1. Spirit Fanfics >
  2. Know how to choose-Dramatical Murder >
  3. Não me importo

História Know how to choose-Dramatical Murder - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Olááá galerinha! Estou aqui para mais um capítulo para vocês! Mas antes de ler, um aviso!
Antes, se vocês perceberam, tiveram uma mudança na sinopse da fanfic, mas por que?
Antes eu estava planejando fazer uma fanfic um pouco diferente, tipo, se antes vocês viram, tinha uma parte como um jogo de escolhas certo? Sim, eu estava planejando fazer uma fanfic em que os personagens passassem por um jogo de escolhas, mas na minha cabeça não estava sabendo em que tipo de jogo de escolhas seria, e veio uma confusão aqui e tive que mudar de rumo bem rápido. Por sorte, minha fanfic não chegou nessa parte do jogo de escolhas, então não tive o porquê de apagar capítulos, isso foi ótimo, mas teve uma coisa...
Minha fanfic não tem uma história muito construída a final, eu escrevo o que surgir na minha mente, e foi isso o que aconteceu, mas fico feliz que estou gostando dela por assim dizer, pois tem fanfics que começo a escrever mas apago no meio enquanto fica "boa", tipo, quando eu não gosto de minhas próprias fanfics, eu apenas queria chegar num nível parecido em que a ClotsQueen faz com a suas fanfics de South Park, que as fanfics dela quando leio parece mesmo que os personagens estão na fanfic, além de ser bem trabalhada, também parece que faz dias que ela trabalha escrevendo os capítulos de suas fanfics, então tenho uma grande inspiração nela. Mas calma, eu não desisti dessa fanfic, se desistisse nem trairia um capítulo quentinho e gostosinho pra vocês! Mas tentarei dar o meu melhor nos futuros capítulos, e talvez eu crie novas fanfics de DMMD mais que me dê orgulho, e que eu fale:
QUE CRIATIVO!
Então fique ligados no meu perfil! Pois vocês nem sabem que dia, hora ou mês poderei postar uma nova fanfic de Dmmd não é mesmo?
Ah, e mais uma coisa!
Eu odeio que fazer isso, mas a fanfic terá alguns personagens criados por mim (bem a mãe do Koujaku apenas inventei o nome, mas pode-se dizer que também inventei ela) tipo o personagem Saeka que é um delinquente com problemas no passado, que é pago pelo Toue pra ameaçar os alunos de Maseda School que tentasse se aproximar de Sei, talvez tenha outros também, pra fazer a história ficar interessante, mesmo que eu odeie criar personagens pra animes/mangás/jogos em fanfics, que deixa muito...sabe (tipo as personagens fujoshis que eu criava nas minhas antigas fanfics, que estragava tudo em vez de deixar o casal agir naturalmente, isso que me irrita hoje em dia, então agora tomo cuidado pra não fazer isso novamente)
Então era só isso
E
Boa leitura!

Capítulo 6 - Não me importo


Fanfic / Fanfiction Know how to choose-Dramatical Murder - Capítulo 6 - Não me importo

[...]

Meus olhos se abrem lentamente tentando se acostumar com a luz do dia que invadia meu quarto, e o despertador alto que apitava em meu ouvido sendo capaz de me deixar surdo. Pego meu celular vendo que era seis horas, e desligo o despertador chato, pego minhas roupas e minha toalha. Abro a porta do quarto vendo Koujaku encostado na parede ao lado da porta do banheiro.

"Bom dia Aoba" Koujaku me olhava me encostando no seu lado da parede "veio aqui esperar alguém sair do banheiro?"

"Sim, depois de você" ele ri."é, quem mandou acordar depois que eu" ele olha a porta do meu quarto "Infelizmente todo dia será assim, pois só temos um banheiro". Escutamos a porta ser aberta, e de lá sai a senhora Naomi toda maquiada, com os cabelos arrumados e usava um vestido vermelho "mãe, você realmente se arruma tanto pra nada" ele entra no banheiro o fechando, e ela olha pra porta irritada.

