1. Spirit Fanfics >
  2. Krigens Musik >
  3. Por Seus Cabelos

História Krigens Musik - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - Por Seus Cabelos


☆- mas isso... não pode ser?!

Com uma pálida face, Ultrafesson começa a dar uns passos para trás, sua voz está falhando como tivesse visto seu pior pesadelo.

☆- m-mas isso... não pode ser...

Balder começa a se levantar lentamente com uma expressão melancólica expressa em seu rosto. A cada centímetro se que ergue, sua luz irradiante brilha cada vez mais. A luz é tão forte e bela, que faz todo cemitério ficar iluminado, até as nuvens negras se acorvadam em meio à esse resplendor.

☆- essa.... essa é a mesma... É A MESMA SENSAÇÃO DAQUELA VEZ!

☆- Você.... você realmente .... vai usar isso?...

Balder calmamente olha para pra sempre, e no horizonte de sua visão ele vê vários homens em fila indiana, o mais nítido sendo José, o usuário antecessor da Soul Light de Balder.

-- Esses... são os antigos usuários desse poder?

... Soul Light...

[C].....

☆- DESGRAÇADO! NÃO PENSE QUE IRÁ ME VENCER, NÃO TEREI AQUELE MESMO DESTINO.

☆- HELL CLOW!!!

Ultrafeson avança pra cima de Balder com toda sua força concertada em sua garra esquerda, tamanho seu esforço para aumentar a potência desse golpe decisivo, que parte do lado direito de Ultrafesson murchou.

☆- Morra, Balder Loki!!! (Então... esse é mesmo...)

O golpe de Ultrafesson atinge diretamente o corpo de Balder, mas a garra de Ultrafesson ao entrar em contato direto com o corpo de luz de Balder, simplesmente se desintegra junto com toda força que ele usou nesse último aquele falho.

☆- i-impossí... ha...haha... (sim, esse é realmente ...)

-- (me desculpe, Ultrafesson, mas...)

Balder ergue seu braço direito, e uma linha de luz sai dele e da parte superior de seu corpo, formando uma linha de luz, que segue reto até o encontro com Ultrafesson.

A linha densa de luz atinge Ultrafesson e se espalha pelo seu corpo...

☆- (Sim, esse é meu fim... será que essa foi a sensação que meu pai sentiu...? Ela é tão quente... nunca havia sentindo esse calor, é até gostoso... hahaha... será que você sentirá o mesmo... Lucífer?...)

O corpo de Ultrafesson se converte em cinzas irreconhecíveis , elas voam com o vento enquanto o resto de seu corpo é cremado pela luz de Balder. Antes de seu rosto se desintegrar por completo, sua última face foi um rosto sereno e sem ódio. Logo, seu corpo é inteiramente consumido pela luz.

-- ... mas esse será seu fim.

Balder cessa sua luz e a escuridão volta a tomar conta do cemitério. Quando a escuridão volta, Balder apenas fica parado olhando para o horizonte calmamente, com o vento comprando em seu rosto , ele não demonstra reação nem ter entendido o que aconteceu, apenas fica pesando em nada, apenas olhando sem intuito. Ele está sensitivo, consegue sentir as vibrações do chão, uma formiga andando ... espere, algo a matou. Sua luz penetrou até mesmo na terra, e essa luz ainda está conectada ao espírito de Balder.

--... aquele homem... é o mesmo daquela vez... me lembro com nitidez sua voz... por que ele só apareceu agora?... é como se... ele não quisesse minha morte...

-- ?! É mesmo, preciso encontrar o Serj!

Antes de Balder sair correndo algo segura fortemente em seu pé.

-- Mas o o que é isso?! Outro monstro?

Balder rapidamente se vira com seu punho carregado de luz, e mira naquele que estava o segurando, e repara em algo...

- Arrá... quem acendeu a luz...

-- Vagalume ! É você?!

Vagalume se levanta do chão, na qual estava deitado sem energia alguma para lutar.

- Então... ocê derrotou aquele bicho papão, né ? Meus comprimentos por isso.

-- E- Então você estava assistindo tudo?! E por que não me ajudou, seu pamonha?!

-... ESCUTA AQUI FÍ DUMA ÉGUA, SE NÃO FOSSE EU AQUI OCÊ JÁ TERIA BATIDO AS BOTAS 3 VEZES, POR QUE ACHA QUE EU ESTAVA TÃO CANSADO , MISERÁVEL?!

- mas tirando isso, me mostre aquilo que você fez.

-- ah? Isso você quer dizer?

Balder cobre seu punho com luz, com a mais pura luz.

