História La La Land - Klaroline - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bill Forbes, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Elizabeth "Liz" Forbes, Esther Mikaelson, Giuseppe Salvatore, Hayley Marshall, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lucien Castle, Marcellus "Marcel" Gerard, Meredith Fell, Mikael Mikaelson, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore, Tyler Lockwood
Tags Caroline Forbes, Delena, Klaroline, Klaus Mikaelson, Romance, Stebekah, The Originals, The Vampire Diaries
Visualizações 151
Palavras 1.529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi oi genteeee <3 Voltei no dia prometido, né hahaha Quero agradecer pelos comentários do capítulo passado. Fiquei muito feliz com os elogios.
E confesso que não sabia se iria voltar a postar ou a escrever essa fanfic depois do fim desastroso de The Originals. Mas enfim, né... temos que superar e não é um endgame que vai me fazer parar de escrever.
Nos vemos nas notas finais (leiam, é importante)!

Tradução do título: "Feliz (Triste) Aniversário Para Você"

Capítulo 2 - Happy (Sad) Birthday to You


Fanfic / Fanfiction La La Land - Klaroline - Capítulo 2 - Happy (Sad) Birthday to You


"Você deveria ter estado lá
Deveria ter entrado pela porta
Com aquele sorriso tipo: Baby, eu estou bem aqui
E eu teria me sentido como se
Um milhão de estrelas brilhantes tivessem se alinhado
E eu teria ficado tão feliz
[...]

E era como em câmera lenta
Parada lá em meu vestido de festa
Com batom vermelho
Sem ninguém para impressionar
E todos estavam rindo
E me perguntando de você
Mas havia alguma coisa faltando
E esse foi o momento em que eu soube
O que você diz
Quando as lágrimas estão escorrendo pelo seu rosto
Na frente de todos que você conhece?
E o que você faz quando o
Que mais significa para você
É aquele que não apareceu? [...]


The Moment I Knew —  Taylor Swift

1 MÊS DEPOIS

 

— Olá. — eu sorria enquanto recebia as pessoas que passavam pela porta

— Feliz aniversário, Caroline.

— Obrigada. Obrigada por vir.

Quando o último convidado chegou, me afastei da porta da boate e caminhei pelo local, indo até o bar, onde estavam minhas amigas gêmeas Katherine e Elena Gilbert.

Era meu aniversário de vinte anos e eu estava comemorando-o em um restaurante em Los Angeles. Já havia me mudado permanentemente e minha última caixa de roupas havia sido desempacotada há uma semana. Los Angeles já era definitivamente o meu lar fixo.

Durante essa um mês, ainda mantive contato com Tyler. Ele até me ajudou com a mudança e com a venda do meu apartamento em Londres. Estava feliz que tínhamos feito as pazes e que ele tinha aceitado minha decisão e minhas desculpas.

— O último convidado chegou, Care? — perguntou Katherine

— Sim. Quer dizer, ainda falta o Tyler. — percorri os olhos pelo local

— Ele vem mesmo? — Elena me fitou e tomou um gole de sua bebida

— Ele me prometeu que viria. — respondi

Conheci as gêmeas Elena e Katherine quando tinha doze anos. Participamos juntas de alguns episódios de uma série de Disney e desde então somos inseparáveis. Foi um dos papéis que fez minha carreira alavancar nos Estados Unidos. Mesmo quando me mudei para Londres mantivemos nossa amizade a distância.

Ambas são extremamente parecidas, exceto por algumas diferenças: Katherine possuía um longo cabelo preto e cheio de cachos bem definidos, enquanto Elena tinha cabelos castanhos escuros e extremamente lisos. Fora isso, ambas eram idênticas.

O tempo passou devagar, apesar de eu estar conversando com meus amigos e algumas pessoas famosas que eu conhecia nesse meio, como Lucy Hale, Ariana Grande, Jensen Ackles, James Franco e outros.

— E é por isso que “É o Fim” é o melhor filme que você já fez, James. — eu sorri

Conversei por alguns minutos com o James Franco e ele fez com que eu esquecesse por um tempo o fato de que Tyler ainda não estava aqui, já que estava fazendo cerca de uma hora e meia que a festa havia começado.

— Com licença, James. — ouvi a voz de Elena e virei para o lado — Posso roubar a Caroline um minutinho?

— Claro. — ele riu

Elena me afastou dali e nós percorremos pelo salão de dança da boate.

— Para onde está me levando?

Ela não me respondeu, apenas continuou me guiando, até que nos aproximarmos de um homem alto, moreno e muito bonito, que eu sabia exatamente quem era: o ator Damon Salvatore, irmão de Stefan Salvatore, o diretor do filme que havia conseguido o papel.

— Caroline, esse é o Damon Salvatore. Acho que vocês ainda não se conhecem pessoalmente. Desculpe, mas eu o convidei, Care.

Um encantador sorriso se formou nos lábios dele e, mesmo sem ânimo nenhum, me obriguei a sorrir também e imediatamente estendi uma das mãos para ele. Damon me cumprimentou e disse:

— É um prazer conhecê-la, Elena sempre me fala de você. — Elena conhecia Damon há um tempo. Ela e Katherine também farão parte do novo filme que o irmão dele estava produzindo. Será a segunda vez que trabalharemos juntas.

— Espero que coisas boas. — tentei soar engraçada e mesmo assim ele acabou rindo

— Care, Damon também fara parte do filme. — revelou Elena

— Que legal. — disso eu realmente não sabia

— Vou pegar umas bebidas para a gente. — Elena se afastou

— Então... — ele tentou puxar assunto — Stefan está muito animado com a produção do filme, mais animado ainda quando soube que você também faria parte do elenco principal. Pode não saber, Caroline, mas você é uma das artistas internacionais mais aclamadas dos Estados...

