1. Spirit Fanfics >
  2. Knights of Konoha >
  3. Kaito de Peixes vs Pain

História Knights of Konoha - Capítulo 71


Escrita por: Rashidamanh e Darin_Alba

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 71 - Kaito de Peixes vs Pain


Narrador on:

Um clima pesado podia se sentir naquele local, Kaito encarava o homem em sua frente com seriedade, Pain apenas observava o cavaleiro sem preocupação alguma, em seu rosto tinha uma expressão séria que nunca se desfazia.

Pain: Te darei uma única chance de fugir, se não for agora irá morrer no mesmo instante – disse enquanto erguia sua mão direita.

Kaito: Sinto muito, mas desistir não é muito a minha praia – disse enquanto dava um sorriso de canto.

Pain: Que seja então, Shinra Tensei! – disse enquanto criava uma enorme repulsão gravitacional.

Nesse momento Kaito sentiu seu corpo ser lançado para trás, o cavaleiro derrubou várias paredes antes de ser mandado para fora do prédio, o albino efeituou uma cambalhota no ar e logo caiu em segurança em cima de uma casa.

Kaito: Isso foi bem perigoso, aquele golpe tinha mais força gravitacional do que eu imaginava – disse enquanto retirava a rosa de sua boca.

Pain: Então você ainda está inteiro, isso é uma surpresa – disse enquanto aparecia voando em cima do pisciano.

Kaito: Isso não será o bastante para me matar – disse enquanto brincava com a rosa em suas mãos.

Pain: Entendo, pelo visto terei que usar os caminhos de Pain – disse enquanto ia em direção do chão.

Quando Pain tinha chegado finalmente no chão, cinco pessoas usando mantos da Akatsuki apareceram ao seu lado, as mesmas tinham a mesma aparência que a sua, até mesmo os olhos e os piercings eram iguais.

Pain: Conheçam os seis caminhos de Pain, Humano, Animal, Asura, Exterior, Preta e Naraka – disse apresentando cada um de seus clones.

Kaito: Maneiro você tem irmãozinhos, mas mesmo que use eles não vão ser o suficiente – disse enquanto encarava todos os caminhos de Pain.

Pain: Devia tomar cuidado com essa arrogância, já que ela pode te levar à morte – disse fechando seus olhos calmamente.

Nesse momento o caminho Animal saltou em direção do pisciano em alta velocidade, o mesmo era diferente por que era o único com um corpo de mulher entre todos eles, o caminho caiu em cima da casa aonde o cavaleiro estava enquanto fazia uma rápida sequência de selos.

Pain(Animal): Kuchiyose no Jutsu (Técnica de invocação)! – disse enquanto batia suas mãos em cima daquele telhado.

Nesse momento uma gigantesca onda de fumaça foi feita, da mesma saiu um gigantesco rinoceronte com olhos roxos iguais aos Pains, o mesmo tentou perfurar o corpo do cavaleiro com seu enorme chifre, mas o albino segurou o mesmo com suas duas mãos.

O animal acabou arrastando Kaito por boa parte da vila, fazendo alguns prédios e casas serem totalmente devastadas com a investida do rinoceronte, o pisciano fincou seus dois pés no chão fortemente, fazendo o gigantesco animal parar de se mover.

Kaito: Eu cansei de ser arrastado, me dá um tempo! – disse enquanto jogava o animal em cima de um prédio.

Pain(Animal): Kuchiyose no Jutsu! – disse aparecendo em cima do rinoceronte caído e batendo suas mãos no mesmo.

Novamente uma explosão de fumaça ocorreu, da mesma surgiu um enorme pássaro verde maior que o rinoceronte, o mesmo avançou em direção de Kaito e o pegou em seu bico, logo em seguida começou a voar rapidamente para cima.

Kaito: Me solte agora sua besta voadora! – disse enquanto dava alguns socos no bico daquele pássaro – Quer saber então? Eu me cansei – disse enquanto pegava uma rosa negra.

O cavaleiro em um rápido movimento lançou a rosa no rosto da ave, a mesma acabou tendo seu olho perfurado por aquela flor, o pássaro abriu seu bico para soltar um alto grito em dor, com esse movimento Kaito acabou se libertando e começando a cair em queda livre.

Kaito: Ok, parece que eu não planejei tudo corretamente – disse enquanto caia muito rápido.

