História Lady Loki: Goddess of Cheating - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América, Deadpool, Doutor Estranho, Eva Green, Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bucky, Clint Barton (Gavião Arqueiro), Dr. Bruce Banner (Hulk), Edwin Jarvis, Eva Green, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Heimdall, James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Loki, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Peter Parker (Homem-Aranha), Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Steve Rogers, Thor, Visão, Wade Willson (Deadpool)
Tags Buckynat, Hela, Stony, Thorki
Visualizações 93
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Spider


Depois do incidente Thor veio ao meu encontro perguntando se estava tudo bem por causa do “terremoto”, como eu queria me livrar dele logo digo q              eu estou bem e que nem senti, passei o resto do dia pensando no que ela disse, sei que devo esperar o tempo certo para atacar, mas se eu continuar parada aqui nada irá ser do jeito que quero.

-Com licença- Diz uma voz na entrada do quarto, era Tony- 

-Entre- Digo amigavelmente- Está tudo bem?- Pergunto vendo o mesmo entrar e fechar a porta atrás de si-

-Bem eu devia um assunto a você, então quer conversar?- Pergunta sentando no canto da cama-

-Ok, conversar sobre o que?- Digo me sentando ao seu lado-

-Você deve ter percebido um clima estranho entre mim e o Steve né? Então eu acabei fazendo algo que não devia-

-E o que o grande Tony Stark fez?- Pergunto com certa ironia sentindo logo um olhar repreensivo-

-Eu o beijei- Diz meio envergonhado-

-Você o que?- Simplesmente pisco os olhos de surpresa e logo volto a falar- Anthony Stark, de todas as coisas que já vi e li sobre você essa é a coisa que eu acharia menos provável acontecer- Termino sorrindo- Mas por que acha que não devia ter feito isso?-

-Eu estava bêbado, não me lembro de muita coisa, mas eu me lembro de ter beijado ele, agora mal consigo olhar na cara dele- Diz de uma forma desesperada-

-E o que você quer que eu faça?- Digo me levantando e indo até o frigobar e pegando a garra de uísque que guardei- Aceita?- Termino perguntando para o mais velho ainda sentado na cama que aceita-

-Não quero que faça nada, já estamos com problemas de mais e foi mal por não ter contado sobre o seu cajado, não tínhamos certeza se você é realmente confiável- Diz pegando o copo de uísque da minha mão e logo bebendo-

-Entendo, não é fácil confiar em mim- Digo bebendo o liquido do meu copo- Afinal sou o Deus da Trapaça, ou eu diria Deusa- Digo arrancando uma risada de Tony-

Ficamos conversando um pouco sobre tudo o que estava acontecendo, depois de um tempo resolvemos ir até a sala ainda bagunçada e que estava ainda mais bagunçada quando chegamos, Todos estavam folhando papeis, tirando Thor, ele estava os jogando pelo ar.

-Thor para com isso- Digo me aproximando- Se quer ajudar então pare de jogar papeis por ai, algum deles pode esconder algo que pode nos ajudar- O empurro para o lado e começo a procurar na caixa de papeis que o loiro procurava- Ajunte, por favor-

-Eu ajuntar? Por que eu faria isso?- Diz com uma cara confusa

-Porque estou mandando- Respondo o sinto mesmo se aproximar mais de mim, mas antes que ele pudesse se aproximar mais eu conjuro uma adaga e aponto para o mesmo- Thor faça o que estou pedindo – Termino sorrindo irônica vendo o mesmo juntando os papeis no chão-

-Uau, você consegue fazer isso com ele?- Pergunta Tony também se aproximando-

-Nada que algumas trapaças não resolvam- Digo terminando de ler as páginas restantes do último documento da caixa-

Assim que largo o documento ao lado da caixa escuto uma voz sussurrar em meu ouvido “Brinque de ser vilã querida, você não vai durar...”, aquela voz me causou um arrepio, mas ela tinha razão, preciso me dividir. Continuo ajudando eles até acham um documento falando de um local chamado Wakanda, fica na África, todos decidem que ao amanhecer iriamos partir atrás de Ultron que estava atrás de um material de Wakanda, eu teria a madrugada para sair à noite e fazer o que quero.

 

Depois que todos terminamos de jantar cada um foi para seu quarto, eu fiquei assistindo um filme na televisão do quarto em um volume baixo para não acordar ninguém, quando terminei o filme olhei para o relógio do celular e vi que era 00:00 em ponto, simplesmente desliguei a  TV, fiz um clone meu na cama caso alguém apareça, sai com os pés descalços para evitar barulho e quando cheguei à entrada da torre conjurei uma roupa mais social.

Resolvi andar pela cidade para tentar achar algo para fazer, estava passando por um beco quando escutei um grunhido meio alto, resolvi entrar no beco de forma lenta para ver o que estava acontecendo, quando cheguei até o meio do local vi uma pessoas no chão grunhido de dor, parecia um garoto não conseguia ver direito por conta da escuridão.

-Ei, precisa de ajuda?- Pergunto me aproximo, mas a pessoa se afasta- Eu não quero te machucar-

-E-eu e-estou bem- Responde com dificuldade, com certeza era um adolescente pela voz-

-Garoto, todos dizem isso, mas nem todos estão bem, agora aceite minha ajuda ou eu te deixarei morrer ai- Digo me aproximando mais e vendo o mesmo não recuar desta vez-

Pego seu braço e coloco em volta do meu pescoço e o ajudo a levantar, ele estava com um corte aparentemente  profundo na região do estomago.

-N-não me l-leve pra f-fora daqui- Disse com dificuldade, então o lei para a entrada do beco onde pelo menos teria mais visibilidade-

O garoto vestia uma “fantasia” como se fosse um super-herói, tirei sua mão de cima do ferimento e fiz uma magia para o ferimento fechar e cicatrizar mais fácil.

-C-como fez isso?!- Perguntou surpreso-

-Se eu conta-se quem sou iria sair correndo igual uma garotinha- Digo irônica-

-Eu não vou correr, pode me falar quem é você- Diz confiante-

-Ok, meu nome é Loki Laufeyson, o ser que tentou dominar a terra há um tempo- Logo um pequeno silencio se formou ali enquanto eu o levantava, mas logo ele resolveu abrir a boca-

-B-bem, eu sou o Homem-Aranha, mais conhecido como o amigo da vizinhança-


Notas Finais


Desculpem o capitulo curto, prometo faz maior!
Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...