História Klaroline - Broken - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Aurora de Martel, Aya, Bonnie Bennett, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Genevieve, Hayley Marshall, Henrik Mikaelson, Hope Mikaelson, Jackson Kenner, Joshua "Josh" Rosza, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lucien Castle, Malachai "Kai" Parker, Marcellus "Marcel" Gerard, Mikael Mikaelson, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore, Timothy "Tim", Tristan de Martel, Vincent Griffith
Tags Haylijah, Klaroline, Kolvina, The Originals
Visualizações 25
Palavras 1.481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nesse capítulo tem algumas referências a uma série chamada Sons of Anarchy, vamos ver quem pega

Capítulo 9 - Problems


Fanfic / Fanfiction Klaroline - Broken - Capítulo 9 - Problems

Tradução: Problemas

Mikaelson? Então ele é da família? Por que sinto que algo ruim vai acontecer?

Finn - Você deve ser Hayley, a nova borboleta de Elijah

Hayley o olhou com muito ódio, afinal, quem ele é para falar assim com ela

Finn - E você, Caroline, o novo brinquedinho do Nik

Brinquedinho? Mas que palhaçada é essa?! Vi que Klaus pensou o mesmo e se eu não o impedisse, reagiria

Caroline – Deixe, não vale a pena

Surpreendentemente, ele me ouviu, e apenas fuzilou Finn

Finn - Davina, você está ótima, os anos te fizeram bem

Kol - Para, você não fala com ela, não olha para ela, nem ao menos pensa nela. Estamos entendidos?!

Finn - Vejo que continua o mesmo bruto, Kol

Kol - Algumas coisas nunca mudam, como o fato de você ser um inconveniente

Elijah acabou intervindo, antes que a situação saísse do controle

Elijah - O que faz aqui, irmão?

Elijah falou a palavra com desgosto, sempre me foi claro o quão importante a família era para ele, não deve ter levado o abandono e a traição bem

Finn - Não é obvio? Papai está morto, vim ocupar meu lugar de direito

Freya - Não pode fazer isso. Você foi deserdado, está fora, papai assinou o documento que te retirava de todos e qualquer relação com os negócios familiares

Ele serrou os punhos, com raiva

Finn - De qualquer forma, o lugar é meu direito de nascença. Não podem me impedir de ocupá-lo

Klaus - A questão, irmão, é que podemos. As regras dizem que mais da metade dos membros devem concordar com mudanças de poder, e adivinhe? Todos nós apoiamos Elijah, você escolheu ficar contra nós no momento que foi embora com Sage, aliás, onde ela está?

Finn - Aquela vaca me deixou, disse que não voltaria para cá, que não se envolveria mais

Elijah - Sinto informar que a Srta. Wadsworth fez a escolha certa, agora saia, antes que sejamos forçados a tomar medidas drásticas

Se olhar matasse, Elijah e Klaus já estariam mortos, mas, Finn não continuou a brigar

Finn - Vão se arrepender desse momento, não deveriam ter me rejeitado

Kol - Estou pagando para ver, Big Brother

O deboche era a marca de Kol, mas agora, era ácido, expressando o ódio e o rancor que ele sentia, Davina segurou sua mão, em uma tentativa de acalmá-lo

Enfim, Finn saiu, e Elijah, Kol e Klaus puderam finalmente relaxar

Caroline - Mas o que diabos acabou de acontecer?

Klaus - Sweetheart, tenho o desprazer de te apresentar Finn Mikaelson, o segundo filho

Mais um irmão? Por Deus

Caroline - É por isso que ele disse que o império é dele por direito de nascença?

Klaus - Exato, mas a alguns anos ele fugiu com uma garota, Sage era o nome dela, e agora quer voltar para o comando? Só por cima do meu cadáver

Kol - Pela primeira vez, concordo com Klaus

Rebekah - Todos concordamos

Hayley - Finn está de volta. Acham que ele pode tentar algo contra nós?

Elijah - Não sei, Finn é imprevisível e traiçoeiro, não podemos confiar em nada do que ele fala

Freya - E não iremos. Posso tentar descobrir algo

Elijah - Faça isso, é melhor prevenir do que remediar

 

Duas semanas se passaram, e eu tenho dito que estou bem, quase como um mantra, mas a verdade é que não estou, compreendo que nesse meio, pessoas morrem, e não posso negar que Tim mereceu o que teve, mas, mesmo que eu tente, não consigo para de pensar que vou acabar me tornando uma assassina, e eu não quero isso, apenas em último caso. Se me arrependo de ter ficado? Mas é claro que não, mas, saber o que Klaus faz, mexe comigo, isso explica os telefonemas suspeitos que tanto vi nos últimos quatro meses, na verdade, muita coisa se encaixa, e é isso que me assusta, descobrir mais coisas, coisas que me façam mudar de opinião sobre Klaus. Sei o que acontecerá com ele se eu acabar indo embora, e eu me odiaria por isso

Klaus – Sweetheart, está tudo bem?

