História Laços - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Anime & Mangás
Visualizações 44
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, mt obrigada pelos 33 favoritos. Vcs são demais♡♡♡♡

Capítulo 8 - 8


Fanfic / Fanfiction Laços - Capítulo 8 - 8

  Acordei, meio sonolento, senti um peso a mais em cima de mim foquei bem minha visão, o quarto estava escuro, provavelmente já era noite. Como fragmentos lembrei de mais cedo e sorri, acho que foi o melhor sexo que já tive sua companhia me agrada, seu corpo seus gemidos, foi uma tentação. Passei minha mão por sua costa movimentando. Estava com preguiça de levantar. Estava tão bom assim, seu corpo junto ao meu. Mas tinha que levantar para fazer alguma coisa pra comer, Max irá acordar com fome.    

 Me levantei calmamente pra não acorda-lo, levantei e o cobri seu corpo nú com o edredom e saí sem fazer ruídos, fechei a porta e segui em direção á cozinha, ele tinha falado que iria fazer uma mini torta.           

Fiquei pensando o que eu poderia fazer para acompanhar o prato, na verdade estava pensando em adiantar a comida para que quando ele acorda-se estivesse tudo pronto...             De repente senti mãos rodearem minha cintura, abraçando minhas costas, parei o que estava fazendo, que no caso estava temperando a salada. Virei abraçando o serzinho, beijei o topo de sua cabeça. 

 - Dormiu bem?- Perguntei. 

 - Muito bem... o que 'tá fazendo?.

  - Temperando a salada, aliás a comida já está pronta, vamos comer.  

 - Hmm, tô morrendo de fome... - Sorri.

  - tenho certeza que tá uma delícia, afinal, foi eu que fiz.  

 - Hmm, convencido... 

 - Nem sou.      Comemos a comida, Max se esbaldava e confirmava que realmente a comida estava uma delícia, depois de terminar, lavamos as vasilhas, peguei o pote de sorvete e comemos enquanto assistiamos um filme qualquer. 

  - Dorme aqui hoje? 

 - Hm eu tenho que ver.   

- Fala que vai dormir na casa de um amigos e tal...

  - Vou tentar - peguei meu celular, vi que já era oito e quarenta da noite, arregalei meus olhos por já ser tão tarde. Digitei o número de minha mãe e esperei até ela atender. 

  - Max!  Aonde você está?. 

 - Ainda estou na casa de meu amigo... mãe, eu vou dormir aqui tá? 

 - tá mas você nem levou roupa.  

 - Ah não se preocupe, ele vai me emprestar... 

 - Okay então...amanhã de manhã quero te ver aqui em mocinho. 

 - Okay, boa noite. 

 - Boa noite, durma bem. -A ligação foi encerrada.  

 - Pensei que ela iria me fazer um monte de pergunta mas ela não disse nada. Que estranho. - Dennis riu.  

 - As vezes ela achou até bom.Quem sabe ela se diverte com seu pai a noite?

  - Dennis! - Dei tapinha em seu braço, envergonhado e Dennis começou a gargalhar e eu o acompanhei- Seu bobo. 

 - Mas é só uma suposição... - Ele se aproximou e me robou um beijo molhado terminando o ósculo com vários selinhos.       

 Ele se levandou juntando as vasilhas e foi em direção a pia para lavá-las. Fiquei sentado no sofá escolhendo outro filme, até ele termiar.    Voltamos a ver os filmes. Nesse momento estava deitado e o Dennis atrás de mim, já estava morrendo de sono e deveria ser uma da manhã. Virei minha cabeça pra trás e observo Dennis dormir, deveria ter pegado no sono à algum tempo,virei para seu lado acariciando seu rosto. Céus, estava incrivelmente apaixonado por ele, Dennis era tudo, ele me fazia ficar bobo, e ele é tão lindo...   

   Não sei se ele só ficou comigo por ficar, ele também nem deve estar pensando em algum relacionamento agora, afinal, ele tinha acabado de terminar, mas isso não significa nada não é mesmo, ou talves significa... Parece que minha cabeça  iria explodir. Esses pensamentos me sufocava e fazia meu peito doer só em pensar que eu estaria sendo somente mais uma em sua vida. Não queria isso, repudiada essa ideia, mas eu não poderia fazer nada, ou sim...

   - Dennis... - Balancei seus ombros um pouco na tentativa de acordá-lo. -Dennis!...

