História Kommandeur Des Regens. - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura, The 100
Personagens Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Finn, Fionna, Hudson Abadder, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marceline, Marshall Lee, Octavia Blake, Personagens Originais, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Raven Reyes, Roan
Tags Clexa
Visualizações 44
Palavras 1.853
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ridley minha parça.rs

Último Capítulo De Hoje.

Capítulo 30 - Gêmea Boa , Gêmea Má.


Fanfic / Fanfiction Kommandeur Des Regens. - Capítulo 30 - Gêmea Boa , Gêmea Má.

As irmãs Lamartine nasceram em Moscou e viveram até seus 5 anos lá,o pai das gêmeas viajava pelo mundo em busca de novos gênios e invenções.

Ridley era uma criança muito Travessa arteira e terrível ,Castiel era uma criança mais tranquila sossegada intelectual sempre envolvida nos seus livros de história enquanto Ridley plantava  Bombinhas por onde passava e pregava peças em todos os empregados da casa do seu pai,seu pai o poderoso Dom Matveev um grande empresário Russo de família egípcia nascido e criado na Rússia,mora Moscou onde fundou todas as suas empresas de Tecnologia e várias ONGs de caridade para grupos de crianças abandonadas e renegadas.

Já a mãe das gêmeas Lamartine era uma grande artista e arquiteta francesa muito inteligente e dona de uma beleza descomunal ,foi inevitável Dom Matveev  se apaixonar pela bela e cativante Mary Lamartine, infelizmente Mary veio a falecer após o parto das gêmeas mais especificamente no parto de Ridley, sendo assim as garotas não tiveram a mãe em suas infâncias podendo contar apenas com seu pai e suas avós maternas e paternas duas senhoras viúvas muito peculiares e encantadoras .

Ridley sempre foi mais carente de atenção do que Castiel,Castiel sempre passeava com o pai e dividia vários interesses em comum com o velho já Ridley queria a atenção do pai ela não se sentia ligada ao pai como sua irmã e isso acarretou em um comportamento rebelde da platinada.

Castiel era mais tranquila e carinhosa,a ruiva era fã de Harry Potter e tecnologia assim como seu pai.

Ridley apesar do seu super Q I e intelectualidade era ativa e terrível bem parecida com sua mãe cujo a qual ela descobriu ter a conexão cultural e semelhanças que não tinha com  o pai,Dom Lamartine não soube lidar com a filha que causou a morte de sua amada e Ridley não facilitava o convívio o que resultou em seu pai a colocando em um colégio interno,a garota passou a odiar o pai pois queria o seu amor e ele a afastou de tudo e principalmente de Castiel.

No colégio interno as coisas não foram agradáveis para a platinada pois sua condição especial lhe resultava em tratamentos não muito gentis,mas as aulas de paintball e acampamentos compensaram o resto.Ridley ia poucas vezes para casa ou por vontade própria ou pelo simples fato de seu pai não comparecer para buscar a platinada sendo assim as únicas datas que a garota tinha certeza que iria ver sua irmã eram apenas em seu aniversário.

No décimo quarto aniversário das gêmeas como de costume Ridley retornou ao lar sendo bem recebida pela a irmã e as avós


15 De Junho De 2011.


Ridley desperta de seus sonhos para viver o seu pesadelo, após um banho e vestindo apenas sua boxer vermelha a garota se mantém em posição de sentido pouco se importando com o frio que lhe corta o corpo enquanto se mantém observando a neve e chuva caindo juntas .

-- chuva e neve juntas...é um mau presságio..._ sussurra a platinada se lembrando de um do seus personagens favoritos ,Lancelote.


A casa está em silêncio mas aos poucos os empregados de seu pai já vão se levantando e preparando a casa pois hoje é o grande dia,o dia em que seu pai demonstra todo o amor é orgulho por Castiel e Ridley entra na história como apenas a gêmea má e rebelde cujo a presença só é solicitada no momento de soprar as velas,por insistência da gêmea boa é claro pois seu pai não se importa se a garota simplesmente não comparecer ao próprio aniversário.