Caroline – Sim, apenas pensando. E Finn? Não temos notícias dele a duas semanas

Klaus – Sobre isso, Elijah e Hayley estão indo falar com Sage, acham que ela pode ter alguma informação sobre Finn

Caroline – Mas e se for uma armadilha? Eles não têm nenhum tipo de reforço?

Kol – Nós somos o reforço, Love

Olhei assustada para Kol, não o vi chegando

Caroline – Que ótimo, Elijah e Hayley estão dependendo de vocês dois

Davina e eu andávamos de um lado para o outro, com medo de algo acontecer com Hayley

As horas foram se passando, e nenhum sinal dos dois, até que, alguém tocou a campainha

Davina – Eu atendo

Ela abriu a porta, e um grupo de pessoas completamente desconhecido a mim apareceu na porta, mas, Klaus e Kol pareciam saber exatamente quem eles eram

Klaus – Marcus? O que faz aqui?

Marcus – Chegou a hora de conversarmos, Mikaelson. Agora

Sem esperar por convite, ele uma garota com traços mexicanos extremamente marcados e mais quatro homens entraram, todos vestidos com coletes iguais

Kol – Fale logo o que quer e dê o fora da minha casa, Alvarez

Marcus – Sempre delicado, não mudou nada

Kol – É, eu já sei disso

Marcus então se virou para Davina, que pareceu reconhece-lo

Marcus – Davina Claire, é uma honra te rever, devo dizer que está ainda mais bonita do que da última vez, se é que isso é possível

Kol não parecia nada feliz em ver o tal de Alvarez falando desse jeito com a D.

Kol – Deixe ela em paz, antes que eu te force a deixar

Marcus – Ah Kol, não é assim que se trata velhos amigos

Kol – Não somos mais amigos, você nos traiu

Alvarez bateu na mesa com raiva

Marcus – Vocês fecharam um negócio com SAMCRO!

Klaus – Isso foi a muitos anos, o que realmente quer?

Marcus – Vingança. E eu a terei, sabe, nesse exato momento, existem homens meus colocando fogo em pelo menos metade dos seus depósitos de cocaína e armas, acho eu isso vai atrapalhar um pouquinho os negócios

Klaus estava com muita raiva, podia sentir, ele faria alguma bobagem se alguém não interferisse, e Kol estava na mesma, então só sobrava para mim

Caroline – Sabe que haverá retaliação, correto?

Acho que ele finalmente notou a minha presença, por que me olhou de cima abaixo, antes de sorrir

Marcus – E você deves ser a loira, Caroline, estou correto?

Caroline – Sim

Marcus – Nada mal, você é bem gostosa, Caroline

Esse foi o cúmulo, Klaus pulou em cima dele, nem vi o que estava acontecendo, em um minuto Alvarez estava sentado, no outro, sangrava com o nariz quebrado, mas ria como um louco

Marcus – É só isso que tem? Vamos, seu pai ficaria decepcionado

Klaus serrou os punhos pronto para ir para cima mais uma vez, mas o impedi

Caroline – Não, não vale a pena, ele já aprendeu a lição dele

Com todo o autocontrole que tinha, Klaus chamou Josh

Klaus – Josh, tire esse infeliz daqui antes que eu o mate e mande a cabeça para o pai em uma caixa

Josh prontamente obedeceu, retirando um muito ensanguentado Alvarez de lá, e seus homens o seguiram

Kol – Temos problemas, e dos grandes

Davina - o prejuízo será muito grande?

Klaus – Isso depende de SAMCRO ter mais armas para nos vender, mas, acho que eles têm um carregamento novo, vindo direto do IRA. Kol, e Pope?

Kol – Da última vez que os contatei, estavam para receber um novo carregamento, Cocaína, Heroína, LSD e Êxtase, acho que poderemos contornar a situação sem grandes prejuízos, mas, temos que falar com Elijah e Hayley antes

Davina – Onde eles estão? Saíram a horas e não deram mais notícias

Klaus – Estranho, lembro de Elijah ter dito que estaria de volta até o anoitecer

Já deviam ser umas 19:00, era realmente estranho não ter nenhuma notícia

Klaus – Kol, vamos atrás deles, agora

Kol – Ok, Davina, Caroline, fiquem aqui para o caso de eles voltarem

Os dois saíram, deixando nós duas sozinhas

Davina – E aí? Como está sendo saber de tudo?

Caroline – Não sei, é bom, mas...

Como colocar em palavras aquele misto de alívio e preocupação constante?

Davina – Eu sei, também me sinto assim

Suspirei, tinha tanto medo de algo acontecer, algo dar errado e um deles sair macucado...

Caroline – Como a Hayley conseguiu lidar tão bem? É como se ela tivesse nascido para isso

Davina – Sim, e o modo como ela lidou com Tim, foi quase uma profissional

 

A preocupação não diminuía, Hayley havia se tornado uma das minhas melhores amigas, junto de Davina, se acontecer algo com ela...

Apenas no dia seguinte Klaus me ligou dizendo que encontrara o carro, no Bayou, por que eles haviam passado a noite lá? Isso estava muito estranho, mas, teria que esperar que voltassem para saber oque aconteceu


Notas Finais


SAMCRO = Sons of Anarchy Motorcycle Club, Redwood Original


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...