A voz de Damon foi se esvaindo em minha cabeça. Eu olhava fixamente para ele, mas minha cabeça viajou para outro lugar. Acabei relembrando de Tyler me prometendo, poucas semanas atrás, enquanto me ajudava a empacotar minhas coisas no apartamento de Londres, que compareceria ao meu aniversário de vinte anos.

No mesmo momento, olhei para a porta, esperando que ele entrasse. Olhei as horas rapidamente em meu celular, sem que Damon percebesse. A festa já havia começado a duas horas e nada do Tyler.

E então, algumas pessoas se juntaram a mim e ao Damon, sendo elas: Katherine, Elena, James, Ariana e Renee, minha manager.

— Então, eu disse para ela que se eu ganhasse um prêmio de maior preguiçoso do ano, eu mandaria alguém buscar para mim. — James brincou e todos na rodinha riram.

Tentava me distrair, mas Tyler não saía de minha cabeça. E para piorar, Ariana me perguntou:

— Caroline, onde está o seu namorado... Tyler, não é? Tyler Lockwood.

— Eles terminaram, não ficou sabendo? — disse Damon

— Sério?! — Ariana arregalou os olhos — Desculpe, Care. Eu não fazia ideia.

— Tudo bem. — balancei a cabeça — Na verdade, ainda somos amigos. Eu o convidei e ele me disse que viria.

Eles voltaram a conversar animadamente, enquanto eu coloquei meus olhos na porta outra vez, esperando que Tyler aparecesse. Por mais que eu não o amasse do mesmo jeito que ele me amava, conhecia Tyler há muito tempo. O tinha como um amigo especial. E ele tinha prometido que viria, sabia que hoje seria um dia importante para mim. Estava comemorando meus vinte anos e minha mudança para LA.

Mais duas horas acabaram se passando e eu já não tinha mais esperanças. Eu queria sair dali e ficar sozinha. Estava com um grupo de amigos, quando pedi licença e caminhei pelo sãlao, indo até o banheiro. Assim que entrei, apoiei as duas mãos na pia e encarei meu reflexo no espelho. No mesmo momento, vi a porta se abrindo e olhei para o lado, percebendo a presença de Elena e Katherine ali.

— Caroline... — Elena se aproximou

Balancei a cabeça e dei vários suspiros, tentando me acalmar e sentindo meus olhos se encherem de lágrimas.

— Ele disse que estaria aqui. — tentei não chorar e me virei de frente para elas — Ele me prometeu.

— Oh, querida... — Katherine tocou meu braço — Ele deve ter tido algum imprevisto... o voo deve ter atrasado.

— Eu comprei a passagem dele, ele me ligou de manhã dizendo que iria embarcar e me ligou quando chegou aqui. Se aconteceu alguma coisa, porque ele não me mandou uma mensagem? — comecei a chorar

— Tyler deve ter se perdido... — supôs Elena — Não deve conhecer direito a cidade.

Elas tentavam me convencer de todas as formas que algum imprevisto poderia ter acontecido, mas eu não acreditava. Nada fazia sentido para mim. Tyler teria me avisado se tivesse ocorrido um imprevisto.

Acabei tentando me recompor e voltei para o salão, mas não resisti e acabei chorando no dia do meu aniversário e na frente de todos que eu conhecia. Era óbvio que as pessoas sabiam desde o momento que me viram que havia algo errado, apenas não sabiam o que era.

Elena acabou me consolando e eu tive que me recompor. Ela disse que era a minha festa de aniversário, na qual eu estava celebrando conquistas, sonhos realizados e uma nova vida na cidade dos Anjos. Não poderia deixar que nada me abalasse nesse dia vinte e oito de fevereiro. Nada mesmo.

Pouco tempo depois, às onze, foi a hora do parabéns. Os funcionários da boate trouxeram o bolo e todos se reuniram à minha volta, começando a cantar a tradicional música de aniversário. Eu sorria e cantava, mas minha mente voltou a pensar em Tyler. Ele era a pessoa que faltava ali e isso estava me matando.

Ao final do parabéns, os convidados comeram um pouco, conversaram comigo e aos poucos já começaram a deixar o local. Me despedi de todos, até ser a última pessoa ali.

Com certeza foi o pior aniversário de todos.

No momento em que cheguei em meu novo apartamento, tirei os saltos altos, a maquiagem e me joguei na cama ainda de vestido. E então, escutei meu celular vibrar no criado mudo. Tateei o móvel e peguei o aparelho, vendo a foto e o nome de Tyler no visor. Sem hesitar, atendi.

— Alô. — disse com a voz fraca.

Oi. Sinto muito por não ter ido, acabei dormindo aqui no hotel. Então, acho que vou voltar para Londres.

— Sinto muito também. Não fale mais comigo Tyler, por favor. Pode voltar para Londres amanhã de manhã mesmo, não vou me importar.

Desliguei, tentando lembrar quando foi que Tyler havia ficado tão estúpido.

E então, esse foi o momento que soube que Tyler jamais voltaria a se importar comigo... e que eu deveria fazer o mesmo.


Notas Finais


É isso, FIMMMMM DE TYLER E CAROLINE

Eu sei que vocês estão MORRENDO pra ver a aparição do nosso King. E é por isso que vou dizer que ele vai aparecer no próximo!! Como sou boazinha, não vou fazê-los esperar até semana que vem para postar, então vou postar na SEXTA!!

Até sexta, pissual!

E me digam o que estão achando <3

XOXO

Bia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...