1. Spirit Fanfics >
  2. Kisses and Blood >
  3. Casamento?!

História Kisses and Blood - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Casamento?!


Fanfic / Fanfiction Kisses and Blood - Capítulo 9 - Casamento?!

Ao acordar, arrumei meu cabelo e fui ao banheiro. Eu não tinha uma troca de roupas, então fui obrigada a ficar com aquela roupa extravagante do Daisuke.

Em poucas horas de caminhada, cheguei à cidade. Fui para a minha casa e, ao chegar lá, estavam meu pai, minha mãe e meu noivo.

Estavam sentados na sala, quando cheguei.

Eles me encararam fixamente, como se não tivessem certeza de que era eu ali.
Talvez achassem que eu fosse um ghoul que assumiu minha forma.

ーElisa?

Disse minha mãe, desconfiada.

ーMãe...

Respondi, na esperança de ser entendida.

ーNão confie nela! Pode não ser a Elisa!

Meu pai protestou.

ーVamos fazer um teste. Diga o nome deste homem.

Meu pai apontou para o meu noivo.

ーAdelart...

Abaixei a cabeça.




Na última vez que eu o vi, ele havia me batido e eu saí correndo de casa. E foi assim que eu conheci o Ewan...

Durante o tempo em que eu havia saído, o nome de Adelart não veio em minha mente nem se quer uma vez.

"Adelart Delyon"

Francês, cabelos castanhos e cacheados em mullet, maxilar marcado e olhos azuis.
Azuis da cor do mar? Não. O mar não é azul o suficiente para compará-lo aos olhos dele. Seus olhos eram da cor do céu.
O céu ao meio dia, com um sol esplendoroso brilhando e iluminando cada pessoa que o via.
Adelart era o homem mais cobiçado da cidade. Todas as mulheres queriam casar com ele. Mas ele rejeitou todas, para ficar apenas comigo.

Me disseram que seria uma idiotice não aceitá-lo.
Não aceitei mesmo assim.
Mas como você já deve saber, eu não tive muita opção.

ーQuerido, essa é mesmo nossa filha.

Manifestou minha mãe.

ーQualquer pessoa saberia o nome dele! Todos aqui o conhecem.

Contrariou, meu pai.

"Então por que me perguntou?" ーPensei.

ーPai, sou eu! Eu apenas saí por alguns dias para...

ーSem minha autorização? ーSe alterou.

ーDesculpa, eu...

Tentei me desculpar, mas ele não me deixava dizer ao menos uma frase completa.

Depois de alguns minutos de sermão, meu pai tocou em um assunto sobre meu casamento.

ーE por causa do seu mal comportamento, decidimos remarcar seu casamento para este fim de semana. Quem sabe, assim você se aquieta.

ーEu ter saído um pouco, não é motivo para remarcar o casamento!

Me alterei.

ーNão fale assim, Elisa. Desse jeito parece que você não quer se casar com ele.

Minha mãe disse, tentando me acalmar.



Eu não posso dizer que não quero me casar. Não quero complicar as coisas.
Mas se eu soubesse que seria desta forma, eu não teria voltado, com certeza.

ーNão diga isto, mãe. Você sabe o quanto eu gosto de Adelart.

Eu disse, olhando para ele e dando um sorriso forçado, que logo foi correspondido por uma risada discreta da parte dele.





.



      .




    .


 
         .



.


           .



.

Alguns dias se passaram, o fim de semana já havia chegado. E com ele, chegara também o meu casamento.

A cerimônia iria começar daqui à alguns minutos, e eu estava apenas esperando a hora chegar.

Agora eram exatas 17:30. O sol iria se por daqui a pouco; e os ghouls iriam começar a aparecer.

"Sinceramente, não sei porque escolheram este horário..."

A hora finalmente chegou, eu estava prestes a entrar no salão. Haviam muitas pessoas lá dentro, há alguns metros em minha frente estava Adelart, esperando que eu chegasse até ele.

Quando cheguei no altar, Adelart pegou minha mão delicadamente, me ajudando a subir os degraus
(Não pareceu nem um pouco com aquele homem que me bateu há dias atrás).

O padre começou a dizer aquelas coisas que ele diz em todos os casamentos. Mas eu não consegui prestar atenção em nenhuma palavra.


Minha mente estava longe...

Para ser mais precisa, minha mente estava na mansão do Daisuke. Onde eu deveria estar agora.





Ainda dá tempo de voltar?




Continua...


Notas Finais


Espero que estejam gostando da história!

Uma pergunta: vocês tem algum problema com cenas de tortura?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...