História Lágrimas De Amor - Imagine Min Yoongi - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 60
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii desculpe a demora ❤
Boa leitura

Capítulo 5 - PAPAI!



Já se passava das 2:00 da manhã eu não conseguia dormir , me virei , revirei na cama , tentei de tudo, até dormir no chão ! Mas o sono não vinha então fiquei olhando para um ponto fixo, o relógio. Esperando que algum dia eu acordasse desse pesadelo , ou ficasse esperando a porta ser aberta por Jungkook com sacolas na mão recheada de comidas compradas no restaurante que ele adora. 

Comecei olhar para cada cantinho do quarto , reparando em cada coisinha até chegar no closet , Oh My God !

Jogando as cobertas no chão e correndo até o closed que é grande o bastante pra entrar ali , Abri com força a gaveta de shorts e tirei de lá uma caixinha de madeira velha muito importante pra mim. Abracei a caixa contra o peito e voltei para cama , Uma coleção de fotos da vida inteira , Fotos na ponta dos meus dedos , todas as prediletas que tirei ao longo desses anos. 

Saboreei cada foto , as passando lentamente. Lá no fundo da caixa encontrei uma pequena bússola , Minha visão ficou turva pelas lágrimas , era um presente muito antigo do meu pai. Não havia gravado nada nela , mas ainda lembrava o dia em que ele me deu e oque ele me disse : 

"Sei que um dia vai ficar perdida , e isso não vai durar para sempre. Isto aqui vai garantir que você sempre encontre o caminho de casa... Onde estarei te esperando"

- Pai... preciso de você... Ah - Comecei a chorar - Eu preciso tanto tanto...

Toquei na bússola , agora saberia onde ir. Talvez soubesse o tempo todo , ia voltar a ser aquela garotinha das fotos de Preto e Branco , de Onde era alguém além de esposa de Jungkook e mãe de Hyuna. 

Rapidamente fui até meu quarda roupa , peguei tudo oque precisava e coloquei em uma pequena mochila escolar. 

Me arrumei confortavelmente e desci. Mesmo naquela chuva eu peguei meu carro na garagem e em alta velocidade eu fui , para um lugar onde volto a ser criança novamente. 

Depois de horas e horas , a chuva já havia parado , o céu estava mais lindo que o normal. Dirigi o carro para a ponte onde as águas do mar ali me encantavam , as águas cristalinas e os peixinhos nadando por ali me trazia uma tranquilidade , abaixei o vidro e o ar fresco fez meus cabelos voarem e meus olhos se fecharem e sentir que pela primeira vez em todos esses anos , eu senti cheirinho de "estamos chegando em casa". 

Quilômetro após quilômetro as ruas iam se passando para estradinhas de terras , a paisagem se passava para vívidos verdes e azuis como no mundo de minha infância. Virei e entrei em outra estradinha até chegar em uma vila , diminui a velocidade absorvendo as vistas familiares , era uma pequena cidade com uma aparência linda para mim , a primavera chegou ! E tudo ali era encantador. 

Me direcionei para o interior da vila , Cheguei em uma ruazinha e olhei para o lado 

A casinha do meu pai. Meu peito se apertou e a emoção tomou lugar.

Deixei o carro ali mesmo , peguei minhas coisas e subi o morrinho correndo.

Esbarrei.


Cai.


Xinguei.


Ri de mim mesmo.


Tropecei.


Chorei e vi que essas lágrimas valem a pena. 

Cheguei em um pequeno portaozinho de madeira já acabada e a abri , E lá em frente a porta , sentado em uma cadeira de balanço enquanto lia um jornal , eu vi um homem com lindos cabelos castanhos com fiozinhos brancos e uma cara angelical.

- Pai !!!!! - Gritei , larguei a bolsa ali e corri , corri como se estivesse em uma corrida , ele se assustou quando gritei mas quando me olhou seus olhos marejaram e vi aquele grande e lindo sorriso - Papai ! 

E naqueles anos todos eu senti o abraço quentinho e amoroso do pai , e em todo aquele choro cheio de emoções eu sabia que ele também precisava de um abraço de urso.

- Oh meu bem , que bom que está bem ! Quanto tempo meu amor - Ainda chorando ele me olha com aquela cara cansada e um lindo sorriso

- Pai... - Massageio sua bochecha -eu tenho tanto pra te contar... Eu tenho medo pai , medo de ser rejeitada e enganada novamente... Eu preciso tanto do senhor 

- E eu preciso de um abraço de minha filha - Sorrio e o abraço novamente - Primeiro vamos entrar , E se depender de mim nunca será rejeitada e abandonada , Ah como eu te amo minha flor ! - Disse me levando para dentro de casa

E foi ai que meu coração se aqueceu , e tudo oque foi quebrado em meu coração 

Meu pai o curou com um abraço


Continua ?



Notas Finais


Continua ? Oque acharam ? ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...