História Lados opostos - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Ashley Benson, Demi Lovato, Fifth Harmony, Justin Bieber, Little Mix, Lucy Hale, Miley Cyrus, One Direction, Pretty Little Liars, Sasha Pieterse, Selena Gomez, Shay Mitchell
Personagens Ashley Benson, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Lucy Hale, Miley Cyrus, Niall Horan, Normani Hamilton, Perrie Edwards, Selena Gomez, Shay Mitchell
Tags Ashleybenson, Camila, Camilacabelo, Camren, Demetrialovato, Demi, Jelena, Lauren, Laurinah, Lesbicas, Normani, Norminah, Prettyiittleliars, Selenagomez, Semi
Visualizações 153
Palavras 1.717
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Tô aproveitando cada segundo antes que isso aqui vire uma tragédia..." Pitty

A frase titulo do capítulo, assim como a frase acima fazem parte da minha música favorita da Pitty e resumem bem a cagada que Selena deu falando de Demi e Lauren como duas "diversões momentâneas"...acho que isso pode render muita merda, afinal Demi está começando a acreditar que pode ser uma nova pessoa em prol do amor de Selena...

É isso, atualização de fim de noite só para agradecer os comentários, agradecer as minhas leitoras e leitores mais que cativos e também aos novos leitores, os comentários de vocês são muito importantes para que esta escritora aqui sinta uma puta vontade de continuar escrevendo...o que vocês pensam da fanfic importa demais para mim!!

Se conseguir escrever amanhã durante o dia tento atualizar de novo nesse feriado tosco de meio de semana, assim como vou responder aos comentários...abraços amores!! Bjs

Capítulo 25 - "Te vejo errando e isso não é pecado..."


Fanfic / Fanfiction Lados opostos - Capítulo 25 - "Te vejo errando e isso não é pecado..."

POV SELENA...

Depositei um leve beijo na bochecha de Demi e logo em seguida ela e o restante do grupo partiram, antes mesmo que minha mãe insistisse que elas entrassem, para meu alívio, afinal não queria o constrangimento de ver ela e Justin rosnando um para o outro como dois pit bulls...sim, era essa a sensação, de que dois cachorros loucos iriam se enfrentar a qualquer momento.

Eu e Camila entramos como duas balas de fuzil (e olha que estávamos bem entendidas em armamentos pesados!!), evitando muito contato com meus pais e até com Justin, afinal eles faziam mil perguntas por minuto, perguntas que eu e ela ainda não tínhamos ensaiado mentiras completamente coerentes, então alegamos que tomaríamos um banho para logo depois conversarmos.

Assim que saímos do quarto a família estava toda reunida na sala de estar, esperando que déssemos explicações, o que graças a Deus conseguimos inventar enquanto permanecemos trancadas em meu quarto...Justin não pareceu muito interessado em saber se eram verdades ou mentiras, já meu pai parecia cabreiro com a história de sequestro e cogitou a possiblidade de acionar seus amigos da cúpula de segurança para fazer uma busca no complexo, com o intuito de prender os supostos sequestradores...eu não sabia se ria ou chorava de tudo aquilo, sabia apenas que estava perdida e confusa com tantos acontecimentos em tão pouco tempo.

Depois de mais algum tempo em família e de Camila fazer contato com seus pais, decidimos que descansaríamos um pouco, e foi com essa desculpa que me livrei de Justin, pelo menos momentaneamente; não queria ter a obrigação de explicar nada, muito menos fingir que queria a companhia dele, embora soubesse que ele realmente deveria estar preocupado comigo...a verdade era que eu já começava a pensar em um bom motivo para, pelo menos, pedir um tempo em relação a nosso namoro, precisava ficar sozinha para entender o que meu coração queria, porém decidi só fazer isso no dia seguinte, quando conversaria com ele com calma e cuidado, afinal não queria magoá-lo.

Quando achava que ficaria sozinha com Camila para podermos fazer um balanço das nossas últimas insanidades, minha mãe entrou no quarto com uma cara que era um misto de “eu sei o que vocês fizeram no verão passado” com “pague para entrar e reze para sair”....sentou-se na cama onde eu e Mila estávamos jogadas vendo algo na TV e foi direta...