"Koujaku você realmente não entende nada sobre mulheres! Bem, já estou indo ao trabalho meninos, boa aula" ela pega sua bolsa e abre a porta da casa.

"Obrigado" eu falo escutando o som de tranca da porta.

[...]

"Tsc, eu odeio esse trabalho, só tô fazendo isso porque seu pai me pagou" eu escutava a voz de Saeka, que reclamava sem parar, ele possuí cabelos laranjados, e olhos verdes como esmeralda, e segurava um taco de baseball consigo.

"Saeka, pode calar um pouco a sua boca?" Virus virava falando com um sorriso "gentil" em seu rosto, e Saeka apenas o olhava feio. "Fica na sua!" Ele segurava firmemente seu taco, e continuava reclamar baixinho.

Kiar Saeka, é um delinquente que foi pago pelo meu pai pra ameaçar as pessoas que não são pagas pra ficar acompanhadas comigo, nem era pra ele vir pra Maseda School, mas como ele dava medo na sua antiga escola, meu pai o escolheu, mesmo dando medo ou não, eu, Virus e Trip não tínhamos medo dele, sabíamos que ele era apenas uma criança com um passado ruim por isso era assim estressado, na verdade, eu acho que nunca conheci o medo, como se sente o medo?

"Pensativo Sei?" Escuto a voz de Virus na cadeira na frente, e eu apenas permanecia calado, não tinha vontade de falar com ele e nem com Trip, não posso dizer que gosto ou não gosto deles, nós não somos próximos, e estão comigo pois foram criados para me vigiar, porque são assim? "Continuará calado como sempre né?" Ele se vira pra frente.

"Ei! Taka...esqueci seu nome! Como abre a janela?" Saeka pergunta cruzando os braços. "Com os botão, você segura e ele abre automático" ele o responde, sem tirar seu olhar na estrada. "Ata" ele segura o botão, abrindo e fechando a janela fazendo um barulho, assim os que estavam dentro do carro se incomodar.

"Saeka, nem sabemos como ainda não o jogamos pra fora do carro" fala Trip tirando o olhar da janela pra olhar Saeka. "Ahn!? Se fizessem isso imagina o que seu patrão fazia com vocês!?" Ele pergunta. "Juro que ele nem se importaria, se ele quisesse um delinquente, procuraria outro, aqui no Japão tem vários" Trip o responde, fazendo ele desviar o olhar rapidamente.

"Tsc"

[...]

"Que bom que nos encontramos" falava Ren andando ao meu lado "é chato ir sozinho para a escola, é tão solitário"."sim, nas minhas antigas escolas, tive que ir sempre sozinho" eu o respondo, e eu olho pro Koujaku "e você Koujaku?".

"Hm? Eu? Bem, eu ia com o Mizuki de vez em quando, sabe, quando nos encontramos em um lugar perto da escola, e acabávamos indo juntos" ele falava parecendo pensativo.

Nós já estávamos em frente da escola, senti um arrepio percorrer por todo meu corpo, também de lembrar que vou ser obrigado a me apresentar para a classe toda. "Ela é enorme" eu falo olhando.

"Ah se é" Koujaku responde "é capaz de você se perder se não tiver alguém que conheça a escola". "Nem fale brincando, me perder vai ser a pior coisa da minha vida" eu respondo. "Não se preocupe Aoba" eu escuto a voz do Ren, e o pego me olhando "estarei com você mesmo que não somos da mesma sala" não sei, mas senti um alívio se passar dentro do meu peito. "Ah...eu também!" Fala Koujaku parecendo determinado.

"Obrigado vocês dois" eu falo, e coloco meus pés na entrada, e dou um suspiro.

[...]

Os sinos já podiam se escutar em toda parte da escola, o professor já havia chegado na sala, e falava com os alunos enquanto eu estava fora. "Alunos, hoje teremos um novo colega na nossa sala, pode entrar" eu escutava a voz do professor, e eu respiro fundo antes de entrar. Eu olhava em volta, via os alunos olhando diretamente para mim, isso me deixava nervoso mas-

...

Por que tem um aluno nessa sala que usa uma mascara de gás preta?

