1. Spirit Fanfics >
  2. KPS- konoha privacy School >
  3. Punição

História KPS- konoha privacy School - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Hehe demorei né amores?
Desculpa por ter sumido

Bom eu to com vergonha desse cap KKKKK
Gente me desculpem pelo pessimo Hentai KKK mais tá aí obgd por lerem minha fic e não desistirem de mim..

Bjs amores...

Capítulo 8 - Punição


Fanfic / Fanfiction KPS- konoha privacy School - Capítulo 8 - Punição

Naruto

 

 

 

Acordei com a luz do sol no meu rosto (KKK coisa mais clichê) todo mundo ainda estava dormindo então eu devo ter acordado muito cedo. 

 

 

Peguei o relógio que tinha na minha gaveta, aquilo é tão confuso, franzi o cenho tentando ver a hora, pra que ponteiros se existem relógio digitais? Me perguntei..

 

São 10:47 COMO ASSIM KAMI???

 

_GENTE ACORDA... - gritei chamando todo mundo. - NÓS ESTAMOS MUITO ATRASADOS. MUITO MESMO. 

 

Todos levantaram desesperados, menos Shikamaru que murmurava um: - Eu avisei.

 

 

_Naruto, mais tarde a gente arruma esse quarto, nós temos que nos arrumar, temos que ir pro nosso quarto pra ontem. - Sakura disse desesperada, correndo de um lado pro outro sem saber o que fazer. 

 

_Ta louca? Se um coordenador pega vocês nos corredores... - Neji falou.

 

_O que a gente faz então, gênio. - Temari perguntou franzindo o cenho. 

 

_Vamos pensar em alguma coisa né, mas sair por aí igual louca não é uma opção. - Neji disse pensando em algo.

 

_Uma só de vocês vai no quarto buscar os uniformes, se uma for pode se esconder e fica mais fácil de inventar uma desculpa. - Shikamaru deu a ideia.

 

_Então quem vai? - Ino questionou.

 

_Eu que não vou, eu já bati na porta na aula do Kakashi aquele dia. - Hinata tirou o pescoço fora. - To fora dessas maluquices...

 

_Eu nem queria ter vindo pra cá, vocês que me arrastaram ,eu que não vou. - Temari se negou a ir também.

 

Ouvimos um barulho vindo da porta e a maçaneta começando a se mexer devagar. 

 

_Fudeu... - Alguém murmurou .

 

As meninas correram pro closet, nós já estávamos esperando a bronca de algum dos coordenadores por estarmos em pleno horário de aulas no quarto, ou até pior uma punição por desobedecer uma das principais regras da escola. 

 

_O que vocês estão fazendo aqui essa hora? - Gaara entrou no quarto junto de Kankuro, tirando um suspiro de alívio de todos nós. 

 

_Eii gente é só o Gaara e o Kankuro, podem sair daí. - Falei, chamando as meninas.

 

As 6  saíram do closet e Temari foi abraçar os irmãos, pareceu um daqueles reencontros 

que passam em programas de televisão, meloso demais.

 

_Bakaaa, o que você tá fazendo aqui? - Gaara questionou com uma sobrancelha erguida falando com a irmã. - Afinal o que todas vocês estão fazendo aqui? 

 

_Nós dormirmos junto com os meninos na cama deles, abraçadinhos, de conchinha, umh foi tão bom... - Temari falou enganando o irmão que foi em direção a Shikamaru.

 

_Eu falei pra você cuidar da minha irmã, não dormir com ela... - Gaara falou revoltado, ficando cara a cara com Shikamaru.

 

_Calma lá cabeça de fósforo. - Foi minha vez de entrar na encrenca. - Temari tá zuando. Ela dormiu na tua cama. 

 

Ele deu um suspiro, e um tapinha na testa da irmã. 

 

_Mas isso ainda não explica por que vocês dormiram aqui? - Gaara queria uma explicação e por mais que isso fosse tedioso de explicar, contamos uma versão resumida do que aconteceu.

 

_Meu Deus... - Ele bateu a mão na própria testa. - Vocês são malucas mesmo. Eu e Kankuro vamos buscar os uniformes. Qualquer coisa podemos dar a desculpa de que fomos deixar alguma coisa sua no seu quarto, já que acabamos de chegar. - Ele deu a ideia ainda surpreso com toda aquela loucura.

 

_Boa... - Temari concordou.

 

_Andem logo antes que dê a hora do almoço e alguém além dos alunos da sala, notem que nós sumimos. - Sakura os apressou.

 

 

Sasuke foi tomar logo um banho, seguido de Neji e Pain. 

Gaara e Kankuro chegaram com os uniformes em mãos, depois de uma enrolação enorme das meninas no banheiro estávamos quase prontos, pra sair.

 

 

_Como assim vocês não tem secador? - Ino perguntou como se fosse o fim do mundo.

 

_O Neji tem. - Shikamaru apontou o mesmo dando um sorrisinho.

 

_Eu não empresto meu secador. - Ele falou meio manhoso de braços cruzados.

 

_Pooooooooor favoooooooor. - Ino insistiu muito fazendo um biquinho e mesmo assim ele negou firmemente.

