História Knockout - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Francisco "Isco" Suárez, Marco Asensio
Personagens Francisco Román Alarcón Suárez, Marco Asensio, Personagens Originais
Tags Asensio, Futebol!, Marco Asensio, Real Madrid
Visualizações 95
Palavras 1.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Os comentários no capítulo anterior foram tão maravilhosos que resolvi postar no sábado ao invés do domingo. Espero que gostem!

Capítulo 6 - Cinco


Um ruído no corredor faz com que Marco se afaste de mim. Helena se aproxima com uma prancheta nas mãos e me encara fixamente. Sei o que ela está pensando. É algo como: “o que diabos você está fazendo?”. Devolvo o olhar com um pedido de socorro implícito.

-Senhor Asensio, você não deveria estar no treino? -ela dá bronca. 

-Deveria, mas…

-Nada de mas. Já para o campo. Vou te acompanhar e aproveitar para falar com Zidane sobre os exames do Vinicius. 

Helena começa a andar, mas Marco espera alguns segundos antes de ir atrás dela.

-Vamos conversar depois. -ele murmura e some no corredor. 

Solto a respiração e seguro o copo de café com um pouquinho mais de força. Preciso agradecer à Helena por ter me salvado dessa. Mas isso não vai durar muito tempo. Marco vai vir atrás de mim e eu não faço ideia do que fazer ou dizer. Não mudei de ideia, continuo querendo manter Asensio longe de mim e do meu coração. Mas como eu faço isso? Acho maldade dizer a verdade nua e crua na cara dele. 

Decido trabalhar para poder me distrair. 

Repouso o copo de café em um canto da mesa e pego as pastas dos suspeitos. Não consigo parar de ler as fichas. Estou tentando achar algum pobre, algo de errado que eles possam ter feito, mas não encontro nada. No momento, o meu suspeito número um é o Augusto, o segurança. Ele tem acesso a várias partes do campo, inclusive a sala de finanças e o escritório do CEO. E ele tem apenas seis meses no clube. É tempo suficiente para colocar um plano dessa categoria em ação.

Batidas na porta interrompem a minha linha de raciocínio. 

-Entre. -digo sem olhar.

-Então, qual é a sua com o Marco? -Helena pergunta me fazendo desviar os olhos da foto de Augusto.

-Não temos nada, se é isso que você está pensando. -solto a pasta na mesa e faço sinal para Helena se sentar em uma cadeira na frente da minha mesa.

-Mas deu pra perceber que tem uma tensão entre vocês.

-Eu aceitei ir a uma festa com ele na sexta, para poder me enturmar e parecer uma mulher normal, mas acho que ele entendeu errado.

-Tenho certeza que ele entendeu errado. -Helena suspira. -Ele só faltou te beijar no corredor.

-Eu sei que preciso falar com ele, mas, sinceramente, não quero que ele fique mal por minha causa, Helena. 

-Me chame de Lena. -ela sorri. -E não se preocupe. Jogadores de futebol nunca ficam de coração partido por muito tempo. 

Reviro os olhos, mas acabo rindo com a afirmação. Nunca acompanhei muito o mundo dos esportes e não faço ideia de como seja a vida de um jogador de futebol. Mas eles tem uma fila de mulheres, ou marias-chuteira, a disposição. Não deve ser difícil encontrar alguém para passar a noite.

-Mudando de assunto, conseguiram algo sobre os suspeitos?

-Ainda estamos investigando. -Lena adota um tom mais profissional. -Mas tenho uma forte intuição de que a Mylena pode estar por trás de tudo isso.

-Porque? -franzi a testa.

-Ela investiu 100 mil euros no time. Isso é muito pouco, mas ajudou o real. Conferi a conta bancária dela e ela tem mais de 1 milhão e 500 mil.

-Tudo isso em nove meses? -perguntei surpresa.

-Sim e os números continuam a subir. Penso que ela pode ter desviado o dinheiro para contas no exterior e aos poucos está passando para a sua.

-Precisamos entrar em contato com a Casa da Moeda da Espanha. -concluo. -O dinheiro pode ser rastreado. Se ela for a culpada, conseguiremos descobrir se os euros que estão na conta pessoal foram retirados dos cofres do Real Madrid. 

Lena sorri.

