História Labyrinth. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias David Bowie, Labirinto - A magia do tempo, Labyrinth
Personagens Jareth, o Rei dos Duendes, Personagens Originais, Sarah Williams
Tags David Bowie, Labyrinth
Visualizações 70
Palavras 832
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fic nova para vocês!

Capítulo 1 - I wish....I Wish!


Fanfic / Fanfiction Labyrinth. - Capítulo 1 - I wish....I Wish!

Sarah on.

Depois que meus pais se separaram, passei a morar com minha mãe e meu padastro.

Minha vida não era das melhores, mesmo que eu tenha uma enorme casa com tudo que eu queira....havia uma coisa na qual eu queria, me livrar do crápula do meu padastro que me bate sem minha mãe estar em casa.

Mas teve um dia que tudo piorou. Eu estava em meu quarto quando ouvi alguém entrar igual um furacão em casa quebrando tudo. Desci e logo vi Roger meu padastro ali quebrando tudo, depois que ele voltou bêbado em casa após uma mega discussão com minha mãe.

Tá olhando o que hein?- ele falou irritado.

Tá todo nervosinho porque minha mãe brigou com você porque pegou você me batendo e me ameaçando?- falei sarcástica- Você é um nojento e cretino!

Aé?-ele me olhou furioso-Vou te mostrar o cretino e nojento Sarah!

Ele correu atrás de mim e quando eu estava entrando no meu quarto....ele me puxou pelo braço e me atirou no chão. Pegou o cinto e o espeto que usamos na lareira e começou a me bater, me fazendo ficar com cortes violentos.

Para seu idiota.....seu crápula!-gritava tentando sair dali.

Cala boca!-ele falava e me dava tapas na cara.

Eu gritava tanto pedindo socorro que parecia que aquilo deixava ele mais irritado. E foi em um de meus gritos que algo horrível aconteceu.

Ele me pegou pelas pernas e me arrastou até o quarto de hóspedes e trancou a porta. Ele me batia ainda mais, dessa vez ele me puxou pelo cabelo com força e me amordaçou.

Ele me atirou no chão e prendeu minhas mãos com os joelhos e me batia ainda mais. Eu ainda me contorcia e gritava abafado com a mordaça.

Cala boca sua cretina.... Vou te dar uma lição só por ter me dedurado pra sua mãe!- ele falou e me deu um tapa violento na cara.

Eu sentia meu rosto latejando ele soltou a mordaça e logo cuspi nele. Se eu soubesse o que iria acontecer depois eu nunca teria cuspido naquele cretino.

Sarah....Sarah, você me pagar por isso!-ele falou e me bateu mais na cara.

Logo eu em meio a minha tentativa de me soltar dele.... Ele segurou meu pescoço quase me enforcando. Ele me batia mais ainda e só parou quando ouviu o telefone tocar.

Tirei a mordaça e logo que o vi subindo a escada falando no telefone com minha mãe. Eu peguei o telefone e falei que ele havia me batido...ele tomou o telefone da minha mão e assim que desligou, ele veio para me bater e então me tranquei em meu quarto.

Eu te odeio!-gritei alto.

Peguei meu livro Labyrinth e o abracei. Meu padastro tentava arrombar a porta e então em meu desespero....li o trecho do encantamento Goblin.

"Eu desejo.....eu desejo, sumir daqui para sempre e ir para o reino Goblin......!"-Fechei os olhos e chorei deseperada e pronunciei- Agora!

Logo o barulho parou e um trovão soou. Senti o sol queimando meu rosto e logo ouvi umas risadinhas.

Abri os olhos e dei um grito.Junto com o homenzinho que se assustou comigo. Logo uma sombra surgiu atrás de mim e então respondeu a minha curiosa pergunta.

Quem é você?- perguntei apontando para o homenzinho.

Sou Hoggle!- ele falou se escondendo atrás da pedra- E você é a garota que surgiu do trovão!

Que?- falei rindo- Que trovão....e onde estou?

Na cidade Goblin!- uma voz grossa e rouca surgiu atrás de mim- Olá Sarah!

Virei de costas e logo o vi ali....o Goblin King em minha frente. Aquilo era um sonho só pode.

Me belisquei e logo vi que não era sonho. Ele sorriu de lado e então falou algo que me surpreendeu.

Seu pedido foi atendido!- ele disse sério- Agora seu padastro não poderá mais te machucar bela Sarah!

Como ele sabia de mim e das coisas que meu padastro fazia? Como? Como?

Logo surgiu um cristal da mão dele e ele me deu. No começo fiquei receosa mas logo peguei assim que eu soube para que servia.

Bom....para você entender todas as respostas de o porque está aqui....e de como realizar seus desejos ocultos...e também se caso você quiser voltar a sua vida medíocre e conseguir seu livro de volta-ele falou arqueando a sobrancelha- Você terá que enfrentar o Labirinto que dará até o meu castelo onde você achará a resposta!

Olhei para ele e peguei o cristal e encarei a esfera redonda e olhei novamente para Jareth que terminou de falar.

Você tem que enfrentar 13 desafios em 13 minutos!- ele falou sério-Ou... você será destinada a ficar presa no calabouço do castelo ou se tornará um de meus Goblin!

Okay....eu aceito o desafio!-falei séria- Se eu passar em todas as fases....o que eu ganho?

Ele me olhou pensativo e logo deu um sorrisinho de lado. Ele andou de um lado para o outro e logo falou.

Ai depende do que você desejar!- ele falou sorrindo- Eu realizarei seus desejos ocultos Sarah....todos eles....os bônus serão coisas muito prazerosas e gratificante....o que você desejar!

Ele falou em meu ouvido me causando arrepios e logo desapareceu.Logo um portão surgiu atrás de mim que se abriu revelando o enorme labirinto.

Sarah off



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...