1. Spirit Fanfics >
  2. Lágrimas de Fênix >
  3. De volta à Hogwarts

História Lágrimas de Fênix - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoas, como dito estou aqui postando o capítulo. Espero que gostem!

Capítulo 2 - De volta à Hogwarts


Um ano depois da Guerra, Hermione Granger esperava na plataforma 9¾. Era estranho para ela está ali. As perdas da Guerra ainda doíam, e ela tentava em vão imaginar como seria Hogwarts sem Dumbledore, embora ela soubesse que o cargo de diretor havia sido ocupado por Minerva McGonagall, sua professora favorita. Ela sabia que a mulher faria jus ao legado do Grande Bruxo. Lembrar disso não ajudava, ela sentia-se mais sozinha do que nunca, não ficava assim há muito tempo. Seus amigos não estariam lá, Harry e Rony não quiseram voltar para terminar seus estudos, ela protestara, mas sabia que aquele era o momento em que cada um trilharia o seu próprio caminho, e o seu jamais se desviaria do que escolheu para si, o estudo era sua prioridade, como sempre foi. Um som alto foi ouvido, e o trem vermelho vinha a todo o vapor. Era isso, o ano se iniciaria e ela deveria ser forte, ergueu a cabeça, respirou fundo e embarcou.

            Em um ano tudo voltara ao lugar em Hogwarts. Hagrid levava os primeiranistas até a Professora Minerva que os recepcionava logo na entrada. Hermione os cumprimentou e entrou. A sensação de adentrar os portões do Grande Salão foi indescritível, o ar lhe fugiu por um momento, e seus olhos arderam de emoção. Seu olhar caiu rapidamente na mesa dos docentes, ele não estava lá, nunca mais estaria, Alvo Dumbledore não iria voltar. Havia outro lugar vazio, mas não deu importância, naquele momento haviam lembranças demais ocupando sua mente. Ela se dirigiu à mesa da Grifinória sendo seguida por muitos olhares. Afinal, era ela, a mente brilhante do famoso Trio de Ouro, aqueles que derrotaram Voldemort. Havia um tempo que isso a incomodava, mas tentava não dar muita importância. Ela sentou e esperou. A nova diretora fez o famoso rito de iniciação, colocando o Chapéu Seletor nos novos alunos, a mesa da Grifinória ferveu com seus novos membros, e Hermione mantinha-se firme, ouvindo cada anunciação, lembrando da primeira vez que esteve lá, tendo os olhares de todos, como ela estava nervosa. Assim que terminou a cerimônia continuou percorrendo os olhos pelo lugar, de repente seu coração disparou ao ouvir aquele nome. "Eu o vi morrer, vi muitos morrerem, mas ele está aqui agora, dentre todos, foi ele a está aqui", lembrou-se de todos que perdera, e seus olhos arderam mais uma vez. Ela não podia chorar, não faria isso, não mais. Ela não acenou para Hagrid da mesa, nem tampouco olhou enquanto todos cochichavam sobre o novo professor de DCAT. Ela mal tocara na comida que exalava aromas deliciosos. "Os elfos sempre cozinharam bem, mas não são retribuídos por isso", ela suspirou. "É, o ano será longo".

⊱───────⊰✯⊱───────⊰

            Ele massageava as têmporas enquanto, sentado à sua mesa, fitava toda a sala. Era difícil está de volta depois de tudo o que aconteceu. Ele nunca pensou que sentiria saudades de alguém que não fosse Lilian, mas aquele velho foi o único a confiar nele, e agora que tudo acabara ele se sentia verdadeiramente só. "Ficar me lamentando não vai adiantar" ele pensou, se levantou vagarosamente e rumou para o Salão Principal.

           O Salão estava cheio, as mesas vibravam em vivas para receber seus mais novos membros, a Seleção de Casas já estava sendo encerrada. A mesa dos docentes estava animada também, mas havia um lugar vazio entre a Diretora McGonagall e a professora Sprout. Severo Snape adentrou o Salão pela porta lateral ao lado da mesa dos professores, sua capa farfalhando e seu andar silencioso e imponente, mesmo com sua entrada dramática, ninguém o percebeu, estavam empolgados com suas próprias conversas.

           — Desculpe o atraso diretora. — ele disse para a mulher e sentou-se ao seu lado.

           — Pensei que não viria. — ela lhe respondeu baixinho.

           — Eu também. — disse para si.

           A Diretora levantou-se e se dirigiu a todos, falando com a voz magicamente elevada.

         — Sejam bem-vindos alunos novos e aos nossos velhos conhecidos desejo-lhes bom retorno. — ela percorreu os olhos por todo salão. — Sei que os últimos anos não foram fáceis, houveram muitas perdas irreparáveis, nossa escola foi destruída por Voldemort e seus seguidores. — um burburinho se formou entre os alunos. Eles ainda tinham medo. — Não temam, a guerra acabou, há um ano nossa escola se reergueu, e das cinzas nós renascemos para um glorioso futuro. — todos bateram palmas alegremente. A diretora estava se saindo muito bem. — Agora permitam-me informá-los sobre algumas mudanças no corpo docente deste ano. — todos silenciaram. — Nosso Guarda Caças Rúbeo Hagrid manterá seu posto como Professor no Trato de Criaturas Mágicas. — o meio-gigante que sentava ao lado esquerdo da diretora, sorriu e acenou alegremente. E uma salva de palmas e gritos de vivas se formou. — Após os acontecimentos Horácio Slughorn decidiu manter-se no cargo de Professor de Poções e se manterá como diretor da Casa de Sonserina. — o homem meneou a cabeça e recebeu o caloroso acolhimento dos alunos. — E por último, e não menos importante, as aulas de Defesa Contra as Artes das Trevas será de encargo de Severo Snape, bem como o cargo de vice-diretor de Hogwarts. — um silêncio pesado se formou, de repente todos ali pareciam ter notado sua presença. Snape encarou a todos com seu olhar de quem não esboça a menor emoção.

            Mesmo depois dos vários testemunhos prestados ao Ministério pelo Sr. Potter, ainda era difícil entender tudo que aquele homem de vestes negras e olhar sombrio havia feito. Alguns ainda duvidavam da veracidade das alegações. Espião duplo? Nem todos acreditavam que alguém seria tão corajoso, – ou seria louco? – a esse ponto, de ter estado tão perto, e de ter enganado um ser tão cruel como Voldemort. Mas ele foi, e agora teria que ter mais coragem para superar o pós-guerra.

          — Bem meus caros. — ela continuou, cessando momentaneamente o burburinho. — Desejo a todos um bom ano e bom apetite.

            As mesas se encheram de comidas e bebidas para os mais variados gostos. Mesmo com um banquete à frente, muitos alunos, principalmente os mais velhos, que sabiam o que havia acontecido, o encarava. Apenas uma jovem não o olhou a noite inteira. "A irritante sabe-tudo voltou, mesmo sem os amiguinhos" pensou debochado. A castanha parecia prestar atenção em cada canto do Salão, provavelmente perdida em lembranças, não o olhou nem uma vez, nem quando fora apresentado. "Sempre se achando superior" ele pensou com raiva contida, "Esse ano será longo", crispou os lábios num tom de desagrado.

 


Notas Finais


Estarei organizando um tempo de postagem de uma semana a 15 dias mais ou menos. Bjinhos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...