 

Depois de muito drama e insistência Neji perdeu a paciência e emprestou o secador. - Pega logo essa porra. - Ele disse estressado.

 

_Olha só se as princesas puderem se apresar por que já são quase 12 h, e não vai dar bom a gente perder as aulas da tarde também. - Sasuke falou estressado.

 

_Ta bom tá bom. - Ino revirou os olhos terminando de passar um rímel que brotou do inferno, tanta vaidade pra uma pessoa só... 

 

_Por causa de vocês nós vamos ficar sem almoçar por que só tem 10 minutos de intervalo agora. - Temari bufou zangada. 

 

Saímos todos do quarto sorrateiramente observando se alguém nos via, não tinha ninguém nos corredores por que era horário de almoço. Entramos no refeitório pra disfarçar o fato de termos sumido. 

 

 

Sakura

 

Só tínhamos 5 minutos de intervalo, não daria tempo de almoçar, droga estou com tanta fome. Depois do beijo de ontem à noite eu e Sasuke não trocamos muitas palavras, mas não parávamos de trocar olhares, um sorriso de canto ali um olhar malicioso ali... 

 

Depois do nosso “almoço” fomos direto pra Sala de aula, sentamos nos nossos lugares de sempre e esperamos o professor chegar, aliviados por não termos sido pegos.

 

_Eu tenho a sensação de que deixei alguma coisa passar... - Konan ficou pensativa. - Como se eu tivesse esquecido alguma coisa, sabe? 

 

_Puta que pariu... - Temari falou quase que num grito. - A redação do Kakashi. É pra essa aula. - A loira arregalou os olhos.

 

_Ferrou. - Me desesperei. 

 

_Levamos um “castigo” - Temari fez aspas com as mãos. - por chegarmos atrasadas e o que fazemos no dia seguinte ? 

 

_Muito bem, uma salva de palmas para as meninas... - Naruto disse rindo. 

 

 

Pra surpresa de todos, diretora Tsunade entra pela porta, todos ficam em silêncio automaticamente, ela parou em frente a mesa do professor, suspira e começa a falar entediada.

 

_O professor Kakashi faltou hoje, então esse horário é livre. - Todos na sala comemoram inclusive eu e as meninas.

 

_Se livraram hein. - Neji disse sorrindo.

 

_Mas eu quero falar com alguns alunos. Os nomes que eu chamar lá fora. - Ela pegou um papel no bolso de sua calça e começou a ler, cada nome que ela falava me fazia ficar com medo do que viria a seguir. - Naruto Uzumaki, Pain Uzumaki, Sakura Haruno, Hinata Hyūga, Neji Hyūga, Ino Yamanaka, Sasuke Uchiha,Sabaku no Temari, Konan, TenTen mitsashi, Shikamaru Nara, Sabaku no Gaara e Sabaku no Kankuro. 

 

_Será que ela descobriu? - Hinata perguntou pálida como papel.

 

_Só pode, pra chamar o bonde todo... - Naruto respondeu, quase roendo as unhas.

 

_Me acompanhem até minha sala. - Ela disse totalmente indiferente.

 

Fomos andando pro corredor da morte, se meus pais descobrirem que eu DORMI NO QUARTO DE MENINOS, vão pensar todas as merdas possíveis. Entramos temerosos na sala e lá estavam Karin, Matsuri, Tayuya e Hotaru.

 

_Ah pronto, ter que dividir o oxigênio do espaço com cobras. - Temari falou revirando os olhos.

 

_ok, respira, 1...2...3... -  minha madrinha estava tendo um surto. Ela puxou o ar e soltou de vez. - Ok Senhorita Karin, me fez trazer todos eles aqui, agora me diga o que está havendo. - Ela parecia totalmente irritada com Karin, apoiou o cotovelo na mesa e começou a ouvir atentamente o que A ruiva toxica dizia.

 

_Diretora querida, eu flagrei essas 6 indo dormindo no quarto dos meninos, eles as encobriram e todos eles aí chegaram atrasados na aula, na verdade... - Ela nos olhou e sorriu maliciosa. - Eles só chegaram nas aulas da tarde. E outra. - Ela pegou dentro da bolsa uma câmera daquelas que revelam fotos pequeninas. - Tayuya flagrou tudo com a câmera dela, puxou a imagem de dentro da bolsa e mostrou uma fofo nossa entrando no quarto dos meninos a noite. Droga essa vagabunda nos seguiu. - E ainda por cima, esses dois que acabaram de chegar de 2 dias suspensos - Ela deu ênfase na frase.-encobriram tudo isso.

 

_Karin já é o suficiente. - A diretora falou massageando as pálpebra. - Podem se retirar as 4. - Ela respirou fundo... - E só um conselho fofocar é bem feio... - Completou.

 

Mesmo com o que Tsunade disse Karin e as 3 cobras saíram sorrindo vitoriosas. 

 

_Um dia ainda vão se engasgar com o próprio veneno. - Sasuke disse revirando os olhos.

