História Laços de amor - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Sakura Card Captors, Tsubasa Reservoir Chronicle
Personagens Sakura Kinomoto, Shaoran Li
Visualizações 33
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal, ficou pequenininho mais foi só o que eu consegui escrever hoje, por favor não desistam dessa fanfic Beijos e uma boa leitura pra vocês!

Capítulo 16 - Dor


Fanfic / Fanfiction Laços de amor - Capítulo 16 - Dor

 

 

Castelo de Li, enfermaria; 11:00h

 

Syaoran estava do lado de fora da sala de Eriol aguardando noticias do estado de saúde da princesa. Vinte minutos mais tarde, Eriol saiu da sala. Estava sorrindo ao retirar o chapéu. 

"Calma Syaoran, ela esta fora de perigo agora, pode ficar tranquilo... Não foi um trauma tão grave... mas também não foi tão leve, ela vai ficar um pouco aqui em observação."

"Obrigado Eriol. Eu posso ver ela?"

"Ainda não, ela esta sedada... só deve acordar à tarde."

"Não tem problema! Eu espero."

"Mais uma coisa, Syaoran... Pode ser que ela acorde meio confusa devido aos remédios que administrei..."

 

Syaoran permaneceu por horas sentado na sala de espera, Eriol teve que voltar para a sala da rainha, e o doutor Terada, foi chamado para ficar em seu lugar. O príncipe estava cochilando debruçado em uma das cadeiras, então o doutor se aproximou dele e tocou em seu ombro.

"Com licença, você é o marido da Srta. Hime?"

"Hime...?"

"Sim, Sakura Hime..."

"...sou eu me desculpa estou meio sonolento... ja posso vê-la?"

"Pode sim, mais ela ainda dorme... como ela vai ficar em repouso você pode ficar como acompanhante...vamos?"

Syaoran entrou no quarto onde Sakura estava...havia curativos em sua cabeça e seu rosto estava um pouco inchado, também havia um acesso em seu braço...mesmo assim ela não deixava de ser linda. O príncipe sentiu uma leve fisgada em seu ventre ao comtepla-la  dormindo tranquilamente. 

Sentou-se ao lado da cama...a observando. Desde o dia do turbulento casamento até aquele dia, ele ainda não havia parado para admira-la  minuciosamente. 

Seus brilhantes olhos de esmeralda estavam fechados agora como em êxtase. Seu rosto delicado era emoldurado por franjas lisas que esvoaçavam sobre sua testa junto com o vento. Seus lábios estavam suaves e rosados como pétalas de rosas, seu corpo era esguio e esbelto envolto pelo fino roupão de seda estampado de flores. Com as mãos cruzadas na frente da barriga, e as costas apoiadas em travesseiros, ela era a imagem perfeita de um anjo enviado por Deus à terra; asas brancas, era a única coisa que faltava para completar a imagem. 

Syaoran ignorou aquela visão e passou a olhar para fora, suspirando com desgosto. 

Ela era igual a outras. As outras que constantemente se jogavam em cima dele na esperança de ganhar seu status e sua riqueza. Elas nunca o Viam pelo o que ele era, tudo o que importava era sua aparência e seu título de príncipe. A chamada "esposa" era da mesma forma. Era só um contrato, uma aliança de guerra. Ela jamais o amaria de verdade... 

 

No fim da tarde, a princesa acordou confusa... mas ao ver aqueles cabelos castanhos... 

"Syaoran..."

Syaoran ouviu aquela voz e despertou. 

"Sakura!!!"

Estava preocupado e num impulso beijou as mãos da jovem. A princesa olhou confusa para ele. 

"Por que o quarto esta tão diferente?"

"Fica calma, isso é efeito dos remédios, logo tudo volta ao normal..."

"O que foi que aconteceu?"

"Bem você caiu no banheiro e bateu com a cabeça. Eu cheguei e te trouxe pra cá, a sala do Eriol. Você foi sedada e agora está aqui."

Sakura ficou horrorizada ao ver a roupa de Syaoran manchada de sangue. Ela ainda podia sentir uma dor lancinante na cabeça. Ouviram passos do lado de fora da sala e de repente a porta se abriu deixando que Touya entrasse no local. 

"Touya você não tinha ido embora?" Perguntou a princesa. 

"Voltei assim que soube do acidente...Pelo amor de Deus, Sakura. Você ainda vai nos matar com esse seu jeito."

"Desculpe Touya, a culpa não foi minha...acontece que..."

Syaoran olhou para os dois e decidiu deixa-los sozinhos, mas antes que pudesse sair o homem mais velho agarrou seu braço e disse; 

"...Claro que a culpa não foi sua, foi deste aqui! Fique eu preciso falar com você!"

"Comigo??" O principe perguntou incrédulo. "Por acaso sou seu parente?" 

Ele iria dizer algo bem grosseiro para o cunhado, mas teve receio assim que viu seus olhos soltando faíscas de fogo...

"É uma conversa de homens..."

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Perdoem os erros, beijos eTchau;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...