Pain(Animal): Kuchiyose no Jutsu! – disse batendo novamente as suas mãos no chão e criando uma explosão de fumaça.

Daquela fumaça então saiu uma gigantesco cachorro de 10 cabeças, uma daquelas cabeças abriu sua boca para tentar engolir o corpo do cavaleiro, mas por sorte ele conseguiu se segurar em um dos caninos do animal antes de cair dentro de sua garganta.

Kaito: Foi mal, mas não estou afim de virar comida de vira-lata – disse enquanto jogava duas rosas na língua do animal.

O pisciano então saltou para fora daquela boca, mas nem teve tempo para respirar já que as outras cabeças tentaram o morder, usando sua velocidade da luz o dourado escapou de todas as investidas com facilidade e depois consegue saltar no ar.

Pain(Animal): Kuchiyose no Jutsu! – disse enquanto invocava uma gigantesca centopeia alaranjada.

Kaito: Mas que merda, quantos animais esse caminho tem? – perguntou vendo a centopeia avançar em sua direção.

O albino por sorte conseguiu desviar da investida da centopeia no ar, logo em seguida girou seu corpo algumas vezes e disparou várias rosas em direção dos animais, as rosas acertaram as criaturas em cheio e fazendo as mesmas explodirem em fumaça.

O caminho animal vendo isso se preparou para invocar outro animal, mas antes que isso pudesse ser feito Kaito apareceu em sua frente usando sua velocidade da luz, logo em seguida segurou a cabeça do caminho com sua mão direita.

Kaito: Foi mal, mas eu estou já cansado desse joguinho – disse enquanto esmagava a cabeça do caminho com um simples aperto – É uma pena eu ter que fazer isso, mesmo sendo um fantoche tinha um rosto muito belo – disse vendo o resto do corpo cair no chão.

Pain: Você conseguiu vencer um dos seis caminhos, mas não garanto que tenha a mesma sorte com outro – disse e logo o caminho Asura se moveu.

Aquele caminho esticou sua mão do cavaleiro, então de seu pulso acabou saindo pequenos misseis que avançaram em direção do albino, Kaito conseguiu desviar dos mesmos com facilidade, mas os misseis acertaram uma torre que acabou deixando cair alguns destroços por conta das explosões.

O cavaleiro não se importou com isso até ouvir um grito, quando se virou pode ver duas mulheres prestes a serem esmagadas por aqueles escombros, em um rápido movimento o albino lançou duas rosas que destruíram completamente os destroços.

Kaito: Mas que descuido meu, acabei me esquecendo que tem alguns civis pela vila, devo tomar mais cuidado na próximo – pensou vendo as duas mulheres saindo correndo em puro desespero.

Pain: Um movimento nobre, mas que pode acabar levando a sua vida – disse chamando a atenção do cavaleiro.

Nesse momento o caminho Asura avançou em direção de Kaito com seus foguetes em seus pés, o mesmo acabou rasgando seu manto com uma enorme calda de ferro bem afiada em suas costas, o pisciano pode ver que aquele caminho tinha um corpo totalmente de marionete, com compartimentos de armas em todas as partes.

Asura então tentou perfurar o cavaleiro com sua enorme calda, mas o mesmo a segurou usando suas duas mãos firmemente, os dois começaram um teste de força até que Kaito conseguiu quebrar a calda com um tapa.

Kaito: Beleza, mais um já foi – disse enquanto decapitava o caminho usando o resto de sua calda.

Mas para surpreso de Kaito ainda não tinha acabado antes de morrer Asura disparou alguns misseis perto do corpo do cavaleiro, não demorou muito para elas serem ativadas criando uma gigantesca explosão.

Por sorte o pisciano acabou não sofrendo danos muitos graves, apenas alguns arranhões em seu rosto e em sua armadura, o cavaleiro então parou em cima de uma casa enquanto tirava sua capa branca.

Kaito: As explosões me causaram dano algum, mas acabaram me sujando um pouco – disse enquanto se limpava usando sua capa.

Pain: Mas que irritante – disse aparecendo na frente do albino.

O Akatsuki tirou duas estacas negras e as usou para prender a perna e braço de Kaito naquele telhado, logo em seguida retirou mais um terceiro e apontou em direção do rosto do cavaleiro.

