História Kissing Strangers - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Personagens Originais, Taylor Caniff
Tags Camerondallas, Laurencampbell, Magcon, Summercollins, Taylorcaniff
Visualizações 144
Palavras 2.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oláaaa!
Não, hoje não é segunda! Mas vim aqui cumprir minha promessa e trazer mais um capítulo antes de segunda-feira.
Recebi comentários tão positivos que senti que precisava agradecer a todos vocês, pelo apoio, pelo incentivo e por gostarem de KS, isso me dá um gás para continuar escrevendo.
O capítulo de hoje é um dos meus favoritos, pois depois dele muitas coisas começam a acontecer.
Então, deixem a autora feliz e comentem o que estão achando!
Volto segunda-feira!
xx.
Pah.

Redes Sociais:
Instagram: @PahMathias
Twitter: @PahMathias
Snapchat: Palomitcha22

Capítulo 17 - I've never have I ever


Fanfic / Fanfiction Kissing Strangers - Capítulo 17 - I've never have I ever

Shreveport, LA – 12.31.15 – Aaron’s House - New Year's Eve – Cameron Dallas POV

Fui acordado pelo despertador da casa, mais conhecido como Grayson. Ele pulou em mim dizendo que era véspera de ano novo e que Becky havia dito a ele que eu o levaria para comprar os fogos.

— Tudo bem Gray, vou me arrumar e desço me espera na sala.

O garoto saiu saltitando e gritando para todos que ia comprar fogos com o “Tio Cam”, provavelmente acordando a casa inteira com seus gritos.  Fui até a minha mala e separei algumas peças de roupa para passar o dia, pois a minha roupa de ano novo Summer e Lauren iriam comprar a tarde na cidade.

Olhei para o relógio que marcava 9 da manhã, me troquei rapidamente e sai em silêncio procurando não acordar Aaron ou Colby que dormiam profundamente. Desci as escadas e ouvi a voz de Lauren e Becky conversando na cozinha.

Becky eu sei que é difícil para você e se você não quiser fazer nada, tenho certeza que ninguém vai se importar.

Não, eu preciso fazer. Jeff gostava da casa cheia, ele gostava de festas e com certeza se estivesse entre nós iria querer uma festa de ano novo do jeito dele, cheia de bebidas, fogos e alegria.  – Ouvi uma fungada de Becky e então entrei na cozinha e vi Lauren a abraçando.

— Então vamos dar uma festa incrível em homenagem a Jeff, mas ele não ia querer te ver chorando Becky, você sabe disso.  

Abracei Becky e Lauren ao mesmo tempo, ouvi Becky respirar fundo e então as soltei.

— Você tem razão Cam, vamos trazer um pouco de alegria a essa casa. Você já está indo buscar os fogos com Grayson?

— Sim, ele fez questão de me arrancar da cama para cumprir a tarefa. Vocês precisam de alguma coisa além disso?

— Por enquanto não Cam, as meninas vão me ajudar com a comida, Colby e Dus vão buscar as bebidas e mais tarde vou emprestar meu carro para Lauren e Summer irem comprar as roupas de vocês.

— Tudo bem, qualquer coisa me ligue – Sai da cozinha deixando um beijo na bochecha de Becky e outro na de Lauren que estranhamente se arrepiou.

Sai com o carro que eu e Colby havíamos alugado, mas antes me certifiquei de colocar Grayson na cadeirinha, pois ele tinha apenas 1 ano e 8 meses, apesar de toda a sua esperteza.

Dirigi até o centro da cidade comprando tudo que eu achava necessário para a decoração, sabia que se Jeff estivesse entre nós faria o mesmo. Ele gostava de ver sua casa decorada, cheia de balões e com muitos fogos. Eu e Grayson nos divertimos muito com as bombinhas que eu havia comprado, ver o sorriso dele trazia paz para o meu coração.

Depois de quase 1 hora voltamos para casa e Grayson saiu correndo atrás da mãe para mostrar o balão do homem aranha que havia comprado. Avistei Lauren, Colby e Aaron na varanda tirando o banco e as plantas de Becky do local.

— Comprei uns balões, fogos e mais umas paradas de decoração. Vocês precisam de ajuda?

