História Kpop: BTS Imagines - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 53
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me perdoem a demora, mas eu não estava com criatividade.
Talvez este capítulo esteja meio curto, mas foi porque minha inspiração está pouca... ♥ Espero que gostem!♥

Capítulo 32 - Kpop: BTS Imagines - Quem é esse homem?


Fanfic / Fanfiction Kpop: BTS Imagines - Capítulo 32 - Kpop: BTS Imagines - Quem é esse homem?

S/N Onn

*Quebra de tempo*

No dia seguinte acordei bem melhor, porém ainda pensando no que aconteceu na noite passada.

Como uma ótima amiga que sou, fingi não acontecer nada, para falar normalmente com Kai, mas eu não sei se ele aceitaria isso, tipo... Tão rápido.

Acabei preferindo deixar esse assunto para lá e fui até a cozinha. Quando cheguei, percebi que Kai ainda estava a dormir, então preferi ficar em silêncio e fazer o café da manhã.

Logo quando termino de cozinhar, começo a ouvir passos vindo em direção a cozinha, quando me viro para ver quem era, era Kai. Ele estava completamente descabelado e seu pijama parecia mais um pano de chão velho encontrado no lixão. Estava tão engraçado, mas ao mesmo tempo fofo, com aqueles olhos inchados...

S/N: Hah... *tento segurar a risada* Haha! Aah... Eu não consigo, você está muito engraçado... Haha!

Kai: Yaa! O quem fala! Com esses cabelos que parece mais um ninho de mafagafo...

S/N: O que você acabou de dizer?... Aish! E esse seu pijama que parece que tirou do lixão! Hein!!?

Kai: ... Tá, parei. Você venceu.

Sendo sincera, ele estava engraçado, porém sua fofura se sobressaía. Awtt!! Dava vontade de apertar bem forte aquele rostinho delicado!

Kai Onn

No momento em que acordei, sinto um saboroso cheiro de panqueca com mel e várias outras opções de comidas.

Tendo estes cheiros maravilhosos, resolvo ir até a cozinha ver quem é que estava a cozinhar, sim, era S/N. Como será que ela fez essas comidas tão gostosas?! Me parece uma delícia!

Bem, tentei me inturmar um pouco com ela, para ela tentar esquecer o que aconteceu na noite passada e ficar de bem comigo, não sei se ela superou isso ainda.

Vou para tentar me inturmar com ela, mas de repente ela começa a rir, eu não sabia o motivo! Até o momento em que ela fala que eu estou completamente engraçado. Como eu queria que nós voltássemos a nos falar normalmente, comecei a retrucar. Talvez eu tenha falado que o cabelo dela parecia um ninho de mafagafo, aí eu acho que ela ficou brava. Mas na realidade, o cabelo dela estava sedoso e brilhante como um diamante. Seus olhos estavam meios inchados e seus lábios, avermelhados como um morango maduro. Eu nunca mais queria sair dali...

S/N Onn

Depois dessa discussãozinha, resolvemos ir a mesa para tomarmos café da manhã. Ficamos em silêncio, apenas comemos e bebemos um leite.

Quando termino, vou para o quarto, o mesmo em que eu havia dormido, para tomar um banho e colocar minha roupa suja, no caso a mesma do dia anterior.

Porém antes que eu pudesse começar a reclamar de como minha roupa estava suja, Kai me oferece uma roupa dele para eu n ter que usar algo imundo em meu corpo.

Kai: S/N, toma. Pegue esta muda de roupa. * me entrega uma roupa, dele* Use essa. É melhor do que colocar a que você estava ontem.

S/N: muito obrigada Kai. Mas não é necessário. Já não basta eu ter ficado aqui noite passada...

Kai: Não tem problema! Você é muito bem vinda aqui! Agora pegue!

S/N: Se é assim... Obrigada!

