História Laços de Família (Incesto) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias The Originals
Personagens Elijah Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Rebekah Mikaelson
Tags Bruxa, Elijah, Família, Freya, Hayley, Incesto, Klaus, Kol, Mikaelson, Rebekah, The Originais, The Vampire Diaries, Triângulo Amoroso, Vampiro
Visualizações 43
Palavras 549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nunca escrevi esse tipo de história antes, espero que vocês gostem ;-;

Capítulo 2 - 01 - Jantar em Família


Fanfic / Fanfiction Laços de Família (Incesto) - Capítulo 2 - 01 - Jantar em Família

A família Mikaelson estava em seus melhores anos de união. Klaus e Elijah não discutiam havia décadas, e a relação deles com Freya, Kol e Rebekah estava as mil maravilhas. Hayley também compartilhava dessa união, com Hope já tendo 10 anos e indo estudar no Instituto Salvatore, ela estava com os Mikaelson desde então, desfrutando das regalias da realeza.

Era mais um, dos jantares diários que aconteciam na mansão em Nova Orleans,  Klaus sempre em uma das pontas da mesa e Elijah na outra, as irmãs Freya e Rebekah estavam uma na frente da outra e se sentaram no lugar próximo a ponta da mesa em que Elijah estava,  Kol e Hayley ficaram lado a lado e na frente deles dois lugares vazios.

As empregadas que foram hipnotizadas por Klaus serviam a última parte do jantar, para assim eles começarem a comer. Antes de comerem, todos na mesa esperavam o brinde diário que Klaus sempre fazia.

- Ao sempre e para sempre - disse ele levantando a taça. Todos responderam com o mesmo e começaram a comer.

Klaus comia lentamente a comida que estava em seu prato, diferente de todos que estavam presentes. Ele não conseguia focar na comida, tendo em sua frente a imagem de suas irmãs, aquilo o corroía por dentro. Ele tentava disfarçar com olhares ao teto da sala, ou prestando atenção em Hayley, mas não conseguia pensar em mais nada.

Para tentar disfarçar sua reação aquela vista deslumbrante, ele usou o único artificio que pensou na hora; o sarcasmo.

- Então Rebekah, quando vai nos apresentar seu novo namorado?

Ela o observou com o canto do olho e perguntou sem entender:

- Estou namorando e não sei. De onde você tirou isso?

- Podemos dizer que é da minha experiência ao longo dos séculos com você.

Ouve um silêncio de alguns segundos, enquanto Rebekah pensava no que falar, então Elijah se antecipou e disse:

- Dessa vez terei que concordar com Niklaus.

Kol olhou para a irmã e disse:

- Eu também.

Freya ria sem entender do que eles estavam falando, pois não sabia desse passado da irmã.

Rebekah já indignada e com um sorriso no canto do rosto responde:

- Uma garota não pode ficar sozinha por um tempo? O que você acha Hayley?

- Não me meta nisso - ela disse com bom humor - mas realmente faz tempo que não me apresenta um novo namorado.

- Acho que só quero passar um tempo longe de todo esse drama amoroso.

Elijah abriu um sorriso de ironia nos lábios e voltou seus olhos a comida em seu prato.

Klaus fez o mesmo, em uma tentativa de encerrar o assunto, só que o seu sorriso não era de ironia e sim uma mistuta de felicidade e esperança, algo que surgiu momentaneamente em sua mente; o vislumbre de uma vida feliz ao lado da pessoa que ama, que nos seus sentimentos, que ele julgava serem distorcidos e totalmente errados, não era apenas uma pessoa e sim suas duas lindas irmãs.

Mas quem poderia imaginar tal barbaridade sobre seus reais sentimentos e em que momento ele estaria louco e desesperado o suficiente para revelar o que sente? Esses pensamentos rondavam sua cabeça, como se o medo e a incerteza fossem suas únicas aliadas na mesa. Mas para sua sorte o jantar acaba e toda a fraternidade dos Mikaelson se separa pelas paredes de seus quartos.


Notas Finais


Eaí gostaram? Capitulo 2 promete ser bem mais intenso (:V)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...