História Laços - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Romance, Seokjin, Taehyun, Yoongi
Visualizações 1
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou reescrevendo uma história antiga minha.
Espero que gostem.
Boa leitura

Capítulo 1 - O começo de tudo


Fanfic / Fanfiction Laços - Capítulo 1 - O começo de tudo

  Jungkook se escondeu no primeiro beco escuro pelo qual passou e encostando suas costas na parede, se esgueirou em meio as sombras escuras para evitar ser visto.

Não demorou muito para que ouvisse o som do carro se aproximando a toda velocidade e o moreno só conseguia desejar internamente para que não fosse visto ali.

Estava a noite e a única iluminação da rua eram as lampadas claras que vez ou outra falhavam, deixando um breu total na rua longa.

Jungkook quase sentiu seu coração sair pela boca quando um garoto pouco mais baixo que ele pulou o muro, parando a sua frente enquanto arrumava as mechas loiras mal cuidadas.

O garoto olhou para jungkook como se soubesse o que estava acontecendo e caminhou em passos lentos até a calçada, parando ali.

O carro estacionou, abaixando o vidro do carona o suficiente para que o loirinho percebesse que o carro estava cheio.

O homem que estava sentado no banco mais próximo a porta colocou o braço para fora, com a arma em mãos apenas para intimidar o garoto.

– Pra onde foi ele?–

Perguntou de maneira ríspida e direta para o loirinho, que rebateu, como se já tivesse uma resposta pronta.

– Ele quem?–

– Aquele garoto imprestável que correu para essa rua.–

– Eu não vi ninguém, ele deve ter ido para a rua de trás.–

–Se eu descobrir que está mentindo, Jimin, vou acabar com cada um dos inúteis que moram na sua casa, começando por você e terminando no seu irmão.–

Foi a última coisa dita antes do vidro se fechar.

Um suspiro de alívio escapou pelo lábios do garoto quando o carro passou reto, seguindo a toda velocidade para o fim da rua.

Jimin se virou para o moreno que quase parecia brilhar de tão palido e segurou em sua mão subindo na caçamba e puxando o garoto junto.

– Vamos logo. Se ficar por ai eles vão achar você.–

Jungkook ainda estava tentava assimilar o que havia acontecido e foi de forma quase automática que pulou o muro, seguindo o loirinho.

Ele não enxergava quase nada, sendo guiado apenas pela mão do menor, que segurava fortemente a sua. Cerrou seus olhos brevemente quando passaram pela porta de madeira e Jimin acendeu a luz, que por um breve momento pareceu que o deixaria cego.

A casa era muito pequena e muito simples, alguns poucos móveis surrados e paredes sem pintura que se destacavam com a luz forte da lampada.

– Agora que estamos seguros... Muito prazer, eu sou Jimin! Como você se chama?–

O loirinho se apressou em dizer, estendendo uma de suas pequenas mãos ao garoto mais alto.

– E-eu sou Jungkook. Jeon Jungkook.–

Mesmo com as mãos trêmulas, ele acabou por segurar na mão do garoto mais baixo, a apertando com a força que conseguiu.

Jimin olhou para os lados ao escutar um ruído e antes de explicar alguma coisa, correu para seu quarto, arrastando o outro consigo.

– Olha, Jungkook, meu irmão não pode saber que você está aqui, ou ele vai nos matar. Você vai dormir aqui e amanhã cedo você pode ir.–

Jeon apenas assentiu, olhando com um pouco de estranheza para a pequena cama de solteiro, que além de velha ainda tinha um tijolo como calço.

Era muito diferente da sua, que, como morador da zona nobre da cidade, tinha tudo de melhor qualidade.

Jungkook nunca havia visitado uma casa tão pequena e mal acabada, era a primeira vez em que entrava naquele bairro que seus pais denominavam como "perigoso".

Jimin não demorou em se jogar na cama, deixando espaço para que o outro se deitasse ali também.

– Por que os caras maus estavam te seguindo, Kookie?–

O loirinho perguntou, já apelidando o novo amigo.

Jeon se deitou na cama pouco espaçosa acabando por ficar cara a cara com Jimin.

– Meus amigos me desafiaram a escrever no muro de uma loja, quando aqueles homens saíram meus amigos correram e me deixaram lá.–

– Kookie, você tem que tomar cuidado. Meu irmão diz que se fizer algo que os caras maus não gostem, eles te pegam e ninguém nunca mais te vê.–

Jimin abaixou a cabeça, suspirando baixo antes de continuar.

– Fizeram isso com o meu pai. Ele estava devendo dinheiro e os homens maus vieram aqui buscar ele.–

– E... O que eles fazem com as pessoas?–

– Eu não sei. Mas eu acho que devem levar elas pra bem longe, porque ninguém nunca volta de lá.–

O loirinho se ajeitou entre os lençóis finos, deixando metade para que o outro se cobrisse e deslizou os dedos delicados pelo rosto do outro.

– Você vai voltar para me ver, Kookie?–

– Vou! Você me salvou, é meu novo amigo agora.–

O moreno respondeu, recebendo um sorriso doce como resposta do loirinho, que fechou os olhinhos pequenos antes de dizer entre bocejos

– Então todos os dias, eu vou te esperar. Boa noite, Kookie.–

[...]

Aquela foi a primeira vez que Jungkook viu Jimin, e pensou que era a última já que seus pais, preocupados com seu paradeiro, nunca mais permitiram que Jeon fosse para aqueles lados da cidade.

Na adolescência Jeon chegou a sair escondido, se esgueirando entre as ruas até a casa do garoto, mas não encontrou nada além de entulho e restos de madeira queimada. Naquele momento Jeon concluiu em sua cabeça: "os homens maus pegaram o Jimin também."


Notas Finais


Espero que tenham gostado, os próximos caps serão postados a cada três dias ou uma semana, dependendo do que estiverem achando da fic.
Até o próximo capítulo, amores.
B_


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...