Ridley após quase congelar admirando toda a beleza do clima russo resolve se vestir e ir acordar a irmã,Rid veste seu conjunto de moletom azul gelo e se dirige pelos corredores até a casa principal pois ela não é bem vinda nos quartos principais . Ridley entra no quarto da irmã encontrando a ruiva perdida em um mar de edredons apenas com parte dos cabelos e nuca a mostra,a platinada engatinha sobre a cama até estar deitada sobre as costas da irmã.


-- bom dia _ diz a platinada beijando a nuca da irmã _ quero lhe dar o seu presente agora.

-- hum _ resmunga Castiel.

-- vamos beterraba _ diz Rid puxando os edredons _ levanta sua preguiçosa .

-- céus _ exclama Castiel se sentando na cama enquanto olha sua irmã de forma irritada _ só porque você nunca dorme filha da neve não quer dizer que eu faça o mesmo.

-- vamos filha do fogo ,tenho um presente para te dar. _ diz Ridley pulando sobre a cama da irmã. _ por que as camas dos quartos proibidos são tão grandes?

-- não sei,como é a sua? _ pergunta a ruiva enquanto se levanta se dirigindo ao banheiro.

-- não tem importância _ diz Ridley se jogando de costas na cama,ela nunca permitiu a irmã entrar em seu quarto pois tudo o que a garota possuía lá eram apenas um banheiro simples e um colchão no chão,aquele quarto era o seu castigo por ter desmontado o motor de um ZiL-112 Sports,um carro da vasta coleção de seu pai.

Castiel havia quebrado o carro enquanto brincava com seus amigos que fingiam o dirigir até que uma das pestes vulgo amigos da ruiva girou a chave e o desastre aconteceu. Ridley desmontou e arrumou peça por peça do veículo mas quando ela terminava de montar o motor seu pai entrou na garagem e a pegou com a mão na massa,ela nem tentou argumentar nem nada apenas recebeu a surra que lhe deixou pequenas cicatrizes e foi mandada para o colégio interno após perder seu lugar a casa e tudo mais que faziam parte do castigo.

30 Minutos mais tarde as gêmeas Lamartine descem correndo os lances de escadas da mansão de seu pai indo de encontro a casa de hóspedes onde as avós das garotas ficam isoladas.


-- o que vamos fazer aqui?_ pergunta Castiel assim que entram na casa.

-- eu não pude comprar nada para você,mas eu sou boa com as mãos então eu fiz algo no colégio e as vovós prometeram guardar para mim _ diz Ridley indo ao quarto de sua avó materna logo pulando sobre a senhora que dormia tranquilamente._ bom dia vovó.

-- bom dia flocon de neige _ responde sorrindo a senhora que já havia notado as netas entrando no quarto _  parabéns minhas queridas _ diz pegando as netas no colo em um abraço de urso regado de beijos e risadas _ o que já fazem em pé.

-- bom dia vovó _ diz Castiel sorrindo _ Rid me arrastou da cama até aqui.

-- vim buscar o presente da beterraba _ diz Rid se aconchegando no abraço da avó.

-- oh sim vou pegar-lo agora _ diz a senhora se dirigindo ao velho guarda-roupa de madeira rústica de onde retira um embrulho _ aqui está querida.

-- obrigado vovó _ responde Ridley sorrindo _ aqui beterraba.

-- obrigado Rid _ Castiel agradece abraçando a irmã.

-- só abra a noite _ pedi a platinada.

-- tudo bem _ Castiel avalia o embrulho de tamanho médio em suas mãos .

-- vovó venha tomar café conosco._ convida Rid .

-- vão na frente iria me arrumar e logo encontro com vocês ._ responde a senhora.

