História Knives or kisses-imagine jungkook- serial killer - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys (BTS), Dram, Jimin, Jungkook, Killer, Kpop, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 105
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, me desculpe por esse “hot”, eu tentei, porém acho que não deu muito certo, obrigada por lerem e espero que gostem 😚

Capítulo 38 - Prazer


S/n On 
Ficamos conversando e rindo , confesso que eu amo estar com ele, nunca me senti assim e eu realmente acho que estou gostando dele, mas eu não posso ignorar a minha vida, não posso puxa-lo para isso.
Eu: ela já contou para você?
Jungkook: o que?
Eu: tudo
Jungkook: já 
Eu: era de se imaginar que ela te contaria mais cedo ou mais tarde, uma hora você teria que saber
Jungkook: eu sinto muito 
Eu: eu também sinto, sinto por ter feito essas escolhas, mas agora já é tarde
Jungkook: não é não 
Eu: Jungkook, eu não me arrependo de ter matado, faria tudo de novo – ele me olhou de uma forma diferente – sei que isso não era o que você gostaria de ouvir, mas a verdade é que nenhum deles merecia estar vivo, a única coisa que me arrependo é de ter levado as meninas para esse caminho – ele estava sério, mas mesmo assim eu confiava o suficiente para falar tudo- não pense que eu goste de ter sangue em minhas mãos, eu só não me arrependo 
Jungkook: eu entendo e ao mesmo tempo não entendo, é difícil 
Eu: sinceramente eu também não entendo
Ele me encarou por alguns segundos.
Jungkook: eu sinto falta da minha vida, tenho saudades dos meninos, das minhas fãs e do palco – ele diz e eu me sinto um pouco mal por conta disso- mas eu sei que se você me “soltar” eu terei que fingir que você nunca existiu, e no momento eu não quero viver a minha vida sem você 
Aquilo me impactou de muitas forma, eu não sabia o que dizer, sinceramente eu sentia o mesmo.
Eu: eu... realmente gosto de você, nunca senti isso antes, sempre fui a esquisita  que os garotos tinha medo, mas por algum motivo você decidiu se aproximar de mim, o que faz você ser mais estranho do que eu- digo e ele dá uma risada nasalada- mas Jungkook : eu não posso estragar a sua vida também 
Jungkook: você vai estragar a minha vida se decidir se afastar 
Eu:  você é lindo e muito legal, deve ter inúmeras garotas por aí que te amam e que te mereciam mais que eu
Jungkook: mas você é a pessoa que eu amo, sei quem passamos só alguns meses juntos, mas é isso que eu sinto 
Eu: eu não sei o que é o amor direito, mas algo dentro de mim diz que eu também te amo
Ele sorriu e isso me fez sorrir também .
Eu não sei o que vai acontecer daqui para frente, eu estou feliz, mas ao mesmo tempo tenho medo, não de me magoar, mas sim a ele, ele sabe o que eu faço,  porém eu acho que ele não tem noção de quão nojento é isso.
Jungkook: eu sei que você não está pronta, eu posso esperar 
Eu apenas sorri, não sabia que palavras usar
Ficamos conversando por um bom tempo, sobre varios assuntos, até. Jungkook pedir a conta, claro que fui eu que paguei, já que não tinha outra oportunidade, fomos para casa, todos estavam na sala, mas não ficamos lá, Jungkook me acompanhou até o quarto, quando chegamos na porta paramos e ficamos nos olhando, quando ele ia falar algo, eu o beijo, foi um beijo muito intenso, mais do que o normal, ele me prensou na parede e entre os beijos era possível ver o desejo em seus olhos, e acho que em mim também.
Eu abri a porta do meu quarto com uma das minhas mãos, nós entramos e nos encaramos e foi como se os dois tivéssemos concordado, durante os beijos fomos indo cada vez para trás, até cairmos na cama, onde nos beijamos , desabotoei a camisa dele , ele beijou o meu pescoço, a sensação da sua pele na minha era prazeroso, o calor de sua boca no meu corpo era maravilhoso, eu nunca tinha sentido aquilo antes, talvez seja porque é minha primeira vez, mas não achei que fosse tão intenso assim, Jungkook sabia o que estava fazendo, nós seguramos muito para não chamar a atenção do pessoal, mas aquilo era muito difícil, só queria expressar tudo o que eu estava sentindo.
Parecia que tudo havia acabado tão rápido, eu estava debruçada sobre seu peito ofegante, o corpo dele era de tirar o fôlego assim como tudo nele,  ele passava os dedos sobre o meu cabelo , era como se ele fosse a salvação da minha vida, eu acabei adormecendo depois de um tempo, e eu só pedia para sonhar com ele.
CONTINUA...

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...