"Pode se apresentar" o professor fala olhando pra mim. "Ah... sim, ahn...me chamo Seragaki Aoba, prazer em conhecê-" escuto alguém falando bem alto, se aproximando dessa sala, todos olham para porta e de lá entra mais quatro jovens, um garoto de cabelos alaranjados com uma expressão irritada que se...segurava um taco de baseball?! Mas isso não era permitido!? Dois gêmeos de um a cada lado, e o de trás...Sei, o famoso pop star é da minha sala?.

"Tão olhando o que!? Nunca pensaram um delinquente está na melhor escola que vocês dizem!?" Ele apoiava seu taco com seu ombro, e olhava ameaçador pra todo mundo. "B-bem...pode sentar em seus lugares" o professor nem pediu pra eles se apresentar, nem reclamou do taco de baseball, o que está acontecendo?

Eu me sento atrás do garoto de máscara, já que o fundo era os últimos lugares que podia se sentar, mas não me incomodava com isso. "Mas antes de começar a aula, Clear...pode tirar sua máscara por favor" Ele ordena pro garoto na minha frente. "Eu não posso professor" saia a voz abafada, e o professor suspira fundo.

Depois de algumas horas, o sinal novamente toca, era a hora do intervalo, os alunos conversavam entre si, mas a metade da sala estava em volta de Sei, e o garoto laranja (já que não sei o nome dele) olhava num papel e ameaçava outros alunos, eu gostaria de entender o que está acontecendo.

"Hmm, por quê você acha que o garoto delinquente ameaça uns mas não ameaça outros?" Eu escuto a voz abafada da máscara, e olho na minha frente vendo o garoto da máscara me olhando.

"Bem, eu...não sei, será que ele é um tipo de guarda costas?" Eu pergunto novamente olhando no mesmo lugar.

"Nunca pensei que o Tatsu Toue contrataria garotos tão estranhos pra ficar perto do Sei" eu aceno com a cabeça "mudando de assunto! Meu nome é Clear! E você é o Seragaki Aoba!" Eu aceno com a cabeça, ao escutar sua voz animada.

"Prazer em conhecê-lo, mas...por que usa essa máscara de gás?" Eu pergunto. "É porque...meu vô sempre disse que meu rosto era horrível, e que ninguém podia ver, então...eu nunca tiro a máscara por causa disso!" Ele fala segurando sua máscara.

"Na minha opinião, não interessa a aparência, o que interessa é o que está dentro nela" eu falo apontando em seu peito, e ele fica parado por algum tempo.

(Será que falei algo errado?)

Depois de algum tempo ele me abraça "aaaah! Você é tão legal! Nunca conheci alguém que falou coisas tão legais pra mim antes!" Ele fala empolgado, me abraçando muito forte.

"De nada, de nada, mas pode me soltar, preciso respirar" ele me solta, e volta a se sentar em seu lugar.

"Não acredito" eu escuto vozes se aproximando de mim, e vejo uns cara que vi antes na sala "você fala com esse esquisito?" Ele pergunta pra mim.

"Por que?" Eu pergunto. "Ele usa essa máscara de gás na escola, e não tira pra nada, ele é um esquisito" fala uma garota ao lado dos caras.

"Eu acho que você deveria andar com gente normal, novato" fala o outro, e eu o olho, que havia simplesmente se virado pra frente, eu sinto que ele...que ele já tentou fazer amizades antes mas não deu certo, pelo simples fato que pensa que é feio, e porque usa uma máscara de gás, eu olho pra eles novamente. "Obrigado pela sujestão, mas não estou interessado, pra mim não interessa se ele usa uma máscara de gás, se ele gosta, porque eu iria abandoná-lo por causa de seus gostos?" Eu os respondo, e eles ficam calados.

"Tudo bem então, aproveite ficar com o esquisito, ninguém vai atrapalhar" o cara responde e sai junto com os outros, e olho pro Clear que olhava pra mim, mesmo não vendo, sinto que ele está feliz."

Eu sabia, eu sabia que não me enganei sobre você"


Notas Finais


Até a próxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...