Pain: Nem tente se mexer, essas estacas vão sugar seu chakra até a sua morte, por isso te livrarei de uma morte dolorosa – disse enquanto encarava o albino fixamente.

Kaito: Realmente essas estacas são bem perigosas... Se eu tivesse algum resquício de chakra! – disse enquanto segurava à estaca que o nukenin segurava.

Pain: Ele ainda consegue se mover? Mas como? – pensou enquanto tinha uma pequena expressão de surpresa em seu rosto.

Kaito: Acho melhor você pensar em outra coisa, já que esses truques não irão funcionar em mim! – disse enquanto destruía à estaca que o líder da Akatsuki segurava.

O albino tentou acertar um chute em Pain com sua perna livre, mas o mesmo saltou para longe no mesmo instante, aproveitando o afastamento ele retirou as estacas de seu corpo e se levantou em um salto.

Kaito: Beleza, quem será o próximo? – perguntou enquanto fazia leves alongamentos.

Nesse momento os caminhos Humano e Exterior avançaram em direção do cavaleiro, os dois caminhos iniciaram uma intensa luta corpo-a-corpo com o mesmo, Kaito parecia bem tranquilo mesmo estando enfrentando dois oponentes ao mesmo tempo, ainda mais com os ferimentos em sua perna e braço.

O caminho Humano então levantou sua mão e tocou na cabeça do pisciano, quando ele retirou sua mão podia ver que estava puxando algo parecido com uma alma, aquela alma saia aos poucos do corpo de Kaito, mas para a surpreso do caminho o corpo físico do cavaleiro agarrou seu pescoço com força, o fazendo perder a concentração e a alma retornar para o albino.

Kaito: Boa tentativa, mas uma pena que não deu certo – disse enquanto quebrava o pescoço do caminho em um rápido movimento.

O caminho Exterior tentou atacar Kaito, mas o mesmo teve sua cabeça perfurada pelo punho do cavaleiro antes que pudesse efetuar seu movimento.

Kaito: Merda, acabei sujando minha armadura – disse enquanto limpava sua mão com uma parte de sua capa.

Pain: Olhando de longe ele me parece super delicado, nem demonstra o fato que derrotou um dos meus caminhos apenas perfurando se crânio com o punho – pensou enquanto via o cavaleiro terminar de se limpar.

Kaito então pode sentir um tremor no solo, quando olhou para a frente notou o caminho Naraka invocando um monstro com tonalidades brancas, cinzas e roxas, o mesmo abriu sua enorme bota e engoliu os caminhos já derrotados.

Kaito: Seja lá qual for o planjo eu não permitirei, Rosas piranhas! – disse enquanto lançava rosas negras em direção daquele caminho.

As rosas avançaram em direção de Naraka e perfuraram seu corpo completamente, vários buracos foram feitos naquele caminho que caiu no chão no mesmo momento, com isso aquela criatura que engoliu os outros caminhos acabou sendo desfeita em uma explosão de fumaça.

Kaito: Beleza, agora só faltam dois – disse enquanto encarava Pain junto do caminho Petra.

O caminho preta logo avançou em direção de Kaito, os dois começaram a trocar vários socos em uma sincronia ótima, o cavaleiro acertou um golpe na barriga do caminho e logo em seguida acertou outro em seu queixo, fazendo o mesmo se afastar alguns passos de si, o caminho então avançou novamente, mas o albino usou sua velocidade da luz para acertar um soco no peito do mesmo, o fazendo ser perfurado e abrindo um enorme buraco.

Kaito: Bem, eu acho que esse é seu último brinquedo – disse enquanto retirava seu braço de dentro do caminho.

Pain: Entendo, pelo visto eu mesmo terei que terminar com isso – disse enquanto esticava sua mão em direção do cavaleiro – Banshō Ten'in! – disse criando uma pequena esfera negra na palma de sua mão.

Nesse momento o corpo do pisciano começou a ser puxado em direção do Akatsuki, Pain agarrou o pescoço do cavaleiro e começou a apertar com bastante força, Kaito tentava se libertar, mas estava sendo bem complicado para respirar.

Pain: Acabarei com isso agora, você irá me dar um ótimo caminho pelo menos – disse enquanto tirava outra estaca de seu manto.

Kaito: E-Eu acho que você deveria tomar mais cuidado com sua mão, ela me parece meio estranha – disse dando um curto sorriso.