 

_Eu vou matar todos vocês. - Ela deu um soco na mesa deixando todo mundo surpreso. - Vocês não sabem nem fazer a merda direito. - ela se levantou da cadeira e começou andar de um lado pro outro da sala por trás de sua mesa murmurando um monte de coisas aleatórias que deviam ser com certeza milhares de palavrões direcionados a cada um de nós. - Se eu não gostasse muito de vocês eu já teria arrancado essas coisas que vocês chamam de cabeça. 

 

_Calma madrinha. - Naruto guiou-a até a cadeira fazendo uma massagem em seus ombros e suas costas, peguei um pouco do chá que tinha em cima de uma mesinha de canto e dei pra ela. - Você vai surtar desse jeito. 

 

_É que ... O imprestável do Jiraiya viajou era pra ele voltar hoje, mas não chegou até agora. Eu não aguento isso sozinha. - Ela passou o olho por todos na sala. - Quando forem cometer o crime vê se façam a coisa do jeito certo...

 

Começamos a rir dela.

 

_Você não vai falar disso com os nossos pais né?- Perguntei receosa.

 

_Não... Claro que não...- Ela suspirou. - Mas se eu não fizer nada aquelas doidas lá vão estranhar... - Ela pensou e pensou... _Eu vou mandar todos vocês pra um lugar longe por dois dias, se os pais de vocês vierem os procurar invento alguma desculpa... E não cometem com ninguém, por que para os outros alunos vocês vão estar suspensos. - Ela respirou fundo... - Vamos saiam logo daqui antes que eu mude de ideia...

 

 

Saímos daquela sala rindo, e comentando sobre o que acabou de acontecer, no fim do corredor estavam as piriguetes vegetarianas ou como Naruto fala o quarteto das cobras. Fingimos tristeza quando nos aproximamos e Elas riram vitoriosas.

 

_Depois dessa... - Suspirei aliviada sorrindo. 

 

_Pra onde será que a madrinha vai nos mandar? - Perguntei diretamente a Naruto, que parecia pensar assim como eu...

 

_Não sei... - Ele respondeu.

 

 

[...] 

 

 

 

Tsunade:

 

Aqueles cabeças de vento precisavam de um tempo fora da escola mesmo, sim eu admito eu realmente gosto deles, qual o problema em ter alunos favoritos? Ninguém me disse que era proibido... 

Alguém bateu na porta 3 vezes e eu gritei um: - Entra. 

Jiraiya chegou de viagem, e andou até mim me encarando nos olhos. Como eu estava com saudades desse homem. O cheiro dele se espalhou por toda a sala, e invadiu minhas narinas me deixando viciada.

 

_Você está estressada não é? ... - Jiraiya perguntou colocando uma mecha do meu cabelo atrás da orelha. 

 

_Você também não me ajuda, viaja e fica longe, não manda mensagem, some... - Disse manhosa.

 

_Eu sei... Desculpa por isso. - Qualquer coisa que aquele homem fala me desarma em questão de segundos, uma palavra dele e eu fico derretida igual manteiga.

 

Ele andou até a porta e a trancou na chave.

 

_O que você pensa que esta fazendo? - Perguntei franzindo o cenho.

 

_Eu só quero ter uma conversa a sós com você... - Ele sorriu sugestivo. 

 

_Conversa é? - Perguntei enquanto tirava o meu casaco de tecido fino que estava por cima da minha regata preta tirei meus sapatos em seguida ficando apenas de calça e a regata preta. Ele se aproximou e me olhou nos olhos me derretendo toda e fazendo minha calcinha molhar com nada mais que um olhar, esse homem tira toda a sanidade que eu tenho e até a que eu não tenho.

 

_Temos muita conversa pra por em dia. - Ela me encarou com os olhos nublados de desejo, e eu não estava indiferente na situação, eu o desejava da mesma maneira. - Estava com Saudades de você...

 

_Por que tanta demora então? - Perguntei maliciosa.

 

Jiraiya me sentou em cima de um canto vazio da mesa, agarrou minha cintura e capturou meus lábios num beijo rápido e cheio de desejo, em poucos movimentos ele tirou minha blusa e meu sutiã sem ficar muito tempo sem manter contato. 

 

Ele se afastou um pouco e me encarou sem blusa, mordendo o lábio inferior com a visão que estava tendo. 

 

_Sempre tão gostosa. - Ele lambeu os lábios com a visão que tinha de meus seios fartos. 

 

Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa em resposta ele abocanhou meu seio esquerdo, enquanto apertava o direito com a mão,Jiraiya parecia uma criança com o doce favorito na boca, ele  mirou  sua atenção pro meu pescoço totalmente exposto, deixando cada espacinho dele com sua marca, minha clavícula, meu maxilar, ele lambia e chupava tudo, me causando espasmos.

 

_Isso vai ficar... ahhhh. Roxo - Gemi alto, com as sensações que sua língua provocava na minha pele, jurei ter ouvido um riso abafado vindo dele. - idiota... 

 

Fiquei de pé e me afastei um pouco. Comecei a tirar sua camisa de um jeito provocante, abrindo botão por botão bem devagarinho. Eu queria o ver ansioso, pedindo pra que eu andasse logo, eu queria deixar esse homem tão locou quanto ele me deixa. - Não me tortura desse jeito. - Ele falou num tom sexy me levando à beira da loucura.

