História Kreis Sisco - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bayonetta, Beyblade Burst
Personagens Bayonetta (Cereza), Luka Redgrave, Valt Aoi
Tags Bayonetta, Beyblade Burst, Ecchi, Romance, Sisco Karlisle, Valt Aoi
Visualizações 9
Palavras 1.802
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ecchi, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoal,estou iniciando este novo projeto. Esses dias andei vendo algumas gameplays de Bayonetta e decidi escrever essa fanfic junto com beyblade burst. Logo eu farei o próximo episódio de omega burst.

Capítulo 1 - O bruxo do tridente dourado.


Fanfic / Fanfiction Kreis Sisco - Capítulo 1 - O bruxo do tridente dourado.

Para algumas pessoas o mundo diz uma história,mas agora chegou a hora de dizer a verdade. Os anjos e os demônios entraram em guerra a muito tempo,até que finalmente chegou a paz quando nasceu uma criança criada pelo rei do inferno e por uma humana. Os anjos perceberam que os demônios não eram seres malignos,e decidiram criar um acordo de paz. Durante o tempo que essa criança cresceu,uma discussão surgiu a tona sobre o caminho que essa criança iria seguir, se ele usaria poderes divinos ou poderes demoníacos. O destino estava novamente em jogo. Anjos que traíram o céu assassinaram o rei do inferno e sua esposa humana. A criança entrou em choque,sentindo que todos os anjos eram seres malignos ele decidiu que mataria todos os anjos que ele visse. E assim começou o caminho daquela criança,um garoto que cresceu destinado como um bruxo. E destinado a fazer a justiça pela sua própria visão.

O ano é 2018,em uma imensa igreja de pinturas e estátuas de puro branco. Um homem alto de roupas negras se aproximou de um grande piano de dois teclados e começou a tocar. Algumas presenças começaram a se manifestar naquela igreja,anjos brancos pareciam sair das paredes e olhavam para o homem armados de suas lanças. Logo não demorou muito para que outra pessoa entrasse na cena. Uma pessoa encapuzada de preto começou a andar pelo local olhando para uma grande estátua de mármore. Os anjos sentiram uma forte aura sombria vindo da misteriosa pessoa. Eles mudaram seus olhares para a pessoa inesperada e apontaram suas lanças para o encapuzado.

"Então nós vamos finalmente começar o jogo?". Disse uma voz masculina.

Os anjos começaram a atacar o encapuzado com suas armas,mas apenas acertaram o capuz que cobria o corpo do rapaz.

" Ele veio na hora certa". Disse o homem alto.

Pela luz da lua foi possível ver o corpo do rapaz. Cabelos verdes com uma franja amarela. Seus olhos eram de um azul escuro profundo. Ele usava uma camisa sem manga pequena escura com uma jaqueta de pele negra,calça escuro e botas claras além de de seus óculos roxos. Ele sorria de forma confiante com seus dentes afiados.

"Como vai,jovem Sisco?". Perguntou o homem alto.

" É bom lhe ver de novo,meu velho Rodin". Respondeu sorrindo o rapaz.

Três anjos vieram para cima do rapaz e ele desviou com um grande salto por eles. E com um forte chute atirou um dos anjos ao chão,e sem demorar esmagou a cabeça dele com mais um chute poderoso.

"Fracos como sempre,mas acho que ainda da pra me divertir". Disse sorrindo o misterioso rapaz dos cabelos verdes.

Ele acertou um dos anjos com um forte soco atirando o inimigo a parede e novamente esmagou a cabeça do anjo. Ele sorria por estar tendo que até uma boa luta contra eles. Esmagar coisas era uma das coisas que Sisco tanto adorava desde a primeira vez que matou um anjo.

"Agora chegou a melhor hora. Vamos dançar meninas!". Gritou o rapaz.

" Nesse caso,eu preparei o que havia me pedido". Disse Rodin.

Um dos anjos veio atacar o homem e ele com um forte soco destruiu o anjo armado com uma lança. Ele criou um círculo de energia roxa e colocou sua mão dentro e tirou uma grande arma brilhando em dourado. Ele lançou a arma em direção a Sisco e o rapaz pegou a arma na hora. O brilho se apagou e surgiu um longo tridente dourado com algumas partes roxas.