Pain então encarou a mão que segurava o albino, o mesmo pode ver que ela estava começando a ficar roxa, sem perder tempo soltou o cavaleiro e jogou o mesmo para longe de si.

Pain: Mas o que é isso? – perguntou enquanto encarava sua mão.

Kaito: Acabei esquecendo de avisar, meu sangue é totalmente venenoso, o veneno é tão forte que acaba tornando minha pele também, sua mão acabou sentindo o veneno ao me segurar por alguns instantes, a mesmas coisa não aconteceu com seus caminhos por que os finalizei rápido – disse já totalmente recobrado.

Pain: Entendo, então apenas preciso te matar numa distância segura – disse enquanto levantava suas duas mãos – Shinra Tensei! – disse devastando todo aquele local com seu golpe.

Kaito foi novamente mandado para longe, o mesmo bateu suas costas numa estátua de metal que o segurou, quando o pisciano notou ao redor notou vários prédios e casas totalmente varridos dali, em meio aos escombros haviam alguns cadáveres de civis mortos.

Kaito: Desgraçado, por acaso não se importa com essas vidas que tirou? – perguntou super irritado.

Pain: O que você acha? Se todos os moradores dessa vila morressem eu não me importaria nenhum pouco – disse com um tom neutro.

Kaito: Que seja, eu vingarei essas vidas tirando a sua – disse enquanto colocava uma rosa na boca.

O cavaleiro avançou rapidamente em direção de Pain, o alaranjado fez voar vários escombros e mandou em direção do albino, mas o mesmo os usou como apoio para avançar em direção do Akatsuki.

Quando o pisciano estava bem perto de Pain ele jogou uma de suas rosas piranhas no estômago dele, abrindo um enorme buraco em sua barriga, mas o alaranjado usou seu Shinra Tensei para mandar o cavaleiro para longe de si.

Kaito: Tome isso, Rosas diabólicas reais! – disse jogando várias rosas vermelhas em direção do Akatsuki.

Pain: Shinra Tensei! – disse vendo as rosas pararem seu avanço e caírem no chão – Merda, eu preciso tomar distância – disse enquanto começava a correr para longe dali.

Kaito: Não importa o quanto corra, eu ire te alcançar! – disse enquanto começava a correr em direção do alaranjado.

Pain então passou a correr pela vila e sendo perseguido por Kaito, aquela perseguição durou bastante tempo até que o mesmo desviou o caminho e se escondeu atrás de um prédio.

Pain: Eu não esperava ter que usar isso, mas vejo que não tenho escolha – disse enquanto criava uma esfera nega em sua mão ainda boa.

O Akatsuki mandou sua esfera para o alto, enquanto a mesma voava algumas partes destruídas também iam junto, aos pouco uma esfera começou a ser formada em cima de Amegakure, Kaito então olhou para cima e viu aquela enorme bola ser formada.

Kaito: Nossa, mas que maneira – disse enquanto via os prédios destruídos começarem a voar.

Nesse mesmo momento os escombros aonde Kaito estava começou a voar, sem entender muito o mesmo começou a saltar pelos escombros na tentativa de escapar daquilo, mas em um momento o pisciano acabou ficando encurralado por vários escombros e foi em direção da esfera de pedra e outras coisas.

Pain: Isso finalmente acabou, agora preciso pensar em uma maneira de me livrar desse cara – disse enquanto encarava a gigantesca esfera criada no céu.

Pain então começou a ver algo estranho naquela esfera, alguns pedaços da mesma começaram a cair, no mesmo instante uma energia dourada começou a sair de dentro da esfera, foi ai então que uma gigantesca explosão ocorreu dentro daquela esfera, uma luz dourada pode ser vista e toda a esfera começou a desmoronar em direção a vila.

Quem tinha feito aquela luz foi Kaito, o mesmo utilizou seu cosmo para conseguir se libertar da esfera e desfazer a mesma completamente.

O cavaleiro então começou a cair rapidamente, o mesmo acabou caindo justamente bem perto de Pain, o alaranjado apenas pode ver algumas rosas avançarem em sua direção e perfurarem seu corpo por completo, logo o mesmo caiu como uma pedra no chão.

Kaito: Foi divertido brincar com você, mas agora você irá me contar o que eu quero saber – disse enquanto aparecia na frente do alaranjado caído.

Pain: Eu não irei dizer nada para você – disse com seriedade.