 

Eu não estava com nenhuma pressa, com a ajuda dele tirei sua camisa e me deliciei com a visão que tinha de seu corpo, seu cabelo estava preso, sua pele morena brilhante, seus músculos bem trabalhados, os ombros largos, a tatuagem em seu ombro descendo até as costas, a barriga trincada, tudo isso só meu... ele sorria com a minha cara de idiota, eu o empurrei fazendo-o sentar na mesa invertendo as posições e beijei sua boca devagar, provocantemente, passando a mão pelo seu corpo, arranhei suas costas provocando gemidos involuntários abafados pelo beijo, minha boca foi em direção ao seu pescoço me vingando por ter deixado minha pele roxa, mordi sua pele, marcando meu território, passei minhas mãos por seus braços arranhando-os um pouco, passei meu polegar na sua bochecha roçando nosso lábios, num movimento provocante.

 

_Já tá bom de me provocar não é? -ele me agarrou me colocando no lugar onde estava antes com força o suficiente pra eu sentir sua ereção na ponta da minha barriga, ele me puxou pra um beijo, quente, sua boca se separou da minha pra ele poder abrir os botões da minha calça e me sentar na mesa, puxou de uma vez a calça , me deixando apenas com a minha calcinha de renda preta. 

 

_Ahhhhhh... - Gemi quando seu dedo rápido afastou minha calcinha e me penetrou de surpresa.

 

_Sua safada, já está molhada? - Ele perguntou num tom malicioso.

 

_Cala a boca... - Falei entre gemidos involuntários...

 

_Você gosta assim? - Ele fazia movimentos de vai e vem devagarinho me deixando louca. - Assim é melhor? - ele perguntou provocantemente inserindo outro dedo. 

 

_Mais.... Rápido... - Pedi manhosa, e mesmo com os olhos apertados e a cabeça jogada pra trás pude escutar sua risada ao me ver assim tão entregue.

 

Eu estava prestes a gozar, mas ele tirou seus dedos de dentro de mim, me arrancando um protesto. 

 

_Por que parou? - Perguntei manhosa.

 

_Quero te sentir na minha língua... - Ele falou me fazendo tremer.

 

 

Ele puxou em um movimento só minha calcinha e se ajoelhou em frente a minha intimidade, lambeu os lábios com a visão da minha boceta molhada por sua causa, ele começou a me chupar, devagar e rápido alternando me deixando completamente maluca,o maldito estocou minha intimidade com a língua me causando leves arrepios pelo corpo, Mordi a boca pra não gritar quando ele mordeu meu clítoris fazendo movimentos de sucção com a sua boca, meu corpo arrepiava com cada movimento que ele fazia, Sem parar por nenhum segundo, ele estocou sua língua várias vezes até eu me derramar em sua boca. 

 

_Estava com saudade do seu sabor...- Ele capturou tudo, provando da minha excitação. Ri do que ele falou, sempre tão idiota. 

 

 

Empurrei ele fazendo-o sentar na cadeira, tirei sua calça e passei as unhas propositalmente no seu membro por cima da cueca, fazendo grunir.

 

_Já não me provocou o suficiente hoje? - Ele perguntou de maneira sexy com uma voz rouca.

 

_Obviamente não. - Tirei sua box com a ajuda do mesmo, segurei seu membro e dei um beijo na ponta, masturbando a base escutando seus gemidos roucos, mas o que eu queria mesmo agora era ele dentro de mim. Me levantei ficando em pé em sua frente coloquei uma perna ao lado de sua perna na cadeira e em seguida ele me ajudou a colocar a outra, e sentei de uma vez em seu membro, descendo e subindo, chocando nossas intimidades, minhas unhas arranhavam suas costas e a boca dele chupava o meu pescoço, ele desferiu um tapa forte da minha bunda, me fazendo gemer alto. 

 

_I-isso é por ... ter me provocado. - Ele falava com dificuldade, Rebolei em seu colo de uma maneira sensual, enquanto ele apertava minha cintura me trazendo pra mais perto. Mordi o ombro dele deixando uma marca roxa, ri de sua expressão ao ver aquilo, comecei a ir mais rápido, vi meu homem ali, totalmente entregue apertando os olhos e se deliciando com as sensações que eu causava nele.

 

_ahhhh... - Gemi baixinho... - Eu vou gozar... - senti os espasmos do meu corpo e gozei com ele ainda dentro de mim...

 

Ele se levantou da cadeira comigo em seu colo e me sentou em cima da mesa, minha pernas ainda estavam meio trêmulas, mas nada que me impedisse de achar isso maravilhoso.

 

_Achou mesmo que isso tinha acabado? Eu ainda não vou te dar descanso.- Ele pegou o cinto de sua calça que eu não me lembrava de ter tirado e amarrou os meus pulsos por trás das minhas costas me desequilibrando um pouco. Ele Sorria com a expressão de pura malícia.- Ainda não terminei de dar seu castigo por ter me provocado. - Ele sussurrou no meu ouvido, causando uma arrepio na espinha.

