gemidos se misturavam formando uma música especial para um momento que é apenas nosso.

YG- Nam... Jonie! Ah! Mais rápido, por favor... - pede entre gemidos.

Como não podia negar esse pedido, levei as pernas do menor até meus ombros e logo voltei a estoca-lo sem dó nem piedade, a cama rangia tanto que amanhã acho que teremos problemas. Quando seu buraquinho começou a se contrair percebi que logo ele gozaria e para ajudar, passei a masturba-lo na mesma intensidade que o estocava. Só mais algumas poucas estocadas e Yoongi gozou em seu abdômen, eu vim logo depois me desfazendo em seu interior. 

Depois que consigo normalizar a minha respiração me retiro de dentro dele e o puxo para perto de mim, Yoongi fica tão lindo e manhoso após o sexo, parece um gatinho. O menor se agarra em mim e logo diz bem baixinho "Eu te amo", e prometemos que mesmo com todas as brigas iriam vir as desculpas e o amor prevaleceria.

 

I, I, I, I, I, I, I, I, I
Feel like we about to break up
I, I, I, I, I, I, I, I, I
Just wanna kiss and make up one last time

Eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu

Sinto que estamos prestes a terminar

Eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu, eu

Só quero beijar e fazer as pazes uma última vez

Touch me like you touch nobody
Put your hands all up on me
Tired of hearing sorry
Kiss and make, kiss, kiss and make up
How about we leave this party?
'Cause all I want is you up on me
Tired of hearing sorry
Kiss and make, kiss, kiss and make up

Toque-me como você nunca tocou ninguém

Coloque suas mãos em cima de mim

Cansada de ouvir desculpas

Beijar e fazer, beijar, beijar e fazer as pazes

Que tal sairmos dessa festa?

Porque tudo que eu quero é você em cima de mim

Cansada de ouvir desculpas

Beijar e fazer, beijar, beijar e fazer as pazes


Fim.




Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Por favor favoritem e comentem bastante, dêem uma olhada nas minhas outras fics e quem quiser pode entrar no grupo do whats
https://chat.whatsapp.com/DUkHqmSPaGf3W587AsDwyy
Obrigada por lerem, até a próxima e...
😘😘😘 da Isa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...