História La Vida es un Sueño - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~SolValente

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Bernie Benson, Lili Benson, Sol Benson
Visualizações 214
Palavras 908
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais uma vez obrigada á todos que comentam e favoritam, até os fantasminhas..
Boa Leitura.

Capítulo 6 - Choque de Realidade


Vejo algo embaçado, uma menina pequenina, depois de segundos me dou conta de quem era, era eu mais nova. Ela aparentava estar assustada, com frio. Com medo. As pequenas mãozinhas segurando firme nas de um senhor.

   — Pra onde nós vamos? - O homem não respondia para á pequena. Quero minha casinha, minha mamãe e meu papai devem estar muito preocupados e tristes porque eu sumi, eles me dizem para não sair de perto deles.

Ela não tem resposta, e fica assustada, o que estava acontecendo em sua vida, era inexplicável, uma semana após o incêndio onde e foi dada como morta, e seus pais também. Mas Roberto não tinha meios de explicar que ela não tinha mais mãe nem pai. A campainha foi tocada, e o mesmo foi embora, Sol corre, mas as grades estavam fechadas, e a pequena só segurava as grades.

                                   (...)

A pequena já havia sido levada para o orfanato, e no momento estava dormindo ainda sentindo falta de seus pais. Sonho/ Sol Benson

— Mamãe, papai. Onde vocês estão? Eu quero abraçar vocês, por quê vocês não estão aqui? - A pequena resmungava chorando em uma imagem do jardim da mansão.

— Minha pequena. - Lili apareceu com um vestido branco e estava iluminada.

— Mamãe, cadê você? Quando vem me buscar? E o meu papai? - A pequena pergunta se desviando um pouco dos braços da loira.

— É meio difícil de explicar pra você o que tá acontecendo Sol. Mas nos seua sonhos eu sempre vou estar presente e poderemos estar assim juntinhas. Agora me escuta é importante.

Á pequena senta no colo da mãe, e ouve bem.

— Você sempre vai ser meu sol, sempre vai ter uma luz em você, e como te ensinei.. Sempre...

— Volta á sair o sol.

                                (...)

— Luna, Luna o que aconteceu com você eu tô preocupada. - Nina balançava á mexicana de olhos verdes, imóvel, parada, só as lágrimas de seus olhos.

— Luna!! Nina o que houve com ela? - Matteo pergunta para á garota.

— Eu não sei Matteo. Ela tava cantando uma música, que fez pros pais, mas ela tá parada há muito tempo. - Matteo corre para pedir ajuda á única pessoa que poderia ajudar no  momento, Juliana.


Luna ainda presa em sua própria cabeça

  — É tudo minha culpa, eu esqueci, esqueci de vocês, de quem eu sou, do meu passado. Por que eu esqueci?? - A morena chorava, passando a mão por seus cabelos e se culpando.

— Sol! - A voz masculina era familiar e clara para a jovem, era Bernie.

— Não se Culpe assim, desse jeito. - O homem diz se aproximando e acariciando os cabelos da filha. Você era só uma criança de três anos, sua mãe e eu nunca duvidamos de você. Não se Culpe.

— Não, eu sou culpada eu esqueci, eu sou um monstro.

Luna falava isso delirando, Matteo e Nina estavam preocupados, Juliana Havia se trancado com os dois e Luna que continuava em choque. A mulher ligou para Mônica e Miguel atrapalhando á imensa discussão sobre a guarda, Claro que Alfredo e Cleópatra também foram juntos. Mas o que não esperavam era Sharon também estar disposta a ir ver a sobrinha, claro que não era preocupação, mas se ela queria a guarda de Luna, teria que ser a tia disposta á cuidar da mesma.

No mesmo instante, Mônica, Miguel e Alfredo entram preocupados na sala, Juliana explica tudo aos pais e avós da Valente.

— Filinha, me conta o que houve? - Mônica pergunta apreensiva, mas Luna não respondia só chorava e se culpava.

— Luna. Meu amor, o que houve, conta pra nós dois, estamos aqui pro que precisar. - Desta vez é Miguel.

— Eu estranhei muito, minha neta está começando a reagir ao trauma do incêndio - Alfredo diz pensativo. Arrancando olhares de duvida de todos ali presentes menos de Nina é caldo

— Ele tem razão gente. A Luna descobriu um passado muito traumático, e agora ela está tendo um choque. Tem 99,9% chances dela demorara um pouco até passar por essa fase.

— O que houve com minha sobrinha? Todos explicam á morena o que aconteceu. Temos que levar ela para casa, para poder se rcuperar, Sharon está ligando para Rey ajudar á vir buscá-lá. Ela tem que conversar com uma psicóloga ou..

— Ou o que? - Matteo pergunta apreensivo para á tia De Luna, que tinha meio receio em dizer. Ela pode ter um bloqueio psicológico. - A morena se aproxima da sobrinha. Luna.. Sol..eu sei que é tudo novo, mas olha pra mim, me conta o que tá acontecendo? O que te aflinge?

Luna finalmente consegue falar, mas as lágrimas ai da saiam. — Eu fui burra, por não ter  percebido antes meu passado. Eu sou culpada por ter esquecido deles, de quem eu era, eu sou culpada. - A morena dizia entre choramingos. Matteo apenas a abraça e a conforta.


Lili Benson

Fernando já havia nos ajudado á nos adaptar, estávamos em seu apartamento. Mas algo no meu coração começou á me dizer que eu tinha que voltar, eu tinha que saber o que aconteceu no incêndio. Como estava Sol? Queria as respostas, a dúvida de não ter certeza do que aconteceu com minha filha e minha família. Decidi junto á Bernie de voltarmos em três dias. Fernando não pode contradizer, ele entendia nosso lado melhor que ninguém.





Notas Finais


Eita que capítulo tenso. É super normal pessoas com a historia como da Luna passarem por esse Tipo de choque, mas Matteo continua á apoiando❤
E como eu amo a relação dela com Mônica e Miguel.
Lili e Bernie vão voltar o que acham que vai acontecer?
Beijos
Próximo capítulo sera a história contado no ponto de visita de Lili e Bernie sobre o incêndio🔥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...