- Agora que Justin já foi e eu consegui remover da cabeça do seu pai a ideia de fazer contato com a polícia, eu quero saber a verdade de toda essa história...o que realmente aconteceu com as duas mocinhas?! Perguntou olhando diretamente em meus olhos, fazendo com que Camila fizesse aquela cara engraçada de mentirosa, o que deixava claro que estávamos omitindo algo.

- Tudo que falamos é a mais pura verdade mãe, tudo foi muito louco, insano, quando vimos estávamos em uma favela, cercadas por pessoas estranhas que queriam o contato de vocês, o que nós não demos logo de inicio. Quando estávamos já desistindo de resistir, foi que apareceram as meninas e nos libertaram. Disse sem encara-la, afinal mentir para minha mãe era um desafio quase impossível de ser superado, ela te olhava no olhos e sugava a verdade.

- Ótimo...agora que você mentiu olhando para o chão quero que repita a mentira olhando dentro dos meus olhos Selena Gomez!! Disse, agora com um tom de voz mais firme e intimidador, o que fez Camila tremer na base e começar a inventar algo mais insano que nossa mentira, antes mesmo que eu tentasse contornar a situação...

- Tia, você sabe que eu não sou muito certa das ideias...eu vou falar a verdade...estou envolvida com drogas e Selena subiu o morro pra me libertar de traficantes com os quais eu tinha uma dívida, a verdade é essa. As meninas que a senhora conheceu nos ajudaram a descer mesmo, mas estávamos lá porque eu devia, e não porque a Sel tinha algo haver com as tretas sinistras do morrão. Disse cuspindo todas as palavras de uma só vez, usando inclusive gírias da favela pra tentar convencer minha mãe, que a olhava com uma cara, no mínimo, estranha...

- Então você está envolvida com drogas, devendo a traficantes e Selena foi apenas te ajudar?! Bem, nesse caso vamos ligar para sua família, que eu considero muito, e vamos conversar sobre isso, inclusive pensar em um possível tratamento para você, afinal queremos você bem, e não envolvida com traficantes, não é mesmo Camila?! Disse, de braços cruzados, esperando a reação de Mila, que arregalou os olhos mais do que um peixe morto...

- Não tia, não é bem assim, vamos conversar, podemos resolver isso aqui entre a gente, sem envolver minha família nessa parada sinistra, podemos pensar em um tratamento intensivo aqui, com vocês mesmos...eu venho aqui todo dia, vejo uns filmes sobre drogas, faço uns trabalhos voluntários dando banho nos cachorros da senhora, ou ajudando a Maria a arrumar a casa...tipo prestação de serviço de apenados, tudo pra superar meus erros de drogada!! Eu serei uma pessoa morta se minha família souber de umas paradas dessas!! Disse, repetindo gírias que eu imaginava na boca de Lauren, e que ficavam super engraçadas saindo da boca de Camila. Eu queria rir, mas não podia, seria a morte final se eu caísse na gargalhada!! Vendo que Camila estava se enrolando ainda mais, minha mãe foi impiedosa...

- Digamos que eu acredite em toda essa mentira inventada por você Camila, e aceite essa sua prestação de serviço e esse “tratamento intensivo”...porque mesmo que Selena deu um beijo na boca da tatuadinha lindinha enquanto estava dentro do carro?! Aqueles dois sonsos podem não ter visto, mas eu, lá da janela, vi muito bem o selinho que ela deu na menininha marrentinha que parecia um cachorro de briga pra cima de Justin. Era “pagamento” de dívida de drogas também Selena?!

Engasguei, tossi, engoli saliva e não tive como correr, minha mãe era uma demônia quando queria tirar algo da gente. Sentei ao seu lado e contei a história “em partes”...omiti boa parte das “aventuras” pelo complexo, as mortes, o fato de ter sido pega como refém, só contei mesmo que eu e Camila havíamos subido o morro pra curtir um baile com alguns amigos da universidade, que lá conhecemos as meninas e acabamos curtindo uma aventura passageira, nada além do que “curiosidades” de patricinhas ricas em uma rápida incursão pelas favelas cariocas. Ao final da minha história nojenta, que era a história de muitas meninas da nossa classe social, que faziam das favelas verdadeiros zoológicos onde faziam “safari”, minha mãe nos encarou com jeito de poucos amigos e foi enfática...