"Adorei,garanto que essa dança será bem interessante". Afirmou o rapaz.

Os anjos partiram para atacar Sisco e ele fez rápidos desvios suaves a luz da lua. Com seu longo tridente ele perfurou a barriga de um dos anjos e cortou as cabeças dos outros que tentaram cerca lo.

" Vamos tentar algo diferente agora". Disse ele com sorriso tenebroso.

Ele separou seu tridente ao meio surgindo uma lâmina negra em cada ponta da parte separada. E ele atacava os anjos sem demonstrar piedade pelos inimigos apenas mostrando um sorriso com seus dentes afiados. Ele juntou novamente as partes do tridente e acertou o último anjo que viu com uma poderosa estocada carregada de energia demoníaca. Ele olhou ao redor imaginando se mais alguém viria em sua direção.

"A dança foi boa,mas agora que já acabou tenho coisa melhor para fazer meninas". Disse o rapaz pensando estar aliviado.

A imensa estátua que estava atrás de Sisco começou a se mover saindo de sua posição.

"É bom ver que tem mais alguém para brincar". Afirmou o rapaz sorrindo.

Ele desviava de todos os ataques que a estátua tentava acertar nele. Ele desviava de forma rápida e elegante. Sua agilidade era impressionante. Ele decidiu que iria terminar sua "dança" com a enorme estátua.

"Vamos ao grande final Mi Lady. É hora de acordar,Kreis Satan!" Gritou em voz alta revirando toda a igreja.

Uma imensa sombra cobriu o local e olhos brilhantes em amarelo brilharam por alguns instantes. Um grande dragão roxo apareceu dentro do local com um rugido estremecedor.

"É hora de comer meu amigo,saboreie até a última gota do sangue divino dessa estátua". Afirmou o bruxo.

Satan devorou a cabeça da estátua com uma só mordida fazendo o sangue jorrar do pescoço da estátua, e o dragão devorou até o último pedaço da estátua lambendo até seus lábios. E ele no fim ele desapareceu,fazendo Sisco voltar a tona.

"Interessante,então este é o dragão imperador do inferno". Disse Rodin impressionado com o que viu.

"Faz tempo desde que não luto,mas tenho que admitir foi até divertido". Disse o bruxo tirando do bolso uma barra de chocolate,e ele já devorou metade da barra com apenas uma grande mordida de seus dentes afiados.

" Fazia tempo que eu não me divertia assim. Foi uma excelente dança,mas teve que chegar ao fim". Afirmou o rapaz.

Ele já começou a olhar o céu daquela noite sorrindo e se deliciando com a barra de chocolate que estava comendo.

"É bom ver que você voltou a ativa,e algo me diz  que outras pessoas sabem do seu retorno". Disse Rodin olhando para Sisco.

"O tempo voa não é mesmo? Bem de qualquer forma muito obrigado pelo presente. Garanto que essa arma será de grande utilidade para mim. Mas agora me diga,aconteceu algo de interessante durante o tempo em que eu estive adormecido?"

"Perante seus interesses garanto que não. Mas o senhor não acha que dormiu demais durante todos esses anos?"

"Eu despertei do meu sono já faz 5 anos. Voltei a lutar contra essas aberrações só à pouco tempo. E agora que estou armado melhor ainda". Disse o jovem bruxo.

"Você tentou fugir deles mas eles sempre tinham alguém mais interessante para seguir. E agora que voltou a lutar está fazendo a escolha certa". Afirmou o criador de armas.

"Bem,acho que por hoje já deu pra mim. Tenho que acordar cedo amanhã, nos vemos outra hora meu velho". Disse o jovem dando um bocejo.

Sisco fez um círculo de teleporte e sumiu na escuridão da noite. Ele chegou em sua mansão e logo se deitou em sua cama tirando os óculos roxos. Ele ficava olhando para o teto até que seu sono aumentasse. Sisco ficava imaginando se teria outros bruxos de que talvez nunca tenha ouvido falar,imaginando se outros bruxos já tivessem roubado a cena enquanto ele estava adormecido. Ele caiu no sono apenas esperando que começasse o amanhecer de um novo dia. No dia seguinte Sisco estava no caminho da escola e acabou encontrando inúmeras pessoas comentando sobre a destruição que na igreja. Sisco já sabia que foi na igreja de ontem a noite,mas ele ignorou.