 -  Hm?...  - Vamos pra cama, vai ficar mais confortável para dormir... ele abriu seus olhos se espreguiçando, sorri com isso.

  - Okay... -sentou-se no sofá me olhando, encarei ele observando seus traços. Ele rapidamente me roubou um selinho e se levantou puxando minha mão e entrelaçando -a, me guiando na direção de seu quarto. Quando entramos ele se deitou e deu leves batidinhas no colchão ao seu lado.  Claro que não resisti e deitei rapidamente ao seu lado me aconchegando minha cabeça em seu peitoral. Ficamos colados por um longo momento até não conseguir aguentar e dormir profundamente, só acordando de manhã  as sete horas.   

  Abri meus olhos lentamente e me deparei com Dennis acordado e me olhando enquanto me acariciava  na bochecha.   

  - Bom dia.  

 - Bom pequeno - Ele aproximou seu rosto roçando  seus lábios contra o meu. Sorri e tive a iniciativa de colar nossos lábios e iniciar um beijo molhado. Dennis desceu seus lábios ao meu pescoço chupando, beijando e lambendo. Isso fez meu pelos se arrepiarem e eu soltar um gemido.   

   Ele se posicionou em cima de mim apoiando só a parte de cima de seu corpo para não me machucar. Foi descendo seus lábios, enquanto subia sua blusa que se encontrava em meu corpo me fazendo morder a barra da blusa deixando meus mamilos a mostra, onde abocanhou me fazendo gritar um gemido por causa da sensibilidade. Ele sugava e dava leves mordidinhas. Meu membro estava duro e sentia ele molhado só com isso. Dennis percebeu e deu um forte aperto por cima de minha cueca, me fazendo gemer mais ainda.    Seus lábios foram descendo mais e mais até chegar na barra de minha cueca , ele depositou um beijo em meu membro em cima do pano, e lambia.  

 -  Dennis... ah- gemi- Me chupa- Pedi manhoso.  

 - você está bem mais solto né... - Rapidamente ele tirou minha peça íntima e abocanhou meu pênis, me fazendo gritar, ele chupada forte e habilidoso me fazendo tremer de prazer,  já não aguentava mais.

  - Denn.is.... ah eu vou...- Tentei avisa-lo.

  - Pode vir- Parou por um segundo e voltou a chupar. Não aguentei mais e gozei em sua boca soltando um gemido alto, meu corpo trêmulava e minha respiração descompaçada olhei para seu rosto e ele engolia meu gozo e lipava o resto lambendo meu pênis. Ele se voltou a mim e me beijou fazendo-me sentir meu gosto, senti que ele estava duro.

  - Eu.. Eu. 

  - Você?  

 - Eu quero te... chupar também... - desviei meu olhar envergonhado, ainda me sentia constrangido apesar de tudo. - só que eu não sei, não quero te machucar... - Ele sorriu me dando um selinho. 

 - Não se preoculpe, eu te ensino. - Ele inverteu nossas posições me deixando em cima de seu corpo e começou a me beijar. Fiz igual o que ele tinha feito em mim, desci meus lábios ao seu pescoço e descendo e descendo. Até chegar na onde queria, desci meio sem jeito sua calça moletom e a cueca tudo junto o que fez seu membro grande e  grosso saltar, fiquei encarando aquele torço enorme pensando que não  caberia de jeito nenhum em minha boca.  -  Você só tem que chupar igual a um picolé, sugue e não raspe o dente, isso dói.     

Concordei com a cabeça, primeiramente lambendo sua extensão. Coloquei seu membro em minha boca chupando só a cabeça, Dennis soltou um suspiro colocando sua mão em meus fios de cabelo e me guiou a colocar seu pênis mais na boca, fazendo um vai e vem. Fui fazendo isso até o seu pré-gozo atingir meu paladar. Fiquei um bom tempo fazendo isso enquanto ouvia os gemidos baixinhos de Dennis. Quando de repente senti jatos fortes em minha boca, ele tinha gozado e não era pouco, tratei de engolir tudo e limpa-lo. Engatinhei até seu rosto e o beijei novamente.  

  Ficamos assim até um certo tempo até que decidimos tomar um banho, para limpar o suor e tomar café da manhã. Fiquei triste, iria me despedir dele e não sabia quando iríamos nos ver de novo, até porque Dennis teria de trabalhar e minha faculdade estaria entrando em período de provas. Ficaria difícil marcar um dia para nos vermos de novo.               


Notas Finais


Bjs e até ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...