 

 

_Olha lá o que vai fazer hein... - o alertei.

 

 

Jiraiya, chupava e mordia meu pescoço descontroladamente, e ao mesmo tempo que aquilo doía um pouco, me dava prazer, desceu pros meus seios, chupando apertando com a mão e mordiscando, apertei os olhos depois de ver que eu estava toda roxa. Maldito. 

 

 

_aahhhhhhhhh... - Ele passou a língua pela minha barriga chegando na minha intimidade ainda sensível pelo ato que aconteceu minutos antes. - Jiraiya.... Por favor... Não.... não para- Implorei. 

 

Ele mordeu minhas coxas devagar e provocante, eu tentava me soltar pra guia-lo onde eu queria senti-ló, mas ele me prendeu com aquele cinto que não permitia movimentos meus, ele estapeou minha bunda pela tentativa de sair de seu “castigo”, seu olhar era de pura luxúria, e tesão, esse homem é insaciável? Ele mordeu e chupou minhas coxas até elas ficarem roxas, o mesmo na minha barriga, pescoço e seios, Teria que usar roupas cobertas a semana inteira.

 

Ele nem esperou eu me recuperar simplesmente segurou seu membro e meteu com força, gritei de dor e ao mesmo tempo de prazer, rebolando pra ele.

 

_V-você é tão grande... - Não tinha nem consciência do que eu estava dizendo.... Mas eu nem sei como cabia tudo aquilo ali dentro. Ri de meu pensamento bobo.

 

_E você é tão apertada. - Ele falou com o rosto afundado em meu pescoço.

 

 

Ele começou a dar investidas mais lentas percebendo a minha fragilidade, e capturou meus lábios num beijo apaixonado e calmo. Senti os espasmos do meu corpo gozando mais uma vez hoje, segundos depois senti seu membro pulsar dentro de minha intimidade frágil. Chegamos ao ápice e Gozamos ali. 

 

Estamos suados, respiração ofegante, corações acelerados... Todas as emoções possíveis nos envolviam agora.

 

Fiquei alguns minutos sentada ali com ele, abraçados pra recuperar o equilíbrio do meu corpo, quando sai de baixo dele nossos líquidos escorreram pelas minhas pernas, ele me segurou no colo, e se sentou numa poltrona que tinha perto do armário, comigo em seus braços. Sentir seu cheiro de novo, sentir ele perto de mim, o calor da sua pele,era tudo que eu precisava.

Todo aquele stress era só saudade? 

 

Deitei minha cabeça no peito dele e ele acariciou os meus cabelos. 

 

_Me deixou toda roxa... - Reclamei. 

 

_É só passar maquiagem nisso depois... - Ele disse rindo. - Mais e eu? Você me deixou roxo e eu não falei nada.

 

_Ta falando agora... E sua pele é morena é mais fácil esconder isso. - Falei emburrada.

 

_Mais admita, você gostou... - Ele sorriu malicioso.

 

_Talvez. - Olhei provocante.

 

_Talvez é? - Ele ergueu uma sobrancelha. 

 

_Eu te amo... - Falei olhando em seus olhos com ternura.

 

 

_Eu também te amo minha pequena. - Odiava quando ele zoava minha altura, mas dessa vez eu não me importei. 

 

 

 

 

[...] 

 

 

Hinata Hyūga : 

 

 

Saímos de KPS, e entramos num tipo de van preta daquelas que pessoas que não querem ser notaras usam, fomos em direção ao tal lugar que Tsunade ia nos mandar, Sasuke e Naruto estão inventando diversas possibilidades de lugares que nós vamos... 

 

Tudo que eu queria era falar com o Naruto, mas não tivemos nem um momento sozinhos até agora. -Tsc... - murmurei...

 

Umas 2 horas depois chegamos no tal lugar, Sakura e Naruto se olhavam animados, como se tivessem achado ouro ou algo do tipo.

 

_Eu.Não.Acredito. - Sakura falou pausadamente.

 

_E eu pensando que ela ia mandar a gente pra um lugar horrível. - Naruto falava animado.

 

_Esse é o clube a família dela, nós vínhamos aqui quando éramos crianças. - Sakura explicou.

 

Por fora, haviam uns portões de grades, com alguns “s” enormes de decoração, o lugar era coberto por grama verde até a parte das piscinas que não eram nada modestas, as piscinas tinham tobogãs enormes, e um trampolim que eu nunca ousaria usar. 

Mais pra esquerda do enorme terreno, tinha uma casa gigantesca, com direito a varanda e segundo andar, mais pra direita haviam um tipo de fazenda, o lugar era gigantesco e incrível.

 

_Eii, vocês não viram nada... - Naruto sorriu coçando a nuca... - Vamos entrar logo. - Ele conferiu o relógio demorando um pouco pra ver a hora.- Já são 19h, desse jeito não vamos aproveitar nada...

 

Entramos todos juntos, o lugar era tão chique que tinha até um porteiro, Naruto nos direcionou até a casa, e bateu na porta. 

 

A porta foi aberta por uma mulher de altura mediana, cabelos negros, pele branca e olhos castanhos. 