— Eu vou com o Dus comprar as bebidas e Lauren foi expulsa da cozinha pela Summer, será que você, Lol e Aaron podem cuidar da decoração?

— Tudo bem Col, pode ir lá tranquilo.

Deixei as sacolas de decoração na varanda enquanto fui até a garagem guardar os fogos. Voltei e Aaron e Lauren já estavam separando as decorações.

— E a tour vai começar e eu não sei como vou deixar minha mãe para trás assim, não sei se ela está preparada para enfrentar tudo isso sozinha.

Aaron conversava com Lauren quando sentei próximo a eles na varanda, pelo que eu entendi do assunto, Aaron estava com dúvidas quanto a tour da Magcon.

— Aaron por que você não leva Becky com você? Tenho certeza que seria uma boa para ela espairecer e viajar pela Europa nunca é algo ruim.

— Não sei Lol, levar a minha mãe com certeza tiraria a privacidade dos outros garotos, não é justo isso. Eu acho que o melhor é realmente eu dar um tempo.

— Não Aaron, ninguém se incomodaria com Becky. Eu tenho certeza disso e Lauren tem razão, seria uma ótima ideia ela passar um tempo com você e com todos nós na Europa durante a tour. Você sabe que todos amamos sua mãe e ela jamais nos incomodaria em nada.  – Eu disse ganhando olhares surpresos de Aaron e Lauren.

— Eu não sei Cam, preciso conversar com ela... E com Bart.

— Converse com Becky, se ela aceitar está tudo ok. Você se esquece que quem bate o martelo na Magcon sou eu e não o Bart. Se for da vontade Becky ir conosco, não haverá problema algum – Aaron se levantou sorrindo e me abraçou.

— Obrigada bro, você não sabe o quanto isso significa para mim.

Aaron me soltou e eu me sentei ao seu lado e de Lauren para continuarmos nossa parte na decoração da casa. Lauren sorria para mim e eu me sentia estranhamente feliz ao ver em seus olhos um brilho diferente ao me olhar, eu diria até que um brilho de admiração.

Ficamos na decoração até quase o meio da tarde, parando apenas para almoçar e depois seguimos até as 5 da tarde, quando Lauren e Summer saíram para comprar roupas e eu e Aaron fomos arrumar os fogos de artifícios em locais seguros para serem acesos à meia noite.

— Bro, você acha que Lauren e Taylor estão ficando? – Aaron disse e eu me senti um pouco incomodado com aquela pergunta.

— Eu não sei bro, no dia em que dei carona para ela depois da reunião ela disse para Mackenzie que só beijou Taylor naquele vídeo que eles gravaram, mas eles são bem próximos, não posso te dizer com certeza o que rola entre eles, mas por que a pergunta? Está afim dela? – Algo naquela conversa começava a me incomodar demais.

— Não, não... Eu gosto muito dela e de Summer, mas não quero ficar com ela ou algo do tipo. Apenas acho ela uma garota legal demais para ser quebrada por Taylor. Você se lembra dos últimos “relacionamentos” dele, normalmente as garotas saem chorando e o odiando. Não quero que isso aconteça e elas saiam da Magcon por isso, entende?

Por um segundo respirei aliviado, mesmo não entendendo o porquê de me sentir assim em relação a Lauren, mas sabia que Aaron tinha razão, se Taylor aprontasse com Lauren, isso poderia prejudicar o bom andamento da turnê.

— Bro do pouco que conheço Lauren posso afirmar que ela não é como as garotas que Taylor costuma se envolver. Lol é obstinada, decidida, independente e madura. Se ela se envolver com ele, vai ser por gostar realmente dele e não por interesse ou fama. Pode ficar tranquilo, que eu tenho certeza que nada vai afastar elas da Magcon.

— Nossa Cam, para quem não queria a garota na turnê a semanas atrás, até que você está a conhecendo bem hein? – Aaron riu batendo o ombro contra o meu e eu queria enfiar a cara dele num vaso de planta qualquer.

— Eu estava errado ok? Eu e Lauren estamos dando uma trégua e até nos conhecendo melhor. Não posso dizer que somos amigos, mas estamos caminhando para isso.

— Deixa o Taylor saber disso que ele vem correndo para cá garantir que você não tirou o lugar dele na vida dela.

