História Laçando você - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Alycia Debnam-Carey, Eliza Taylor-Cotter, The 100
Personagens Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Indra, John Murphy, Lexa, Marcus Kane, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes, Roan
Tags Clarke, Clexa, Fazenda, Lexa
Visualizações 195
Palavras 1.788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Orange, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENTE GENTE
Tive uma luz e tentei escrever um capitulo.

Me digam oq acharam e se querem que eu continue ou preferem que eu desista mesmo

Capítulo 16 - Perdão?


Fanfic / Fanfiction Laçando você - Capítulo 16 - Perdão?

6 de fevereiro de 2017, 05:30 AM, Residência Monteiro

POV Gustus

Alexandra se descontrolou , seus nervos atrapalhava muitas vezes sua sensatez, alguém tinha saqueado uma pequena parte do meu gado , apenas 80 cabeças e 20 recuperadas, mas um roubo é um roubo poderia ter algo maior por trás ou uma demonstração de fraqueza dos Monteiro poderia demonstrar vulnerabilidades de nosso império , eu darei esta investigação por encerrada e a faca irá ir para um cofre, o que me preocupa é que invadiram minha casa e a roubaram, e provavelmente tinha traidores em minha volta, não poderia descartar as suspeitas ninguém.

-Bom dia Gustus, meu amor – Disse Indra acordando ao meu lado.

-Bom dia Indra, dormiu bem ? – eu disse olhando em seus olhos , ela era uma mulher extraordinária, de muita fibra.

-  Estou preocupada com Alexandra, seu desequilíbrio me assustou. – Ela disse com um olhar distante.

- Bom, talvez seja bom ela ser afastada de suas obrigações, irei mandar Nyko cuidar de seus afazeres administrativos na fazenda , sei que irá sobrecarregar ele mas irei pagar mais pelos seus serviços- eu disse já encaminhando uma mensagem pra Nyko pelo meu celular.

- O que me preocupa mais ainda além de Alexandra ter perdido a sensatez é que existem traidores em nossa casa e alguém armou para Lexa encontrar aquela faca Gustus , alguém quis enfraquecer sua liderança a deixando em um beco sem saída. – Indra disse já sentada na cama olhando para mim, minha mulher tinha um inteligência absurda, principalmente nos negócios era muito mais habilidosa do que eu.

-Ela é jovem Indra , a sua pouca idade  a traiu caindo nessa armadilha, mas resolveremos isso , iremos descobrir o que quiseram ganhar fazendo isso , qual o objetivo disto, mas em segredo , não quer mais agitação neste assunto. – eu disse entrando em acordo com minha mulher que concordou comigo. – Como vai a estadia de Ontari ? – eu perguntei mudando de assunto.

- Vai bem , ela tem procurado irregularidades mas não consegue achar nada fora dos acordos que foram feitos com seu pai. – Indra disse rindo da garota.

- Fique de olho de qualquer forma, o meio petrolífero é perigoso.- eu disse encerrando para partir para segundas intenções com minha esposa a puxando para um beijo.

 

POV Clarke

08:30 AM

- Bom dia Leoa dos olhos azuis – Anya disse entrando na cozinha enquanto eu tomava café e olhava meu portal e grade da faculdade, animada porém com uma expressão de dor segurando seu braço.

- Aconteceu algo Anya? – eu disse me levantando do banco que estava sentada.

- SIM ! Encostei em Mercúrio ! – ela disse com um sorriso e brilho nos olhos .

- E ele te avançou pelo o que posso ver – Eu disse rindo da empolgação da garota vendo o vergão em seu braço que viraria um baita roxo.

- Sim , me mordeu, porém deixou que eu o tocasse , vim colocar gelo nisso – ela disse rindo já com gelo no braço.- Está animada para seu primeiro dia de aula ? – ela me perguntou com a geladeira ainda aberta.

- Sim,  eu olhei  a minha grade do primeiro período inclusive – eu disse mostrando minha grade a ela na tela do notebook.

Expressão e Representação I - 80hEmenta

Introdução à Arquitetura e Urbanismo - 80hEmenta

Língua Portuguesa - 80hEmenta

Matemática Aplicada à Arquitetura - 80hEmenta

Projeto I - INTRODUÇÃO AO PROJETO - 80h

 

- Espero que goste do curso Clarke, as aulas são das 19:00 ás 22:40 , é meio que inevitável não matar algumas pra ir pras festas por perto e bares, vou tirar sua inocência. – Anya disse rindo da minha cara que deveria ser de indignada.

- Saiba que quero levar essa faculdade a sério, não sair bebendo por ai. – eu disse retrucando ela no meu melhor tom de ofendida, porém segurando para não rir.

- Só quero te desvirtuar, ou vai me dizer que vai ser a  maior CDF? – Anya disse rindo em tom de brincadeira, eu gostava dela , era uma ótima companhia e era engraçada também

- Não é caso de querer , eu preciso , tenho uma bolsa para manter . – eu disse rindo porém falando sério dessa vez.

- Agradeça a Lexa, você deve ter algum poder sobre ela , porque nunca vi ela ajudar alguém que mal conhece de graça. – ela disse como quem não quisesse nada , porém eu sabia que ela estava jogando verde para colher maduro e ela deve ter ouvido algo sobre a faca depois de toda a confusão que aconteceu , eu contei apenas uma parte que eu tentei intervir a favor do velho no tronco e ela me bateu.

- Na verdade foi Lincoln, pedi a ele , nós temos nossas diferenças mas nos damos bem.- eu disse mentindo afim de encerrar esse assunto já com um mal humor matinal.

- Não quis te deixar nessa carranca ,se anime novamente.- ela disse em tom de desculpas.