 

_Shizune-samaaaaa... - Naruto e Sakura falaram e saíram correndo em direção a ela.

 

_Heyy, não me derrubem. - Ela abraçou os dois. - Como vocês cresceram hein. - Ela sorriu admirada. - Oi gente... - Ela olhou pra nós e retribuímos falando um: - Oi shizuene-Sama.

 

_A madrinha mandou um beijo pra você. - Sakura falou entrando na casa.

 

_Ela mandou mensagem avisando que vocês viriam... - Shizune falou animada. - Bem se virem pra dividirem os quartos, eu vou pra cozinha terminar o que eu estava fazendo pra vocês comerem. 

 

 

Ela nos deixou sozinhos na sala, Naruto nos arrastou até o segundo piso e paramos em frente as portas dos quartos.

 

_Como nós vamos decidir? - Naruto perguntou olhando pra nós. - Vocês que mandam.

 

_Sorteamos os nomes... - Shikamaru bocejou. - Quem cair junto dorme junto. 

 

_É, não é exatamente junto, tem duas camas de casal em cada quarto. - Naruto nos mostrou abrindo a porta de um dos quartos.

 

_Tem papel aí? - Neji perguntou. 

 

TenTen tirou uma agenda de sua bolsa e anotou o nome de todos nós com uma canetinha, Naruto pegou uma caixinha que tinha no quarto e colocou os nomes dentro. O sorteio ficou o seguinte: 

 

Sakura e Sasuke 

Naruto e Hinata 

Ino e Gaara

Temari e Shikamaru 

Neji e TenTen 

Konan e Pain 

 

_Kankuro você dorme sozinho num quarto. - Naruto disse tedioso, enquanto Kankuro sorriu vitorioso por ter dado sorte. 

 

_Pode trocar de pessoa não? - TenTen perguntou, deixando Neji “magoado”.

 

_Não afinal todo mundo concordou com o sorteio. - Sasuke falou rindo maliciosamente pra Sakura que retribuiu o gesto. 

S A F A D O S 

 

 

 

Deixamos as coisas nos quartos, ou melhor jogamos as coisas nos quartos e fomos vestir roupas de banho por que vamos sim, pra piscina em plenas 19h da noite. Naruto chamou todos e ninguém discordou por que estava quente mesmo.

 

Fiquei sozinha no mesmo quarto que o Naruto, ele não falou nada comigo até agora, será que ele só estava me iludindo? Ah não, não é assim que funciona, quando ele sair do banheiro eu vou falar com ele. Se esse Uzumaki acha que vai ser fácil se livrar de mim, ele está muito enganado.

 

Naruto abriu a porta do banheiro e eu me levantei em sua direção, ele estava só de bermuda exibindo seu físico nada modesto. 

 

_Oi, eu precisava falar com você... - Ele coçou a nuca sorrindo pra mim.

 

_Pode falar... - Disse meio seca pra ver como ele reagiria.

 

_Eu só não quero que você pense que eu te iludi, é que aconteceram todas essas coisas esses dias e... - Interrompi sua fala

 

_Tudo bem. - Sorri. - não se estressa com isso.

 

_Bom, talvez esteja muito rápido e tudo mais, só que eu queria te pedir uma coisa, eu não trouxe um discurso preparado, presentes e algo do tipo, mas isso não muda o que eu sinto por você, desde a primeira vez que eu te vi eu enxerguei algo especial, eu não conseguia olhar pra outra menina além de você, por que você é especial e se destaca entre as outras, mesmo sendo Naturalmente linda, eu queria ter o privilégio de te chamar de namorada... - Ele sorriu sacana segurando as minhas mãos.

 

_Umh... Deixa eu pensar... - Fingi pensar na proposta dele. - Eu acho que.... - Dei uma pausa pra ter emoção. - SIM. - dei um sorriso de orelha a orelha, e destaquei a última palavra.

 

_Vem cá. - Ele abriu os braços me chamando pra um abraço. Corri até ele e no impulso derrubei-o na cama. 

 

_Vamos lá? - Ele me deu um selinho e me puxou pra fora do quarto.

 

Descemos as escadas conversando sobre coisas totalmente aleatórias, na sala haviam vários olhos maliciosos nos observando, estavam pensando besteira... 

 

_Umhh sei não hein... - Sakura falou. 

 

_Também não sei não a senhorita e o Sasuke... - Naruto não deixou barato.

 

_Vamos logo lá pra fora... - Saímos da casa correndo, menos Temari que disse que não gastaria energia com isso e iria andando.

 

Um dos empregados da casa abriu o portão da piscina, os meninos saíram correndo igual malucos se jogando na água e gritando baixarias. 

 

_Meninos... - Sakura balançou a cabeça em negação. 

 

 

 

Temari

 

Não tinha sol pra pegar então inventei o banho de lua, deitei na cadeira e tomei um suco observando como os meninos são malucos. As meninas entraram na piscina e me chamaram,mas eu neguei, estava muito bem aqui. 

 

O preguiçoso saiu da piscina e veio andando em minha direção, ele pode ter toda a preguiça do mundo mais isso não impede de ser um gostoso, nossa senhora. 

