1. Spirit Fanfics >
  2. Kitty Gang ! Yoonmin >
  3. 26 - Parte 3

História Kitty Gang ! Yoonmin - Capítulo 27


Escrita por:


Capítulo 27 - 26 - Parte 3


Fanfic / Fanfiction Kitty Gang ! Yoonmin - Capítulo 27 - 26 - Parte 3

"O amor é um assunto tão ridículo hoje em dia... o amor não se aplica a mim, querido. O amor é simplesmente algo moldado como cirurgia plástica. Esconde o real e abre as malditas cortinas apenas para o que vocês desejam que todos veja. - Park Jimin [Kitty Gang]

***

“O que diabos está acontecendo?” Taehyung perguntou, após chegar perto do colégio e ouvir vários gritos vindo de dentro do grande prédio. 

"Talvez se chegássemos mais cedo, saberíamos.” Jungkook protestou, cruzando os braços.

Taehyung revirou os olhos com o comentário do mais novo e abriu a porta do carro, em seguida, saindo do mesmo. “Se você continuar reclamando, irei te trancar aqui dentro.”

“Eu irei te matar se fizer isso.” Jungkook comentou, saindo do veículo no mesmo momento, preocupado de que o mais velho fosse fazer realmente isso.

No instante que estavam se preparando para trancar o carro, a atenção dos dois meninos foi captada quando um carro preto em alta velocidade e com as luzes altas nos faróis se aproximou deles. O carro parou próximo a eles e uma pessoa com o cabelo vermelho desbotado, usando um moletom cinza saiu do veículo. Taehyung e Jungkook reconheceram no mesmo instante o sujeito.

“Rosso! Paint! Por que diabos vocês não estão atendendo os seus malditos telefones!” Hoseok levantou a voz com os mais novos.

Taehyung começou a procurar o seu telefone ao redor da sua roupa e corpo, mas não achou o objeto. “Parece que eu esqueci ele.” Ele disse com um sorriso retangular e grande, rezando para que Hoseok não brigasse com ele pelo seu erro idiota.

“Eu também.” Jungkook comentou em seguida, ainda procurando em seus bolsos da calça.

“Quantas vezes eu já disse pra vocês não esquecerem o celular em caso de emergências?!” Hoseok repreendeu os mais novos, os assustando. Era difícil Hoseok ficar com raiva, mas quando isso acontecia, era melhor se manter longe.

“Luminuex, fique acalmo. O que diabos há de errado com você?”

"Não sou eu. É o Agust. Ele estará com grandes problemas se não o tirarmos de lá!” Hoseok apontou para o prédio da escola.

"Agust? Do que você está falando? Ele não...” antes que Jungkook pudesse terminar sua frase, todos ouviram tiros sendo disparados dentro da escola.

"O que está acontecendo?" Taehyung perguntou com os olhos arregalados quando olhou de volta para o seu hyung.

Um alarme disparou no telefone de Hoseok e o mesmo soltou alguns palavrões, agarrando Taehyung e Jungkook pelos braços e puxando-os diretamente e rapidamente para o seu carro. "Temos que sair daqui. Entre no carro. Agora! Depressa!”

Taehyung entrou rapidamente e Jungkook parou e simplesmente olhou para ele.

“O que está esperando?!” Taehyung perguntou nervoso.

"Eu acho... não há espaço, então eu vou ter que sentar no seu colo." Jungkook disse inocentemente.

"Isso não é hora de brincadeiras, Jungkook! Existem bancos traseiros no carro, seu idiota!" Taehyung retrucou, perdendo a paciência.

“Merda.” Jungkook bufou como uma criança e foi para o local onde Taehyung mencionou para ele entrar. Hoseok então se sentou no banco do motorista, ligou o carro e ligeiramente saiu do estacionamento da escola.

"Agora... me diga o que diabos está acontecendo?!" Taehyung gritou com Hoseok, querendo uma explicação. Toda a correria estava o deixando nervoso e desesperado.

"Encontrei alguns documentos no escritório do Agust, quando eu estava na casa dele mais cedo. Eles continham informações sobre uma droga. Aparentemente, essa droga ajuda a aumentar a sua força e a curar feridas imediatamente. Tornando a pessoa “imortal”.” Hoseok disse a última palavra fazendo aspas com uma mão, enquanto a outra estava segurando o volante. “Talvez, Park Jimi-”

“Espere. Park Jimin? Pensei que esse cara tivesse morto!” Taehyung retrucou, interrompendo a explicação de Hoseok.

"Agora que eu me lembro..." Jungkook começou. "Um dia Agust começou a me dizer que havia descoberto quem era o assassino que estávamos procurando, mas a nossa conversa foi interrompida, por causa dos outros alunos que estavam no corredor apenas pela volta do Park. Acho que todos ficaram com raiva quando ele voltou.”

“Park Jimin é o assassino. Agust também tinha uma lista das pessoas que iriam pro baile hoje. A única pessoa que importa para Agust no nosso colégio é Park Jimin. Então, eu tentei rastrear o telefone do Agust, e o encontrei no nosso colégio. Ele não precisaria ou iria está interessado nas pessoas que iriam para a festa, caso ele fosse para Los Angeles encontrar os seus pais.”

“Oh, man holy shit.” Jungkook falou em inglês, surpreso pela sua descoberta.