-Consigo entender porque você é a chefe das missões. -ergo a sobrancelha esperando que ela continue. -Você é um gênio, Liv. 

-Não diga bobagens. -resmungo com as bochechas vermelhas. 

-É sério. -Lena ri. -Preciso ir trabalhar. -diz ao conferir as horas em seu relógio. -Almoçamos juntas hoje?

-Claro. -sorri. -Até mais tarde. 

Lena se levantou e caminhou para a saída. Quando ela abriu a porta, vi Isco, se preparando para bater.

-Ah oi. -ele sorriu sem graça. -Posso falar com você Liv?

Mordi o lábio, pensando seriamente em recusar. O assunto entre nós dois é óbvio. Mas é melhor falar com Isco do que com Marco.

-Claro. Entre.

Lena fez uma careta antes de fechar a porta. Segurei para manter a minha expressão neutra. 

-Sobre o que você quer conversar? -fiz-me de desentendida. 

Isco ergueu a sobrancelhas me fazendo suspirar. 

-Certo. O que tem o Marco?

-Eu sei que é muito atrevimento da minha parte, mas preciso perguntar se você se sente atraída pelo Asensio.

-Claro, quem não se sentiria? -respondi confusa com a pergunta.

-Mas você está interessada? -continuou. -Eu sei que estou sendo invasivo, mas Marco é meu amigo. Ele já se machucou com garotas que se aproximaram dele e não quero que se repita. -Isco parou por um momento como se estivesse escolhendo as próximas palavras. -Liv, acho que ele gosta de você. Sei que tem pouco tempo, mas Marco é do tipo que mergulha de cabeça em tudo que faz. Só gostaria de saber se é recíproco. 

Não respondo de imediato. 

Apesar de ter a resposta na ponta da minha língua, não consigo pronunciar as palavras. Conheço Marco não tem uma semana. Sim, ele é lindo, simpático e parece ser um bom homem. Mas nem as melhores qualidades de uma pessoa podem me fazer quebrar o pacto que fiz comigo mesma. É triste, mas a realidade é que irei morrer sozinha. Nunca vou conseguir colocar a vida de alguém que amo em risco e mesmo que eu me aposente, os perigos dessa vida não irão embora. 

Penso nas palavras com calma.

-Isco tenho fortes motivos para não levar nada com Marco adiante. -falo calmamente como se explicasse algo muito complicado a uma criança. Tecnicamente é verdade.

-Você tem namorado? -pergunta incrédulo.

-Não. -consigo rir. 

-Então você não gosta dele? 

Resposta difícil. 

Sinto atração por Marco, disso não tenho dúvida. Mas gostar? Sim, eu sinto arrepios e um friozinho na barriga quando estou com ele, mas os meus pés continuam firmes no chão. Gosto de estar perto dele e conversar, mas prefiro estar sozinha. E eu não senti vontade de beijá-lo na noite em que tive a oportunidade. 

Sinceramente, eu não sei o que responder. Lena, cadê você para me ajudar?

-Vou levar esse seu silêncio como um “sim”. -Isco concluiu. 

-Não seja tão apressado. -reviro os olhos com impaciência. -Marco é um cara legal, mas gostar é uma palavra forte.

-Não, amar é uma palavra forte. -retruca. 

-Pra mim, gostar já é como um bicho de sete cabeças. -balanço a cabeça levemente. -Isco, eu não quero me envolver. Eu não posso. -suspirei cansada. -Gostaria de explicar, mas não posso.

-Eu sou seu amigo, Liv. -ele suspira e coça a nuca. -Pode me contar qualquer coisa.

-É um assunto confidencial. -tento fazer graça. -Desculpa.

-Tudo bem. -Isco se levanta. -Vou tentar desiludir o Marco.

-Obrigada. -sorri fraco. -Acho que não vou conseguir dizer um “não” para aquele rostinho. 

Isco sorriu de lado e acenou antes de sair. 

Esperei a porta fechar para levar as mãos a cabeça. Que bela segunda-feira! 


Notas Finais


O que vocês acham?
Seguiriam o mesmo caminho que a Liv ou ficariam com o Marco? Quero muito saber, por favor, comentem ai em baixo.
Vejo vocês no próximo capítulo. xx S


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...