-... Então ocê atingiu o segundo estágio...

-- C-como assim ?

- Nossos poderes tem normalmente 3 estágios conhecidos. Quando te conheci, ocê tava no primeiro estágio e só podia usar elementos derivados de sua luz, mas agora consegue atacar usando ela, tá de parabéns.

-- espera, me explica melhor isso...

- Acho que tamo meio avejado para explicações. Para onde aquele cretino cabeludo se meteu.

Um tremor repentino faz toda terra tremer.

--.... isso de novo...

- ....aquele miserável já tá agindo...

A árvore de cerejeira, um incrível vento começa a soprar, esse forte vento solta às folhas de cerejeira, elas voam pelo seu. Mas algo de diferente acontece, em vez delas se espalharem pelo céu, elas se dividem em várias linhas seguindo para um único ponto. Curiosamente, as folhas de cerejeira estão indo na mesma direção da lua.

--... acho que o achamos seu rastro...

- ...Que diabos esse lunático tá fazendo?

-- vamos seguir essas folhas, Vagalume!

Vagalume e Balder saem correndo em direção as folhas, correndo entre os becos frios naquela vila, uma sensação paíra pelo ar. Eles passam por um conjunto de casas e vêm algo inacreditável.

-matê, Balder. Veja isso aqui .

- ?... e-espera... mas isso... isso será possível?!

Os telhados das casas começam a flutuar e a se quebrar, misturando-se com as folhas. A estrutura das casas, paredes, todas elas se destroem. Alguns destroços vooam em direção a Balder e Vagalume.

- que merda, se isso pega mata na hora! PEIXEIRA, REVESTIMENTO METÁLICO!

Vagalume corta todos os pedaços de rocha grandes, os praticamente transformando em detritos, claro que alguns desses pedaços acertam Balder e Vagalume.

-- Vamos logo sair daqui!

Tudo em volta começa a se desmontar, casas, igrejas, árvores, pedras, poços, até mesmo água se junta nessa serpente que dança ao ar, que vai em direção a uma elevação , uma colina. Até mesmo os moradores, animais e toda forma de vida se junta nela.

- ei, ei, ei, ei! Até os morador tão sendo chupados! Que merda é essa?!

-- Vagalume, acho melhor você usar seu revestimento metálico para não sair voando também!

- Que droga... maldito corpo magrelo.

Eles continuam correndo, e vendo tudo ser sugado. Ao longe, pode-se ver um aglomerado de nuvens negras, uma colidindo uma com a outra formando trovões , até soltando raios, fortes raios, é uma tempestade. É sensação que ela dar é de perigo e medo, como se ela fosse cair em você, só queria abraçar sua mãe, era essa a sensação que Balder e Vagalume sentiam ao se aproximar, mais e mais.

[C]......................

?- Então vocês chegaram....

Balder e Vagalume olham ao redor. A lua aparenta querer engolir por inteiro vocês, enquanto ela é coroada com lindas nuvens temperaturas. A serpente dança e dar giros em torno de Serj Wolff, a visão de um profundo sonho, do qual querem acordar.

- ei, ei, ei, ei, aquele homem ali sentando... não é o velho da pousada ?!

-□ ...eu me arrependo daquele dia... agora pagaremos por tudo....

-- Explique isso direito!

-□ eu não o devia tê-lo mandado pra lá... Newada....

-, -- !?

?- Acho que vocês não tem tempo pra conversar!

-□ Soldados o levaram com dizendo que ele tinha uma doença!

?- Pare de falar, velho...

-□ Ele foi levado pro Newada, uma organização dødsengl! Você viu naquele cartaz ! Ele não nasceu mal, apenas foi criado no inferno!

?- Cala boca, velho maldito ...

-□ POR FAVOR, SALVEM MEU FILHO!

?- MANDEI SE CALAR, VELHO!

A serpente que está sobre o controle de Serj se distorce e avança pra cima de Elder,Balder e Vagalume.

- DESVIE DISSO!

-- M-MAS E O VELHO?

- ELE IRÁ MORRER DE QUALQUER FORMA!

Balder e Vagalume desviam da serpente , e Elder é engolido se tornado parte dela. Com isso, algo estranho ocorre com os cabelos de Serj: Eles começam a se alongar, crescem e ficam em seu máximo resplendor,voando no ar. Mas... espere... eles começam a ganhar uma nova cor... Não, várias cores ! Seus cabelos ganham cores que piscam à todo momento, como se todos os sonhos e pesadelos circulacem por aqueles cabelo.

?- ...sem mais delongas... Vamos pro prato principal!

[IMG=2YW]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...