História Laços de Sangue: História de Dexter Morgan - HIATUS - Capítulo 11


Escrita por:

Visualizações 23
Palavras 387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drabs, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Lemon, LGBT, Lírica, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Slash, Steampunk, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo inspirado nas músicas Dollhouse e Sippy Cup de Melanie Martinez.

Capítulo 11 - Uma Família Perfeita.


 

 

Quando eu tinha uns 15 anos, Harry recebeu um caso extremamente interessante para quem gosta de observar os comportamentos humanos, assim como eu. E coincidentemente isso demonstra até onde as pessoas ditas “normais” vão para manter sua aparência social e status dentro dos padrões bem vistos pela sociedade.

 

Uma família tradicional americana: Pai, mãe, filha e filho.

Eles eram A Família Perfeita. Estereótipos da Perfeição. Aquelas de comercial de margarina.

Pelo menos era isso que eles faziam questão de transparecer.. Mas por trás das cortinas tudo era fragmentado em vários pedaços.

 

Em uma noite, um acontecimento surpreendeu todos que “conheciam” a família. A mulher havia matado o marido e a amante na cozinha da própria casa. Alguns dias antes, o filho havia cometido suicídio, mas ela o colocou no em seu antigo berço como se ele apenas estivesse em um sono profundo. A filha encontrou os corpos das vítimas cobertas por um lençol típico do enxoval da Barbie.

 

Após algumas conversas com a mãe e com a filha, foi revelado as verdadeiras mentes frágeis e faces imperfeitas que se escondiam dentro daquelas cabecinhas de boneca.

 

 

O marido era campeão em infidelidade e em desviar quantias altas de doações que deviam ir para instituições de baixa renda.

 

O filho sofria de Transtorno Bipolar e via na maconha uma forma de amenizar suas crises agressivas.

 

A mãe era alcoólatra por conta de ser totalmente insegura e desconfiar da traição do marido, mas se preocupava com que as pessoas falariam de sua reputação e a com a forma que a julgariam.

 

A filha sofria de Transtorno Depressivo e apenas assistia a tudo. E no fim foi ela quem pagou por tudo. Teve que ser internada em hospital de recuperação por ter crises graves de depressão com sintomas psicóticos chegando a ter comportamentos catatônicos e repetição de palavras e frases as quais pareciam sem nexo ou fora de contexto.

 

Mas dentro da realidade dela nada estava fora de contexto.

Houve alguns discursos mais longos os quais chamam minha atenção até hoje.

 

“Sangue ainda mancha mesmo se os lençóis forem lavados. Sexo não acaba se as luzes forem apagadas. Crianças continuam deprimidas mesmo que bem vestidas. E xarope continua sendo xarope dentro de uma mamadeira.

Não importa com o que você tente disfarçar sua casa, nós sabemos o que acontece dentro dela.”

 

 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...