História Km 70 (KaiSoo) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Kai, Kaisoo, Km70, Kyungsoo
Visualizações 226
Palavras 712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Angel's

Estou de volta... Boa leitura. XOXO

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Km 70 (KaiSoo) - Capítulo 7 - Capítulo 7

Jongin terminava de pedir seu jantar pelo telefone, quando alguém bateu na porta.

— Por que você é tão insuportável? - O menor falou assim que o moreno abriu.

— O que você está fazendo aqui?

— Eu cansei de esperar no bar - falou com a voz arrastada o denunciando.

— Você bebeu Kyungsoo?

O menor riu e passou por Jongin para dentro do quarto sem se importar.

— Só um pouquinho - confessou enquanto sentava-se na cama.

— Você passou a tarde inteira sem comer nada e foi beber? - o moreno perguntou irritado logo após fechar a porta do quarto.

— Eu estava cansado e com raiva de você, seu irritadinho. - O menor o acusou, e vendo que a expressão de Jongin não era nem um pouco agradável, logo falou manhoso - Não briga comigo, amor.

Jongin congelou no meio do quarto. A quanto tempo não ouvia essas palavras, ser chamado de "amor" por Kyungsoo, para ele era demais. Respirou fundo, buscando todo alto-controle que lhe restava e sentou-se em uma das pontas da cama.

— Quando seu quarto fica pronto?

— Não sei, só sei que faz um bom tempo que eu estava lá em baixo e acabei cansando de esperar. - Ele falou enquanto tentava tirar os sapatos de uma maneira engraçada.

— E você simplesmente subiu para o meu quarto?

— Dormir no sofá da recepção é que eu não ia.

— Você bebeu quantas, Kyungsoo?

— Cinco margaritas.

Jongin balançou a cabeça negativamente enquanto o olhava. Sabia que o menor gostava de beber, mas que seu organismo não tinha tolerância nenhuma para isso.

— Vai tomar um banho para melhorar, você parece péssimo.

— Se eu tomar banho, eu vou dormir.

— E não foi isso que você veio fazer aqui?

— Shiii! Eu posso dormir assim. - Falou enquanto se aconchegava na cama.

— Não, não pode - o moreno saiu de onde estava e foi até o outro lado da cama para o levantar. - Vai para o banheiro Kyungsoo, vou pedir para trazerem sua mala.

— Eu já falei o quanto você é insuportável? - Kyungsoo resmungou com um bico nos lábios.

Jongin sorriu enquanto o escoltava para o banheiro, como ele poderia continuar tão lindo depois de todo esse tempo.

— Minha mala está no corredor - O menor falou enquanto tirava sua blusa e jogava no chão de qualquer jeito.

O moreno ficou na porta observando-o lutar desajeitadamente para tirar a calça jeans. Ele sentia falta dos toques, dos beijos, de sentir a pele do menor contra a sua. Sentia a saudade de ama-lo e tocá-lo como costumava fazer. Quando o menor levou os dedos até o elástico da própria boxer, ele saiu do banheiro. Foi à procura da mala, a encontrando no meio do corredor.

Quando voltou para o quarto, deu de cara com Kyungsoo vestido uma camisa sua, que tinha a separado para usar amanhã. Ficou paralisado por um tempo, admirando a bela imagem a sua frente.

— Você quer jantar? - O moreno pergunto tentando não olhar para as pernas desnudas dele, como queria poder tocá-lo novamente.

— Não - respondeu o menor, enquanto caminhava cambaleando até a cama.

Jongin, que estava tentando se manter em sã consciência, vacilou. Pensou nas coisas que eles poderiam fazer há anos atrás. Beijos, carinho e sexo. Ele sentia falta de tudo isso, e para não fazer algo que se arrependesse depois, saiu do quarto apressado.

O moreno acabou jantando sozinho em um dos restaurantes que tinha no shopping ao lado. Só voltou para o hotel, quando o mesmo recepcionista que lhe atendeu ligou, perguntando se não sabia onde estava a pessoa que tinha chego com ele.

Quando Jongin, depois de muito relutar decidiu-se deitar na cama, sentiu os braços do menor circularem sua cintura delicadamente, o fazendo estremecer e um arrepio percorrer todo seu corpo. Ouviu a voz manhosa e sonolenta do menor sussurrar lentamente em seu ouvido:

— Dorme bem meu amor. Eu te amo. - Se aconchegando ainda mais em si.

Seu coração deu um solavanco ao ouvir tais palavras. Fechou os olhos tentando ignorar o que tinha escutado, mas logo um sorriso se apossou de seus lábios, lembrando-se de todas as noites que ouvira seu pequeno falar eu te amo antes de dormir... E então adormeceu, com a sensação boa, aconchegante e tranquila que a muito tempo não sentia.


Notas Finais


Yah!!! A cada dia fica melhor.
Obrigada pelos favoritos e comentários. (Saranheô)



Annyeong ^_~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...