História Lados opostos (Imagine - Kim Taehyung e Jeon Jungkook) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Visualizações 331
Palavras 1.573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii floquinhos de Neve 💜

Um capitulo focado no Jungkook ^^
Espero que gostem !
Boa leitura ^^
TT

Capítulo 2 - Chapter two


Fanfic / Fanfiction Lados opostos (Imagine - Kim Taehyung e Jeon Jungkook) - Capítulo 2 - Chapter two

POV JEON JUNGKOOK 


TRIMMMMM - O despertador toca

- Aishhh — Sento o na cama logo desligando o despertador que ainda estava a tocar 


Coço os olhos e passo a mão no cabelo, estava agoniado, dormi pouco, meu trabalho está me matando, e eu ainda tenho que resolver os papéis do divórcio que não está nada fácil, pois a minha ex companheira não quer fazer sua parte


A ji-eun é uma mulher muito difícil, eu não a compreendia, no começo do nosso relacionamento ela era mulher ótima, ela sabia fazer tudo, e não tinha aquelas crises de ciúmes malucas que após o nosso casamento passou a ter


Nós separamos pela nossas brigas e pelo ciúmes obcecados da mesma, eu sabia que ela fazia tudo aquilo porque me amava, mas ela era tão enciumada que sentia ciúmes até da minha mãe, da minha própria mãe.


Eu queria casar para amar e ser amado, construir uma familia e ser feliz, aquilo que estava vivendo não era felicidade. No dia que pedi divórcio a mesma tentou me matar, disse que se não viver com ela, não iria viver com mais ninguém.


FLASHBACK ON


- Olha a IU, não da mais, eu não quero mais, assine o nosso divórcio ! — falo entregando os papéis para a mais baixa em minha frente


- Por quê está fazendo isso comigo? Kookie ah, eu te amo ! — a mais baixa em minha frente se pronuncia 


- Eu não te amo mais, você me trata como se eu fosse sua propriedade, você tem ciúmes até da minha mãe, DA MINHA MÃE —Me altero 


- Eu faço isso porque te amo ! Jungkook vamos ficar juntos, sermos felizes — pega minha mão 


- Isso não é felicidade — tiro minha mão da sua — Assine logo 


- Jungkook, pela última vez, vamos ficar juntos ! — insiste 


- EU NÃO TE AMO MAIS — falo alterado


- SE VOCÊ NÃO VIVER COMIGO NÃO VAI VIVER COM MAIS NINGUÉM — fala alterada 


na mesma hora a mesma puxa uma arma logo atirando em minha barriga, mas para seu azar eu estava de colete a prova de balas


Começo a rir  


- Olha Lee Ji-eun, de tantas burradas que você já fez, essa foi a pior — tiro a arma de sua mão — Mais que coisa, matar um dos melhores tenentes da Coréia do Sul, não é algo inteligente a se fazer, assine os papéis.

 

- Na-não — se nega 


- Eu vou te perdoar, não irei te prender por tentativa de homicídio, mas, você só precisa assinar esses papéis


- Eu..eu..eu vou embora — Após falar sai correndo dali 


- Aishhhh — passo as mãos com força na cabeça — Merda, merda, merda - chuto a cadeira ao meu lado


FLASHBACK OFF


Me levanto e vou ao banheiro, fazendo minhas higienes pessoais rapidamente, tomo um banho rápido e visto meu uniforme, pondo minha arma, meu rádio, meu distintivo e minhas algemas.


Saio do quarto e vou para a cozinha logo, abro o armário e não vejo nada para comer


- Acho que vou numa cafeteria hoje 


Saio da cozinha, apago as luzes e rapidamente saio do meu apartamento logo o trancando, chamo o elevador e o mesmo chega, entro no mesmo e aperto no botão  garagem, não demora muito e logo chego na garagem.


Saio do elevador e vou em direção ao meu carro, que era um Hyundai Avante da cor preta, abro o mesmo e entro logo o ligando.


Eu tinha 30 minutos antes de chegar na delegacia então meu destino era a cafeteria, parei na primeira cafeteria que avistei, fiquei procurando uma vaga ali, quando achei, estacionei o carro e fui em direção a cafeteria.


Quando entrei, vi um balcão com uma moça que parecia distraida, e fui em direção a mesma


-  bom dia — falo tendo a atenção da moça em minha frente


- Bom dia — se curva — O que o senhor vai querer ? - A mesma parecia surpresa, deve ser o fato de ter um policial em sua frente, esse tipo de reação sempre me deixa desconfiado 


- um café preto e um bolo de limão puro por favor — falo tirando a carteira de meu bolso


- De-deu dez mil wons — fala clicando em uma máquina em sua frente, logo sai um papel da mesma


Entrego o dinheiro para a mesma, fico em espera,e em questão de 2 minutos a mesma me entrega os pedidos, eu pego os mesmos e sento numa mesa atrás de uma moça que estava mexendo em seu celular.


