História Kiss Bang - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 74
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Esposa em Furia


Fanfic / Fanfiction Kiss Bang - Capítulo 2 - Esposa em Furia

Sakura pov's

 

Na manhã do flagrante....

 

Eu me levantei cedo porque tinha que terminar de arrumar a minha mala já que ontem por conta da “Brincadeirinha” com Sasuke eu não havia conseguido. Sasuke ainda estava dormindo, fiquei o olhando por um certo tempo.

 Eu tinha que admitir Sasuke era lindo, sempre foi considerado um garanhão e quando ele disse para os amigos que nos iriamos nos casar todos ficaram espantados, um de seus amigos me disse que eu deveria ter cuidado afinal ele já havia sido de muitas e possivelmente não ficaria preso a apenas uma, além disso eu perdoei várias traições dele no decorrer de nosso namoro, eu sei que deveria ter terminado com ele, mais algo sempre me impedia, ele tinha uma lábia... Pensava sobre isso enquanto terminava de arrumar as minhas coisas, fechei a mala e logo em seguida fui para o banheiro.

Tomei um bom banho em seguida voltei para o quarto, assim que voltei notei que Sasuke estava acordado.

 

-Quando você volta? Perguntou ele ao se sentar na cama.

 

-Dentro de dois dias.

 

-Que merda!

 

Dei um breve sorriso enquanto abria o guarda-roupas.

 

-Querido eu sei que você odeia ficar sozinho, mas eu preciso ir.

 

-Entendo.

 

-Não vai ficar chateado não né?  Perguntei isso enquanto vestia a roupa.

 

-Não.

 

-O que fará nesses dois dias de liberdade?

 

-Acho que vou ir jogar futebol com os meninos, beber algumas cervejas e me masturbar assistindo algum pornô.

 

Comecei a rir quando o ouvi, em seguida peguei a escova e comecei a pentear os cabelos.

 

-Que horas e o seu voou?

 

-As 10:00.

 

-Quer que eu te leve ao aeroporto.

 

-Não precisa, eu vou de Uber mesmo.

 

-Tem certeza?

 

-Sim.

 

-Ok então.

 

-Eu preciso ir, não posso chegar atrasada. Disse isso enquanto passava um batom nos meus lábios.

 

Sasuke se levantou da cama, vestiu sua cueca e então se aproximou de mim e me abraçou por trás.

 

-Sentirei Saudades.

 

-Eu também querido.

 

Me virei de frente pra ele e lhe dei um breve selinho.

 

-Vamos?

 

-Claro.

 

Sasuke rapidamente pegou a minha mala e então fomos em direção a porta, saímos do quarto, descemos as escadas enquanto eu chamava o Uber, assim que chegamos na sala eu fui em direção a porta e abri a mesma. Creio que ficamos ali por cerca de uns 5 minutos até o Uber chegar, Sasuke me ajudou a colocar a mala no carro em seguida nos despedimos e então eu fui em direção ao aeroporto.

Me lembro de ter enfrentado um puta de engarrafamento de mais ou menos 40 minutos até chegar perto do aeroporto, eu estava quase descendo quando recebi uma ligação de Hinata.

 

-Oi amiga.

 

-Oi gata, Onde você tá?

 

-Indo para o aeroporto.

 

-Pode voltar para casa, tudo foi cancelado, aqueles putos cancelaram tudo de última hora.

 

-Aff, que droga, então voltarei para casa ainda bem que eu não tinha entrado no avião.

 

-Bom eu espero você na empresa amanhã ok?

 

-Claro.

 

Ambas desligamos o celular e eu pedi para o motorista dar meia volta.

 

------------------------

 

Quando cheguei em casa tudo estava estranhamente silencioso, coloquei a mala próxima a porta e assim que fechei a porta ouvi quase que um gemido vindo do quarto, confesso que nesse momento o meu coração disparou, com calma subi as escadas e então ouvi o que eu mais temia.

 

-Ah, isso Sasuke me fode gostoso.

 

Quando ouvi isso meu corpo inteiro tremeu, rapidamente abri a porta e então pude ver Sasuke e Ino, ambos ficaram pálidos quando me viram ali na frente deles. Ino foi namorada de Sasuke a muitos anos atrás, eu sempre detestei ela e Sasuke sabia disso, naquele momento senti o meu sangue ferver dentro de mim.

 

-Sakura querida, eu ... eu... Posso explicar. Disse ele.

 

Eu estava cansada, eu já havia sido traída por Sasuke várias e várias vezes, essa era a gota d’agua. Ele estava transando com ela em nossa casa, em nossa cama, ele não tinha o mínimo de respeito por mim, agora eu iria ensinar a ele uma lição que ele jamais esqueceria.

Rapidamente corri até o guarda-roupas, abri a última gaveta, puxei algumas roupas em seguida peguei a arma que ele guardava ali, rapidamente engatilhei a arma e mirei na direção dele, quando ele viu a arma em minhas mãos ele ficou mais pálido do que já estava.

 

-Sakura. Disse ele ao levantar as mãos. –Querida não faça nada do qual você possa se arrepender amanhã.

 

Dei um breve sorriso enquanto me aproximava deles calmamente.

 

-Você disse ontem à noite que me amava. Eu deveria saber que você nunca mudaria e que nunca agiria certo. Agora me dê uma razão para acreditar em você, me diga porque eu não deveria acabar com a sua vida agora?

 

-Porque eu te amo, isso deveria ser o suficiente, eu amo o seu abraço, seu sorriso, eu quero passar a minha vida com você porque você e a mulher da minha vida, isso aqui foi apenas um deslize, a única pessoa com quem eu faço planos e com você, eu te amo.

 

-Como e que é? Disse Ino ao olhar para ele.

 

Ele a olhou atentamente para Ino e ficou em silencio logo em seguida.

 

-Então era mentira quando disse que se separaria dela? Perguntou Ino a ele.

 

Ela começou a ficar violenta e começou a bater leve em seguida ela pulou em cima de mim e tentou tirar a arma da minha mão enquanto Sasuke apenas nos olhava, eu dei um soco no nariz dela, e ela caiu sobre a cama e bateu as costas na cabeceira da mesma em seguida dei um tiro no meio de sua testa e então o sangue dela voou pra todo o lado.

O rosto e peito de Sasuke ficaram completamente encharcados de sangue e havia respingos de sangue da vadia no meu rosto, Sasuke me olhou assustado, seus olhos estavam tão arregalados.

 

-Sakura porque você fez ....

 

-TODA ESSA MERDA E CULPA SUA. Gritei.

 

Confesso que eu não queria matá-la, mais aconteceu e agora eu tinha um maldito corpo para me livrar, abaixei a arma e então Sasuke se levantou e correu na direção da porta, assim que vi ele fazer isso dei um tiro na porta.

 

-E MELHOR VOCÊ SE AFASTAR DESSA PORTA ABERTA AGORA OU VOCÊ SERÁ O PRÓXIMO!

 

Ele parou automaticamente.

 

-Volte para cama.

 

Ele fez o que eu mandei e logo o silencio preencheu o quarto.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...