Eu e Aaron rimos antes que o assunto pudesse continuar fomos chamados por Becky para ajudá-la a arrumar a mesa, terminamos todas as nossas tarefas no mesmo momento em que Summer e Lauren chegaram.

— Cam, deixei que Summer escolhesse as melhores peças de roupa para você por que eu não tenho nenhum senso de moda, então espero que você goste. – Lauren disse me entregando uma sacola.

— Tudo bem Lol, eu não me importo muito com isso. Estamos entre amigos e é isso que importa para mim.

Ela abriu um lindo sorriso para mim e eu subi para o quarto deixando a sacola sobre a cama e indo para o banho. Assim que sai do banho abri a sacola e vi uma blusa cinza sem mangas, uma calça jeans rasgada e uma blusa xadrez. Deixei as roupas separadas sobre a cama e arrumei meu cabelo, em menos de meia hora eu já estava pronto.

Abri a porta do quarto e ouvi uma voz conhecida no corredor.

— Tudo bem Taylor eu entendo... Eu não estou brava, mas acho que esse era o momento de você apoiar o Aaron e você não precisava ter mentido para mim. Eu não estou te criticando, apenas opinando. Ah quer saber Taylor? Tchau.

Eu sai do quarto e pude ver Lauren bufando no corredor com o Iphone em suas mãos.

— Tá tudo bem Lol?

— Mais ou menos Cam, acabei de discutir com Taylor pelo telefone. – Ela disse ainda respirando fundo.

— Eu sei como o Taylor é difícil de lidar, mas confia em mim daqui a pouco ele te liga e finge que nada aconteceu.

— O problema não é esse Cam, mas sim que ele mentiu para mim. Disse que não viria porque a vó dele estava doente, mas quando questionei ao Trey se a avó do Taylor havia melhorado ele me disse “Melhorado do que? Ela está ótima, inclusive a vi ontem antes de vir para cá”. Entende? Fiz papel de idiota.

Eu respirei fundo pensando no que dizer para não magoar Lauren e não parecer que estava falando mal de Taylor, afinal ele era meu amigo assim como Aaron.

— Você não fez papel de idiota, esse é o jeito do Tay uma hora você se acostuma. Ele não curte funerais, enterros e essas coisas.

— Eu não entendo isso, era só dizer que não se sentia bem. Pronto, não precisava mentir sobre isso. Deixa isso para lá Cam e aliás, a roupa ficou muito legal em você.

— Eu gostei também, vocês acertaram no meu gosto. Obrigada!

— Não precisa agradecer. Bom vou lá ajudar Summer e Becky para que elas possam se arrumarem também.

Lauren desceu as escadas e eu fiquei no corredor refletindo sobre a atitude de Taylor. Eu o conhecia a tempo o suficiente para dizer que ele era daquela maneira, preferia mentir para uma garota que estava afim, do que dizer a verdade, a diferença entre Lauren e as outras garotas que Taylor estava acostumado a se relacionar, era que ela jamais teria algo com ele por fama ou  por status. Hoje eu podia ver que a situação do vídeo foi um golpe de sorte, talvez Deus estivesse olhando por aquelas garotas naquele momento e as colocou no caminho de Taylor, mas eu sabia que elas não eram interesseiras. Summer e Lauren estavam trabalhando duro, Bart insistia em me mandar semanalmente os relatórios do canal delas, mostrando que em momento nenhum havia sido um erro contrata-las.

 

Olhei para o relógio na sala de estar da família de Aaron e esse marcava exatamente 11h00PM, faltava apenas 1 hora para a meia noite e todos naquela casa já estavam alegres pela bebida. Carl, Bart e Becky jogavam cartas com Candace, Dustyn e Caleb. Aaron estava sentado no chão conversando com Willie, Colby, Summer, Page irmã de Caleb e ex namorada de Nick, meio irmão de Aaron que havia falecido em maio.

Darrick, Lexi, Mahogany (integrante da old Magcon) e Trey estavam sentados na varanda brincando com Grayson. Eu observava todos ali tentando na medida do possível se divertirem e me sentia meio deslocado, por um momento senti falta de alguém e passei a procura-la com os olhos. Ao perceber que Lol não estava em lugar algum decidi dar uma volta no jardim, onde estavam posicionados os fogos para a meia noite.