As gêmeas saem do quarto da avó indo ao do lado e acordando a outra avó com o mesmo convite para tomar o café,logo as pequenas travessas voltam correndo a casa principal não demorando muito para que toda a família se reúna na mesa iniciando o café da manhã.

O dia passa rápido e a casa já se encontra arrumada para a festa,os convidados já começam a chegar logo lotando a casa enquanto as gêmeas estão em seus quartos se arrumando para o grande dia.

A festa estava a todo vapor cheia de convidados e presentes cujo os quais apenas 2 eram de Ridley, Castiel se divertia com seus amigos na sala de jogos especialmente feira para ela enquanto Ridley se escondia no escritório do pai detonado uma garrafa de groselha pois se seu pai visse com certeza a faria jogar fora,após 3 horas de festa as gêmeas são chamadas para soprar as velas e receber os parabéns.

A hora de abrir os presentes chegou e Castiel abria os seus animadamente enquanto Ridley já havia guardado os seus para mais tarde,a platinada esperava ansiosamente que sua irmã abrisse o seu presente mas Castiel havia o esquecido no quarto, Ridley não conseguia mais esconder a decepção e o desgosto em seu rosto pois Castiel preferiu todos aqueles presentes superficiais ao seu que foi feito de coração.

01:30 da madrugada e finalmente a casa se encontra vazia,Castiel está em seu quarto com seu pai avaliando cada presente.

-- filha que embrulho é este? _ pergunta seu pai.

-- meu Deus me esqueci completamente dele _ diz a ruiva pegando o embrulho de sua mão._ Ridley me deu.

-- Ridley? Mas eu não a levei para comprar nada._ diz o homem já irritado julgando que sua filha roubou algo.

-- ela fez para mim papai _ diz a ruiva abrindo o embrulho encontrando dentro um lindo desenho de sua mãe._ meu Deus é a mamãe.

Dom deixa sua filha sozinha ao quarto de dirigindo ao encontro de sua outra filha, Castiel nem nota a saída de seu pai enquanto Ridley está sentada no pequeno banco observando a paisagem a sua frente onde estava o rio congelado vez ou outra se aquecendo com vodka,a garota nem vê de onde vem o tapa que recebe.

-- como ousa ? _ grita o homem parado perante a filha caída na neve._ quem lhe deu o direito de pegar uma foto dela?

-- eu não peguei nada _ diz Rid se recuperando do choque _ eu gravei na memória.

-- mentira _ cospe o homem em fúria _ você nunca aprende não é mesmo? Sempre será a gêmea má mas eu irei te corrigir .

Dom avança sobre a filha lhe acertando um soco no rosto mas Ridley revida para a total surpresa do homem,logo todos da casa estão em volta da briga absurda entre pai e filha.

-- já basta _ grita Dom Lamartine _ não tem discussão dessa vez Ridley,você não me deixou escolha alguma...você irá para Suvoroc ,agora entre e arrume suas coisas.

As Escolas Militares Suvorov são um tipo de internato na antiga União Soviética e nas atuais Rússia e Bielorrússia para meninos entre 14 e 18 anos. A educação nessas escolas focam em assuntos relacionados ao militarismo. As escolas têm o nome de Alexander Suvorov, um grande general do século XVIII.

Ridley amparada por suas avós entra em seu quarto e arruma suas coisas logo pega os únicos dois presentes que ganhou e pede a sua avó materna para o guardar até que ela volte .

Ridley nem pode se despedir da irmã logo foi arrastada por seu pai até o colégio militar onde passou um ano lá ,no décimo quinto aniversário o clima não havia mudado ,Castiel pediu a emancipação sua e de sua irmã ao pai que não relutou em relação a Ridley mas foi contra a de Castiel.

Logo Marcus Kane apareceu e Ridley o seguiu sem pensar duas vezes e Castiel foi atrás de sua irmã e assim continua até os dias de hoje.

O restante vocês já sabem...


Notas Finais


Ridley minha escrota favorita 😍.


Por hoje é só ...rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...