“Então, Kitty Gang é Park Jimin?” Taehyung perguntou e logo viu o seu hyung confirmar com um aceno de cabeça.

“Esse nome é apenas... ugh! O meu é fofo, né, Paint?!

“Cala a boca, Rosso.” Taehyung disse. Jungkook apenas cruzou os braços enquanto fazia beicinho e recostou-se no banco, olhando para fora da janela. “Okay. E o que essa tal droga tem a ver com Park Jimin?”

“Talvez Jimin esteja usando essa droga. Nas pesquisas de Agust dizia que existe uma bala especifica para esse tipo de droga. Quando a bala atinge essa pessoa, a droga se torna inútil. De alguma forma, Yoongi recebeu essas balas, mas não me pergunte como.” Hoseok explicou estreitando os olhos um pouco para olhar as ruas escuras onde estava dirigindo. “Aqueles tiros que ouvimos, deve ter sido essas munições novas.”

"Merda." Jungkook bufou. "O que vai acontecer com Agust? Não podemos simplesmente deixar ele lá.”

“Meu alarme disparou, significa que a polícia estava por perto. Agust não deve estar em bom senso para ficar calmo. Se entrássemos e ele nos visse, era provável que ele atirasse em nós também. Então... chamei a polícia.” Hoseok disse a sua ideia de última hora já que Taehyung e Jungkook não atendeu o telefone quando ele ligou e mandou mensagem.

O queixo de Taehyung caiu e os olhos de Jungkook se arregalaram. "O que?!” eles disseram juntos. "Por que você faria uma coisa dessas?!” Jungkook perguntou ainda surpreso e preocupado com Yoongi.

“Se vocês dois não tivessem esquecido e atendido a droga dos telefones, eu não teria precisado fazer isso!” Hoseok falou ficando irritado mais uma vez com a irresponsabilidade dos mais novos. Taehyung e Jungkook ficaram em silêncio, sentindo-se culpados. “Foi a única maneira que eu consegui encontrar para acalmar a loucura dele.”

"Tudo isso por Kitty Gang? Ele está realmente tentando matá-lo só porque o Park tinha um crush por ele quando eles eram mais jovens?”

“Não.” Hoseok respondeu, pegando o olhar dos dois sujeitos que estava no carro junto com ele. “Agust tem inveja de Park Jimin. Durante a maior parte de sua vida, tudo o que os pais de Agust falaram foi Jimin isso, Jimin aquilo. Seus pais sempre estavam preocupados de que Park Jimin se tornasse o melhor assassino da história, porque ele é filho do grupo rival. Por isso, pediram para ficarmos de olho nele. O pai de Agust disse-lhe para brincar com o cérebro dele, no entanto...” Hoseok fez uma pausa e cerrou os dentes. “Ele brincou com o cérebro dele de uma maneira diferente e errada. Ele fez isso para irritar seus pais, mas o que ele não sabia é que isso pioraria as coisas. Agora olhe para a situação em que estamos. E o pior é... ele não vai parar até que consiga o matar. Park Jimin será o troféu mais adorável que ele já recebeu em toda a sua vida."

Enquanto ouviam tudo o que Hoseok dizia, Taehyung assentia ainda bastante surpreso com tudo o que acabara de descobrir e Jungkook olhava sempre para trás, para ter certeza de que eles não estavam sendo perseguidos pela polícia.    

“O que diabos vamos fazer?” Jungkook questionou freneticamente.

“Quero que arrumem suas malas.” Ele disse sem tirar os olhos da estrada a sua frente.

"Arrumar nossas malas? Do que diabos você está falando?” Taehyung perguntou com a voz tremida. Todos estavam nervosos e com adrenalina correndo em suas veias.

Hoseok não falou mais nada, apenas acelerou mais a velocidade do carro, com expectativas de chegar logo em casa. Minutos depois, ele estacionou o carro e rapidamente saíram do mesmo. Os mais novos seguiram o seu hyung que pegou as chaves da casa que todos moravam juntos, menos Agust, e se concentrava em abrir a porta. "A polícia não pode saber que trabalhamos com Agust. Isso não só nos trará problemas, mas também para a máfia que nossos pais administram e a Agust. Não podemos ficar aqui. Agust também não deve saber onde estamos. E os telefones... também devem desaparecer.” Ele disse, abrindo finalmente a porta e andando rapidamente na direção dos quartos.

A preparação frenética de saírem do país começou para os três, assim que entraram em seus respectivos quartos, pegaram as malas, encheram de roupas sem organiza-las e os celulares foram descartados. Hoseok quebrou normalmente com a mão, Taehyung quebrou com um pequeno martelo e Jungkook jogou o dele pela janela.

Quando se juntaram na grande sala, Taehyung questionou Hoseok novamente naquela noite. "Para onde estamos indo?"

Hoseok olhou para a parede por algumas batidas e depois para eles. “Nós iremos para a França.


Notas Finais


Bem-vindos a parte 3 da história <3

As atualizações de Kitty gang será menos frequente agora, porque eu estou com vários trabalhos e provas da faculdade e o tempo está faltando. Então, espero que todos tenham paciência e não desistam da história.

Qual foi a reação de você quando perceberam que a Rosaline era a tal criança perdida???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...