Começo a comer, e em questão de 5 minutos alguém me liga


LIGAÇÃO 


- Tenente está muito ocupado? — Ouço a voz do subtenente


- Não , estou em uma cafeteria — Respondo

- Aquele garoto da semana passada foi pego roubando denovo 


- Aishh, em 5 minutos estou chegando ai 


- ok, te espero


LIGAÇÃO OFF


Saio da cafeteria apenas com meu café na mão, vou para o meu carro logo entro ligo e dou partida no mesmo.


Chego em 5 minutos como prometido, quando entro na delegacia o xerife vem em minha direção 


- Senhor, sempre pontual — o mesmo se pronuncía


- É um dom — sorrio, mas logo paro de sorri mostrando meu porte de homem sério - Aonde está o garoto ?


- Na sala de interrogatório ! — Responde


- O que ele fez dessa vez ? — pergunto


- Foi pego roubando uma loja de ramé — fala


- Estou indo lá — falo indo em direção a sala 


Chego na sala vendo o garoto de cabeça baixa, sentando e algemado. Chego na mesa e sento numa cadeira em frente ao garoto.


- Quantos anos você tem ? — pergunto


O garoto levanta sua cabeça e olha para mim 


- O que ? — pergunta 


- Quantos anos você tem ? — pergunto novamente 

- 20 — responde 


- Homens da sua idade devem estar estudando na faculdade e não roubando lojas de ramén! — falo e o mesmo abaixa sua cabeça — ANDE, FALE ALGUMA COISA ! — Me altero


- O que quer que eu fale? — Ainda continua com sua cabeça baixa 


- Você é um canalha mesmo, um moleque! vá fazer algo de útil na vida garoto, trabalhe e seja honesto, ganhe as coisas com seu suor, sabe, tem uma frase que eu gosto muito, sangue suor e lágrimas, é assim que eu consigo as coisas ! — falo


- Eu não consigo, o mundo é um lugar muito cruel — olha pra mim

- É claro que você consegue, eu consegui, o cara que te prendeu conseguiu, o dono da loja de ramén que você passou a mão também conseguiu, batalhe garoto, batalhe

- E-Eu não sei ! — abaixa a cabeça novamente e eu respiro fundo

- Eu vou te liberar só dessa vez, da próxima você vai se ver com a justiça, eu não espero nunca mais te ver aqui nessa delegacia, sabe Chanyeol a melhor coisa é ter suas coisas honestamente, além disso você irá conseguir uma boa esposa e ter filhos, segue meu conselho garoto, você irá ser feliz, isso que você está fazendo é burrice ! — falo

- N-NÃO vai me prender ? — pergunta me olhando assustado 


- Não, mas em agradecimento quero que siga meus conselhos — me levanto — Se levante, vamos 


O mesmo se levanta e logo saimos, logo vejo o xerife que logo vem até nós 


- Quer que eu prenda ? — o xerife se pronuncia


- Não — falo em um tom normal


- Como ? Não vai o prender ? — pergunta

 

- Não, leve o garoto e o libere !


- O-ok — pega o alto ao meu lado e sai


Saio dali e vou para minha sala sento na minha cadeira e vejo uns papéis em minha mesa, era um relatório 


Leitura do papel


Relatório 

Nome : moon Chin-hwa

Idade : 40 anos

Passagens : 4 passagens pela policia

Mãe: oh mi-hi

Pai : moon sung

Filhos: moon S/N 

Acusação(s) : Estrupo; assassinatos; sequestro; roubo; invasão; 


Leitura OFF


Logo que eu termino de ler aquele relatório alguém bate em minha porta


- Entre — libero a entrada


Vejo o subtenente que se aproxima de minha mesa


- Senhor, acho que você viu o relatório né! — exclamou


- sim eu vi, por quê? 


- Esse cara é um fugitivo procurado pela Coréia inteira, melhor, pela Ásia inteira, pode ter poucas passagens mas fez vítimas em mais de 15 paises, e também fez vítimas no Brasil — fala


- O cara é um verdadeiro monstro, vai ser muito difícil prendê-lo ! — digo ainda segurando os relatórios 


- Muitos estão confiando na gente senhor, o Japão, Taiwan, Rússia já nós ligaram pedindo ajuda, esse bandido está em todos os lugares, nós somos os melhores polícias da Ásia, sabemos que será difícil encontrá-lo por isso a polícia de Daegu nos enviou um detetive, e isso ajudará por que precisamos de reforços e..— o interrompo 


- Não precisamos de reforços, mande esse detetive de volta — falo 


- Mas senhor esse detetive é muito bom, um dos melhores, aquele caso da assassina no Japão, os policiais investigaram por 3 meses e quando o detetive foi contatado resolveu o caso por 24 horas prendendo a assassina lembra? — o mais velho diz 


- Aishh, mande ele entrar — falo e vejo o subtenente sair da sala com um sorriso no rosto


Não demora muito e logo alguém bate na porta, mando entrar, a porta se abre revelando um homem alto 


- Senhor — se aproxima da minha mesa e me ergue a mão para cumprimenta-lo - Kim Taehyung detetive de Daegu



Continua...






Notas Finais


Obrigada por ler!!
Gostou? Votem e comentem

Minha fic do Min Yoongi:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/my-pilot-imagine--min-yoongi-13534654


ATÉ O PRÓXIMO CAPITULO ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...