" Ei Sisco!" Gritou uma voz jovem.

O jovem de cabelos verdes olhou para trás e se deparou com seu amigo Valt Aoi,o único amigo que Sisco tem.

"Bom dia Valt,eu acho que você já está sabendo do estrago que eu fiz ontem a noite." Disse o bruxo em voz baixa.

"Você deve ter mandado bem destruindo aqueles anjos. Cara,como eu queria ter visto você lutar! Você deve ser o bruxo mais forte que existe atualmente!". Disse em voz alta o garoto cheio de energia.

" Shh! Fica quieto,estamos em público seu desnaturado. Vai que alguém com péssimas intenções ouve o que você disse". Falou o rapaz.

"Aé....desculpa. Eu exagerei agora". Disse Valt com um sorriso besta.

" Deixa pra lá, vamos logo para a aula,não quero chegar atrasado".

E os dois foram caminhando até o colégio. Um homem alto que estava perto deles no momento que eles estavam conversando ouviu o que Valt disse em voz alta.

"U-u-um bruxo? Existem outros bruxos além daquela mulher?" Pergunto para sí mesmo o homem de cabelos castanhos.

Algo para ele não estava certo,ele imaginava que aquele garoto de óculos roxos poderia ser um bruxo da organização Umbra. Pensando também que o rapaz poderia trazer muitos problemas. O dia se passou e ao meio dia a aula finalmente terminou. Sisco e Valt estavam indo para casa,o bruxo mal via a hora de querer chegar em casa.

"Sinceramente,mesmo depois desse almoço eu to com muita fome. Eu devorei duas tigelas de arroz e ainda to com fome". Disse o bruxo.

" Pelo menos você se alimenta bem". Afirmou Valt.

"Vamos aproveitar e comprar algo doce,só para variar. De preferência duas barras de chocolate. Eu preciso muito disso". Disse suspirando o bruxo.

" É Sisco, você tem ainda uma vontade imensa por doce. E até que não é uma má ideia". Disse o garoto com um sorriso.

Os dois foram até uma loja de doces. Sisco comprou a barra a maior barra de chocolate que viu.

"Você precisa moderar no açúcar". Brincou Valt.

" Eu preciso disso mais do que qualquer coisa agora,e para melhorar você sabe que eu ainda faço musculação para evitar gordura". Resmungou Sisco.

Os dois saíram da loja e começaram a comer as barras que compraram. Sisco deu uma grande mordida na barra arrancando um pedaço grande. Os dois passaram por um grande restaurante,Valt passou sem olhar para o lado. Quando Sisco estava se deliciando com a barra que estava comendo ele ao olhar para o lado sentiu uma grande energia pesada. Uma alta mulher de cabelos negros que estava tomando um café parecia ter olhado para ele por um instante e ao ele virar seu olhar,tudo para ele ficou escuro.

"Ei Sisco o que foi"? Perguntou Valt.

" Ah desculpa,não foi nada. Melhor nós andarmos logo". Disse o rapaz tentando disfarçar.

Sisco tentava ignorar,mas ele não conseguia.

"Então é ele,será que aquele rapaz é o tão esquecido filho do imperador do inferno"? Perguntou a sí mesmo a misteriosa mulher.

Ela lambeu seus lábios e podia sentir ainda de longe a forte energia do garoto de cabelos verdes. Ela sorria se levantando da cadeira. Sisco chegou em casa sentindo uma sensação estranha. A energia daquela mulher na qual ele passou ele sentia algo nela. Como se fosse de um ser de energia obscura. Algo naquele dia parecia ter mudado para aquele jovem bruxo.


Notas Finais


Galera pra quem quiser ver eu fiz uma fanart do Sisco com o design dele nas lutas. Quem quiser dar uma olhada está aqui. https://www.deviantart.com/dragoon3213/art/Sisco-Karlisle-ao-estilo-Bayonetta-752909896


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...