História Laços de Sangue - Nejihina - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Nejihina Neji Hinata
Visualizações 9
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei gente, mais um capítulo, desculpem qualquer coisa, como eu disse é minha primeira fic e ainda estou pegando o jeito

Capítulo 2 - A Mudança


Fanfic / Fanfiction Laços de Sangue - Nejihina - Capítulo 2 - A Mudança

O dia estava quase amanhecendo e Hinata já estava morrendo se fome, se esgueirou pelos prédios a procura de algo ou alguém para matar sua sede, avistou uma morena muito bonita, estava saindo de uma festa acompanhada de outras duas loiras, criam descontroladamente o que a fez lembrar de sua irmã Hanabi, e seu coração se apertou a se lembrar dos acontecimentos depois de Sakura a salvar de um destino horrível sem amor ou felicidade, chorou amargamente quando se deu conta de que deixava para tras a irmã a quem amava tanto, durante os anos ela visitava o Palácio durante a noite e observava a irmã pela janela, observava a tristeza dela e sentia uma vontade enorme de entrar no castelo para abraçar a irmã e dizer que estava viva, porém sem ser convidada ela nao podia entrar na casa das outras pessoas. 


Dispensou esses pensamentos ao ouvir os gritos das três moças vindos de um beco, correu os olhos e viu ali três homens encaravam as moças agora presas contra a parede e chorosas, sem perder tempo hinata pulou do telhado chamando a atenção dos três enquanto as meninas corriam rapidamente pra fora dali


- Sua vadia, elas fugiram. - os olhos da Hyuga sorriam 


- Agora ela vai tomar o lugar delas irmão, eu preciso me aliviar- disse o segundo passando a mão por cima da calça. 


- Eu não tenho medo de vocês - soltou a Hyuga com um sorriso estampado no rosto, e os três homens raivosos partiram para dominar a jovem, Hinata deu um soco no primeiro irmão e o jogou contra o segundo.


- Sua desgraçada! - foi a vez do terceiro homem gritar e partir pra cima da princesa que com um movimento rápido o imobilizou e cravou os dentes em seu pescoço enquanto sugava toda a vida que havia nele, o largou no chão e seus olhos foram de encontro aos outros dois que se levantavam e a encaravam horrorizados


- o que você é? - perguntou o primeiro


- Eu sou sua perdição  - zombou a princesa antes de atacar os outros dois e depois se desfazer de seus corpos um latão de lixo. 


A Hyuga partiu para o seu apartamento para tomar seu banho e começar as atividades do seu dia a dia, no banho muitas memórias corriam em.sua mente, lembrou novamente do passado, lembrou do homem a quem amou intensamente 


- Gaara - sussurrou 


O homem também era como ela, a ajudou, ensinou a caçar e a controlar- se no meio das outras pessoas, ele deu para ela um colar para que ela pudesse andar ao sol e se tornaram inseparáveis, com ele ela teve sua primeira vez e descobriu o mundo, porém eles não estavam destinados a ficarem juntos eternamente, é cada um seguiu um rumo diferente sem perder contato, afinal ainda eram grandes amigos.


Após se arrumar ela seguiu para a faculdade, A princesa acumulou muito dinheiro durante os séculos, mais a imortalidade estava ficando um pouco chata e esperar por Sakura era entediante, então resolveu se manter ocupada enquanto isso. 


Desceu pegando as chaves da sua moto e o capacete, ela poderia ir correndo mais chamaria a atenção durante o dia, estava morando em tokyo a muito tempo e a cidade havia crescido muito. Desceu ao subsolo montou em sua moto e dirigiu até seu destino, porém algo no caminho chamou sua atenção, olhou atentamente e viu o beco, ali estavam policiais e ambulâncias, encontraram os corpos, ela seguiu até a faculdade se julgando por ter sido tão impulsiva por matar três de uma vez, os tempos haviam mudado ela não podia matar quantas pessoas quisesse sem ter consequências. Parou sua moto na frente da faculdade e já foi direto para a diretoria lá usou seus poderes para alterar a mente da diretora, apagou seus registros e qualquer prova de que ela um dia esteve naquela faculdade, fez o mesmo com professores a alunos, ela aprendeu muito bem a entrar na mente das pessoas nesses anos todos. No caminho para casa parou na porta do síndico e com ele fez o mesmo, arrumou suas coisas e sabia que se continuasse ali iriam descobrir seus segredos, pegou sua moto e partiu para o único lugar que ela sabia que podia voltar. 


¥

HINATA

Eu nem estava acreditando, aquele pequeno vilarejo havia se transformado em uma bela cidade, cheia de prédios e casas novas, faz muito tempo que não venho aqui, minha casa. Ao longe pude ver as ruínas do velho castelo, meu coração nem se aguentava de tanta angústia e me deu saudade dos momentos vividos naquele castelo, saudade da minha irmã com certeza quem mais sofreu com a minha falta foi ela, parei a moto em frente ao prédio e fui até o apartamento devidamente mobiliado, eu o comprei a alguns anos porém nunca tive coragem de vir até a cidade. Deixei minha mochila e vou até o quarto e está tudo arrumado, ainda bem que eu liguei dizendo pro síndico que eu vinha pra cá, não tô com vontade de limpar nada hoje. Tomo um bom banho e pego meu computador, preciso achar uma faculdade por aqui, e não é difícil pego o endereço é sigo para o local, parando minha moto eu vejo que é uma faculdade bem grande deve ser fácil passar despercebido por aqui. 


Depois de feita a matrícula, pego meus horários e vou saindo do prédio quando esbarro em alguém, muito mais alto do que eu, eu procuro saber quem é e meu coração dispara, aqueles olhos, não pode ser.


- tudo bem? Me desculpe Eu estou atrasado para a aula! - sou tirada dos meus pensamentos quando ele fala


- tudo bem! Eu que estava distraída. - digo enquanto me afasto, não é possível esse olhos perolados, ele com certeza deve ser um Hyuga só me resta saber como isso é possível, minha irmã não teve filhos e toda a família real morreu no atentado ao castelo à 200 anos. 


Sigo para minha casa e me lanço no sofá e ligo a TV.

- Mais notícias sobre as mortes ocorridas em Tokyo na madrugada de ontem, até o momento os policiais acreditam que seja uma rivalidade entre gangues que tenha ocasionado as mortes dos três rapazes, já que os mesmos tinham uma longa ficha criminal e passagem na polícia.....

Perfeito era só o que eu precisava ouvir hoje. Olho pela janela e me lembro ainda como se fosse ontem o dia em que eu fui embora, como senti falta, eu chorava tanto no início, Gaara me ensinou a desapegar, sua irmã Temari se tornou uma das minhas melhores amigas foram bons tempos mais essa cidade, meu lar, eu nunca iria desapegar daqui nunca vou me esquecer da minha amada Konoha. 


Notas Finais


Mais uma vez, qualquer erro me desculpem. Espero que gostem, eu aceito críticas também amores 😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...