Ao chegar ao jardim vi Lauren deitada sobre a grama olhando para o céu que estava ironicamente estrelado naquela noite.

— Você não está com frio? A temperatura está começando a cair. – Eu disse e me sentei ao seu lado.

— Eu já ia entrar, só estava aqui pensando na vida. E realmente, preciso de uma blusa, estou acostumada com as temperaturas de L.A.

Tirei minha blusa xadrez de frio e dei em suas mãos.

— Toma pode usar a minha, eu não sinto tanto frio. E se me permite perguntar, o que te deixou tão pensativa?

Ela se sentou e vestiu minha blusa e abraçou os joelhos.

— Muitas coisas Cam, minha vida mudou consideravelmente nos últimos meses. E eu devo muita coisa ao Taylor, a Magcon, a você e etc... E eu pela primeira vez me sinto livre. Livre de Colorado Springs, livre dos meus pais, dos fantasmas do meu passado. Mas ainda sim, eu tenho medo.

Ela me encarou com seus lindos olhos azuis e eu fiquei hipnotizado por alguns segundos.

— Medo do quê Lol?

— De estragar tudo, por que na minha vida sempre foi assim. Quando algo começa a dar certo eu tenho a tendência a fazer as coisas erradas e estragar tudo.  – Ela abaixou a cabeça apoiando a testa em seus joelhos, joguei meus braços sobres seus ombros e sussurrei em seu ouvido.

— Eu não vou deixar você estragar tudo ok? Você tem Summer, eu, Colby, Taylor e todos os outros garotos para conversar. Se for algo profissional e você não se sentir bem em falar conosco, há Bart, Carl e Darrick eles são ótimas pessoas para dar conselhos e as vezes mostram um lado que não conseguimos enxergar. Eu disse a você Lol, somos uma família e não deixamos que nenhum de nós se perca, ok?

Ela me abraçou e por um momento o seu perfume me inebriou, Lauren era uma caixa cheia de segredos, mas eu sabia que haveria o momento certo para que ela se abrisse.

— Bom, vamos voltar para casa. Já deve estar dando meia noite e todos devem estar nos procurando para comemorar.

Eu disse levantando e a ajudando a se levantar, ela passou os braços pela minha cintura e fomos até lá abraçados.

Olhei novamente a hora em meu celular 2h30AM, estávamos sentados na varanda da casa de Aaron já levemente alterados pela bebida.

— Quando foi que ficamos tão chatos assim? Pelo amor de Deus eu estou com sono e não são nem 3H00AM.  – Aaron disse jogando uma bola de baseball para cima e agarrando.

— O que você quer fazer senhor “estou entediado”, sair correndo pelado pela rua? – Dus seu irmão o respondeu.

— Não idiota. Lógico que isso não, mas sei lá, podíamos jogar algo o que acham?

— Você diz jogar baseball, basquete? Por que eu sou um zero à esquerda para esportes. – Lauren disse rindo.

— Não... Que tal se eu pegasse uma garrafa de tequila e jogássemos “eu nunca”?

Olhe para Aaron pensando se aquilo seria uma boa ideia, em tese os únicos maiores de idade ali éramos eu, Willie, Dus e Colby. Lauren, Summer, Trey, Aaron e Page eram menores de idade.

— Não sei se essa é uma boa ideia Aaron, afinal vocês são menores de idade e pode dar merda.

— Ah não seja chato Cameron, estamos em casa e minha mãe liberou bebida por hoje para nós. O máximo que pode acontecer é acordarmos de ressaca amanhã.

Aaron levantou e entrou para buscar a tequila e os copos, não quis contraria-lo, pois sabia que Aaron estava sofrendo, então talvez realmente estivesse precisando beber um pouco para esquecer seus problemas.

— Beleza está aqui, tequila e copos para todos. Todo mundo sabe a regra do jogo né? Giramos a garrafa e quem a boca cair fala uma frase, os que já fizeram aquilo bebem. Certo? – Aaron disse distribuindo copos com tequila para todos. 


Notas Finais


E aí, o que será que vai acontecer nessa brincadeira?
Comentem aí suas sugestões e na segunda vemos quem acertou!
xx.
Pah.

Redes Sociais:
Instagram: @PahMathias
Twitter: @PahMathias
Snapchat: Palomitcha22


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...