- Estou decepcionada com as duas, extremamente decepcionada. Pelo jeito vocês se divertiram, traíram os namorados, fizeram hora com a cara das meninas tatuadas e agora estão aqui, como duas desmioladas, sem saber o que fazer depois que vieram até aqui com elas....é isso?!

- Mais ou menos tia...digamos que as tatuadas são bem gostosas, e não queremos abrir mão delas tão rápido assim!! Disse Camila, agora rindo e lembrando-se do quão quente Lauren era.

- Espera...quer dizer que vocês querem mais do que curtição momentânea com aquelas meninas?! Tudo bem que eram realmente bonitas, aqueles brações tatuados eram instigantes, mas não consigo imaginar elas em nosso mundo, são diferentes de nós...ou vocês estão querendo me dizer que foi mais do que curtição?! Selena Gomez, estou esperando você responder, não quero só Camila arranjando desculpas...

- Calma mãe, foi só curtição mesmo. As meninas realmente não são envolvidas com nada errado, digamos que elas foram só diversão e passatempo para duas jovens entediadas, nada além disso. E elas realmente nos ajudaram a sair do morro, isso foi verdade, por isso aceitei que você as convidasse para o tal almoço, porque elas foram bem legais conosco. E pare de falar delas com essa volúpia, tô começando a achar que você também quer tirar uma casquinha das tatuadas!! Respondi rindo e brincando, mas me sentindo a pior pessoa do mundo, afinal estava mentindo!! Não...não só mentindo, estava desdenhando do que tinha vivido com Demi, eu estava sendo realmente um lixo!!

Assim que se sentiu convencida, minha mãe nos deixou a sós, prometendo um belo banquete no próximo fim de semana, queria realmente agradecer “as tatuadas” por terem cuidado das “patricinhas curiosas”...se no começo eu tinha gostado da ideia de ter Demi e Lauren por perto, agora eu tinha certeza que aquela história de almoço daria muito errado, e eu possivelmente magoaria Demi da pior forma do mundo se não fosse mulher o suficiente para tira-la daquele lugar “usável” que eu tinha descrito para minha mãe...a vontade de tê-la perto começava a se transformar no medo de perde-la para sempre...eu era uma estúpida, precisava concertar isso antes que fosse tarde demais!!

POV DEMI

Sai da casa de Selena certa de que tinha encontrado alguém por quem realmente valeria a pena lutar...sentia que ela tinha “bancado” a nossa presença ali, e que o fato de ter gostado da ideia do almoço, poderia sim, ser o início de uma história pra gente...quem sabe ela até o fim de semana não se resolveria com aquele playboy tosco e sendo ainda mais sonhadora, quem sabe ela não contaria para a família sobre a gente?!

Não, eu não esperava que ela contasse que estava se relacionando com uma traficante procurada por todo o Rio de Janeiro, mas talvez tivesse pelo menos a coragem de abrir mão do playboy e começar a me introduzir em sua vida, mesmo que mentisse dizendo que eu era estudante, que era trabalhadora...essas coisas que pai e mãe gostam de ouvir sobre os namorados e namoradas das filhas.

Sim, eu estava iludida e feliz com a possibilidade de ter um namoro normal, de ser vista como uma pessoa normal e acima de tudo ser aceita como uma possível namorada para Selena. Eu sabia que era pobre, mas aquela família não parecia ter se importado, tinham até nos convidado para almoçar, talvez fossem ricos, mas pessoas simples, eu pelo menos queria acreditar nisso...

Subi a favela sabendo que teria uma semana filha da puta, afinal ainda tinha que guerrear com Zendaya e tentar expulsa-la do complexo, mas meu coração estava cheio de esperança de que, finalmente, a vida iria sorrir para mim...


Notas Finais


PS: Capítulo sem correção, desculpem...queria postar logo. Depois faço as correções com calma. Abraços!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...