História Labirinto - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Yaoi
Visualizações 26
Palavras 545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Só pra avisar (acho que é meio inútil) essa fic contêm incesto e outras coisas do tipo que podem não agradar à certas pessoas, portanto, só leia se tiver consciência q EU AVISEI.

Capítulo 1 - Epilogue


Fanfic / Fanfiction Labirinto - Jikook - Capítulo 1 - Epilogue



Na verdade estava tudo planejado. Eu finalmente consegui expor meus sentimentos por ele. Jimin agora sabe que eu sou completamente apaixonado por si. Por meu irmão.

Não queria que ele sentisse nojo de mim por sentir isso, repulsa ou ódio. Queria que ele me correspondesse, e foi exatamente o que aconteceu.

Joguei minha mochila sobre o sofá e corri em direção ao quarto dele. Um nome escrito "Jeon Jimin" denunciava quem dormia ali. Bati na porta e o vi penteando os cabelos com certa fúria. Eles pareciam embaraçados ao extremo e Jimin mordia ferozmente seu lábio inferior ao ponto de arrancar sangue do ferimento.

Sorri ladino e caminhei até a cadeira onde estava, pegando suavamente a escova de suas mãos.

-Posso cuidar de você hoje? -indaguei encarando sua boca vermelha através do espelho enorme na penteadeira.

-Pode. -respondeu simples.

Adentrei meus dedos em seu couro cabeludo e massageei ali para que não ficasse irritado. Jimin fechou os olhos em puro deleite com a sensação e relaxou as costas.

-Você me deixa tão bem, Jeonggukie... -manhou colocando as palmas sobre suas bochechas que ficaram coradas com o comentário.

Sorri novamente e passei pela primeira vez a escova em seus cabelos alaranjados. Ele havia pintado dessa cor e eu me derreti, literalmente, de amor. Era surreal a maneira como Jimin conseguia ser perfeito de qualquer jeito.

Escovei todas as mechas e deixei um beijo calmo em seus fios, ouvindo a risadinha tão gostosa que fazia meu coração querer explodir.

-Obrigado, Jeonggukie. Prometo te recompensar.

Um pensamento completamente impuro me passou pela cabeça. Tanto a de cima quanto a de baixo. Risos.

Me apoiei sobre a perna esquerda e envolvi seu pescoço com minhas mãos, me abaixando e beijando a pele. Eu amava como ele se tornava manhoso ao receber carinho meu.

-Aí não... É meu ponto fraco, poxa.

Beijei ainda mais e logo estava chupando todo o seu pescoço. Sem ao menos perceber, estava marcando meu irmão como meu, somente meu. Seus lábios avermelhados pela mordida estavam entreabertos. Esperei sua rejeição mas ela não veio, felizmente.

-Ggukie... -tombou a cabeça para a esquerda e ergueu o quadril de uma forma provocativa.

-Sim...?

-Eu queria passar mais tempo com você. -falou sorrindo enquanto ainda tinha meus beijos em seu pescoço.

-Mais do que já passamos? Moramos até na mesma casa.

-De outro jeito....

Apoiei meu queixo em seu ombro direito e deixei minhas mãos penderem sobre seu abdômen.

-Como assim, senhor Jeon Jimin? Está me chamando para um motel?

Jimin gargalhou novamente e beijei sua bochecha.

-Não, seu bobo. Hoje vai estrear um filme que eu queria muito ver. Será que o senhor Jeon Jeongguk faria a gentileza de me acompanhar?

Suspirei de forma pensativa e depois assenti com a cabeça.

-Farei essa gentileza e mais, -puxei sua mão para que se levantasse- sabe o prédio abandonado? -sussurrei passando a pontinha do meu nariz no dele.

-Sei...

-É lá que vamos dormir hoje.

Os olhos de Jimin brilharam e ele agarrou meu corpo em um abraço fogoso.

-Eu esperei tanto por isso... -murmurou me apertando.

-Eu te amo, Jimin.

-Eu também me amo.

Rimos um da cara do outro e finalmente beijei seus lábios vermelhos e inchados, mesmo que o gosto do sangue ainda estivesse presente.

                  ¥《》¥

Kim Taehyung |como| Aji (Adi)

Kim Namjoon |como| Nam

Kim Seokjin |como| Gyun (Guium)

Min Yoongi |como| EunHy (Eunrri)

Jung Hoseok |como| Hyk (Rik)

Park Jimin |como| Jeon Jimin / Park

Jeon Jungkook |como| Jeon Jeongguk / Guk (Gu)

                   ¥《》¥



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...