 

_Não vai entrar não? - Ele perguntou o óbvio. 

 

_Não, to bem aqui... - Falei a verdade. 

 

_Umh, se eu te pegasse no colo e me jogasse na água com você, o que você faria? - ele perguntou erguendo uma sobrancelha.

 

_Te chamaria de idiota. - Revirei os olhos.

 

Pra minha surpresa o preguiçoso me pegou no colo, mesmo eu me debatendo não conseguia me soltar, -Idiotaaaaaa... - Gritei quando ele me derrubou na água. 

 

_Foi ideia delas. - Ele apontou pras meninas que riam feito hienas. 

 

Nadei até aquelas idiotas que estavam de cabelo seco e joguei água nelas. - Venham me ajudar caramba, chamei os meninos. Começamos uma guerra de água e continuei do lado dos meninos, por que as meninas estavam perdendo feio. 

 

_Chegaaaaaaaaaaaaa... - Sakura gritou igual doida. - Já tá bom ok? 

 

_Não aguenta uma aguazinha Haruno? - Sasuke peguentou provocante.

 

_Aguento sim. Só que... - Ela procurava uma palavra... - Só que eu engoli muita água é isso.

 

Brincamos mais um pouco na piscina, rimos, conversamos, fizemos loucuras , e saímos,nós enxugando e fomos jantar.

 

Naruto falou pra nós arrumarmos bem( como se fôssemos sair) peguei um vestido preto colado e um salto preto. 

 

_Nada mal... - Shikamaru disse olhando pra mim deitado na cama.

 

_Você também não está nada mal... - Sorri.

 

_Obrigado... - Ele levantou da cama. - Pensei que ia me bater aquela hora. - Ele se aproximou e deu um sorriso de canto, como bater em alguém que você quer beijar? Temari sua louca tá surtando? 

 

_Quem sabe eu não bata depois... - sorri me virando de costas e sai.

 

 

 

Naruto nos guiou até a cozinha da casa e Shizune havia preparado lasanha pra todos nós. 

 

_Você vai comer isso tudo? - Sasuke se assustou com o tamanho do prato de Sakura. _ Vou... Não almocei hoje lembra ? - Ela respondeu. 

 

 

Sentamos na enorme mesa de centro da sala de jantar e comemos todos juntos, parecíamos uma grande família feliz. - Ri.

 

_Gente... - Assim que terminamos de comer Naruto nos chamou. - Tem um lugar que eu quero mostrar pra vocês. Ele levantou da mesa e no guiou até um cômodo da casa que parecia uma boate, todos estavam de boca aberta, no canto havia um bar, com todo tipo de bebidas, haviam luzes e caixas de som com músicas altas.

 

_Juízoooo - Shizune gritou....

 

 

_Vão ficar só olhando? - Naruto nos questionou e nós só entramos correndo.

 

Sakura ligou a caixa de som com a música alta, e nos espalhamos pela mini “boate”.

 

Pain

 

 

Eu ainda tinha que cumprir o desafio daquele dia os meninos ainda estavam me enchendo o saco mesmo com as meninas tendo esquecido, Konan saiu pra ir no banheiro lá fora, essa é a minha chance.

 

Esperei ela voltar sentado no sofá, mas ela demorou muito, comecei a ficar preocupado, fui procura-lá no banheiro, mas não a achei, comecei a procurá-la pela casa toda, mas nem sinal dela.

 

_Cade você? - Me desesperei, meu coração acelerou.

 

Fui até o lado de fora e a encontrei na varanda,chorando baixinho e sozinha, com um copo de bebida na mão, por que ela está chorando? 

 

_K-konan. - Ela se assustou, enxugou as lágrimas rapidamente e disse que estava tudo bem. - Não, não está, você estava chorando.

 

_Eu não queria... Mas não deu pra segurar... - Ela falou baixinho. 

 

_Mas, por que? - Estava confuso, estava tudo tão feliz, por que ela estaria triste?

 

_Eu gosto muito de uma pessoa, mas acho que ela não gosta de mim da mesma forma. - E-ela gosta de alguém? - Eu pensei que essa pessoa sentia o mesmo que eu... 

 

_Mas como você sabe? Já tentou perguntar pra essa pessoa? 

 

_Não, mas está na cara. - Ela disse cabisbaixa.

 

_Eu preciso te falar uma coisa. - Me lembrei do desafio... Se eu o fizesse agora, ela entenderia, que eu amo, talvez fizesse ela se sentir melhor, por mais que ela me diga não. - Lembra daquele desafio? De pedir a menina que eu gosto em namoro? - Ela apenas assentiu. - Konan, você aceita namorar comigo? 

 

_V-você gosta de mim? - Ela disse com a voz trêmula e eu assenti. - Lembra da pessoa que eu estava falando a minutos atrás? - Balancei a cabeça confirmando. - Essa pessoa era você. 

 

então ela gosta de mim? 

 

_Meu Deus eu não acredito. - Disse com os olhos arregalados.

 

_Mas você está me pedindo pelo desafio ou por que quer? - Ela ergueu uma sobrancelha questionando.