Kaito: Eu não preciso que você me fale, tenho uma forma própria de descobrir – disse enquanto colava sua testa com a do Akatsuki.

O cavaleiro então teve acesso a todas as lembranças de Pain, depois de alguns minutos vendo tudo o mesmo se afastou do Akatsuki, logo em seguida usou sua velocidade da luz para retirar todos os piercings de seu corpo, fazendo Pain "morrer".

Kaito: Agora, eu sei aonde você realmente está – disse enquanto andava em direção do prédio aonde era a base da Akatsuki.

O albino então entrou no local e andou até o andar mais baixo do esconderijo, ele encontrou uma sala que estava com uma porta trancada, sem perder tempo acertou um forte chute na porta fazendo a mesma ser derrubada bruscamente.

Kaito: Então é aqui que você controla seus fantoches Pain, ou eu deveria dizer... Uzumaki Nagato – disse enquanto encarava o homem em sua frente.

O albino encarava um homem que aparentava ter seus 35 anos, ele tinha cabelos ruivos com uma franja tampando o olho esquerdo, seus olhos eram roxos assim como os dos Pains, sua pele era pálida e aparentava não usar roupas, o mesmo tinha um corpo super magro e estava em um tipo de máquina com estacas em suas costas.

Nagato: Então você me achou, veio me matar por acaso? – perguntou enquanto encarava o cavaleiro fixamente.

Kaito: Eu apenas quero conversar, nada menos que isso – disse enquanto dava um leve aceno.

???: Mas conversar sobre o que? – perguntou uma mulher saindo da escuridão da sala.

Aquela mulher tinha curtos cabelos azulados, seus olhos tinham coloração laranja, sua pele era branca, estava usando o manto da Akatsuki junto de um origami de flor em sua cabeça.

Nagato: Fique tranquila Konan, apenas vamos ouvir o que ele tem a dizer – disse vendo a azulada acenar em confirmação.

Kaito: Por acaso tudo isso foi mesmo necessário? Todo esse derramamento de sangue de pessoas inocentes e jinchūrikis, apenas para concluir um plano que nem você sabe que vai dar certo ou não – disse enquanto encarava o Uzumaki fixamente.

Nagato: Objetivo da Akatsuki sempre foi a paz mundial, iremos fazer isso não importa o que ou quem teremos que passar por cima – disse com seriedade em sua voz.

Kaito: Acha mesmo que isso era o que Yahiko gostaria? – disse vendo Konan dar alguns passos para trás.

Nagato: Não ouse dizer o nome dele como se o conhecesse, Yahiko queria mudar esse mundo para melhor, mas a forma que ele queria isso não funcionava da maneira certa – disse com um tom irritado.

Kaito: E você acha que da sua maneira esse mundo irá mudar? Trazer a dor ao mundo apenas vai piorar a situação! – disse um pouco exaltado.

Nagato: Então me diga você, por acaso tem outro meio de mudar esse mundo? – perguntou com uma sobrancelha levantada.

Kaito: Eu não sou bem a pessoa certa para dizer isso, mas sei que Atena poderá mudar esse mundo – disse chamando a atenção dos mais velhos.

Konan: Atena? Mas quem é essa? – perguntou um pouco curiosa.

Kaito: Atena é nome de minha deusa, eu sou um cavaleiro de ouro que luta em nome da paz e justiça, minha deusa passou eras defendendo esse mundo e protegendo a humanidade desde eras mitológicas, com certeza ela poderá mudar o mundo Shinobi – disse dando um curto sorriso.

Nagato: Como posso confiar em suas palavras? – perguntou bastante sério.

Kaito: Você não precisar acreditar no que eu digo, apenas de um voto de confiança para Atena, com certeza ela concretizar tudo o que eu digo – disse com um tom determinado.

Nagato: Entendo, se insiste tanto eu darei um voto de confiança para essa tal de Atena – disse enquanto soltava um curto suspiro – Mas infelizmente não poderei ver sua deusa mudar esse mundo – disse surpreendendo o albino.

Kaito: Mas por que não? – perguntou um pouco confuso com aquela fala.

Nagato: Por minha culpa muitas pessoas inocentes dessa vila perderam suas vidas, por esse motivo tenho que fazer algo para me redimir – disse enquanto fazia um selo de mão – Gedō: Rinne Tensei no Jutsu (Caminho exterior: Técnica da vida celestial de Saṃsāra) – disse e logo seus cabelos começaram a ficar brancos.

