História La Hija Del Diablo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags A Filha Do Diabo
Visualizações 6
Palavras 406
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Vida


Ser humana nunca foi fácil. Pra minha mãe não foi fácil conhecer alguém como meu pai. E meu pai desde o casamento é criticado algumas vezes por esse ato. Mas como ele é o dono da porra toda, ele castiga aquele que os tem ofendido. Minha mãe se chama Leila. E meu pai, bem.. Depois eu conto. Esses dias na escola, onde eu estava morando com minha mãe, as crianças me deram o apelido de AnnaBelle. Não entendi o Apelido mas era fofinho, então sempre que me chamavam de annabelle eu dizia:

- Obrigada . - E sorria, mas ele não gostavam que eu estava feliz com o apelido, e sempre me olhavam com desprezo, me chamavam de esquisita e saiam correndo para brincar com as outras crianças normais. Eles nunca gostavam de mim desde o prézinho, imagine como foi quando cheguei ao fundamental. Era chamada de monstrinha, aquilo no começo me magoava, eu contei para minha mãe, ela entrou no quarto de meu pai e contou para ele. Acho que ele ficou muito bravo, muito bravo mesmo, que a casa tremeu. 

Papai ficou muito irritada, e minha mãe falou que ele ia na escola, falar com a diretora e solicitar que expulsem esses meninos. Mas com um porem, eu não poderia ir pra escola no dia em que papai fosse lá. Quando isso aconteceu, não percebi papai saindo e nem voltando, apenas senti um frio horroroso, de como se alguma coisa morta estivesse passando por mim. Senti um beijo na cabeça, e vi uma mexa branca descendo de minha cabeça. Minha mãe estava parada na porta que dava acesso ao jardim lá de casa. Eu ia levantar a cabeça e ver o rosto de meu pai. Mas minha mãe gritou da porta.

- Não faça isso, apenas olhe para frente. - Eu não entendia porque não podia olhar para o pai, queria ver como é meu pai, sorrir para ele, mas ela apenas me disse. - Quando você estiver pronta você pode olhar para ele querida. - Eu queria muito olhar para ele. Então obedeci minha mãe, mas depois perguntei:

- E quando eu vou estar pronta mamãe? - Ela simplesmente me respondeu:

- Quando seu pai disser que esta pronta para mexer com o fogo, você irá até o quarto dele, batera na porta três vezes, a porta vai abrir, e quando você entrar, feche a porta atrás de você. Me entendeu?

- Sim mamãe...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...