 

_Por que eu quero... lógico que teve a pressão que os meninos colocaram. - sorrimos juntos. - Mas eu quero que você seja minha namorada... Talvez seja cedo, mas eu não posso ignorar o que sinto por você... 

 

Ela se aproximou de mim e me beijou, puxei-a mais pra perto até nossos corpos entrarem em contato, ela puxou minha nuca mais pra perto ainda, separamos o beijo por falta de ar.

 

Ela estava me encarando com aqueles olhos lindos, eles me penetravam como se pudessem me ler... sorri pra ela, que retribuiu o gesto com o sorriso mais lindo desse mundo...

 

_Vamos antes que se deem conta que sumimos. - Eu disse a puxando de volta pra festa.

 

 

 

TenTen: 

 

_HOOOOJEEEE EU VOU PARAR NA GAIOLAAA FICAR DE MAROLA... SENTA PRO CHEFINHO QUE ELE GOSTA - Eu e as meninas cantávamos enquanto os meninos riam da gente, acho que Sakura e Ino já estão chapadas de tanto beber drinks, eu ainda estou sóbria e prefiro ficar assim pra não cometer loucuras ja que sou muito fraca pra bebidas.

 

_Genteeeeeeee... - Temari gritou auto o suficiente pra ouvirmos sua voz mesmo com a música alta. 

 

_Que é maluca... - Perguntei.

 

_Vocês tem que tomar isso. - Ela mostrou uma bebida azul, com gelo que ela havia misturado em uma jarra. - Ficou muito bom. 

 

_Eu querooooo... - Sakura pegou um copo pra tomar. 

 

_Põe Pra mim também... - Konan apareceu do nada pedindo um pouco, ino só estendeu o copo que tinha da outra bebida e temari colocou pra ela.

 

_Hina? - Temari perguntou oferecendo o copo, que a mesma pegou e virou de uma vez, voltando pra dançar. 

 

_Ten, só falta você... - Temari me ofereceu e eu neguei com a cabeça.

 

_Não quero enlouquecer, isso parece forte. - peguei a jarra sentindo o cheiro. 

 

_Só um golinho. - Ela me ofereceu o copo com mais ou menos uns 50ml de bebida, resolvi tomar tudo já que ela não iria parar de me encher o saco. 

 

Depois daquilo, bebi mais e mais sem nem reparar. Aquilo me fez ignorar tudo ao redor, só dançar e dançar.

 

 

Neji

 

De todas as meninas, só consigo reparar em TenTen, pra mim ela é a que tem a beleza mais natural, andei pensando muito em tudo que ela me disse e eu tinha algo a propor pra ela, mas tinha que ser num momento em que estivéssemos a sós. 

 

TenTen dançava igual uma louca, depois da bebida da Temari, quanto mais ofereciam mais ela bebia.

 

 

As horas foram se passando e a galera resolveu dormir, TenTen estava deitada no chão balbuciando coisas aleatórias.

 

_Boa sorte aí... - Sasuke disse saindo com Sakura no colo. Os outros meninos já tinham saído cada um com “sua menina” os únicos aqui somos nós, eu e TenTen.

 

_TenTen, vamos pro quarto. - Cutuquei ela, que estava sorrindo igual uma maluca no chão.

 

_Você acredita que eu me declarei pro menino que eu gosto? - Ela falou com os olhos apertados.

 

_TenTen sou eu o Neji... - Falei.

 

_Para de mentir, Sasuke... - Ela pensou que eu era o Sasuke? Ri...

 

_O que o menino disse? - Entrei na onda, me sentando ao lado dela.

 

_Ele falou que ia pensar, mais acho que ele só não quer falar que não gosta de mim. - Ela riu meio triste.

 

_Por que acha isso? - questionei.

 

_Se ele gostasse de mim já teria me dito... 

 

_Mas, e se ele só se deu conta agora? - O que eu estava falando? 

 

_Não acho que seja isso... - Ela sorriu. - Eu acho que nunca vou achar alguém que me ame intensamente. 

 

_Claro que vai... - Suspirei. - Talvez essa pessoa já esteja por aí.. 

 

_Quem sabe... - Ela tentou se levantar mesmo estando meio zonza, mas se desequilibrou. Eu a segurei. 

 

_Pode deixar que eu vou pro quarto sozinha Sasuke... 

 

_Eu vou com você... - Ainda estou surpreso, de tantas pessoas pra me confundir logo o Sasuke? 

 

Subi as escadas com ela no colo e a levei pro quarto, ela ainda estava com a roupa da festa, um vestido preto colado, ela não conseguiria dormir com aquilo.

 

_Consegue tomar um banho? - Perguntei. 

 

_Acho que sim... - Levei-a até a porta do banheiro e a deixei lá.

 

Meu coração estava acelerado, minhas mãos frias, o que está havendo? 

 

Ouvi um barulho vindo do banheiro me deixando assustado. Abrir a porta de imediato e a vi ali. 

 

_Meu Deus o que aconteceu?


Notas Finais


Me digam o que acharam hihi💕

Me perdoem por qualquer errinho e
Me perdoem pelo péssimo Hentai...
Bjss até o próximo 🥺💕💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...