Kaito: Mas o que é isso? – perguntou sentindo o chão tremer bastante.

Nagato: Usei um Jutsu para reviver todos os que morreram, mas isso irá custar a minha vida – disse surpreendendo o albino – Obrigado por ter sido minha amiga por todos esses anos Konan, espero te ver junto de Yahiko no outro lado – disse vendo a azulada se conter para não chorar ali – E você Kaito de Peixes, deposito minha confiança em você e em Atena para salvarem esse mundo – disse dando um curto sorriso antes de fechar seus olhos.

Kaito: Caramba, eu não estava esperando por isso – pensou enquanto via Konan tirar o cadáver do Uzumaki daquela máquina.

Konan: Obrigado Kaito, você fez Nagato recuperar um pouco de sua confiança no salvamento desse mundo, por isso te entrego isso como representação da minha gratidão – disse enquanto entregava um buque feito de papeis para o pisciano.

Kaito: Eu agradeço, espero poder nos ver novamente bela senhorita – disse enquanto pegava o buque e ia embora logo em seguida.

O cavaleiro então saiu daquele prédio com calma, mas o mesmo não sabia era que estava sendo observado por duas pessoas, essas pessoas eram ninguém menos que Kisame e Ren, os dois remanescentes da Akatsuki viam o cavaleiro andar até a saída da vila lentamente.

Kisame: Quem diria que esse garoto derrotaria nosso chefe – disse enquanto via o albino caminhar lentamente.

Ren: Eu não estou surpreso, em algum momento isso iria ocorrer – disse dando um curto sorriso.

???: Finalmente encontrei vocês, não entendo por que ainda estão aqui – disse alguém surgindo dentro de um vórtice negro.

Um homem apareceu atrás daqueles dois, o mesmo tinha cabelos negros espetados, não era possível ver seu rosto por conta da máscara laranja que ele usava, em seu corpo estava também um manto da Akatsuki, assim como luvas pretas em suas mãos.

Ren: Konan com certeza estará fora da organização, você não acha isso Madara? – perguntou enquanto encarava o mascarado.

Madara: ela não será um problema agora, depois resolverei isso eu mesmo – disse com seriedade em sua voz – Agora vamos embora, não temos mais nada para fazer aqui – disse enquanto sumia em um vórtice junto dos outros dois.

 

Na entrada da vila:

Nos portões de Ame estavam Tsuki e Tetsu, os mesmos estavam observando as casas e prédios destruídos daquela vila, era algo realmente de se assustar.

Tsuki: Mas o que diabos ocorreu aqui? – perguntou enquanto olhava ao redor.

Kaito: Digamos que um belo confronto – disse chamando a atenção dos dois dourados.

Tetsu: Pela armadura que usa, com certeza é um cavaleiro – disse enquanto encarava o albino de baixo para cima.

Kaito: Sou Kaito de Peixes, é uma honra conhecer companheiros de exército – disse dando um sorriso para os dois.

Tetsu: Sou Tetsu de Touro, esse do meu lado é Tsuki de Libra – disse se apresentando e seu companheiro – Viemos investigar uma coisa, mas pelo visto você cuidou de tudo – disse enquanto soltava uma curta risada.

Tsuki: Mas e agora? Irá com a gente para o Santuário? – perguntou com uma sobrancelha levantada.

Kaito: Ainda não, preciso fazer um coisa em um certo lugar, apenas entreguem isso a Atena e digam que eu mandei um "oi" – disse enquanto jogava o buque de papel nos braços do Libriano.

Tetsu: Pelo menos podemos saber que local é esse? – perguntou enquanto via o pisciano passar por si.

Kaito: Irei para Tetsu no Kuni (País do ferro), tenho certas perguntas que eu apenas conseguirei as respostas naquele país – disse sem se virar para trás.

Tsuki: Entendido, nos vemos em breve então – disse vendo o albino começar a correr na velocidade da luz.

Tetsu: Acho que nosso dever aqui acabou, vamos apenas relatar tudo isso para a hokage e para Atena – disse colocando suas mãos da cabeça.

Tsuki: Isso mesmo, melhor corrermos antes que essa chuva piore – disse enquanto começava a correr normalmente junto do azulado.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...