Pego a muda de roupa e vou para meu quarto me trocar. Sei que parece estranho, mas antes eu iria passar na casa da Yangmi para me aprontar decentemente.

A roupa havia ficada um pouco larga, na realidade, até demais. Mas só era para eu ir até a casa de Yangmi, sendo assim, não tinha problema.

Quando saio do quarto, percebo que Kai está a minha espera para irmos, pois ele iria me levar até lá.

Saímos de casa e fomos em direção ao carro normalmente. O mesmo foi o que usamos para ir a "minha casa". Tudo aconteceu normalmente, no carro. Apenas ficamos conversando sobre algumas músicas e livros, nada de mais.

Quando chegamos lá, me despeço de Kai e agradeço ele por ter cuidado de mim quando eu precisei. Ele foi embora, então eu entro rapidamente para dentro, pois eu ainda tinha de ir me trocar. Nesse dia, eu trabalhava!

Coloquei uma roupa simples, mas ao mesmo tempo, que fosse elegante, para uma boa apresentação. Chegando no trabalho, tento me comunicar com Tae, porém ele me ignora por completo. Eu não entendo esse garoto. Só por causa de um mero trabalho de faculdade ele fica todo ciumento! Estou ficando de saco cheio dele... Mas do jeito que sou, finji estar tudo bem, tentar não parecer preocupada ou irritada.

Namjoon acabou por perceber o que estava acontecendo entre o meu relacionamento e o do Tae. Percebeu que nós dois havíamos brigado.

NJ: está tudo bem entre você e o Tae?

S/N: Err... Sim! Está tudo ótimo!

NJ: Você parece estar desconfortada com algo... O que aconteceu entre vocês dois?

Namjoon parecia estar tão preocupado e acolhedor, que acabei por não me aguentar e contei tudo a ele. Eu estava a contar, com meus olhos marejados de lágrimas, completamente abalada com Tae. Namjoon percebeu minha situação, que acabou me consolando. Depois de tudo isso, acabei o agradecendo por ter deixado eu desabafar com ele.

Termino meu horário de trabalho e vou para a faculdade. Quando chego lá, percebo que perdi muita coisa por não ter ido no dia anterior. Aí eu me lembro que Kai também sofreu as mesmas consequências do que eu, porque ele também faltou e ficou cuidando de mim. Me senti completamente culpada, pois ele perdeu coisa por minha culpa! Nem sabia como me desculpar com ele, e se ele iria me desculpar.

Na hora do intervalo saio correndo a procura de Kai para me desculpar, porém não consigo o achar de maneira alguma. De repente, quando ainda estou procurando, vejo uma multidão de garotas a procura de algo. Quando vejo isso, resolvo ir perguntar se elas sabem onde ele está, porque é provável que elas estavam a procura de Kai. Vou em direção a elas, mas, do nada, alguém me puxa pelo braço. Me puxou tão fortemente que quase parou a circulação sanguínea no meu braço. Me viro para ver de quem se tratava, mas a pessoa estava mascarada e completamente de preto, não conseguia ver nem ao menos uma parte de pele. Fiquei mega assustada de quem poderia ser, mas antes que eu pudesse gritar, ele tampa minha boca e diz:

"É melhor você parar e seguir sua vida. Não se intrometa na vida de outras pessoas! Principalmente se for um homem! Até porque, você é minha e de mais ninguém!"

Nesse exato momento ele sai daquele lugar e o mesmo some em um piscar de olhos. Fiquei a pensar se era o Tae, mas sua voz parecia de homem de, pelo menos, 30 anos, ou estava quase nos 30. Diferente de Tae.

Pensei muito de quem poderia ser, mas Kai me interrompe, falando que estava a minha procura.

Kai: Aah!! Oi S/N! Eu estava a sua procura!! Finalmente te achei...


Notas Finais


E aí gostaram? ♥ Espero que sim!♥
Vou tentar postar o próximo capítulo o mais rápido possível, me perdoem se eu demorar😘♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...