História Laços do destino - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Alioni, Arthur Pendragon, Ban, Cain, Diane, Dreyfus, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gilthunder, Gowther, Griamor, Helbram, Hendriksen, Jericho, King, King Liones, Liz, Margaret, Meliodas, Merlin, Oslo, Personagens Originais, Veronica, Vivian, Zaratras
Tags Baine, Geldris, Kiane, Melizabeth
Visualizações 38
Palavras 367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - 3. Yo no falo tu idioma, yo so falo espanholito.


Diane e King estavam envergonhados. King estava tão tímido e constrangido e sentia que a qualquer momento teria um colapso nervoso, enquanto Diane estava perdida diante ao universo que eram os olhos de King.

- Me desculpa - Diane falou um pouco anestesiada devido aos belos olhos de King. 

Diane se levantou de cima do ruivinho lentamente. 

- Não queria cair em você. Eu estava atrás da minha amiga e nem te vi. - A voz de Diane parecia mais um sussuro.

- E-está tudo bem. Eu d-deveria ter m-me afastado - King falou envergonhado. King se sentia estranho perto daquela menina. Era como se o destino quisesse brincar com ambos.

- Tenho que ir... 

- Ei! Diane... s-sobre a bolinha - King começa a falar meio constrangido

Diane arregala os olhos tensa.

- Yo no falo tu idioma, yo so falo espanholito. - Diane fala envergonhado e logo andando em direção a onde estavam suas amigas.

King deu uma risadinha tímida. 

Diane chegou até às amigas timidamente

- Oi...

- Diane, você não queria me matar? - Gelda pergunta irônica.

Diane parecia anestesiada. As meninas estavam meio preocupadas.

- Di, que foi?

Diane tensa contou tudo para as meninas.

- Pera, e quando ele perguntou da bolinha. O que você falou?! - Gelda perguntou curiosa.

Diane botou a mão na nuca e constrangida falou

- Falei que não falo o idioma dele e que só falo espanhol...

As tres meninas olharam para Diane e começaram a gargalhar. 

- N-não acredito! - Gelda falou em meio a gargalhadas.

- Ei! Me deixa, ok?

- Di, isso foi o auge - Elizabeth falou enquanto limpava lágrimas devido a risada.

- Diane, você falou isso pro meu irmão? Really? - Elaine perguntou dando risadas.

- Ei, me deixem, ok? Eu iria responder o que?

- Falar que a bolinha caiu nele sem quer? Que você achou ele fofo? - Gelda responde como se fosse óbvio.

- Eu não ia falar nada disso! Eu achei melhor fugir daquele assunto.

- Fugir do assunto falando que fa espanhol?! - Elaine fala rindo.

- Diane, você é hilária. Você só passa vergonha - Elizabeth fala com um sorriso.

- Vocês são ridículas! - Diane fala revirando os olhos.



Notas Finais


Oi seres do clã dos gigantes.

Esse capítulo saiu pequeno por que eu estou no interior e eu tô com medo de não ter internet para postar esse capítulo mais tarde.

Gigantes, amo vocês.

Deixem seus comentários com críticas, elogios ou até mesmo me xingando!

Gostaram do capítulo de hoje, gigantes?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...