História Laços de Paixão (Romance Gay) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Bissexual, Bissexualidade, Boyxboy, Criação, Drama, Explicito, Festa, Gay, Hetero, Heterossexual, Homo, Homossexaual, Lemon, Lgbt, Originais, Original, Paixão, Romance, Romance Gay, Shounen Ai, Yaoi
Visualizações 122
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 15 - Cap 15: Confissões


Fanfic / Fanfiction Laços de Paixão (Romance Gay) - Capítulo 15 - Cap 15: Confissões

Narrado por Lais

2 Anos atrás

Lais: O que está fazendo. - disse me aproximando lentamente de Eric, eu ja havia notado os olhares que ele mandava a um menino lindo que estava parado na porta da sala de sua casa conversando com o Tales.

Eric: Nada, estou só tomando água. - ele falou apressado levantando o copo de água e bebendo um pequeno gole.

Lais: Ele é bonito, ja o vi aqui antes, quem é?

Eric: É o Henrique, melhor amigo do Tales.

Lais: A entendo, que tal me apresentar a ele, vou gostar de conhecer um garoto tão bonito desses. - Sim eu estava provocando, ja havia reparado que aquelas olhadas que Eric mandava para aquele garoto eram diferentes de todas as outras.

Eric: Infelizmente não vai dar, estamos atrasados. - ele disse puxando meu braço e me levando para fora da casa dele.

Lais: Vai levar o copo junto?

Eric: Vai ser bom para ele tomar um ar.

Soltei uma gargalhada e entrei no carro, estavamos indo ao Facc fazer uma visita e levar as doações do mês, eu não conhecia muito do local mas gostava de visitar e brincar com as crianças, antes dele dar a partida segurei seu braço fazendo com que sua atenção se voltasse para mim e perguntei.

Lais: Gosta dele não é?

Eric: Do que está falando?

Lais: Você entendeu muito bem, gosta do garota. - Não era mais uma pergunta.

Eric: Eu.. eu não gosto..

Lais: Eric sabe que pode me contar tudo, eu só quero ajudar.

Ele olhou para o outro lado, depois virou o rosto em minha direção e disse baixinho.

Eric: Talvez eu goste, um pouco.

Lais: Mas você também gosta de meninas não é.

Eric: É por isso que minha mente está confusa, ele é um cara, não posso gostar de um cara.

Lais: Temos que conversar, vamos para minha casa e depois iremos ao Facc ok.

Ele ficou parado por alguns segundos até concordar, ligou o carro e foi em direção a minha casa.

~•~•~•~

Narrado por Henry

Agora

Lais estava me contando aquela história enquanto eu ficava estático, aquilo era informação demais.

Lais: Algum tempo depois ele começou a ficar com a piranha mais conhecida como Bruna que sabia desses "conflitos internos" do Eric, eu não suporto ela, toda metida e impiriquitada, ele achava que aquilo que sentia por você era só uma confusão mas hoje ele assume que é bi, bem em eu vou te contar só até ai por respeito a confissão do Eric.

Henry: Espera... então ele descobriu que era Bi por minha causa, é isso?

Lais: Bem não, você foi mais como uma confirmação da tal confusão que estava acontecendo na cabeça dele.

Eu não conseguia dizer nada, não estava conseguindo pensar em algo para dizer.

Lais: Eu te conheço a anos e você nem sabia, olha só. - ela disse rindo.

Henry: Eu estou um pouco perdido.

Lais: Imaginei que ficaria, o importante de tudo o que contei é que Eric nunca quis aceitar o fato de ser bi por conta do pai, ele tinha os mesmos medos que você esta sentindo.

Henry: Então o que eu faço?

Lais: Converse com ele, não fuja, passem por isso juntos e tenha em mente que você sempre foi importante para ele.

Ela disse com muito carinho, mostrando que realmente se importava conosco.

Henry: Obrigado, estou muito melhor. - eu disse dando um beijo em seu rosto e levantando, indo em direção a porta.

Lais: Espera, a onde vai?

Henry: Arrumar as coisas... Vou falar com o Eric.

Olhei em sua direção e vi um sorriso de orgulho surgir, corri até o carro e sai indo em atrás da casa dos Delavie, que não ficava muito longe.

Eu não tinha um plano, aproveitaria que Enzo estaria viajando para poder conversar em paz com Eric, não sabia o que iria dizer e muito menos se estava certo em chegar assim do nada na casa dele, mas era a unica coisa que eu tinha em mente no momento.

Quando cheguei e mostrei que era eu o portão foi aberto, entrei com o carro o estacionando próximo a entrada da casa aonde ja havia mais um carro, sai em disparada a porta principal tocando a campainha em seguida.

Em pouco tempo a porta foi aberta e eu a vi parada no batente da entrada com um sorriso sinico no rosto segurando um copo de whiski.

Bruna: Olha só o que temos aqui.

Henry: Que porra ta acontecendo?

Antes de que ela pudesse responder Eric surgiu atrás dela, segurando a porta e dizendo com voz firme.

Eric: Bruna, vá embora, depois conversamos.

Bruna: Espero que tudo o que me disse não tenha relação com ele. - ela disse me olhando de cima a baixo com cara de ódio.

Eric: Vá embora. - ele disse quase silaba por silaba.

Ela passou por mim entrando no conversível que estava estacionado próximo ao meu e saiu cantando pneus pelo portão da frente.

Eric me olhou sério e falou com a voz mais calma.

Eric: Desculpe por isso, ela estava bebada, bem o que faz aqui?

Henry: Precisava falar com você, mas acho que é melhor eu vir outra hora. - me virei de costas e senti sua mão segurar meu braço.

Eric: Hey, não vai não. - virei meu rosto em sua direção e o vi com um olhar cabisbaixo, parecia machucado.

Henry: O que aconteceu? - disse chegando mais perto e segurando em seus ombros.

Eric: Não é nada, eu só quero ficar um pouco com você, se não se importar.

Sua voz era como um sussurro, eu não sabia o que tinha acontecido e muito menos o porque dessa cena com Bruna, mas faria o que Lais me aconcelhou, contaria o que sinto a ele.

Nós entramos na casa e sentamos no sofá, olhando um ao outro sem nunca desviar o olhar.

"O que aconteceu" perguntamos juntos, nos olhamos e rimos, o momento havia ficado mais descontraído em questão de segundos.

Paramos de rir e ficamos quietos esperando que um de nós falasse primeiro, até que eu finalmente decidi falar.

"Eric: Eu gosto de você./ Henry: Acho que gosto de você."

Mais uma vez falamos juntos, mas dessa vez ninguém riu

•◇•



Notas Finais


Henry mais novo na midia

Não se esqueça de votar e comentar se gostou


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...