Eu sai da cozinha e fui para meu quarto, Lincoln havia me dado um caderno para o meu primeiro dia e Anya uma mochila que era dela, ele disse que depois do  meu primeiro dia de aula me daria o dinheiro para comprar o material do curso de Arquitetura. A verdade é que eu estava fazendo de tudo para não lembrar de Alexandra , tentando ocupar minha mente, e ocuparia com a faculdade.

 

13:00 PM

POV Lexa

Tinha acabado de acordar , a verdade é que sem os meus afazeres eu ficaria entediada , e eu não conseguiria esquecer a história do gado tão fácil, mas por outro lado seria bom , as aulas voltavam hoje e eu iria me divertir, esqueceria um pouco de quem eu era e seria mais normal.

Whatsapp on

Costia : Bom dia , está dormindo ainda? 11:00

Costia : Bom espero que não esteja chateada com os acontecimentos de ontem ainda da sua família, porque hoje vão fechar a rua na C.T.U. e  nós vamos estar lá ,estou com saudade das festas e de beber com você.12:30

As festas da faculdade na época dos calouros eram as melhores , e lá eu era uma adolescente normal , ainda me viam como uma Monteiro , mas eu me divertia e relaxava, e bebia , muito.

Eu: Acabei de acordar, sim , nós vamos , nos vemos na faculdade. 13:10

Whatsapp off

Eu precisava levantar e ir atrás de Clarke engolir meu orgulho e pedir perdão pelos acontecimentos ,e principalmente tomar um banho antes disso e ir atrás de um almoço.

 

15:00 PM

Casa dos Cordeiros

- Olá Brenda está por aqui , Clarke está?  - eu perguntei a mulher que estava se preparando para aparar a grama de seu jardim.

- Alexandra! Sim , está , acho que está em seu quarto, pode ir até lá , elá acabou de chegar dos estábulos. – ela disse sorrindo de forma amável para mim .

Eu entrei e fui até o quarto de Clarke que estava aberto e ela não se encontrava lá e para meu azar ou sorte ,quando me virei para sair do quarto eu dei de cara com ela enrolada em uma toalha que mal cobria suas pernas de cabelos molhados , com o corpo molhado,bem, toda molhada no corredor.

- Alexandra!! – ela disse com o susto que ela tomou com minha presença dando um salto para trás e a toalha quase desenrolando do seu corpo, ela se atrapalhou em segura-lá em volta de si me dando a visão do seu seio esquerdo, o que me hipnotizou por alguns segundos – FORA ALEXANDRA!!!!! – ela gritou enquanto recuperava o equilíbrio e tampava o que eu amei ver, os segundos que isso acontecia parecia minutos para mim.

-Clarke, eu qu..-  eu tentei dizer mas ela me impediu

-FORA DAQUI !!! – ela gritou mais uma vez apontando para saída sem olhar para mim completamente vermelha, eu não ia aceitar que uma loirinha insolente gritasse comigo dessa forma quando eu estava a engolir meu orgulho para falar com ela, não ia fazer diferença para mim se ela me desculpasse ou não , eu não precisava de nada disso, nem dela , não faz diferença.

-CALE A BOCA E ME ESCUTE !!- eu berrei e ela levantou o queixo olhando em meus olhos de forma furiosa. Ela me olhou alguns segundos e para minha surpresa desferiu um tapa forte em meu rosto que me fez dar um passo para trás, filha da puta, eu a mataria por isso, ninguém levanta a mão para mim.

Quando eu ia pega-la pelos cabelos o maldito Lincoln entrou correndo na casa.

POV Lincoln

Eu estava chegando do estábulo exausto para tomar meu café da tarde e escutei uma gritaria vindo de dentro de casa , minha mãe não estava ouvindo porque estava com a maquina de cortar grama ligada e de fones de ouvido para proteger do barulho.

Entrei dentro de casa desesperado correndo e encontrei uma Alexandra com marcas de dedo no rosto pronta para arrebentar Clarke que estava enrolada em uma toalha completamente molhada de costas para o corredor.

- Que gritaria é essa? – eu disse assustado . – O que diabos está acontecendo aqui ?Alexandra o que você fez? – Clarke se virou assustada para me olhar ficando de costas para Alexandra.

- FORA LINCOLN!!! – Lexa gritou em alto e bom som assustando Clarke que tinha uma expressão furiosa mas perdida ao mesmo tempo.

- O que está fazendo aqui Lexa? – eu disse tentando conter minha voz, Lexa tinha um olhar mortal para Clarke que eu conhecia bem, ela iria machucar ela .

-Não é da sua conta, saia.- ela disse com a voz mais branda, olhando para Clarke.

- Deixe a garota em paz Lexa, seja lá o que você veio fazer aqui  ela não tem que olhar pra você depois do tapa que você deu nela para todos verem.- eu disse repreendendo Lexa que parecia ter lembrado o por que de ter vindo ali.

- Eu vim me desculpar por isso, mas parece que ela resolveu responder a altura - ela disse apontando para o próprio rosto, com a frieza e sensatez em sua voz, mas eu fiquei mais surpreso com fato de Alexandra ter vindo se desculpar com a garota.

- Você mereceu, a deixe em paz. – eu disse aproveitando o fato dela ter se acalmado antes que Clarke resolva abrir a boca.

- Com prazer Lincoln, cuide bem da sua bonequinha. – ela disse rindo ironicamente, encerrando o assunto e olhando uma última vez para Clarke passando ao seu lado e ao meu lado  saindo com uma calmaria que ninguém diria que ela estava a ponto de socar Clarke, que por sinal eu tinha me afeiçoado no fim das contas.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...